RELAÇÃO ENTRE INDIVÍDUOSOCIEDADE EM

Principais obras:
- Elementos da sociologia (1889) - A Divisão do Trabalho Social (1893) - As Regras do Método Sociológico(1895) -O suicídio (1897)

DURKHEIM

Conceitos centrais: ³consciência coletiva´. Os valores são determinados pela natureza das sociedades e entendendo essa natureza. Visão da sociedade: fato sui generis irredutível a outros. Conjunto de ideais alimentados pelos homens que fazem parte dela. poderia se formular uma ³ética´ baseada no estudo dessas sociedades. sua gênese e seu funcionamento). ³anomia social´ Contexto Histórico: França do século XIX: Conflito entre ensino religioso e ensino leigo Sociologia aparecia como ³moral leiga´ substituindo a moral católica (busca da coesão) . ³representações coletivas´. Objetivo da sociologia: compreender os comportamentos sociais. ³solidariedade social´. por meio do estudo das relações entre diversos grupos sociais (estabelecer leis gerais). ³normalidade e patologia sociais´.VISÃO DA SOCIOLOGIA COMO CIÊNCIA POSITIVA Objeto da sociologia: fatos sociais concretos (instituições.

FATO SOCIAL COMO MÉTODO Fato social como ³coisa´ ± tudo que o espírito consegue compreender por meio de observações e experimentações (análise científica) Fatos sociais são exteriores aos indivíduos e estão acima das consciências individuais (o todo é maior do que a soma das partes) Os fatos exercem pressão social sobre os indivíduos (sanções ou resistências) Definição de fato social (objeto da sociologia) e suas características: coerção social. a coesão social (visão organicista da sociedade). . buscando o ordenamento social. A divisão dos fatos sociais em normais e patológicos. exterioridade e generalidade.

como um organismo em adaptação. em especial a Biologia. Nota-se ainda uma forte influência das ciências naturais.FATOS SOCIAIS Fato social é diferente de fato individual. Ela é descrita. A sociedade seria constituída pela consciência coletiva que seria coercitiva. seguindo estágios diferenciados em busca da evolução. exterior e estaria acima das consciências individuais. Possuindo fenômenos normais e patológicos.atividade peculiar) que produz fenômenos específicos. na explicação dos fatos sociais.pois a sociedade é uma síntese sui generes ("de seu próprio gênero³. o indivíduo social seria produto da sociedade. Portanto. .

Nela o consenso resulta de uma diferenciação. Coletivo tem um papel central. Há uma forte consciência coletiva (partilham mesmos valores e crenças). Ex: Polis grega Solidariedade orgânica: Típica das sociedades modernas. Indivíduo tem um papel central.A SOCIEDADE PARA DURKHEIM DIVISÃO DO TRABALHO SOCIAL (1893) pode uma coleção de indivíduos construir uma sociedade? Duas formas de solidariedade: Solidariedade mecânica: Típica das sociedades tradicionais ou sem escrita. Cada um exerce uma função e fazendo isso contribui para a coesão do todo. Nesta forma de solidariedade os indivíduos diferem pouco uns dos outros. Como .

apesar do aumento de liberdade individual. instaurando a dicotomia central da sociologia (indivíduo x sociedade ± ator x estrutura).A SOCIEDADE PARA DURKHEIM A solidariedade orgânica é fruto do novo tipo de organização social que tem por base a divisão do trabalho. Apesar de defender o pensamento liberal como forma última de evolução e. É necessário manter a coesão social e para isso ele ressalta a importância do direito e de todo o sistema jurídico moderno. justificar o individualismo racionalista. assim. Na solidariedade orgânica. O que vem antes é a sociedade mecânica (o ser coletivo) e é a sociedade que gera a idéia de indivíduo. a coesão social se enfraquece e o excesso de individualismo (diferenciação) pode levar a anomia (ausência de coesão). Durkheim prega o respeito por normas e valores coletivos. .

nas quais os indivíduos escolheriam diferentes formas de conduta. As regras e normas são resultados de um complexo de ações individuais. visto que a sociedade não estaria submetida a leis imutáveis mas seria constituída pela contínua ação social dos indivíduos. a Sociologia não deveria explicar os fenômenos e sim compreendê-los. A sociedade seria então um ³eterno fluir´. . A sociedade não paira sobre os indivíduos e nem lhes é superior.RELAÇÃO ENTRE INDIVÍDUOSOCIEDADE EM WEBER Para ele. um eterno movimento propiciado pela ação social dos indivíduos.

A preocupação de weber é compreender o comportamento social. Define-se como aquele comportamento dos indivíduos sempre referendado no sentido da ação e conferido por outros indivíduos. AÇÃO SOCIAL . o pensamento confere algum significado e sentindo aos fatos e fenômenos. a construção racional de tipos ideais de cursos de ação. pois são os indivíduos que conferem sentido e explicação a determinadas ações.SOCIEDADE X INDIVÍDUO EM WEBER Realidade social é um caos sem uma significação objetiva. sem perder de vista que todo conhecimento é parcial e sempre incompleto. Apreensão interpretativa do sentido ou da conexão de sentido da ação dos homens. isto é.

só existiriam porque muitos indivíduos orientariam reciprocamente suas ações em determinado sentido comum. Os tipos ideais seriam construções teóricas (não existindo em forma pura na sociedade) que auxiliariam o cientista social no processo de compreensão dos sentidos da ação social. como o Estado. TIPOS IDEAIS .RELAÇÕES SOCIAIS EM WEBER As grandes idéias coletivas que norteiam a sociedade. A teoria weberiana privilegia a ação social do indivíduo dotada de sentido e a toma como base para a compreensão da vida social. Relação social: comportamento recíproco e plural. o mercado e as religiões.

Contradições entre as classes sociais. FOCO DE ANÁLISE . ou seja. sendo elas o motor da história das sociedades humanas. políticas. sociais. isto é o Estado e as idéias econômicas. Comportamento dos indivíduos é condicionado. Compreensão do modo de produção econômica.RELAÇÃO ENTRE INDIVÍDUOSOCIEDADE EM MARX A sociedade seria como um edifício. Sobre esse pilar é que se sustenta a superestrutura social. e não a partir da imaginação do que deveria ser a vida social. no qual o pilar corresponderia à dimensão da produção econômica social. pela forma como se organizam os homens para produzir seus meios de sobrevivência. morais. o modo de produção da vida material. filosóficas e artísticas.

também produz ideias. É impossível compreender o indivíduo sem entender a sua posição no conjunto da produção econômica da vida social. em outras palavras. na composição social do sistema de classes sociais. Para ele.RELAÇÃO ENTRE INDIVÍDUO. ao produzir meios de que necessita pra sua sobrevivência material. . valores e concepções de mundo.SOCIEDADE EM MARX O homem. O nível do desenvolvimento das forças produtivas que condicionará a forma de organização social. a sociedade nada mais é do que produto da ação recíproca dos homens.

A experiência dos indivíduos as reelabora. Representações sociais ± objeto caro à Sociologia ± são as noções ou conceitos pelos quais os grupos sociais explicitam sua concepção do mundo. É a moral de determinada sociedade.EXPLICITANDO CONCEITOS Consciência coletiva é o conjunto de valores. A consciência coletiva exerce sobre os indivíduos uma coerção reforçando hábitos. conforme Durkheim (1973). crenças e tradições de uma sociedade. As representações sociais ou coletivas resultam da combinação e associação de ideias e experiências de múltiplas gerações que cooperam para sua formação.em que predomina a solidariedade mecânica. preservado. . respeitado e legitimado no decorrer de várias gerações. sentimentos. costumes e representações sociais.