P. 1
Tcc de Psicopedagogia - Hiperativos Na Escola

Tcc de Psicopedagogia - Hiperativos Na Escola

|Views: 10.214|Likes:
Publicado porPaula Barbosa Pudo

More info:

Published by: Paula Barbosa Pudo on Jun 03, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/06/2014

pdf

text

original

UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO E IESDE BRASIL S.A.

PSICOPEDAGOGIA

HIPERATIVOS NA ESCOLA:
O PAPEL CRUCIAL DO PROFESSOR NO DESENVOLVIMENTO DE ALUNOS
COM TDAH

PAULA BARBOSA PUDO

MOGI DAS CRUZES
2005

PAULA BARBOSA PUDO
PSICOPEDAGOGIA – TURMA 23

HIPERATIVOS NA ESCOLA:
O PAPEL CRUCIAL DO PROFESSOR NO DESENVOLVIMENTO DE ALUNOS
COM TDAH

Trabalho de Conclusão de Curso,
apresentado à Universidade Castelo
Branco em parceria com IESDE
BRASIL S.A., como requisito
parcial para obtenção do título de
Especialista em Psicopedagogia,
sob a orientação da Professora
Leociléa Aparecida Vieira.

MOGI DAS CRUZES
2005

ii

HIPERATIVOS NA ESCOLA:
O PAPEL CRUCIAL DO PROFESSOR NO DESENVOLVIMENTO DE ALUNOS
COM TDAH

PAULA BARBOSA PUDO

PSICOPEDAGOGIA

Trabalho de conclusão de curso aprovado como requisito parcial para obtenção
de título de Especialista em Psicopedagogia pela Universidade Castelo Branco
em parceria com IESDE BRASIL S.A.

Obteve o grau:_____________________________________________________

Professor Orientador:________________________________________________
Prof .

Professor Avaliador: _________________________________________________
Prof.

Coordenador do CEAD – UCB: ________________________________________
Prof.

Mogi das Cruzes, 20 de Dezembro de 2005.

iii

RESUMO

Este trabalho teve como finalidade trazer à tona a discussão sobre como a
abordagem de ensino de um professor pode favorecer o processo de
aprendizagem de um aluno com TDAH. A fim de analisar quais são seus sintomas
e quais os comportamentos mais comuns a pessoas com esse transtorno, foi
realizada uma revisão teórica sobre o assunto. Partindo do pressuposto de que o
conhecimento acerca desta disfunção poderá levar o professor a modificar sua
abordagem de ensino, revendo seus posicionamentos teóricos e sua prática, este
estudo revela, a partir da análise dos dados obtidos na pesquisa de campo, o que
pensa uma criança com TDAH sobre sua escola, bem como quais são as
expectativas de seus pais sobre esse contexto-situacional do qual todos tomam
parte. Ademais, este trabalho busca ilustrar de que forma torna-se possível
estabelecer uma ligação entre teoria e prática, com exemplos de atividades
didáticas adequadas para motivar alunos com TDAH a se inserirem neste
processo.

Palavras-chave: Transtorno, atenção, déficit, hiperatividade, aprendizagem.

iv

“O que as vitórias têm de mau,
é que não são definitivas.
Mas o que as derrotas têm de
bom, é que também não são
definitivas.”

José Saramago

v

SUMÁRIO

Introdução______________________________________________________7

1.Fundamentação Teórica______________________________________10

1.1.Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade_____________10

1.2.O diagnóstico____________________________________________14

1.3.Tratamento recomendado___________________________________17

1.4.Hiperatividade na escola____________________________________20

1.5.A abordagem de ensino do professor__________________________24

2.Procedimentos Metodológicos__________________________________30

3.Análise dos dados___________________________________________32

4.Sugestões de atividades didáticas______________________________39

Considerações Finais_________________________________________41

Referências ___________________________________________________42

Apêndice ____________________________________________________43

Anexos_______________________________________________________47

vi

INTRODUÇÃO

Este estudo teve como finalidade elucidar a relevância que a prática

pedagógica – a partir daqui denominada como abordagem de ensino – do

professor exerce no processo de aprendizagem no cotidiano de alunos com

Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade (doravante TDAH).

Estes alunos tendem a ser reconhecidos por características

comportamentais bastante peculiares. Por um lado, apresentam-se distraídos,

como se estivessem sempre pensando em diversas coisas ao mesmo tempo,

ocupados demais para se concentrarem nas lições enfadonhas do dia-a-dia

escolar.

Por outro lado, podem agir de forma tão impulsiva e excessivamente

agitada que seu cérebro parece funcionar numa velocidade três vezes mais

rápida que o habitual. Este comportamento constantemente desencadeia diversos

tipos de reações que, na maioria das vezes, resultam em discriminação,

incompreensão e equívocos, tanto por parte de adultos (professores, diretor e

funcionários da escola), como , em maior intensidade, por parte dos colegas de

classe, que freqüentemente lançam mão de apelidos para designar este tipo de

aluno.

Devido ao desconhecimento sobre o que vem a ser TDAH, seus

sintomas, além de não associar determinados comportamentos de algumas

crianças a um transtorno, muitos professores deixam de auxiliar esses alunos,

que por sua vez, desenvolvem-se muito aquém da potencialidade criativa de seu

cérebro.

7

Logo, pretendeu-se verificar de que forma específica um professor

esclarecido acerca deste transtorno poderá otimizar o processo de aprendizagem

de seus alunos com TDAH, desde a concepção de seu projeto pedagógico, sua

abordagem de ensino, às atividades diárias de sua sala de aula.

Tal transtorno, também classificado por alguns profissionais da área

médica como distúrbio, pode ser cientificamente explanado conforme o que afirma

Silva (2003, p.20):

O comportamento DDA nasce do que se chama trio de base alterada. É
a partir desse trio de sintomas – formado por alterações da atenção,
impulsividade e da velocidade da atividade física e mental – que se
irá desvendar todo o universo DDA, que, muitas vezes, oscila
entre o universo da plenitude criativa e o da exaustão de um cérebro
que não para nunca.

Dessa forma, partindo do pressuposto de que a escola poderá – de

acordo com seu projeto pedagógico, e o professor, dependendo de sua

abordagem de ensino – auxiliar no desenvolvimento intelectual de alunos com

TDAH, a partir do que eles têm de melhor, ou seja, sua mente geradora de idéias,

sua criatividade, esta investigação se ancorou inicialmente em uma pesquisa

bibliográfica, complementada pela investigação empreendida a campo, a fim de

se obterem depoimentos e dados sobre como é a vida de uma aluna portadora de

TDAH, assim como analisar a opinião da própria entrevistada, de modo a verificar

o que esta salienta como aspectos positivos e negativos da instituição escolar

para alunos como ela.

Cabe ressaltar que, neste trabalho, haverá a seguinte organização

estrutural: no próximo capítulo, será exposto o arcabouço teórico investigado, no

tocante ao TDAH, da mesma forma que serão explicitados construtos teóricos

8

sobre a abordagem de ensino do educador e sobre propostas de atividades mais

adequadas ao estilo TDAH de ser e de viver.

No capítulo seguinte, serão apresentados os procedimentos

metodológicos utilizados na pesquisa de campo e no levantamento bibliográfico,

esclarecendo, já de início, que esta investigação qualitativa configura um estudo

de caso, uma vez que serão analisados dados obtidos sobre uma aluna apenas,

a qual será identificada como Aninha, doravante.

No capítulo posterior, será apresentada a análise dos dados obtidos, à

luz das teorias utilizadas na confecção do capítulo inicial, concomitantemente aos

exemplos de atividades pedagógicas, cuja finalidade será conferir maior

desenvolvimento de habilidades e competências, além de conforto à vida social

destes alunos, dentro e fora da escola. O último capítulo será destinado às

considerações finais.

9

1 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

Neste capítulo serão apresentados apontamentos teóricos de diversos

autores no que tange ao TDHA e à relevância da abordagem de ensino adequada

aos alunos em questão, sendo que esta, conseqüentemente, influenciará na

escolha de procedimentos e práticas pedagógicas.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->