P. 1
Teoria Geral de Administracao II 2010 Moodle

Teoria Geral de Administracao II 2010 Moodle

|Views: 5.960|Likes:
Publicado porMichelle Beckman
Apostilas
Apostilas

More info:

Published by: Michelle Beckman on May 31, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/28/2013

pdf

text

original

Esta teoria é uma abordagem extremamente atual, principalmente por sua afrmação de que não há

verdades absolutas e que é preciso estar atento constantemente ao ambiente para detectar e até prever seus
movimentos e mudanças, dando assim a dose exata de dinamismo que a administração demanda em tempos
como estes. As principais variáveis deste modelo passam a ser o ambiente e a tecnologia. O primeiro é o
meio no qual a organização está inserida, que ganha um peso quase determinista sobre ela, e que alguns

consideram até exagerado; o segundo são os recursos disponíveis na organização para enfrentar os desafos

do ambiente e que por isto mesmo estão em constante evolução.

Por seu caráter frmado na experiência e não em modelos fechados, esta teoria é a mais eclética de
todas, agregando todo e qualquer valor que possa ser útil para dar à empresa as competências necessárias
para vencer os desafos de um mundo em constante estado de transformação.

Adhocracia

O termo adhocracia foi cunhado por Toffer em seu livro Choque do

futuro. A nova sociedade do futuro será extremamente dinâmica e mutável. Para
acompanhar o ambiente turbulento, as organizações precisarão ser orgânicas,
inovadoras, temporárias e antiburocráticas. As organizações precisarão mudar suas

feições internas com tal frequência que os cargos mudarão de semana para semana

e as responsabilidades se deslocarão continuamente. As estruturas organizacionais

serão fexíveis e mutáveis, fazendo com que departamentos e divisões irrompam
subitamente para se integrarem em outras organizações. A fexibilidade aparece mais
dramaticamente nos “projetos” ou “forças-tarefas”, nos quais os grupos se reúnem
a fm de resolver problemas específcos, temporários e evanescentes. Uma nova

forma de organização surgirá: a adhocracia, o inverso da burocracia. A adhocracia

signifca uma estrutura fexível capaz de amoldar-se contínua e rapidamente às
condições ambientais em mutação. Essa organização temporária - que se agrupa e
se dissolve, que se modifca e se altera a cada momento – faz com que as pessoas,
em lugar de preencherem cargos ou posições fxas no quadro organizacional,

60

Teoria Geral de Administração II

passem rapidamente de um lugar para outro. A hierarquia dentro das organizações

sofrerá um colapso: haverá a exigência de maior número de informações dentro de

um ritmo mais rápido, o que derrubará a hierarquia vertical típica da burocracia.
Os sistemas deverão ser temporários, capazes de rápida adaptação e de mutações
rápidas e substanciais.

A adhocracia caracteriza-se por:
1. Equipes temporárias e multidisciplinares de trabalho, isto é, autônomas e auto-
sufcientes.

2. Autoridade totalmente descentralizada, por meio de equipes autogerenciáveis ou
autoadministradas.

3. Atribuições e responsabilidades fuidas e mutáveis.

4. Poucas regras e procedimentos, ou seja, muita liberdade de trabalho.

Analisando a administração dentro do seu contexto histórico, observa-se que a cada nova mudança

social, houve uma resposta administrativa para a nova realidade na qual as organizações estavam inseridas.

Dessa forma, afrma-se que a administração não é uma ciência pronta, completa, totalmente defnida e

fechada. Ela é mutável, em constante estado de evolução, sempre pronta a servir as organizações nos
diferentes contextos que a sociedade produz em suas constantes interações e evoluções.
Finalizaremos nossa apostila, citando a perspectiva de alguns dos autores utilizados para composição

deste trabalho e que lhe darão um quadro bem interessante dos desafos e oportunidades que estão à espera
da nova geração de administradores. Kwasnicka (2004, p. 331-337) afrma que:
“A administração não é um modo de vida ou uma flosofa isolada; é o

pensamento e a ação que unem a vida humana na busca dos valores social...

mais signifcativamente, portanto, a administração deve ser encarada como parte
da sociedade, e sua atividade, como consequências dos valores sociais. O estilo

da administração será afetado pelos novos modelos de comportamentos que

emergem do desejo de harmonizar a intersecção de empregado-administrador”.

Continuando seu argumento, a referida autora, apresenta o estudo de dois pesquisadores que apontam
as seguintes características das organizações no futuro:

• O tamanho das organizações será variável, elas podem aumentar ou ser mais intensas

tecnologicamente.

• O ambiente cultural no qual as organizações operam representará um aumento de esforço para

o indivíduo. O indivíduo será mais importante do que foi no passado.

• A automação e outros avanços tecnológicos continuarão a mudar a composição básica da força
de trabalho, com ênfase muito maior na especialização, na administração do conhecimento e na
inteligência da empresa.
• Muitos fatores cooperarão para tornar a imagem do alto executivo como um “tomador” de

decisão e/ou coordenador extremamente insustentável. O executivo, na verdade, será um grupo
e envolverá muitas forças dentro da organização. A liderança irá induzir o grupo a gerar ideias
e não ao controle.

61

Curso de Graduação em Administração a Distância

• Em vez de parecer uma pirâmide, a organização do futuro poderá não ter uma forma específca,
e será fexível e mutante.
• A descentralização, baseada amplamente no modelo do federalismo, cada vez mais será o meio

de cooperar com o problema do tamanho da organização.

Nesse sentido, considera-se a importância que a pessoa terá na organização mesmo cercado por um

ambiente tecnológico de alta complexidade e que o trabalho em equipe será o único modo de lidar com

um ambiente em constante mudança, sempre pronto a propor novos desafos para as organizações. Assim,

para termos um quadro geral sobre as eras da administração e evolução da Teoria Geral da Administração,

apresenta-se um quadro que proporciona uma ótima visibilidade do assunto.

Era Clássica

1900-1950

- Início da industrialização;
- Estabilidade;
- Pouca mudança;
- Previsibilidade;
- Regularidade e certeza.

- Administração Científca;
- Teoria Clássica;
- Relações Humanas;
- Teoria da Burocracia.

Era Neoclássica

1950-1990

- Desenvolvimento industrial;
- Aumento da mudança;
- Fim da previsibilidade;
- Necessidade de inovação.

- Teoria Neoclássica;
- Teoria Estruturalista;
- Teoria Comportamental;
- Teoria de Sistemas;
- Teoria da Contingência.

Era da Informação

Após 1990

- Tecnologia da informação;
- Globalização;
- Ênfase nos serviços;
- Aceleração da mudança;
- Imprevisibilidade;
- Instabilidade e incerteza.

- Ênfase na:
- Produtividade;
- Qualidade;
- Competitividade;
- Cliente;
- Globalização.

FONTE: CHIAVENATO (2003, P.576)

Mas as mudanças não param por aí. Há novos fatos acontecendo diariamente, que tem o poder de
desestabilizar a sociedade e as organizações. Atualmente, em meio a uma crise mundial, observa-se que

vários postos de emprego estão desaparecendo e grandes empresas mundiais estão simplesmente fechando
as portas. Mas do que nunca, o papel do administrador é fundamental para dar estabilidade e apontar

caminhos em meio a esta turbulência. Sem dúvida é hora de cultivar novas e variadas competências para estar
à altura dos desafos. Abaixo, apresenta-se algumas dessas competências indispensáveis para os nossos dias.

62

Teoria Geral de Administração II

DIMENSÃO

DEFINIÇÃO

Comunicação Oral

Expressão efcaz em situações individuais e de grupo

(incluindo gestos e comunicação não verbal).

Planejamento e Organização

Estabelecer um rumo de ação para si e/ou outros para

atingir um objetivo específco; planejar designação adequada

de pessoal e de distribuição de recursos.

Delegação

Utilizar adequadamente as capacidades dos subordinados;
distribuir a tomada de decisão e outras responsabilidades para
os subordinados adequados.

Controle

Estabelecer procedimentos para verifcar e/ou regulamentar

os processos, tarefas ou atividades dos subordinados e
atividades e responsabilidades dos cargos, agindo para
controlar os resultados das atribuições ou projetos delegados.

Determinação

Prontidão em tomar decisões, ter discernimento, agir ou

se dedicar.

Iniciativa

Tentativas objetivas de infuenciar os acontecimentos para

atingir metas; iniciativa própria em vez de aceitação passiva;
agir para atingir as metas além do que foi determinado; iniciar
ações.

Tolerância ao stress

Estabilidade de desempenho sob pressão e/ou oposição.

Adaptabilidade

Manter a efcácia em diferentes ambientes, com diversas

tarefas, responsabilidades ou pessoas.

Tenacidade

Continuar em uma posição ou plano de ação até que o
objetivo desejado seja atingido ou não seja mais viável.

FONTE: MEGGINSON, MOSLEY, & JR, PIETRE, 1998, p.585

A Qualifcação passa a ser então palavra de ordem, sem a qual

o administrador será considerado inapto para o desempenho de suas

funções. Encerro esta apostila estimulando-o a buscar conhecimento
e informação de forma sistêmica e continuada, aproveitando cada

oportunidade para aumentar suas capacidades e não se omitindo diante

dos desafos profssionais. Sucesso e paz!

Professor Nehemias Bandeira

63

Curso de Graduação em Administração a Distância

ATIVIDADES DE APRENDIZAGEM

Responda as questões abaixo, marcando apenas uma das alternativas.

1. Uma das implicações que a teoria sistêmica trouxe à compreensão da administração é que um sistema
aberto pode alcançar o mesmo estado fnal a partir de diferentes condições iniciais, e por meio de uma

variedade de caminhos. Esta capacidade é:

a) Homeostase.

b) Sinergia.

c) Resiliência.
d) Equifnalidade.

e)Nenhuma das respostas.

2. Entre os componentes de um sistema, qual deles diz respeito a função que compara o resultado com o
que havia sido previsto anteriormente:
a) Entrada.
b) Processamento.
c) Saída.
d) Retroalimentação.
e) Nenhuma das respostas.

3. Um dos aspectos que diferenciam a teoria sistêmica da abordagem clássica é a teleologia que diz respeito a:
a) Todo fenômeno faz parte de um fenômeno maior.
b) A causa é uma condição necessária, mas nem sempre sufciente para que surja o efeito.

c) Todas as coisas devem ser decompostas em suas partes mais simples

d) Princípio que se baseia na relação simples de causa e efeito entre dois fenômenos.

e) Nenhuma das respostas.

4. É característica dos sistemas abertos:

a) A completa previsibilidade dos eventos pertinentes à organização.

b) A tendência do mesmo ao desequilíbrio constante.
c) Poder alcançar o mesmo estado fnal a partir de diferentes condições iniciais, e por meio de uma

variedade de caminhos.

d) A incapacidade de superar o distúrbio imposto por um fenômeno externo e encontrar um novo

ponto de equilíbrio.

e) Nenhuma das respostas.

5. Quais as principais variáveis que infuenciam diretamente as organizações, segundo a Teoria Contingencial?
a) Qualidade e Produtividade.

b) Ambiente e Sistema.
c) Ambiente e Tecnologia.

d) Qualidade e Tecnologia.

e) Nenhuma das respostas.

64

Teoria Geral de Administração II

6. “A estrutura fexível capaz de amoldar-se contínua e rapidamente às condições ambientais em mutação.
Essa organização temporária – que se agrupa e se dissolve, que se modifca e se altera a cada momento – faz
com que as pessoas, em lugar de preencherem cargos ou posições fxas no quadro organizacional, passem

rapidamente de um lugar para outro”. Estamos falando de organizações do tipo:
a) Adhocracia.
b) Burocracia.
c) Mecanística.
d) Filantrópica.
e) Nenhuma das respostas.

7. “A divisão da organização em departamento, cada qual desempenhando uma tarefa especializada para um
contexto ambiental também especializado”. Esta capacidade da organização é:
a) Integração.

b) Homeostase.

c) Diferenciação.

d) Equifnalidade.

e) Nenhuma das respostas.

8. Os autores que classifcam as empresas em Mecanísticas e Orgânicas são:
a) Burns e Stalker.

b) Taylor e Fayol.
c) Mayo e Weber.
d) Thompson e Bates.
e) Nenhuma das respostas.

9. Segundo a Tipologia de Thompson a tecnologia que defne os serviços oferecidos por uma agência

bancária é:

a) Intensiva.
b) Produção unitária.

c) De elos em seqüência

d) Mediadora
e) Nenhuma das respostas.

10. Assinale a opção cujos itens só dizem respeito ao ambiente de tarefa.

a) Cliente, fornecedor, demografa, cultura.

b) Concorrente, órgãos governamentais, economia, tecnologia.

c) Fornecedor, cliente, concorrência e órgãos reguladores.

d) Cliente, concorrente, tecnologia, cultura.
e) Nenhuma das respostas.

65

Curso de Graduação em Administração a Distância

COMENTÁRIO DAS ATIVIDADES

Na atividade de nº 1

a) Errado! Esta opção fala da tendência do sistema a se manter em equilíbrio.

b) Errado! Esta opção fala do esforço conjunto de vários órgãos que provoca um resultado maior que o
esforço isolado.
c) Errado! Esta opção fala da capacidade de sofrer pressão e continuar inalterado.

d) Perfeito! Você acertou. Continue estudando

e) Errado! Existem respostas corretas a respeito da Revolução Industrial.

Na atividade de nº 2

a) Errado! Este componente diz respeito a captação de insumos para o sistema.
b) Errado! Este componente diz respeito a transformação que os insumos sofrem.
c) Errado! Este componente diz respeito a apresentação do produto ou serviço para o ambiente externo.

d) Perfeito! Você acertou. Outro nome que poderíamos usar para este componente é feedback.

e) Errado! Existem respostas corretas. Reveja as opções.

Na atividade de nº 3

a) Errado! Isto é expansionismo.

b) Certo! Parabéns! Continue seus estudos.

c) Errado! Isto é reducionismo.
d) Errado! Isto é mecanicismo o oposto da Teleologia.
e) Errado! Existem respostas corretas. Reveja as opções.

Na atividade de nº 4

a) Errado! Uma vez que as empresas sofrem infuência do ambiente externo sobre o qual não podem exercer

controle, não há como prever exatamente o que vai acontecer.

b) Errado! Os sistemas tendem ao equilíbrio. É o que chamamos de homeostase.

c) Correto! Você realmente conhece a Teoria Sistêmica.

d) Errado! As organizações são capazes de superar distúrbios e encontrar um novo ponto de equilíbrio.
e) Errado! Existe uma alternativa verdadeira para a questão.

Na atividade de nº 5

a) Errado! Estes valores são importantes, mas não é a resposta certa.
b) Errado! O primeiro item está certo, o segundo não.

c) Correto! Você realmente conhece a Teoria Contingencial.

d) Errado! A segunda opção está certa a primeira não.
e) Errado! Existe uma alternativa verdadeira para a questão.

Na atividade de nº 6

a) Parabéns! Você acertou!

b) Errado! Esta opção é o inverso da proposição.
c) Errado! Esta estrutura é equivalente a burocracia.
d) Errado! Atenção! Não tratamos nada sobre este tema.

e) Errado! Existe uma afrmação correta para questão.

66

Teoria Geral de Administração II

Na atividade de nº 7

a) Errado! Esta é a capacidade da organização fazer com que seus diferentes setores trabalhem de forma
integrada em busca do mesmo objetivo.
b) Errado! Esta é a característica do sistema em se manter em equilíbrio.

c) Correto! Parabéns. Continue estudando.

d) Errado! Esta é a capacidade que as organizações tem de alcançarem seus objetivos através de diversas
possibilidades distintas.

e) Errado! Existe uma afrmação correta para questão.

Na atividade de nº 8

a) Parabéns! Você acertou.

b) Errado! O primeiro é o pai da administração científca, o segundo trabalhou no sentido de organizar a

estrutura e o funcionamento das empresas.

c) Errado! O primeiro realizou a experiência de Hawthorne, que deu início a Teoria das Relações Humanas

e o segundo deu origem a Teoria da Burocracia.
d) Errado! Fizeram estudos sobre o tipo de tecnologia nas organizações e o produto deles resultante.
e) Errado!Existe uma alternativa correta para a questão.

Na atividade de nº 9

a) Errado! Esta tecnologia é representada em hospitais.
b) Errado! Este conceito não se encontra na tipologia de Thompson e sim de Woodard.
c) Errado! Esta tecnologia é representada por montadoras.

d) Parabéns! Você acertou!

e) Errado!Existe uma alternativa correta para a questão.

Na atividade de nº 10

a) Errado! Demografa e cultura não fazem parte do ambiente tarefa.

b) Errado! Economia e tecnologia não fazem parte do ambiente tarefa.

c) Parabéns! Você acertou.

d) Errado! Tecnologia e cultura não fazem parte do ambiente tarefa.
e) Errado!Existe uma alternativa correta para a questão.

67

Curso de Graduação em Administração a Distância

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->