Você está na página 1de 7

ESTUDO DO SISTEMA URINÁRIO

Noções Básica de Anatomia

Introdução

Os exames radiográficos do sistema urinário estão entre ao


procedimentos mais comuns realizados no centro de radiologia

O sistema urinário é formado por :

A) 2 rins

B) 2 ureteres

C) 1 bexiga

D) 1 uretra

A função do sistema urinário é


filtra resíduos metabólicos do
sangue e o remover do
organismo

As artérias renais levam o


sangue até os rins local de
filtração que posteriormente
será coletado pela veias renais

O processo de filtração produz


um liquido aquoso denominado
urina

Essa urina é levada através


dos ureteres para a bexiga
onde é estocada até o
momento da eliminação pelo
canal da uretra
Urografia Excretora

Objetivo do exame

Exame não invasivo, que tem a finalidade de visualizar a porção


coletora de todo sistema urinário assim como avaliar a forma e a
função.

Contra-indicação

1.Hipersensibilidade ao contraste iodado

2. Anúria, ou ausência de excreção de urina

3. Mieloma múltiplo

4. Diabetes, especialmente o diabetes melitus

5. Doença renal ou hepática grave

6. Insuficiência cardíaca congestiva

7. Feocromocitoma

8. Anemia falciforme

9. Uso de Glucophage(metformin)

10. Insuficiência renal aguda ou crônica

Indicação Clínica

1.Hiperplacia prostática benigna

2.Calculo renal ou de bexiga

3.Anomalias congênitas. (Duplicação de ureter e pelve renal,


Ectopia renal, Rim em ferradura, Má rotação renal)

4.Cistite

5.Glomerulonefrite (doença de Bright)


6.Doença renal policística

7.Pielonefrite

8.Carcinoma de células renais

9.Hipertensão renal

10.Obstrução renal

11.Fístula vesicoretal

12.Infecção do trato urinário

13.Hematúria

14.Dor no flanco

15.Massa abdominal ou pélvica

16.Traumatismo renal

Exame

Contraste

Contraste iodado hidrossolúvel utilizando cerca de 1,5ml/kg do


paciente

Rotina radiográfica

1º Fazer uma radiografia simples do abdômen ( radiografia piloto )

2º Colocação do compressor ureteral antes da injeção de contraste,


esse método ratem o contraste por mais tempo no sistema coletor
renal aumentando o enchimento do sistema pielocalicial e ureteres
proximal propiciando um estudo mais completo
Contra indicação à compressão ureteral

1.Possíveis cálculos ureterais

2.Massa abdominal

3.Aneurisma de aorta abdominal (pode levar a ruptura do


aneurisma)

4.Cirurgia abdominal recente5. Dor abdominal intensa6. Trauma


abdominal agudo

Posição de Trendelenburg

Essa posição (com a cabeça mais baixa que o corpo a 15°) fornece
resultados parecidos com os do procedimento de compressão, sem
os riscos em um paciente com condições que contra-indicam a
compressão.

Rotina básica do exame

1º Radiografia simples do abdômen

2º Após a avaliação da radiografia pelo médico radiologista, Injeta-


se o contraste radiográfico no paciente, lembrando que o tempo da
duração do exame começa a ser contado no início da injeção de
contraste.
3º O nefrograma ou nefrotomograma é obtido imediatamente após o
fim da injeção (ou 1 minuto após a injeção ter se iniciado)

4º Após 5 minutos, realiza-se uma radiografia panorâmica em AP


para incluir o sistema urinário inteiro

5º Após 15 minutos, realiza-se uma radiografia panorâmica para


incluir o sistema urinário inteiro

6º Após 20 minutos, realiza-se o posicionamento em OPE e OPD


para fornecer uma perspectiva diferente dos rins e projetar os
ureteres longe da coluna

7º Realizar radiografia localizada da bexiga cheia

8º Realizar radiografia localizada pós –miccional ( bexiga vazia)

Urografia Excretora Minutada ( 1; 2; 3 )

Objetivo do exame

Esse exame é realizado em pacientes com pressão sangüínea alta


(hipertensos) para determinar se os rins são a causa da
hipertensão. O tempo entre as incidências deve ser muito mais
curto numa UIV hipertensiva quando comparada a uma UIV padrão.
Exame

Nesse procedimento inclui radiografias de 1 minuto, 2 minutos e 3


minutos após o inicio da injeção de contraste e posteriormente
segue a rotina normal de uma urografia excretora

Urografia Retrograda

Objetivo do exame

A urografia retrógrada é um exame não-funcional do sistema


urinário, pos os processos fisiológicos não estão envolvidos nesse
estudo. Ele é realizado, em geral, para se determinar à localização
de cálculos urinários ou outros tipos de obstrução.

Procedimento

Paciente em ambiente cirúrgico é colocado em uma mesa em


posição de litotomia para a colocação do cateter até a bexiga e em
seqüência esse cateter passa pelo ureter e chega a pelve renal
onde serra injetado o contraste radiográfico.

Uretrocistografia Retrograda

Objetivo do exame

A uretrocistografia retrógrada é um exame não-funcional, realizada


em homens para o estudo de toda extenção da uretra por meio de
contraste administrado por sonda vesical
Indicações clínicas

Trauma

Incontinência

Estenose

Fistula

Tumores

Uretrocistografia Miccional

Objetivo do exame

Exame morfofisiológico da bexiga e da uretra que tem por finalidade


visualizar refluxo uretrovesical

Realizado em ambos os sexos, quando feito no sexo masculino


realizar a faze retrograda

Indicações clínicas

Trauma

Incontinência urinária

Infecção urinária

Litíase