Você está na página 1de 1

FTC – Faculdade de Tecnologia e Ciências

Curso: Biomedicina
Turma: 3º AN
Docente: Mabel Esteves
Discente: Carlos Miranda

Sinopse

Um garoto levava uma vida normal até que, quando tinha seis anos, estranhas coisas
aconteceram, pois ele passou a ter diversos problemas de ordem mental que foram diagnosticados
como ALD, uma doença extremamente rara que provoca uma incurável degeneração no cérebro,
levando o paciente à morte em no máximo dois anos. Os pais do menino ficam frustrados com o
fracasso dos médicos e a falta de medicamento para uma doença desta natureza. Assim, começam
a estudar e a pesquisar sozinhos, na esperança de descobrir algo que possa deter o avanço da
doença.

Uma Visão bioquímica do filme Óleo de Lorenzo

Baseado em fatos reais, o filme retrata a história do menino Lorenzo Odone, que aos oito anos
começou a apresentar os sintomas desta doença degenerativa e incurável. A ADL é uma doença
genética ligada ao cromossomo X que devido a problemas na sua atividade causa acúmulo de
ácidos graxos no cérebro e na glândula supra-renal, provocando problemas como cegueira, surdez,
paraplegia e incapacidade de engolir e se comunicar.
Adrenoleucodistrofia (ALD) é uma doença do sistema nervoso central que caracterizam-se por
um processo de desmielinização, ou seja, ambas as doenças progridem com a perda da mielina
("capa de gordura") que envolve os prolongamentos (axônios) dos neurônios. Esta perda da mielina
leva a alterações no mecanismo de comunicação dos neurônios e seus órgãos efetores sendo
progressiva , aumentando ainda mais as limitações dos pacientes. É de causa genética, onde há a
produção de uma enzima anormal no organismo que acaba por lesar a mielina no sistema nervoso
central. “O prognóstico da doença é irreversível e pode ser fatal, mas há possibilidade de inibir a
sua progressão se o tratamento for precoce”.
O Óleo de Lorenzo, suplemento a base de ácido oléico e ácido erúcico , demonstraram que o
tratamento ajuda a normalizar os níveis de ácidos graxos de cadeia muito longa. “O Óleo de Lorenzo
quando utilizado em pacientes assintomáticos diminui o risco de desenvolvimento da doença
degenerativa, e em alguns pacientes sintomáticos pode melhorar a qualidade de vida e prolongar a
sobrevida.

Referência:
Filme O Óleo de Lorenzo (Lorenzo's Oil) 1992, Direção: George Miller