P. 1
Slides Liderança

Slides Liderança

|Views: 420|Likes:
Publicado porRenatoParisi

More info:

Categories:Types, School Work
Published by: RenatoParisi on May 28, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PPTX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/01/2013

pdf

text

original

Liderança

Faculdade Marista
Relações Humanas
Profª. Angélica Bezerra Martins
Anilecio da Silva
Ivo
Felipe de Albuquerque
Lucio Cavalcanti
Marcos Muniz
verview
que é Liderança?
Teorias dos Traços
Teorias Comportamentais
Teorias das Contingências
Liderança e Administração
Administração
* Traz ordem e consistência por meio da
elaboração de planos formais, do projeto de
rígidas estruturas organizacionais e da
monitoração dos resultados.
Liderança
* Estabelecem direções através do
desenvolvimento de uma visão do futuro;
depois engajam as pessoas comunicando-
lhes essa visão e inspirando-as a superar os
obstáculos.
Liderança e Administração
Administração
administrador utiliza a autoridade natural de
sua posição na organização para obter o
comprometimento dos membros.
A administração consiste na implementação da
visão e da estratégia oferecidas pelos
líderes, coordenando e suprindo de pessoal a
organização, além de tratar dos problemas
do dia-a-dia.
Liderança e Administração
que é liderança ?
A capacidade de Influenciar um grupo
em direção ao alcance de seus
objetivos.
A origem dessa liderança pode ser
formal.
Nem todos líderes são administradores,
nem todos administradores são líderes.
s líderes podem surgir de dentro de
um grupo ou por indicação formal.
que é liderança ?
As organizações precisam de liderança
forte e administração forte para atingir
sua eficácia ótima.
Teoria dos Traços
Exemplo: Margaret Thatcher era
primeira-ministra da Grã-Bretanha,
costumava ser enaltecida por sua
capacidade de liderança. Era descrita
como confiante, portadora de uma
vontade de ferro, determinada e
decidida. Esses termos se referem a
traços de personalidade.
Teoria dos Traços
Teorias que buscam traços sociais, físicos, intelectuais ou
de personalidade que diferenciem líderes de não-líderes.
Um traço é uma qualidade ou característica da personalidade.
Segundo esta teoria, o líder é aquele que possui alguns traços
específicos de personalidade que o distinguem das demais
pessoas. Assim, o líder apresenta características marcantes de
personalidade através dos quais pode influenciar o comportamento
das demais pessoas.
s traços mais comumente apontados foram os seguintes:
1. Traços físicos: energia, aparência e peso.
. Traços intelectuais: adaptabilidade, agressividade,
entusiasmo e autoconfiança.
. Traços sociais: cooperação, habilidades interpessoais e
habilidade administrativa.
. Traços relacionados com a tarefa: impulso de realização,
persistência e iniciativa.
Seis Traços que costumam
diferenciar os líderes dos liderados
1. Ambição e Energia
2. Desejo de Liderar
3. Honestidade
4. Integridade
5. Autoconfiança
6. Inteligência
Pesquisa - Teoria dos Traços
Pesquisas recentes mostram fortes
evidências de que as pessoas com
elevado grau de monitoramento, isto
é, altamente flexíveis para ajustar
seu comportamento a diferentes
situações - têm probabilidade muito
maior de surgir como líderes nos
grupos.
A abordagem dos traços apresenta
pelo menos 4 limitações da Teoria :
1. Não existe nenhum traço universal que possa prever a liderança
em qualquer situação.
2. s traços prevêem melhor o comportamento em situações
"fracas¨ do que em situações "fortes¨.
Ex: Se uma Empresa A estiver passando por uma crise,
algumas não permitem que o líder tenha liberdade para
agir como gostaria, é obrigado aceitar certas decisões
que eles acham o que é certo para a organização.
3. As evidências são pouco claras quanto à separação de causa e
efeito. Ex: Seriam os líderes mais autoconfiantes ou o sucesso
na liderança é que leva à autoconfiança ?
4.
s traços funcionam melhor para prever o surgimento da
liderança do que para distinguir entre líderes eficazes e
ineficazes.
Teoria dos Traços - Conclusão
fato de um indivíduo apresentar
determinados traços e ser
considerado um líder pelos demais
não significa, necessariamente, que
ele será bem-sucedido em liderar seu
grupo para o alcance de seus
objetivos. Essa limitações levaram os
pesquisadores a buscar outras
direções.
Teorias Comportamentais
Teorias que propõem que
comportamentos específicos
diferenciam os líderes dos liderados.
Diferença entre as abordagens da Teoria
dos Traços e a Comportamental
Se a Teoria dos traços estivessem
certas, os líderes seriam natos.: ou
nascem ou não nascem líderes.
Se existissem comportamentos
específicos que identificassem os
líderes, a liderança poderia ser
ensinada.
Estudos da Univ. Estadual de hio
Uma pesquisa iniciada no final dos anos 40,
buscaram os pesquisadores identificar
dimensões independentes do
comportamento do líder.
- Duas Dimensões que são responsáveis por
boa parte do comportamento de liderança
descrito por funcionários :
1. Estrutura de Iniciação
2. Consideração
Estudos da Univ. Estadual de hio
1. Estrutura de iniciação
A extensão em que um líder é capaz de definir e
estruturar o seu próprio papel e o dos seus
subordinados na busca dos objetivos.
onsideração
A extensão em que uma pessoa é capaz de manter
relacionamentos de trabalho caracterizados por
confiança mútua, respeito às idéias dos funcionários e
cuidado com os sentimentos dele.
bs: Concluindo os estudos os líderes com alto grau de
estrutura de iniciação e de consideração geralmente
traz resultados positivos.
Estudos da Univ. de Michigan
Tiveram objetivo de pesquisa similar:
identificar as características
comportamentais dos líderes que
pudessem estar relacionados com o
desempenho eficaz.
Duas dimensões do comportamento de
liderança:
1. Líder orientado para o Funcionário.
. Líder orientado para a Produção.
Estudos da Univ. de Michigan
1. Liderança para o Funcionário
Aquele que enfatiza as relações interpessoais.
Interesse pessoal nas necessidades das equipes.
. Liderança para a produção
Aquele que enfatiza os aspectos técnicos e práticos do
trabalho. Preocupação com a execução das tarefas
bs: As conclusões que chegaram os pesquisadores de
Michigan foram extremamente favoráveis ao
comportamento dos líderes orientados para os
funcionários.Esse tipo de liderança estava associada
com maior produtividade do grupo e maior satisfação
com o trabalho.
Grid Gerencial
Desenvolvida por R. R.Blake e J.S. Mouton é a
representação gráfica de uma visão bidimensional dos
estilos de liderança.
Uma matriz nove-por-nove, que pode representar até 81
estilos diferentes de liderança.
Eles propuseram um rid erencial baseado nos estilos
"preocupado com as pessoas¨ e "preocupado com a
produção¨.
grid oferece apenas uma melhor estrutura para a
conceitualização do estilo de liderança, porem não
garante que o estilo 9,9 é o melhor em todas as
situações.
Entendendo melhor o Grid
Às 10 horas da manhã, o Zé chegou à empresa,
atrasado e preocupado com seu filho na escola.
Claro que nesta situação ele não demonstra alto grau de
interesse, nem pelos colegas, nem pela produtividade.
Sua prioridade ainda é seu filho.
Entendendo melhor o Grid
Pouco antes do meio-dia, nosso amigo Zé recebe um telefonema
dizendo que seu filho está bem.
Então, ao meio-dia, o nosso amigo Zé procura um colega de
trabalho para almoçarem juntos, ao fazer isso demonstra que o
seu interesse é o relacionamento, além da refeição, é claro.
Às 6uinze horas, o nosso amigo Zé procura acelerar seu ritmo
para atender à sua meta do dia, e não deixar nada acumulado
para depois. Para isso, chega a pedir para não ser incomodado.
Ao fazer isso mostra sua prioridade com a produtividade.
Na reunião das 17 horas, o Zé deverá apresentar um projeto aos
demais gerentes e antes disso, reúne-se com alguns colegas para
discutir sua apresentação.
Neste momento, seus interesses são o relacionamento, pela
opinião dos amigos e a produtividade, pelo sucesso de sua reunião
com os gerentes.
Vejamos no Grid Gerencial do Zé
Grid do Zé
Estudos Escandinavos
Pesquisadores da Finlândia e na Suécia têm reavaliado
se existem mesmo apenas duas dimensões para
capturar a essência do comportamento de liderança.
A Premissa básica é que, em um mundo em mudanças,
os líderes eficazes devem exibir um comportamento
rientado para o desenvolvimento.
rientado para o desenvolvimento:
Aquele que valoriza a experimentação, busca novas
idéias e gera e implementa mudanças.
bs: Tudo indica que os líderes que exibem
comportamento orientado para o desenvolvimento
contam com funcionários mais satisfeitos e são vistos
por estes como mais competentes.
Resumo das Teorias
Comportamentais
As teorias comportamentais obtiveram um sucesso
modesto na identificação de relações consistentes entre
o comportamento de liderança e o desempenho do
grupo.
que parece estar faltando é a consideração dos fatores
situacionais que influenciam o sucesso ou fracasso.
Exemplo:
parece pouco provável que Martin Luther King pudesse
ter sido o mesmo líder na luta pelos direitos civis se
tivesse vivido nas primeiras décadas do século xx.
Teorias das Contingências
Situação X Liderança
Fatores Contingências
Ascensão e declínio de Al Dunlap ( Scott
Paper 1996 x Sunbeam 1998)
Contingência na liderança
Modelo de Fiedler
A teoria de que os grupos eficazes
dependem da adequação entre o estilo
do líder em interagir com os
subordinados e quanto de controle e
influência a situação proporciona a ele.
dentificação do estilo de liderança
Questionário do colega menos
preferido
Definindo a Situação
Depois que o estilo básico de liderança do individuo for
avaliado por meio do questionário LPC, será necessário
adequar a pessoa à situação.
Fiedler identifica três dimensões contigenciais que
definem os fatores situacionais básicos que determinam
a eficácia da liderança:
Relação em entre líder e liderados - grau de
confiança, credibilidade e respeito que os membros
do grupo têm em seu líder.
Estrutura de Tarefa - grau de procedimentos
estabelecidos no trabalho.
Poder da Posição - o grau de influências que um líder
tem sobre as variáveis de poder, tais como o poder
de contratar, demitir, tomar ações disciplinares,
conceder promoções e aumento salariais.
Adequando os líderes as situações
s líderes orientados para a tarefa têm
melhor desempenho em situações de alto
e baixo controle, enquanto os líderes
orientados para o relacionamento têm
melhor desempenho nas situações de
controle moderado.
Existem apenas duas formas de melhorar
a eficácia da liderança:
1. Mudar o líder para atender à situação.
2. Modificar a situação para adequá-la ao líder.
Avaliação
No geral, revisão dos principais
estudos que testaram a validade do
modelo de fiedler chegou a uma
conclusão positiva.
Teoria do Recurso Cognitivo
Uma teoria sobre liderança que propõe que
o estresse afeta desfavoravelmente a
situação, e que a inteligência e a
experiência do líder podem diminuir essa
influência sobre ele.
A Essência da nova teoria é a de que o
estresse é o inimigo da racionalidade.
A Teoria Situacional de Hersey e
Blanchard
Uma teoria contingencial que enfoca a
prontidão dos liderados.
A ênfase nos liderados, no que se refere à
eficácia da liderança, reflete a realidade de
que são eles que aceitam ou não um líder.
Independentemente do que fizer o líder, a
eficácia dependerá das ações de seus
liderados. termo prontidão refere-se à
habilidade e à disposição demonstradas
pelas pessoas para a realização de
determinada tarefa.
A Teoria da troca entre líder e
liderados
s líderes criam grupos "dos de dentro¨ e "dos
de fora¨, e os liderados dentro do "grupo de
dentro¨ recebem avaliações de desempenho
melhores, apresentam rotatividade menor e
têm maior satisfação com seus superiores.
Essa teoria argumenta que, por causa das
pressões do tempo, os líderes estabelecem um
relacionamento especial com um pequeno
grupo de seus liderados.Esses indivíduos
constituem " grupo interno¨ e recebem toda a
confiança, privilégios especiais e uma parcela
de atenção do líder.
A Teoria da Meta e do Caminho
Desenvolvida por Robert House.
A teoria argumenta que é função do líder
ajudar os subordinados no alcance de suas
metas dando apoio necessário para assegura
que tais metas sejam compatíveis com os
objetivos da organização
Robert House identifica quatro comportamento
de liderança:
1. Líder diretivo (organiza)
2. Líder apoiador (Amigável)
3. Líder participativo (Consulta)
4. Líder orientado para a conquista (desafios)
A Teoria da Meta e do Caminho
Modelo de Participação e Liderança
Teoria de Victor Vroom e Phillip
Yetton .
Relaciona o comportamento de
liderança com a participação no
processo decisório.
Modelo de Participação e Liderança
sobre liderança que oferece uma
seqüência de regras que devem ser
seguidas na determinação da forma e
da quantidade de participação no
processo decisório, em diferentes
situações.
Modelo de Participação e Liderança
Líder Processo decisão
Estrutura
da Tarefa
Demandas
diferentes
comportamento
Do Líder Deve Ser
Ajustado a Cada Estrutura
De Tarefa
Antes = Normativo ( seqüência de regras a serem seguidas de acordo
Com cada situação). Arvore decisória que incorpora 7 contingências e 5
estilos alternativos de liderança.
Modelo revisado mantém 5 estilos alter.de liderança e aumenta para 12
as contingências (problemas).
Algumas vezes a Liderança é Irrelevante
Existem certas variáveis individuais,
organizacionais ou relativas ao trabalho em
si podem funcionar como substitutas da
liderança ou neutralizar a influencia do líder
sobre seus liderados. Ex:atvidades
rotineiras
Exemplos: características dos funcionários
como sua experiência e treinamento,
podem substituir a necessidade de apoio de
um líder.
Dúvidas
Referências Bibliográficas
RBBINS, Stephen P.
Comportamento rganizacional, 6ª
edição.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->