Você está na página 1de 1

COMO CRIAR UM DELINQUENTE

1 – Comece na infância a dar ao seu filho tudo o que ele quiser, pois assim, quando
ele crescer, acreditará que o mundo tem obrigação de lhe dar tudo o que deseja;

2 – Quando ele disser palavrões, ache graça. Isso o fará considerar-se


interessante;

3 – Nunca lhe dê nenhuma orientação espiritual. Espere que ele complete 21 anos
e “decida por si mesmo”;

4 – Apanhe tudo que ele deixar espalhado: livros, sapatos, brinquedos, roupas etc.
Faça tudo para ele para que ele aprenda a jogar para os outros toda a
responsabilidade;

5 – Discuta com freqüência na presença dele. Assim ele não ficará chocado
quando o lar se desfizer mais tarde;

6 – Dê-lhe todo dinheiro que quiser. Nunca o deixe ganhar seu próprio. Afinal de
contas ele não precisa passar pelas mesmas dificuldades que você passou;

7 – Satisfaça todos os seus desejos de comida, bebida, brinquedos e conforto em


geral pois, ao negar, você pode acarretar frustrações prejudiciais a ele;

8 - Tome o partido dele contra vizinhos, professores, parentes e amigos. Afinal


todos têm má vontade com seu “filhinho lindo”;

9 – Quando ele se envolver em alguma encrenca muito séria, use esta desculpa:
“Ele tem um gênio muito forte, nunca consegui dominá-lo”;

10 – Em ocasiões onde ele estiver reunido com amiguinhos ou com parentes, use e
abuse das comparações que incitem disputas. Compare seu caráter, sua
capacidade intelectual e seus dotes estéticos; diga em alto e bom tom para que
todos possam ouvir (inclusive ele) coisas do tipo: “Meu filhinho é mais inteligente
que os outros, é mais bonito, mais esperto. É um gênio”;

11 – Não ligue para suas companhias. Deixe-o se relacionar com todo tipo de gente
(viciados, prostitutas, homossexuais, bandidos etc.), afinal você não vai querer ter
um filho preconceituoso.

Feito tudo isso, prepare-se para uma longa vida de desgostos pois esse
é, sem sombra de dúvidas, o seu mais que merecido destino.