Você está na página 1de 11

TERMO DE REFERÊNCIA

1. OBJETO
Contratação de empresa/instituição para prestação de serviço de consultoria técnica
especializada para diagnóstico, aperfeiçoamento e estruturação do Plano de Cargos,
Carreiras e Subsídios dos Quadros Auxiliares do Ministério Público do Estado do
Tocantins, compreendendo a elaboração de cronograma de trabalho, planejamento de
comunicação do PCCS, realização de diagnósticos e levantamentos preliminares,
definição da estrutura de cargos, definição do plano de salários, elaboração de políticas
do plano, acompanhamento e avaliação do processo de implantação do PCCS, incluindo
o enquadramento de todos os servidores em atividade no órgão.

2. JUSTIFICATIVA
O Ministério Público é instituição permanente, essencial à função jurisdicional do
Estado, foi implantado juntamente com o Estado do Tocantins com a Constituição
Estadual de 1989, atualmente é organizado pela Lei Complementar nº 51 de 2 de janeiro
de 2008, hoje com 21 anos de existência, realizou seu primeiro concurso público para
servidores no ano de 1991, com o ingresso de 49 servidores efetivos.
No ano de 2001 foi realizado concurso público, com o ingresso de 64 servidores
efetivos e, em 2006 ocorreu novo concurso com o ingresso de 305 servidores e por fim no
ano de 2010 certame com ingresso de mais 52 servidores. Nesse ínterim foram realizadas
diversas alterações legais, visando corrigir imperfeições e melhorar a carreira do quadro
auxiliar. No entanto, essas alterações não foram suficientes para proporcionar os objetivos
propostos.
Neste sentido, sedimenta-se a justificativa nas seguintes necessidades:
I. Elaborar Projeto de Lei que venha atender com eficiência as necessidades e o bom
desempenho do quadro auxiliar do M.P.E. – TO, com o intuito de promover o
desenvolvimento funcional e fomentar perspectivas de adequações a carreira dos
servidores, consoante com a missão institucional do Ministério Público;
II.Dar cumprimento ao objetivo estratégico do órgão de atrair e reter talentos, como forma

End.: Quadra 202 Norte, Conjunto 01, Lotes 05/06 Av. LO-04 esquina com Av. Teotônio Segurado
CEP 77.006-218 Palmas – TO Telefones: (063) 3216-7563 1
de melhorar o clima organizacional e garantir a excelência na prestação dos serviços à
sociedade;
III. Corrigir e/ou minimizar as disparidades existentes na carreira dos servidores do MPE-
TO, procurando evitar a criação de futuros passivos por contestação judicial;
IV. Racionalizar a estrutura organizacional e adequá-la a um Plano de Cargos, Carreiras e
Subsídios satisfatório e sustentável do ponto de vista orçamentário, obedecendo a lei de
responsabilidade fiscal, buscando otimizar resultados e os objetivos estratégicos da
Instituição;
V. Mapear os processos e o fluxo de trabalho dos servidores do órgão, visando
racionalizar sua alocação;
VII. Implementar política salarial visando a valorização dos quadros auxiliares;
VIII. Reduzir o tempo para alcance do final da carreira, que hoje é de 43 anos, para os
padrões Constitucionais;
IV. Cumprir a determinação do Colégio de Procuradores de Justiça que determinou o
desenvolvimento do plano como forma de alcançar os objetivos da instituição.

3. PRODUTOS A SEREM GERADOS


3.1 O produto final da presente contratação é o Plano de Cargos, Carreiras e Subsídios
dos Servidores do Ministério Público do Estado do Tocantins, que deverá ser construído,
em conjunto pela empresa contratada e os servidores capacitados, atendendo, no
mínimo, aos seguintes requisitos:
3.1.1 Elaborar Cronograma de trabalho e planejamento de comunicação do PCCS:
3.1.1.1 Planejamento com a divulgação e definição do cronograma de trabalho e
elaboração de estratégia para comunicação do projeto aos interessados, incluindo o
detalhamento das ações para cada etapa de implantação.
3.1.2 Executar Diagnóstico/levantamentos preliminares:
3.1.2.1 Análise do Plano de Cargos e Subsídios atual:
I - Emissão de parecer identificando os aspectos críticos, favoráveis e passíveis de
alteração no que se refere à estrutura de cargos.

End.: Quadra 202 Norte, Conjunto 01, Lotes 05/06 Av. LO-04 esquina com Av. Teotônio Segurado
CEP 77.006-218 Palmas – TO Telefones: (063) 3216-7563 2
3.1.2.2 Realização de posicionamento junto aos principais gestores da empresa:
I - Identificar pontos que merecerão maior atenção no desenvolvimento do projeto;
II - Indicar soluções aplicáveis em cada caso, bem como as consequências
administrativas e financeiras inerentes a cada qual.
3.1.3 Definição e Desenvolvimento da Estrutura de Cargos, Atividades e Subatividades :
3.1.3.1 Mapeamento dos processos produtivos e levantamento das atribuições dos postos
de trabalho:
I - Mapeamento dos principais processos produtivos da empresa, levando em conta o
Planejamento Estratégico; Salários
II - Elaboração do Questionário de levantamento dos Perfis;
III - Aprovação do Questionário pela Procuradoria Geral de Justiça;
IV - Aplicação do Questionário junto aos servidores;
3.1.3.2 Análise das Informações Obtidas:
I - Identificação de Cargos/Atividades/Sub-atividades;
II - Elaboração das Descrições de Cargos e Funções de Confiança de acordo com os
questionários, a legislação vigente e o mapeamento de processos realizado, e:
a) que a análise e especificações uma vez elaboradas passarão por um crivo técnico para
padronização de requisitos e competências requeridas;
III - Aprovação das descrições de cargos e Funções de Confiança pelo Colégio de
Procuradores de Justiça.
3.1.3.3 Estabelecimento do novo quadro de Cargos:
I - Elaboração da Grade de Cargos/Atividades/Subatividades;
3.1.4 Definição do Plano de Encarreiramento
3.1.4.1 Definição de critérios para Provimento/Encarreiramento
I - Provimento de cargo/Atividade/Módulo - elaboração de procedimentos que
regulamentam o preenchimento das vagas existentes no Quadro de Lotação de Pessoal.
3.1.4.2 Encarreiramento
I - Definição dos processos de Acesso, Progressão Salarial, Progressão Funcional e
Mobilidade necessários;
3.1.5 Ordenação dos Cargos Estabelecidos:

End.: Quadra 202 Norte, Conjunto 01, Lotes 05/06 Av. LO-04 esquina com Av. Teotônio Segurado
CEP 77.006-218 Palmas – TO Telefones: (063) 3216-7563 3
3.1.5.1 Estabelecer a metodologia de avaliação para ordenação dos cargos por grau de
importância:
I - Criação do método de ordenação dos cargos;
II - Validação do método de ordenação dos cargos;
III - Aprovação do método de ordenação dos cargos pelo Colégio de Procuradores de
Justiça.
3.1.5.2 Avaliar os Cargos:
I - Aplicação do método de ordenação dos cargos;
3.1.5.3 Elaborar o Quadro de Hierarquização dos Cargos:
I - Elaboração da ordenação dos cargos;
II - Aprovação da ordenação e hierarquização dos cargos pelo Colégio de Procuradores
de Justiça.
3.1.6 Criar a Estrutura de Salários
3.1.6.1 Criar a Curva Salarial:
I - Análise dos salários praticados pelo MPE-TO.
II - Elaboração da curva salarial da empresa de acordo com o ordenamento de cargos.
3.1.6.2 Realizar Pesquisa Salarial:
I - Análise dos salários praticados por outros órgãos considerados como referência de
mercado.
II - Elaboração da curva salarial doco mercado de acordo com o ordenamento de cargos.
3.1.6.3 Comparar a Curva salarial da empresa com a do mercado, com base na Pesquisa
Salarial realizada:
I - Análise das curvas do MPE-TO e do mercado.
II - Definição da nova curva salarial do MPE-TO, obedecendo aos preceitos da média
histórica de crescimento do orçamento e seus limites e dos limites impostos pela Lei de
Responsabilidade Fiscal.
II - Aprovação da nova curva salarial pelo Colégio de Procuradores de Justiça.
3.1.6.4 Elaborar as Tabelas Salariais:
I - Construção das tabelas salariais com base na curva salarial aprovada pelo órgão.
3.1.7 Elaboração de Políticas do Plano:
3.1.7.1 Elaboração de Políticas de Administração do Plano:
I - Estabelecer critérios para o Enquadramento Funcional;
II - Estabelecer critérios para o Enquadramento Salarial;
III - Definição de diretrizes dos processos de administração de cargos, salários e carreira;
IV- Normatização dos processos de administração de cargos, salários e carreira;
V - Aprovação das normas pelo Colégio de Procuradores de Justiça.
3.1.8 Implantação, acompanhamento e avaliação do novo PCCS.
3.1.8.1 Aprovação no Colégio de Procuradores de Justiça:
I - Elaboração do Manual do PCCS;
II - Apresentação do manual ao Colégio de Procuradores de Justiça.
3.1.8.2 Realizar reenquadramento Funcional /Salarial de todos os servidores do MPE-TO,
obedecendo aos princípios legais do tempo de serviço e da isonomia, de forma a não
gerar futuros passivos por contestação judicial, com aprovação do Colégio de
Procuradores de Justiça;

End.: Quadra 202 Norte, Conjunto 01, Lotes 05/06 Av. LO-04 esquina com Av. Teotônio Segurado
CEP 77.006-218 Palmas – TO Telefones: (063) 3216-7563 4
3.2 Realizar treinamento de mais 2 (dois) servidores lotados no Departamento de
Recursos Humanos e Folha de Pagamentos para na sistematização de acompanhamento
do Plano constante do item 3.2.8.
3.3 Elaborar Minuta do Anteprojeto de Lei a ser encaminhado para a Assembleia
Legislativa do Estado do Tocantins, seguindo o modelo a ser fornecido pelo Colégio de
Procuradores de Justiça, com todos os elementos do item 3.1 e seus subitens.
3.4 Elaborar proposta de revisão de outros atos normativos, tais como: regimento interno
e lei orgânica, adequando a estrutura e as proposições contidas no projeto de lei
constante do item anterior.
3.5 Todas as etapas deverão ser compartilhadas e previamente submetidas a análise da
Comissão para Auxílio na Revisão do PCCS.
4. PRAZO DE EXECUÇÃO E CRONOGRAMA DE DESEMBOLSO
4.1 O prazo de execução será de 150 (cento e cinquenta) dias e atenderá ao seguinte
cronograma:

CRONOGRAMA ATIVIDADES REALIZADAS DESEMBOLSO


30 dias após a assinatura Do item 3.1 – do subitem 3.1.1 a 10% do valor
do termo contratual aprovação do subitem 3.1.3.3, II total do contrato,
em até 10 dias
após a entrega
da nota
fiscal/fatura
80 dias após a assinatura Do item 3.1 – do subitem 3.1.4 a 30% do valor
do termo contratual aprovação do subitem 3.1.7.1, V total do contrato,
em até 10 dias
após a entrega
da nota
fiscal/fatura
120 dias após a assinatura Do item 3.1 – do subitem 3.1.8 a 30% do valor
do termo contratual aprovação do subitem 3.1.8.2. total do contrato,
em até 10 dias
após a entrega
da nota
fiscal/fatura

End.: Quadra 202 Norte, Conjunto 01, Lotes 05/06 Av. LO-04 esquina com Av. Teotônio Segurado
CEP 77.006-218 Palmas – TO Telefones: (063) 3216-7563 5
150 dias após a assinatura Da entrega do item 3.2 e entrega e 30% do valor
do termo contratual aprovação dos itens 3.3 e 3.4. total do contrato,
em até 10 dias
após a entrega
da nota
fiscal/fatura

5. CONDIÇÕES PARA O PAGAMENTO


5.1 Os pagamentos previstos no cronograma de desembolso estarão condicionados à
aprovação dos serviços previstos para as respectivas etapas e a emissão do “ATESTO”
na Nota Fiscal.
6. MODELO PROPOSTO
6.1 As atividades de consultoria terão como base o modelo proposto pelo Ministério
Público Estadual, onde estão definidas as condições prévias referentes:
I. A organização do Quadro Efetivo Auxiliar do Ministério Público;
II. As Carreiras;
III. Aos Cargos;
IV. As Atribuições dos Cargos;
V. As funções Comissionadas e aos Cargos em Comissão;
VI. O ingresso na carreira;
VII. O desenvolvimento na Carreira;
VIII. A Remuneração; e
VIX. A Construção de uma tabela de subsídios atualizada financeiramente e exequível
dentro da realidade do órgão.

6.2 Segundo o modelo proposto, os servidores efetivos devem ter tratamento isonômico
dentro da carreira, sendo obrigatório o enquadramento de todos os servidores no plano.

6.3 Os critérios de desenvolvimento na carreira devem ser definidos de forma clara e


objetiva.

End.: Quadra 202 Norte, Conjunto 01, Lotes 05/06 Av. LO-04 esquina com Av. Teotônio Segurado
CEP 77.006-218 Palmas – TO Telefones: (063) 3216-7563 6
6.4 As designações para cargos em comissão devem sempre privilegiar os servidores
efetivos estabelecendo percentual mínimo de ocupação desses cargos por esses
servidores, observadas as qualificações necessárias para o exercício da função.

6.5 Todas as propostas/sugestões deverão ser validadas junto ao Ministério Público


mediante prévia análise da Comissão para Auxílio na Revisão do PCCS, criada para
auxiliar nos trabalhos da contratada.

7. OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA
Compete à contratada:

7.1 Quanto aos objetivos:

I. Planejar, coordenar e desenvolver todas as atividades relacionadas ao objeto


contratado;
II. Desenvolver o trabalho em sintonia com Ministério Público com detalhamento, clareza
e objetividade, buscando transparência e credibilidade nas informações fornecidas
necessárias ao atendimento dos objetivos do trabalho;
III. Apresentar Plano de Trabalho detalhado com as atividades a serem executadas e as
formas de trabalho com cronograma alinhado ao proposto neste termo;
IV. Elaborar o Plano de Cargos com descrição da estrutura das funções, mapeamento
das competências, otimização de pessoal;
V. Elaborar o Plano de Remunerações e Subsídios, a partir do equacionamento das
carreiras e isonomia dentro da instituição;
VI. Propor a organização dos servidores em estrutura de cargos e carreira, observando
os requisitos de valorização e alocação profissional, através da equidade de
oportunidades de desenvolvimento profissional como forma de também ampliar e
qualificar os serviços prestados;
VII. Analisar a legislação que se aplica ao Plano de Cargos (diretrizes, legislação
federal e estadual) e da estrutura organizacional do MPE-TO;
VIII. Participar das reuniões pré-estabelecidas pela Contratante;

End.: Quadra 202 Norte, Conjunto 01, Lotes 05/06 Av. LO-04 esquina com Av. Teotônio Segurado
CEP 77.006-218 Palmas – TO Telefones: (063) 3216-7563 7
IX. Apresentar relatório da análise do Plano de Cargos;
X. Apresentar repercussão financeira do projeto;
XI. Apresentar a versão preliminar da minuta do Plano de Cargos, Carreiras e Subsídios;
XII. Apresentar versão final da Minuta do Plano de Cargos, Carreiras e Subsídios;
XIII. Elaborar e apresentar relatórios parcial e final dos trabalhos;
XIV. Acompanhar a estruturação organizacional e implementação do PCCS;
XV. Propor Minuta de Projeto de Lei;
XVI. Realizar as atividades contratadas em sua integralidade, sem acréscimos e/ou ônus
extra para o MPE-TO;
XVII. Custear as despesas com passagens, material de expediente, recursos
tecnológicos, pessoal e local de trabalho;
XVIII. Cumprir fielmente as obrigações assumidas de modo que os serviços contratados
sejam realizados com esmero e perfeição, executando-os sob sua inteira
responsabilidade;
XIX. Informar ao MPE-TO a ocorrência de fatos que possam interferir direta ou
indiretamente na regularidade do presente ajuste;
XX. Prestar o serviço nos termos deste Termo de Referência, ou conforme solicitação que
não exceda os limites financeiros contratados, exceto em caso de aditivo devidamente
justificado e autorizado.

7.2 Quanto à forma de apresentação:

I. A Consultoria deverá exercer rigoroso controle de qualidade sobre as informações


apresentadas, tanto quanto aos textos como nos memoriais, planilhas, tabelas, etc. O
referido controle deverá ser orientado pela clareza, objetividade, consistência das
informações e justificativas de resultados;
II. Os relatórios deverão ser entregues em suas versões preliminares em forma de
minutas para análises da comissão de servidores e aprovações finais Colégio de
Procuradores, devendo ser entregues em impressos e na forma digital, em CD e/ou DVD;
III. Os relatórios deverão ainda ser acompanhados de tabelas, quadros, gráficos,

End.: Quadra 202 Norte, Conjunto 01, Lotes 05/06 Av. LO-04 esquina com Av. Teotônio Segurado
CEP 77.006-218 Palmas – TO Telefones: (063) 3216-7563 8
formulários, entre outros elementos que se fizerem necessários para compreensão da
perfeita funcionalidade das proposições;
IV. Todas as peças componentes do trabalho final executado pela consultoria, tais como
relatórios, planilhas, CD's, dentre outros, serão de propriedade do Ministério Público -
MPE-TO e lhe serão entregues até da data fixada para o término do contrato.

8. OBRIGAÇÕES DA CONTRATANTE
8.1 Compete ao Ministério Público:
I. Efetuar o pagamento à Contratada de acordo com as condições de preço e prazo
estabelecidas no item 5.1 deste Termo de Referência;
II. Indeferir a liquidação da Nota Fiscal/Fatura quando não houver atendimento às
solicitações de correções de irregularidades, por solicitação do MPE-TO.

8.2 Compete ainda ao Ministério Público:

I. Anotar em registro próprio todas as ocorrências relacionadas com a execução do


contrato;
II. Permitir, durante a vigência do contrato, o livre acesso dos representantes e/ou
prepostos da contratada à sede da Procuradoria-Geral de Justiça, desde que
devidamente identificados;
III. Aprovar a metodologia a ser aplicada e o plano de trabalho;
IV. Definir as datas das reuniões que podem ser quinzenais e/ou mensais;
V. Acompanhar o prazo de execução previsto no item 4 deste Termo de Referência;
VI. Acompanhar e fiscalizar o cumprimento das obrigações da Contratada previstas no
item 7 deste Termo de Referência;
VII. Avaliar e monitorar os trabalhos dos consultores, analisando, decidindo, solicitando
ajustes e aprovando os relatórios apresentados nas reuniões estabelecidas;
VIII. Aprovar os relatórios parciais e o relatório final;
IX. Aprovar as versões preliminares e finais das minutas do Plano de Cargos e da
proposta do Projeto de Lei;

End.: Quadra 202 Norte, Conjunto 01, Lotes 05/06 Av. LO-04 esquina com Av. Teotônio Segurado
CEP 77.006-218 Palmas – TO Telefones: (063) 3216-7563 9
X. Emitir atestado de recebimento na nota fiscal/fatura;
9. RECEBIMENTO DO OBJETO
I. O recebimento do objeto da presente contratação será procedido de observância das
disposições acima descritas e do art. 73, inciso I, da Lei no 8.666, de 21 de junho de
1993.
II. O recebimento provisório ou definitivo não exclui a responsabilidade civil pela solidez e
segurança do serviço nem ético-profissional pela perfeita execução do contrato, dentro
dos limites estabelecidos pela lei ou pelo contrato.
10. QUALIFICAÇÃO TÉCNICA EXIGIDA
A proponente deverá apresentar os seguintes documentos comprobatórios:
I. Capacidade técnica da licitante:
Apresentar Atestado de Capacidade Técnica fornecido por pessoa jurídica de direito
público ou privado, onde fique comprovado que a licitante executou serviço compatível
com o objeto licitado, conforme exigência deste Termo de Referência;
II. Capacidade técnica do responsável técnico:
Apresentar Atestado(s) fornecido(s) por pessoa(s) jurídica(s) de direito público ou privado,
expedida(s) por entidade(s) profissional(is) competente(s), que comprovem ter o
responsável técnico cumprido, de forma satisfatória, a realização do serviço compatível
em características e quantidades com o objeto licitado, conforme exigência deste Termo
de Referência;
III. Vínculo profissional do Responsável Técnico:
Comprovar a vinculação do profissional Responsável Técnico ao quadro permanente da
licitante que poderá ser efetuada através de Ficha de Registro de Empregado ou cópia
autenticada da Carteira de Trabalho e Previdência Social. Na hipótese do detentor do
atestado ser proprietário ou sócio da empresa, a comprovação se dará mediante
apresentação do contrato social em vigor, conforme exigência deste Termo de Referência.

________________________________
Assinatura da comissão

End.: Quadra 202 Norte, Conjunto 01, Lotes 05/06 Av. LO-04 esquina com Av. Teotônio Segurado
CEP 77.006-218 Palmas – TO Telefones: (063) 3216-7563 10
ANEXO I - QUADRO DE SERVIDORES
O quadro atual é composto por servidores efetivos, comissionados, requisitados e
terceirizados, distribuídos da seguinte maneira:

Quadro Auxiliar do Ministério


Público
Efetivos 367
Comissionados 39
Requisitados 19
Cedidos 19
Total 444
Quadro nº 1 – Fonte Portal Transparência Março 2011

End.: Quadra 202 Norte, Conjunto 01, Lotes 05/06 Av. LO-04 esquina com Av. Teotônio Segurado
CEP 77.006-218 Palmas – TO Telefones: (063) 3216-7563 11