Você está na página 1de 4

“ULISSES”

(Maria Alberta Menéres)

ANÁLISE DA OBRA

1- Contextualização da obra tendo como referência “A ILÍADA”

Agamémnon Menelau Príamo Helena

Rei de Mulher de
Micenas; Irmão de Menelau,
entra em Agamémnon Rei de famosa pela
guerra e Rei de Tróia sua beleza; é
com a Esparta raptada por
cidade de Páris, filho de
Tróia Príamo

Aqueus Troianos

Aquiles Ulisses Ajax Heitor Páris Eneias

O guerreiro mais
É um astuto; é ele que Filho de
guerreiro tem a ideia de Príamo;
invencível, construir um Filho de terá É o líder
mas o cavalo de É morto por Príamo disparado a dos
calcanhar é o madeira que vai Ulisses numa que seta que troianos
seu ponto levar à conquista disputa entre é morto matou escapa
fraco, sendo de Tróia depois ambos. por Aquiles; vivo à
morto por de 10 anos de Aquiles raptou conquista
uma seta guerra; a Helena, da cidade
envenenada Odisseia conta as tendo
que o atinge suas aventuras provocado
nesse lugar que no regresso a a guerra
casa

Minerva

Deusa romana da Sabedoria


2- A Odisseia

Vocabulário
atroava ⇒ gritava; a voz estremecia o ar
estremunhados⇒
fulgurante⇒ rápido; estonteante
gamelas⇒ Tróia
Ítaca (cerco de 10
latido⇒ grunhido; som que os cães emitem
anos à cidade)
Olimpo⇒ morada dos Deuses Gregos; montanha existente na Grécia
pigmeu⇒ pessoa de pequena estatura
urros⇒ gritos
varavam⇒ derrubavam
sofregamente⇒ rapidamente Regresso
a
Deuses
casa de Ulisses
Minerva⇒ Deusaapós
romanaa da sabedoria
conquista da
Personagens Principais
cidade e Secundárias
CICLÓPIA Personagens Retrato Físico Retrato Psicológico
Arquipélago Humilde; valente; vigoroso;
Ulisses
onde(Rei devivem
Ítaca) - aventureiro; pacifista; manhoso e
gigantes com astuto; fiel.
um só olho no Fiel; astuta; simpática e
Penélope (esposa de Ulisses) -
meio da testa. hospitaleira.
Tudo é(filho
Telémaco único de Ulisses) Fuga a
enorme - Valente e persistente
neste local. Os Polifemo
Ser gigante, com forma
Ciclopes são Mau; temperamental e
Polifemo (o mais forte dos ciclopes) humana, mas com EÓLIA um só olho
devoradores de intempestivo.
no meio da testa.Ilha onde
homens
Eólo ( rei dos ventos) - vive Eólo, rei Amigo e amável.
Minerva (Deusa da Sabedoria) - dos ventos. Amiga e protectora.
Dissimulada e falsa; mentirosa,
Circe (poderosa feiticeira) -
mas acaba por arrepender-se.
Tempestade
Cérbero (cão que guarda a Porta do provocada pela
Cão enorme com três cabeças Feroz.
Reino dos Infernos) libertação dos
Alcino e Arete (Reis da Córcira) e ventos violentos
- Simpáticos e prestáveis.
Nausica (filha dos reis da Córcira)
Eumeu ( feitor e amigo de Ulisses) - Hospitaleiro; simpático
Argus (velho cão de Ulisses) -
Regresso à Eólia Fiel.
Euricleia (velha ama) - Fiel.
Tirésias (profeta que se encontra no
- Conselheiro; amigo.
Reino dos Infernos)
Mãe de Ulisses ILHA (tinha morrido e
DE CIRCE
- Amiga; conselheira.
estava no Reino dos Infernos)
Companheiros
transformados em animais
Euríloco (marinheiro) - Prudente.
pela feiticeira
Tântalo e Sísifo Circe. Esta
(almas existentes no
- ILHA DOSCruéis e desumanos.
INFERNOS
Reino dos apaixona-se
Infernos) por Ulisses e
deixa-o seguir viagem, Lá encontra-se o Reino
libertando os seus amigos, dos Infernos local onde
não sem antes lhe dar O DESENROLAR DA ACÇÃO...vagueiam os mortos. A
alguns conselhos. porta é guardada por
Cérbero, um cão com três
cabeças. Ulisses fala com
sua mãe e com o profeta
Tirésias que dizem para
voltar rápido para Ítaca.
ILHA DOS INFERNOS

Mar das Sereias, onde Ulisses


ouve os seus encantamentos,
amarrado ao mastro do barco
Passagem por dois rochedos
enormes e perda de
marinheiros

Naufrágio e morte de
toda a tripulação só
sobrevivendo Ulisses.
CÓRCIRA
(Terra dos Feácios)
Ulisses perde a
memória, sendo
acolhido pelo rei
Alcino, pela rainha
Arete e pela princesa
Nausica. Quando
recupera a memória o
rei dá-lhe um barco e
Regresso a Ítaca tripulação para o levar a
Ítaca.
ÍTACA
À chegada, Minerva
transforma-o num velho
mendigo pois o seu trono
está a ser disputado por
vários pretendentes.

Ulisses e seu filho Ulisses recupera


Disfarçado, dá-se a derrotam os
conhecer a Telémaco o seu trono e a
pretendentes, matando sua mulher.
e planeia matar os alguns e expulsando os
pretendentes. Vai até outros
ao seu palácio onde
pernoita dando-se a
conhecer apenas à
sua velha ama,
Euricleia.