Uso de Compressas

por Christiano Oliveira » Dom Ago 09, 2009 3:40 pm

COMPRESSAS - Existem dois tipos de compressas: as quentes, usadas para aliviar dor, proporcionar umidade e favorecer o relaxamento muscular e a drenagem de feridas e abscessos; e as frias, que ajudam principalmente a estancar pequenos sangramentos, aliviar dores de cabeça, diminuir manchas roxas causadas por batidas e reduzir inchaços da pele. Atenção: Escolha sempre o tipo certo de compressa: sem esse cuidado, você poderá obter efeitos opostos. Por exemplo, uma compressa quente é absolutamente desaconselhável em caso de sangramento, poderá, aumentar a hemorragia. Compressas quentes - Para drenagem de feridas, embeba uma toalha em água quente com sal e aplique no lugar desejado. Para obter relaxamento muscular, aqueça uma toalha com o ferro de passar roupa e aplique-a no local. Quando esfriar, substitua-a por outra, quente. Para aliviar dor de garganta e tosse: dobre um pano de forma que ele fique com cerca de 15 cm de largura, molhe-o em água quente e envolva todo o pescoço; para proteger a parte inferior do rosto, ponha uma toalha sobre a compressa no pescoço e bem ajustada debaixo das orelhas. Se quiser conservar o calor por mais tempo, envolva em plástico um algodão embebido em água quente e aplique-o na garganta. Esse algodão pode também ser embebido em água com álcool. Lembrese sempre de substituir as compressas logo que esfriarem. Em caso de bronquite e excesso de catarro nos pulmões, aplique sobre o tórax toalhas quentes dobradas em quadrado, de tal forma que abranjam todo o peito. Para dor nos rins e problemas de lumbago, aplique compressas quentes atravessadas na parte traseira da cintura, cobrindo parte dos quadris e das costas. Para dores na coluna, faça uma compressa quente bem comprida e estreita, de 15 cm de largura aproximadamente, aplicada ao longo da espinha. Para dores em articulações, joelho, tornozelo, cotovelo, punho, dobre um pano como para a compressa quente da coluna e envolva-o na região afetada. Se quiser, fixe a compressa com uma atadura de gaze ou um pedaço de flanela. A bolsa de água quente, de uso tão generalizado, é útil sempre que for indicado o uso de calor. O uso de compressas quentes é indicado como analgésico. O calor, gerado pelas compressas, ativa a circulação e podem ajudar no tratamento de doenças inflamatórias. Compressas quentes devem ser utilizadas somente após a diminuição do inchaço. O inchaço, normalmente, desaparece após 10 a 14 dias do trauma. Caso as compressas sejam aplicadas antes do tempo correto, pode-se aumentar o fluxo sanguíneo na região afetada causando um aumento do sangramento, ou até mesmo estimular o aparecimento de inflamação. Pegue uma gaze limpa, faça quatro ou seis dobras, molhe em água (ou chá medicinal) tão quente quanto possa ser suportado pelo paciente, e faça a aplicação diretamente na região enferma. Essa aplicação geralmente tem duração de 30 minutos; sempre que a gaze perder o calor, deve ser novamente embebida. Cubra a gaze com um pano seco, preferencialmente de lã. Ao final do procedimento, molhe um pano em água fria e passe sobre a região da compressa, para fechar os poros. As compressas quentes são especialmente indicadas para combater processos inflamatórios, principalmente nas articulações (ARTRITE, GOTA etc) e doenças dos rins. A compressas quentes são indicadas para aliviar cólicas, pés inchados, dores musculares e nas articulações. Em contraturas musculares, as compressas são ótimas para relaxar a região permitindo reduzir espasmos musculares e endurecimento de articulações. Para que não haja queimaduras no local afetado devido aplicação das compressas deve ter cuidado no método de aplicação de compressas quentes. Uma forma que aplicar as compressas é utilizando toalhas quentes. As toalhas devem ser imersas na água quente e depois torcidas para evitar o acúmulo de água.

O mesmo vale para casos de reumatismo e tendinite. Substitua a compressa antes que esquente. Compressas quentes também ajudam a combater as cólicas menstruais. Para aplicar uma compressa fria. Para lesões na pele. proteja a roupa do paciente e os lençóis com toalhas felpudas. 1. As compressas frias são especialmente indicadas para dores de cabeça de origem nevrálgica e dores reumáticas. o melhor é a aplicação de compressas frias. pegue uma gaze limpa. A compressa fria ajuda diminuir o fluxo sanguíneo aumentando a contrição venosa do local afetado. fratura exposta ou perda de sensibilidade no local não é recomendada a aplicação de compressas frias. A aplicação de gelo não deixa inchar o local machucado e evita os hematomas. De forma alguma deve aplicar gelo diretamente na pele. proteja o travesseiro com um plástico coberto por uma toalha. Para pequenos sangramentos: prepare a compressa com gelo (item 2) e aplique sobre o local do sangramento. mas o sofrimento já é considerável. Isso auxilia na reabsorção do líquido pelo organismo RECOMENDAÇÕES E CUIDADOS ESPECIAIS O calor é indicado nos casos em que a pessoa sente dor mas não apresenta inchaço. Para irritações ou inchaço nos lábios e nos olhos. deve-se usar o gelo dentro de um plástico ou mesmo envolvido numa toalha. Após um trauma. a cada 10 minutos substitua a gaze. torça-a para que não fique gotejando e aplique no local. observando os cuidados gerais de limpeza e desinfecção da área (veja pequenos sangramentos). Deve-se pressionar a área do trauma por pelo menos 15 minutos ou até que a região fique avermelhada. molhe-a em água fria (ou chá medicinal frio. Dependendo da área em que for aplicado.Quebre gelo em pedaços pequenos. Deve-se aplicar as compressas frias imediatamente após ter ocorrido a lesão. se colocar compressas sobre o abdome. A circulação é aumentada fazendo com que seja facilitada a remoção de substâncias indesejáveis e impurezas no local. após o acidente. faça fricções no local com a mão até esquentar a pele e aplique novamente a compressa. o calor pode tanto melhorar a respiração quanto diminuir a secreção ácida do intestino. Um exemplo é o começo de uma dor de dente. pois ela é aquecida pelo contato com o corpo. como arranhões e inchaços devido a pancadas.Elas podem ser aplicadas no peito. no abdome. A aplicação de compressas pode diminui a dor e espasmos musculares facilitando a movimentação da articulação afetada. Quanto mais grossa for a compressa. Remova-a cada quinze minutos. Se usar sal na compressa. Não deixe a compressa esfriar demasiadamente o local. coloque-as firmemente sobre a região a ser tratada. Se houver formação de hematoma ou edema (inchaço provocado pelo líquido extravasado). na espinha etc. A aplicação geralmente dura 30 minutos. As compressas frias são indicadas para torsões. faça quatro ou seis dobras. 2. e até mesmo para extrações de dente.Molhe uma toalha em água gelada. quando a inflamação ainda não se agravou. o calor amolece o líquido que vazou dos vasos e se acumulou em torno da região afetada. Isso ajuda a conter o processo inflamatório. preferencialmente de lã. Repita o processo três vezes. na cabeça. aliviando dores renais e estimulando a produção de urina. Quando as aplicar na cabeça. Em casos de infecções. coloque algodão embebido em água vegetomineral sobre a machucadura. devido ao relaxamento muscular na região do ventre Compressas frias . especialmente sobre a fronte e acima dos ouvidos. favorecendo assim o processo da cura. Se o paciente estiver na cama. coloque mechas de algodão embebidas em água boricada.CALORZINHO BOM Aquecimento estimula a circulação e relaxa a musculatura A compressa quente faz os vasos sangüíneos dilatarem. Cubra a gaze com um pano seco. contusões. no pescoço. . mais tempo levará para esquentar. aumentando o fluxo de sangue na região tratada. com um pouco de sal) e faça a aplicação diretamente na região enferma. envolva em uma toalha e coloque dentro de uma bolsa apropriada e aplique no local desejado.

A terapia chamada contraste usa a aplicação alternada de compressas frias e quentes para contrair e dilatar seguidamente os vasos sangüíneos. A técnica é especialmente indicada para infecções. distensões. o frio contrai os vasos sangüíneos. dez minutos.daí o efeito anestésico do gelo TÉCNICA MISTA: O CONTRASTE Alternância de quente e frio equivale a uma massagem Existem casos em que a melhor pedida não é adotar extremos de temperatura isolados e sim a combinação de ambos. Além disso. ele pode fazer mal a peles muito sensíveis. BENEFÍCIO GELADO Além de anestésico. Caso a pele fique avermelha. O frio também pode ser usado por atletas e ginastas na prevenção de cãibras e no tratamento de tensão e fadiga. aumentando a circulação no local afetado. interrompa o tratamento com as compressas. os vasos se contraem. RECOMENDAÇÕES E CUIDADOS ESPECIAIS Apesar de o frio reduzir tanto a dor quanto inchaços como edemas e hematomas. diminuindo inchaços 1 . fazendo com que o fluxo do vazamento seja bem menor e. Por isso. Entre uma aplicação e outra deve-se fazer um intervalo de. inflamações e dores de cabeça causadas por tensão nervosa ou muscular.Traumas provocados por quedas ou pancadas costumam romper os vasos dos sistemas sangüíneo e linfático. o inchaço e o hematoma se reduzam também.Se logo após o trauma for aplicado gelo. não é aconselhável usar o gelo por mais de 12 minutos ininterruptos.é responsável pelos inchaços (edemas e hematomas) que aparecem após a lesão 2 . ou mesmo doer. Além disso. os receptores de dor param de funcionar . em conseqüência. comece a coçar. • .o sangue e a linfa . se a pele for resfriada a 12ºC ou 13ºC. quente. é oportuno evitar o gelo em feridas abertas e queimaduras (caso em que é melhor usar a água fria como anestesia). pelo menos.Tenha cuidado para não utilizar as compressas frias por muito tempo. O vazamento desses dois líquidos .

ele pode fazer mal a peles muito sensíveis. Para dor de cabeça. pelo menos. Dependendo da área em que for aplicado. De uma maneira geral. quedas e torções.se usar toalhas alterne-as. Um exemplo é o começo de uma dor de dente. Se for uma distensão muscular. Já a compressa quente deve ser usada numa segunda etapa. O frio também pode ser usado por atletas e ginastas na prevenção de cãibras e no tratamento de tensão e fadiga muscular. Entre uma aplicação e outra se deve fazer um intervalo de. O tratamento envolvendo as áreas afetadas por 30 minutos para peles normais. aumentando o fluxo de sangue na região tratada. o calor pode tanto melhorar a respiração quanto diminuir a secreção ácida do intestino. de três a quatro vezes ao dia . Além disso. Você pode usar tanto de toalhas quanto de compressas de gel. Isso ajuda a conter o processo inflamatório. cerca de dois dias depois do trauma. a compressa feita com gelo é mais indicada em casos de traumatismo provocado por batidas. inchaços e inflamações. Apesar de o frio reduzir tanto a dor quanto inchaços como edemas e hematomas. por volta de 40 graus. devido ao relaxamento muscular na região do ventre. Compressas quentes também com camomila ajudam a combater as cólicas menstruais. O calor é indicado nos casos em que a pessoa sente dor. é oportuno evitar o gelo em feridas abertas e queimaduras (caso em que é melhor usar a água fria). Isso auxilia na reabsorção do líquido pelo organismo. Cuidados especiais com o tratamento gelado. Coloque-as na região dolorida por até 30 minutos. O calor dilata os vasos. dez minutos. quando usá-las? Domingo. aplica-se a compressa quente de cinco a sete dias depois de ocorrer à lesão. No caso de cólicas menstruais. A ação anestésica do gelo ajuda a evitar que o inchaço e o hematoma na região machucada fiquem muito grandes. Por isso. dores musculares e de ouvido use compressas quentes. o calor amolece o líquido que vazou dos vasos e se acumulou em torno da região afetada. que promovem uma vasoconstrição. mas não apresenta inchaço. quando a inflamação ainda não se agravou. Se houver formação de hematoma ou edema (inchaço provocado pelo líquido extravasado). não é aconselhável usar o gelo por mais de 12 minutos ininterruptos em peles sensíveis. pois o calor se dissipa rapidamente. de duas a três vezes ao dia. aliviando dores renais e estimulando a produção de urina. Ela ajuda a . Aqueça-as em água. 25 de julho de 2010 As compressas são úteis para aplacar uma série de inconvenientes. aliviando a tensão. vá de compressas frias. Aquecimento estimula a circulação e relaxa a musculatura A compressa quente faz os vasos sanguíneos dilatarem. O mesmo vale para casos de reumatismo e tendinite. mas o sofrimento já é considerável.Compressas quentes ou frias.

inflamações e dores de cabeça causadas por tensão nervosa ou muscular.aumentar a circulação sanguínea na região afetada. os vasos se contraem. ou passa por uma cirurgia ortopédica. distensões. Existem casos em que a melhor pedida não é tratar com extremos de temperatura isolados e sim a combinação de ambos. aumentando a circulação no local afetado. A terapia chamada contraste constitui da aplicação alternada de compressas frias e quentes para contrair e dilatar seguidamente os vasos sanguíneos. fazendo com que o fluxo do vazamento seja bem menor e. O vazamento desses dois líquidos .é responsável pelos inchaços (edemas e hematomas) que aparecem após a lesão. se a pele for resfriada a 12ºC ou 13ºC.permanecem com pouca movimentação. Por isso. os membros . (contusões) . é comum aplicar uma alternância de compressas quentes e frias. Se logo após o trauma for aplicado gelo. o frio contrai os vasos sanguíneos.o sangue e a linfa . Além disso. Os benefícios da crioterapia (gelado) Além de anestésico. Traumas provocados por quedas ou pancadas no esporte costumam romper os vasos dos sistemas sanguíneo e linfático. aumentando a circulação local. o inchaço e o hematoma se reduzam também. HIDROTERAPIA-2 Aplicações locais de Contraste Aplicações locais de contraste Definição Aplicação alternada de calor e frio a uma região local Considerações técnicas Efeitos e indicações *Como analgésico. os receptores de dor param de funcionar . diminuindo inchaços. o que causa uma circulação mais lenta das pernas. estimulando a circulação de sangue na região promovendo a melhora do paciente em questão. diminuindo os riscos de uma inflamação.principalmente os inferiores . A técnica é especialmente indicada para infecções.então o efeito anestésico do gelo. *Para estimular a cura em lesões locais com equimose. Técnica mista: Constraste de temperaturas Alternância de quente e frio equivale a uma sessão de massagem Muito usada nos tratamentos pós-imobilização e pós-cirurgia. Depois que a pessoa retira o gesso. que acabam funcionando. em consequência. por exemplo.

*Nas feridas se necessário troque os curativos. com idêntica duração.*Para aliviar a rigidez muscular e dor causada por traumatismo ou distensão. *Aplicar a fomentação tão quente quanto possa ser tolerada. *Efeito máximo é obtido com aplicações breves intensas alternadas. Ajudar o paciente a ficar em posição confortável. Conclusão do tratamento *Observar a condição da região tratada. *Em feridas infectadas cobrir os curativos com plástico. Considerações técnicas Equipamento *Fomentações para aplicação de calor use toalhas felpudas torcidas em água quente *Duas toalhas para serem torcidas em água gelada. Preparação para o tratamento *Ter as Fomentações preparadas *Reunir todos os materiais. *Acentuado aumento da circulação do sangue local e reflexo (efeito derivativo) *Aumento do metabolismo local (apressa a cura). *Plástico para cobrir curativos de feridas infectadas. durante 3 minutos. Tratamento *Cobrir a região a ser tratada com uma toalha felpuda. Banhos de contraste Definição Imersão alternada de uma parte do corpo em água quente e fria Considerações técnicas Efeitos *Contracção e dilatação alternada dos vasos sanguíneos (exercício vascular). . e cobrir a região. Maneira de proceder *Aplicações alternadas produzem reacções circulatórias e térmicas. *Molhar e espremer uma toalha felpuda na água gelada e aplicá-la directamente na região a ser tratada 1 minuto. Evitar molhar a roupa da cama. *Para estimular a cura em feridas com infecção. *Ajudar o doente no que for necessário. *Aplicar uma fomentação de 3 minutos *Toalha fria 3minutos (trocar três vezes 1m+1m+1m) *Fazer mais três aplicações completas de 3 minutos de água quente e 3 minutos de água fria sendo a duração do tratamento de 16 a 18 minutos.

(na artrite reumatóide terminar com água quente) Conclusão do tratamento *Prestar os cuidados necessários ao doente. *Torceduras. *Enquanto a parte a tratar estiver na água fria. fazer a derivação com imersão dos pés e das pernas Equipamento *Dois recipientes (baldes ou outros) *Termómetro (se tiver) *Compressa fria (bolsa de gelo se necessário) *Desinfectante se necessário. O que é compressa??? Compressa é uma forma de tratamento fisiológico que consiste em colocar sobre o lugar lesionado um pano limpo e umedecido com água morna ou fria. deitar na água até ficar rosada) Técnica Tome nota *Contra indicações: tumores malignos ou onde houver tendência para hemorragia. *Artrite reumatóide *Edema (inchaço) endurecido *Dores de cabeça. úlceras indolentes (varicosas) *Infecções (duas a três vezes por dia) linfagite. . a temperatura. *Caso seja tratada grande parte do corpo. distensões e traumatismos (depois de 48 horas). usar uma compressa fria no pescoço e na cabeça e bolsa de gelo no coração.) *A temperatura da água quente não deve estar acima dos 43ºc *Começar a imersão quente com a temperatura dentro do limite mais baixo (38º a 40ºc) e vá aumentando a temperatura durante a aplicação até atingir os limites máximos. Tratamento *Fazer a emersão em água quente (40 a 43ºc) durante 3 a 4 minutos *Água fria da torneira ou gelada. e fazer a limpeza do equipamento. *Fracturas e outras condições ortopédicas.Indicações *Circulação venosa insuficiente. a reacção. o tempo. aplicar compressa fria no pescoço e bolsa de gelo no coração. *Verificar o pulso a cada 5 minutos e se necessário. *Convém usar um desinfectante para feridas expostas. doenças dos vasos periféricos. vá aumentado a temperatura da água quente para manter a temperatura inicial. (permanganato de potássio diluído. durante 30 segundos a 1 minuto. *Registar o tratamento. (se a pulsação for de 80 ou mais por minuto. dependendo da indicação médico-terapêutica. *Fazer 6 a 8 aplicações alternadas (20ª 30 minutos) e terminar com água fria.

aliviando a dor e facilitando o esvaziamento.Alivia a dor causada pelo excesso de leite. Permite melhor manipulação das mamas. deve-se usar o gelo dentro de um plástico ou mesmo envolvido numa toalha. a produção de leite. pode-se usar a banheira do neném para colocar a água. comece a coçar. Ajudam a desobstruir os ductos de saída de leite. Caso a pele fique avermelhada. Cuidado: contraem os ductos. Em casos de infecções. e até mesmo para extrações de dente. quente. Deve-se pressionar a área do trauma por pelo menos 15 minutos ou até que a região fique avermelhada.Mesmas indicações das compressas mornas. após o acidente. conseqüentemente. aumentando a produção de leite. A aplicação de compressas pode diminui a dor e espasmos musculares facilitando a movimentação da articulação afetada. causando mais ingurgitamento! O que fazer: depois do alívio pelo esvaziamento da mama. fratura exposta ou perda de sensibilidade no local não é recomendada a aplicação de compressas frias. ou mesmo doer. . contusões. pois aumentam o ingurgitamento e podem causar dor/mastite. Banhos de água fria ou na temperatura ambiente . Banhos mornos . as compressas mornas são indicadas para aumentar o fluxo de leite na mama não-empedrada (macia) e coletar leite para armazenamento… Cuidado: não devem ser usadas em mamas muito cheias.São anti-inflamatórias e diminuem a irrigação sanguínea e. Cuidado: pode aumentar a produção.Coloque as mamas com os bicos para baixo na água e “rebole” para o leite sair. Para não haver dor. As compressas frias são indicadas para torsões. por causa do grande volume de leite dentro dos ductos.Compressas frias e quentes: como usar? Compressas mornas . De forma alguma deve aplicar gelo diretamente na pele. Tags: PEITOS DOLORIDOS OU MACHUCADOS COMPRESSA FRIA A compressa fria ajuda diminuir o fluxo sanguíneo aumentando a contrição venosa do local afetado. O banho também relaxa e descontrai a musculatura. Por isso. colocar compressa fria. esfriando as mamas endurecidas e quentes e aliviando a mãe com “febre de leite”.O calor aumenta a irrigação sangüínea local e a dilatação dos ductos de leite. Bacia de água morna/tépida . causando dor nas mamas ingurgitadas. Compressas frias (não gelada!) . Tenha cuidado para não utilizar as compressas frias por muito tempo. A circulação é aumentada fazendo com que seja facilitada a remoção de substâncias indesejáveis e impurezas no local. sempre coloque primeiro os bicos e verifique se a saída do leite está desimpedida! Dica: ao invés de bacia. Deve-se aplicar as compressas frias imediatamente após ter ocorrido a lesão. interrompa o tratamento com as compressas. favorecendo assim o processo da cura.

Forre o copo com um plástico. A aplicação de gelo não deixa inchar o local machucado e evita os hematomas. desaparece após 10 a 14 dias do trauma. Compressas de gelo não devem ser usadas por muito tempo. Após um trauma. A melhor forma de se aplicar é utilizando o gelo dentro de um plástico. O inchaço. dores musculares e nas articulações. Repita esse procedimento com intervalo de tempo. as compressas são ótimas para relaxar a região permitindo reduzir espasmos musculares e endurecimento de articulações. quente. Aplicação de gelo moído: coloque gelo moído em um saco plástico. ou mesmo envolvido numa toalha. após cubra o local afetado por alguns minutos ou até que ocorra o avermelhamento da pele. normalmente. torça a tolha para diminuir a quantidade de água. Repita esse procedimento algumas vezes. após aplique no local do trauma por alguns minutos ou até que ocorra o avermelhamento da pele. A aplicação de gelo não deixa inchar o local machucado e evita os hematomas. As toalhas devem ser imersas na água quente e depois torcidas para evitar o acúmulo de água. Compressas quentes devem ser utilizadas somente após a diminuição do inchaço. As compressas de gelo podem ser utilizadas imediatamente após ter ocorrido o trauma. Gelo terapêutico: em saco plástico misture 100ml de álcool medicinal e 300ml de água. Deixe a tolha no freezer para que água congele. o melhor é a aplicação de compressas frias. Uma forma que aplicar as compressas é utilizando toalhas quentes. Caso as compressas sejam aplicadas antes do tempo correto. pés inchados. Enrole o gelo terapêutico em um pano úmido e aplique-o por 20 minutos.COMPRESSA QUENTE O uso de compressas quentes é indicado como analgésico. A melhor forma de se aplicar é utilizando o gelo dentro de um plástico. Em contraturas musculares. ou mesmo envolvido numa toalha. Nunca se deve aplicar gelo diretamente na pele. retire-a do freezer. O calor. coçar ou doer. pode-se aumentar o fluxo sanguíneo na região afetada causando um aumento do sangramento. APLICAÇÃO DE GELO Nunca se deve aplicar gelo diretamente na pele. Para que não haja queimaduras no local afetado devido aplicação das compressas deve ter cuidado no método de aplicação de compressas quentes. pare o tratamento com o gelo. Postado por comentário às 10:46 . Se durante o período de aplicação de compressas frias a pele ficar vermelha. Compressa usando tolha molhada: molhe uma toalha com água fria. após massageie a pele sobre a área muscular por um período de 7 a 10 minutos. Após a mistura congelada. ou até mesmo estimular o aparecimento de inflamação. ativa a circulação e podem ajudar no tratamento de doenças inflamatórias. o melhor é a aplicação de compressas frias. Massagem com gelo : coloque água em um copo plástico. Deve-se se certificar que a mistura está homogênea para levá-la ao freezer. A compressas quentes são indicadas para aliviar cólicas. leve ao freezer e retire quando ocorrer o congelamento. gerado pelas compressas. Após um trauma.

Material .0 . Antes de coloca-la sobre o paciente. 05 .para provocar vasoconstricao e reduzir o sangramento. a cada 5 minutos. Hipertermia .Nao deixar as compressas encharcadas. que as paredes colem. Dor .Verificar a indicacao do tratamento (local e duracao).para diminuir a dor.CAPITULO XIV 14. 04 .Proteger a bolsa com a toalha.Deixar o paciente confortavel. por exemplo. Gelo.COMPRESSAS FRIAS Indicacoes Hipertermias NORMAS 01 .Lavar as maos. Toalha ou forro. Material Bolsa de gelo. levando-o para junto do paciente.Aplicar as compressas frias durante pelo menos 30 minutos. lavar e enxugar a bolsa.Apos o tratamento. 08 .Durante a aplicacao das compressas hidratar o paciente. esvaziar.Controlar a temperatura do paciente a cada 15 minutos.Reunir o material. 02 . colocando-o em posicao confortavel. apos: a) Ter colocado gelo na bolsa. 02 . Tecnica 01 . 06 . apoia-lo sobre uma superficie plana. expondo a area que deve receber o tratamento. ou seja. e coloca-la sobre a area programada. NORMAS 01 . que deve ser colocado de preferencia logo apos a queda. ate 1/3 de sua capacidade.A bolsa de gelo dever ser envolta num forro antes de entrar em contato com o paciente. comprimindo-a erguendo o gargalo para retirar o ar de seu interior. Enchendo-a de ar evitando assim.1 . 04 . 02 .BOLSA DE GELO Indicacao Hematomas com menos de 24 horas. trocando frequentemente as mesmas. 03 .Checar na prescricao. 07 .APLICACOES QUENTES E FRIAS 14. 03 .para baixar a temperatura. b) Ter fechado a bolsa. Sangramento .Lavar as maos. 14.Orientar o paciente.2 . comprimi-las retirando o excesso de liquido.

Controlar a temperatura do paciente a cada 15 minutos. Forro. 06 . 03 . lavar e enxugar a bolsa. 02 . Diante de qualquer anormalidade (hipermia acentuada por exemplo. 05 . 14. Material Bolsa de agua quente. 04 .BOLSA DE AGUA QUENTE Indicacoes Hematomas Tardio . levando-o para junto do paciente. interromper o tratamento e comunicar a enfermeira).Descobrir o paciente e envolver algumas regioes (axila.Orientar o paciente sobre o tratamento.Verificar a indicacao do tratamento (plano de cuidado ou recomendacao verbal da enfermeira).com menos de 24 horas de ocorrido o trauma.Lavar as maos. Alcool a 70% .3 .Trocar as compressas a cada 5 minutos. 03 . 02 .Se o paciente estiver inconsciente. Agua quente. 08 . Soromas. Enche-la de ar para que as paredes internas nao colem.Remover a agua da bolsa sempre que esfriar.Lavar as maos. Toalha de banho. Agua . 07 .Proteger a unidade do paciente com biombos se necessario . 02 .Ao final de cada aplicacao esvaziar.2.500 ml. Punhovenosa dificil. 09 . 05 . Bexigoma. frontal) com as compressas embebidas na mistura de agua e alcool.Verificar a indicacao do tratamento.Lavar as maos.Pacote de compressa. 11 .A temperatura da agua deve ser quente mas toleravel pelo paciente.Reunir o material. 10 . Drenagem de abcessos.Ao final do tratamento enxaguar o paciente.Acompanhar a aplicacao todo o tempo. Tecnica 01 .000 ml. Flebites. Bacia. 04 .Anotar no prontuario. observar com frequencia o local da aplicacao da bolsa quente. trocar a roupa de cama e encaminhar o material utilizado para os devidos lugares. regiao inguinal. NORMAS 01 . Tecnica 01 . .

levando-o para junto do paciente.Apos colocar a agua na bolsa. . 10 .Manter a regiao protegida apos o termino do tratamento para conservar o aquecimento. 05 . erguendo levemente o gargalo para retirar o ar de seu interior. Obs: . apos: a) Ter verificado a integridade da bolsa.Orientar o paciente. 11 .Lavar as maos.Anotar no prontuario. 04 . 07 . apoia-lo sobre uma superficie plana. expondo a area programada para o tratamento. colocando-o em posicao confortavel.Proteger a bolsa com a toalha.Colocar a bolsa sobre a area programada.Reunir o material. c) Fechar a bolsa. 09 .Deixar o paciente confortavel.03 .Observar o tempo previsto para aplicacao quente. b) Ter colocado agua na bolsa ate 1/3 de sua capacidade. 06 . 08 .