Você está na página 1de 4

Universidade Vale do Acaraú.

Professora: Francis Elma Sanches


Professora: Suelle Suzan Secçú

Disciplina: Língua Portuguesa

Turma: 811 Turno: 3º Série: 8º

PLANO DE AULA

Assunto: Orações Coordenadas Sindéticas

Conceito: As orações coordenadas sindéticas são classificadas de acordo com a


conjunção coordenativa que as introduz. Podem ser: aditivas, adversativas, alternativas,
explicativas e conclusivas.

Objetivo Geral:

• Levar os alunos a compreender sintaticamente as orações coordenadas sindéticas


de forma a perceber que ao se extrair as conjunções entre as orações não
ocorrerá à perda do sentido.

Objetivos específicos:

• Identificar Orações Coordenadas Sindeticas

• Conceituar as conjuções coordenativas

• Classificar as conjunções coordenativas nas Orações Sindeticas

Conteúdo:

• Orações Coordenadas Sindéticas


• Classificação das Orações Coordenadas Sindéticas

Metodologia:
1º Passo: Será ministrada uma aula pelas acadêmicas Francis Elma e Suelle Secçú,
tendo como conteúdo principal: Orações coordenadas Sindéticas.

2º Passo: Passar um exercício de fixação para avaliar os alunos;

3º Passo: O exercício será uma atividade dinâmica de competição, dividiremos a turma


em dois grupos, pediremos para cada grupo escolher o seu representante, no jogo terá
uma trilha, onde haverá um dado contendo algumas regras, para cada grupo sortearemos
uma pergunta de acordo com o assunto explanado em sala, as perguntas já estarão
prontas em uma caixinha, à pergunta respondida corretamente o grupo andará na trilha o
números de casas estabelecidas no dado e assim sucessivamente, o grupo que chegar
primeiro ao final da trilha será o vencedor e ganhará um brinde.

Recursos didáticos: Folha A4, Notebook, papel cartão, papel quarenta quilos, pincel,
tesoura, cola, régua, lápis,

Avaliação: observar a participação, o desempenho e a frequência dos alunos para


diagnosticar se o aluno assimilou o conteúdo e se o mesmo interessa por língua
portuguesa.

Referência bibliográfica

BECHARA, Evanildo. MODERNA GRAMÁTICA PORTUGUESA. 37º Ed. 15º


Reimpr. Rio de Janeiro: Lucena, 2005. 672p.

FARACO & MOURA. Gramatica: Faraco e Moura. São Paulo: Ática, 2004.

NICOLA. José de. Português. São Paulo: 2009.


ANEXO

Assunto: Orações Coordenadas

A oração coordenada é aquela que se liga a outra oração da mesma natureza sintática. Num
período composto por coordenação, as orações são independentes. Ela podem ser sindéticas
(quando a outras se prendem por conjunções), ou assindéticas (quando não se prendem a outras
por conectivo).
Conjunção é a palavra
As orações coordenadas invariável que liga duas orações
sindéticas são classificadas de ou dois termos semelhantes de
acordo com a conjunção uma mesma oração.
coordenativa que as introduz.

Aditivas: e, nem, não só... mas também, não só... como, assim... como.
Não só cantei como também dancei.
Nem comprei o protetor solar, nem fui à praia.
Estudou não somente Português, como também Geografia.

Adversativas: mas, contudo, todavia, entretanto, porém, no entanto, ainda, assim, senão.
Fiquei muito cansada, contudo me diverti bastante.
Ainda que a noite acabasse, nós continuaríamos dançando.
Não comprei o protetor solar, mas mesmo assim fui à praia.

Alternativas: ou... ou; ora...ora; quer...quer; seja...seja.


A babá ora acariciava o nem-nem, ora beslicava-o.
Ou uso o protetor solar, ou uso o óleo bronzeador.

Ora sei que carreira seguir, ora penso em várias carreiras diferentes.

Explicativas: isto é, ou seja, a saber, na verdade, pois.


Ele caminhava apressadamente, pois estava atrasado.
Só passei na prova porque me esforcei por muito tempo.

Não fui à praia pois queria descansar durante o Domingo.

Conclusivas: logo, portanto, por fim, por conseguinte, conseqüentemente.


Vivia zombando de todos; logo, não merecia complacência.
Passei no vestibular, portanto irei comemorar.
Tomou muito sol, consequentemente ficou adoentada.