DIALÓGO COM OS FILHOS

APRESENTAÇÃO DO CASAL: ROBERTO E CRISTINA TEXTO BIBLICO:
1. O CASAMENTO:
GENESIS- 1-28 GENESIS- 2-23 GENESIS- 2-24 2. A NECESSIDADE DOS FILHOS PARA FORMAR VERDADEIRAMENTE A

FAMILIA:
EFESIOS- 5,25-30

3. A FAMILIA: PAI, MAE E FILHOS:
EFESIOS- 6,1-4

DIALOGAR: É trocar idéias, é compreender, é dizer, escutar, interessar-se. Apesar de não haver regras para um dialogo desse tipo existem alguns princípios: É muito importante que os pais aprendam a estimular a arte da pergunta. Pergunte mais aos filhos do que responda. Estimule-os a encontrar as suas próprias respostas. É mais seguro e inteligente que os filhos tenham as suas próprias respostas. A arte da pergunta estimula a arte da duvida, ou seja, leva a pessoa a duvidar dos seus conceitos e abrir-se para outras possibilidades. Por sua vez, a arte da duvida estimular o pensar, sendo assim logo terá seu próprio senso critico. Esta é a tríade da ciência, A arte da duvida, da pergunta e da critica. Os pais e os educadores deveriam aprender a navegar no território da emoção e a ser os primeiros a discutir com os jovens sobre temas ligados sobre relacionamento humano, sexo, liberdade social, drogas e etc. Infelizmente, isto é raro de acontecer e, quando acontece, faltam alguns ingredientes estimuladores na arte de pensar. O dialogo familiar é a melhor prevenção contra vários males. Atualmente, fala-se muito em dialogo, em comunicação, todos querem ser ouvidos e considerados, principalmente os filhos, que são os que mais tem a reivindicar, mais ainda que as mulheres. Hoje não se admite a inflexibilidade do pater-familias.Os filhos querem pais informais, que conversem com eles, que se interessem por suas vidas sem procurar dirigi-las, que aceitem suas vocações e participem de suas alegrias e tristezas. Muitas vezes, o dialogo entre pais e filhos não passa de monologo, por que aqueles negam a estes o direito de também falar, preferem que os filhos simplesmente escutem.

O dialogo começa na gravidez. Não será um dialogo de idéias. e como é grandioso tal dialogo. ele balbucia e nós prestamos atenção. mas será certamente um dialogo de AMOR.Não é nenhum absurdo acreditar que nosso bebê nos entenda também. Se levarmos em conta que os animais se entendem. depois no berço. TAIS COMO: • PAIS INACESSIVEIS: • PAIS PREPÓNTENTES: • PAIS QUE CONSIDERAM O FILHO: • PAIS AMADURECIDOS: • PAIS QUE LEMBRAM QUE O FILHO PERTENCE A UMA NOVA GERAÇÃO: • PAIS ATUALIZADOS: • PAIS QUE TEM ATITUDES CERTAS QUANTO AO SEXO: • PAIS VERAZES: • PAIS QUE SABEM CONVERSAR: • PAIS QUE VIVEM COM AQUILO QUE PREGAM: ASSUNTOS SÉRIOS E MUITO PREOCUPANTES PARA SEREM DIALOGADOS: • DROGAS. vai exigir certas condições para ser sucedido. EXISTE VÁRIOS TIPOS DE PAIS. CIGARROS E BEBIDAS: • INTRODUÇÃO DE VALORES: • NAMORO E GRAVIDEZ PRECOCE: OS EFEITOS DO DIALOGO: • CONHECIMENTO MUTUO • EQUILIBRIO EMOCIONAL • ENRIQUECIMENTO E AMADURECIMENTO • FUGA DA SOLIDÃO ESCUTAR A MUSICA . nós falamos e ele escuta. O dialogo começando assim tão cedo.

Expressões como: “Eu amo você” “Você é muito importante para mim” “Sou grato a Deus por tua vida” “Você é um presente de Deus para nós” São simples. conselho. telefonemas. livres. devem sair do discurso e mostrar tais atitudes em sua própria historia. . Não se fabrica personalidades dos jovens. Não é fácil educar filhos: é fácil educar os filhos dos outros. piedade e temor de Deus. de pensar antes de reagir e de enxergar o mundo não apenas com os próprios olhos. pois quem quer estimular seus filhos a serem sábios. fortaleza. capazes de interiorização. e as vezes pequenos gestos como um bilhete. Eles adorarão. mas produzem um resultado maravilhoso. sabedoria. Segundo PE FABIO de MELO Deus permitem os erros para fazermos do modo certo. uma carta. Todos nós gostamos de saber o quanto somos amados. pedir desculpas aos filhos e demonstrar que é possível corrigir rotas em suas vidas. cartões. Tal comportamento vale mais do que mil regras educacionais. e se fizermos os com os DONS DO ESPIRITO SANTO. muito menos.Pais que exigem dos seus filhos atitudes nobres diante da vida. dificuldades. inteligência. mas também com os olhos dos outros. mas não os nossos. limitações e. ciência. o que fazer? A não imposição de limites aos filhos é um descompromisso social. mas é possível estimular da maneira certa. não devem ter medo de reconhecer seus erros. A questão do tempo. Dizermos aos nossos filhos o quanto amamos é o mínimo que podemos fazer.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful