P. 1
Religiao grega

Religiao grega

|Views: 88|Likes:
Publicado porSilas Wagner

More info:

Published by: Silas Wagner on Jun 05, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/05/2011

pdf

text

original

Ir.

Pio, OSB

RELIGIÃO GREGA

LUCAS LUAN. SILAS WAGNER. PIO OSB ENSINO RELIGIOSO ANO: 1º TURMA: U RELIGIÃO GREGA . BERNARDO MIRABAL IR.COLÉGIO SÃO BENTO JOSÉ FELIPE.

obedeciam ao destino. tais como Massília (Marselha). Deméter. e embora os deuses pudessem dificultar sua jornada e torná-la mais demorada e difícil. Posídon. uma deusa da fertilidade com diversos seios. e nas diversas colônias gregas por todo o Mediterrâneo Ocidental. após a Guerra de Troia. Havia uma hierarquia de divindades. Afrodite. o destino de Odisseu era retornar ao seu lar. a caçadora virgem. como por exemplo Afrodite. Posídon. estes conflitos . com quem partilhavam os mesmos vícios. Apolo com Delfos e Delos. Hermes. não tinham a capacidade de impedi-lo. por exemplo. Estes grupos eram tão variados que alguns autores falam de "religiões" ou "cultos gregos". Apolo. por vezes mesmo tendo filhos com eles. Muitos gregos reconheciam os quatorze principais deuses e deusas: Zeus. Atena. era associada à cidade de Atenas. Ares. os deuses não eram onipotentes. Atena e Posídon apoiam os gregos (ver teomaquia). Hefesto. e Hipérion o Sol. e Ares com a Trácia. Héstia e Hera. enquanto Hera. existiam diversos deuses e deusas. os próprios gregos tinham consciência de que a Artêmis venerada em Esparta. formando a posterior religião romana antiga. Quando obras literárias como a Ilíada relatavam conflitos entre os deuses. por vezes com epítetos que especificavam sua natureza local. Posídon. mantendo um certo nível de controle sobre todos os outros. por exemplo. Embora fossem imortais. A religião grega influenciou os cultos e crenças etruscos. Atena. As práticas religiosas dos gregos se estendiam além da Grécia continental. por exemplo. controlava os mares e os terremotos. até a Magna Grécia (Sicília e Itália Meridional). era uma divindade muito diferente da Artêmis de Éfeso. era associado à Etiópia e Troia. Na mitologia grega. até as ilhas e o litoral da Jônia. Outras divindades exerciam seu domínio sobre determinado conceito abstrato. Zeus com Olímpia e Afrodite com Corinto. por exemplo. Outras divindades eram associadas a nações fora da Grécia. Os deuses agiam como humanos. Afrodite. embora certas religiões filosóficas como o estoicismo e algumas formas de platonismo propunham uma deidade única transcendente. por exemplo. Zeus. que controlava o amor. e tentavam superá-los. isto é. Artêmis. TEOLOGIA A teologia grega antiga girava em torno do politeísmo. que se impunha a todos eles. Na Ilíada. na Ásia Menor. A identidade dos nomes não era uma garantia de cultos semelhantes. Hades. embora a maior parte deles partilha semelhanças. o rei dos deuses. Também interagiam com os seres humanos.RELIGIÃO NA GRÉCIA ANTIGA A designação religião grega abrange o grupo de crenças e rituais praticados na Grécia Antiga tanto na forma de religião pública popular como nas práticas de culto. Cada divindade geralmente mantinha um domínio sobre determinado aspecto da natureza. em Ítaca. com Zeus. Ares e Apolo apoiam o lado troiano na Guerra de Troia. Diferentes cidades veneravam diferentes divindades. Alguns deuses eram associados especificamente com uma determinada cidade. Alguns deuses se opunham a outros. Dioniso.

DIVINDADES PRIMORDIAIS E TITÃS Um terceiro grupo de divindades eram as divindades primordiais. um destes exemplos era Héracles. Embora fossem ocasionalmente venerados. que consistia em sua maior parte das histórias dos deuses e de como eles afetaram os humanos na Terra. os ciclopes. deusa da bruxaria e das encruzilhadas. Jasão e sua busca pelo Velocino de Ouro. e Teseu e o Minotauro. a identificação de diferentes deuses com diferentes locais permaneceu forte até o fim da prática do politeísmo nestas regiões. Os mitos frequentemente giravam em torno de herois e seus atos. deus dos pastores e da música folclórica. as górgonas e o Minotauro. deus do vinho e do êxtase espiritual. as do mar eram as nereidas) e os sátiros. Algumas criaturas da mitologia grega eram monstruosas. metade homens e metade cavalos. . existiam os Titãs. e espécies menores como os centauros. consideradas as primeiras divindades. como Héracles e seus doze trabalhos. e Gaia. Embora o culto das principais divindades tenha se espalhado de um lugar a outro com frequência. e Hécate. o ser que incorporava o caos primevo. Por realizar feitos heróicos e por sua herança semi-divina eventualmente recebeu a opção de se tornar um dos doze deuses do Olimpo. Muitos dos mitos falavam sobre a guerra entre a Grécia e Troia. seres que precediam os Deuses do Olimpo e eram odiados por eles. a criatura marítima. A Ilíada. MITOLOGIA A religião grega tinha uma grande mitologia. aborda um determinado período da guerra. Outros eram Pã. as ninfas. porém se tornou um imortal. e eram um reflexo celestial do padrão terreno das divindades locais. poema épico de Homero. Caríbdis. tais como Caos. Também existiam divindades do lar. como os gigantes de um olho só. Cila. DIVINDADES MENORES Divindades menores. criaturas que habitavam a natureza (as ninfas das árvores eram as dríades.ocorriam porque seus seguidores estavam em guerra na Terra. relacionadas de alguma maneira aos Deuses Olímpicos. e embora as maiores cidades tivessem templos aos principais deuses. e as aventuras de Odisseu em seu retorno à Ítaca (sobre o qual fala a Odisseia. filho de Zeus. também de Homero). o turbilhão. além dos deuses e humanos. Diversas espécies diferentes existiam na mitologia grega. Um dos mais populares era Dioniso (também conhecido como Baco). semelhantes aos lares romanos. Diversas outras obras abordam o período posterior à guerra. não eram tão popular quanto os Deuses Olímpicos. filho de Zeus com uma mãe mortal. Era possível que um ser humano mortal se tornasse um deus imortal. Odisseu e sua épica viagem de volta para casa depois da Guerra de Troia. também existiam. meio homem e meio touro. como o assassinato do rei Agamenon de Argos. metade homens metade bodes. a deusa da Terra. Héracles recusou a generosa oferta.

como Gaia. entre os gregos. que por sua vez originaram os primeiros deuses do Olimpo. FONTES Wikipedia . e esta mitologia era escrita na forma de poemas épicos (como a Ilíada. onde era utilizada como base temática para obras de artistas como Botticelli. de Aristófanes). Esta mitiologia tornou-se muito popular na Europa cristã do pós-Renascimento. Eles acreditavam que esses deuses eram tiranos e que qualquer coisa que eles fizessem que fosse fora do contexto desses deuses eles se irritariam e os puniram com toda sua fúria divina. na Teogonia. de Eurípides. Odisseia e a Argonáutica) e peças teatrais (como As Bacantes. Michelangelo e Rubens. Poseídon deus do mar e Afrodite deusa da beleza. que deu a luz a diversos outros deuses primevos.Não existia uma cosmogonia fixa ou mito de criação. A mitologia original dos gregos sobreviveu em diversas fontes e acabou por sofrer vários acréscimos ao ser utilizada para na formação da posterior mitologia romana. Diferentes grupos religiosos acreditavam que o mundo havia sido criado de diferentes maneiras. os Titãs. Hoje a religião grega e muito usada em produções de filmes pois suas histórias de grandes heróis e deuses conquista o publico. CONCLUSÃO A religião grega antiga era politeísta que quer dizer que eles acreditavam em vários deuses. segundo ele. inicialmente existia apenas uma deidade primordial chamada Caos. Tártaro e Eros. Tanto gregos quanto romanos formavam sociedades relativamente alfabetizadas. que deram então origem a outros deuses. Para eles cada deus tem seu papel entre a sociedade como Zeus o deus dos trovões e os céus. e Os Sapos. Um mito criacionista típico grego foi narrado por Hesíodo.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->