1.0 - Máximo Divisor Comum - M.D.C.

Definimos Máximo Divisor Comum - M.D.C entre dois ou mais números como sendo o maior divisor comum entre eles. Exemplo 1 : Consideremos, por exemplo, os números 18 e 30. Determinemos, inicialmente, o conjunto de seus divisores : D(18) = { 1, 2, 3, 6, 9 e 18 } e D(30) = { 1, 2, 3, 5, 6, 10, 15 e 30 }

O Conjunto nos mostra os divisores comuns a 18 e 30 e dentre eles o maior, ou máximo, será o 6 ; Com isso diremos que : M.D.C ( 18 e 30 ) = 6 Exemplo 2 : Consideremos, por exemplo, os números 24, 60 e 84. Determinemos, inicialmente, seus divisores : D(24) = { 1, 2, 3, 4, 6, 8, 12 e 24 }, D(60) = { 1, 2, 3, 4, 5, 6, 10, 12, 15, 20, 30 e 60 } e D(84) = { 1, 2, 3, 4, 6, 7, 12, 14, 21, 28, 42 e 84 } O Conjunto nos mostra os divisores comuns a 24, 60 e 84 e dentre eles o maior, ou máximo, será o 12 ; Com isso diremos que : M.D.C ( 18, 60 e 84 ) = 12

2.0 - Métodos para o Cálculo do M.D.C.

2.1 - 1º Método: Algoritmo de Euclides, Método das Divisões Sucessivas ou " Jogo da Velha "
Exemplo 1 : Calculemos, por exemplo, o M.D.C entre 48 e 72 . Montemos um diagrama semelhante ao Jogo da Velha e nele colocaremos na ordem decrescente os números dados. Passo 1 - Dividimos o maior 72 pelo menor 48, o quociente 1 dessa divisão colocaremos acima do divisor 48 e o resto da divisão 24 colocaremos abaixo do dividendo 72. Passo 2 - Deslocamos o resto obtido 24 para o espaço a direita do divisor e Dividimos este 48 por ele 24, o quociente 2 dessa divisão colocaremos acima do novo divisor e o resto da divisão 0 colocaremos abaixo do novo dividendo 48. Esse processo será repetido até que chequemos ao resto zero. Passo 3 - Quando o resto se tornar igual a zero concluímos que o último divisor será o M.D.C. procurado . Assim: M.D.C. ( 48 e 72 ) = 24

Exemplo 2 : Calculemos, por exemplo, o M.D.C entre 324 e 252 . Montemos um diagrama semelhante ao Jogo da Velha e nele colocaremos na ordem decrescente os números dados. Passo 1 - Dividimos o maior 324 pelo menor 252, o quociente 1 dessa divisão colocaremos acima do divisor 252 e o resto da divisão 72 colocaremos abaixo do dividendo 324. Passo 2 - Deslocamos o resto obtido 72 para o espaço a direita do divisor e dividimos este 252 por ele 72, o quociente 3 dessa divisão colocaremos acima do novo divisor 72 e o resto 36 colocaremos abaixo do novo dividendo 252. Passo 3 - Deslocamos o resto obtido 36 para o espaço a direita do novo divisor 72 e dividimos este 72 por ele 36, o quociente 2 dessa divisão colocaremos acima do divisor 36 e o resto da divisão 0 colocaremos abaixo do último dividendo 72. Passo 4 - Como o resto se tornou igual a zero concluímos que o último divisor é o M.D.C. procurado . Assim M.D.C. ( 324 e 252 ) = 36

2.2 - 2º Método: Decomposição em Fatores Primos
Nesse método iremos decompor os números em fatores primos e aplicarmos a regra : O M.D.C. entre dois ou mais números é dado pelo produto entre os fatores primos comuns, elevados aos menores expoentes Exemplo 1 : Calculemos, por exemplo, o M.D.C entre 96 e 360. Decompondo cada um dos números em fatores primos, teremos : 96 = 25 X 3 e 360 = 23 X 32 X 5. E aplicando a regra, teremos : fatores comuns => 2 e 3 e elevados aos menores expoentes : 23 e 31. Com isso : M.D.C. ( 96 e 360 ) = 23 X 3 = 8 X 3 = 24 Exemplo 2 : Calculemos, por exemplo, o M.D.C entre 100, 180 e 840. Decompondo cada um dos números em fatores primos, teremos : 100 = 22 X 52 180 = 22 X 32 X 5 e 840 = 23 X 3 X 5 X 7

E aplicando a regra, teremos : fatores comuns => 2 e 5 e elevados aos menores expoentes : 22 e 51. Com isso : M.D.C. (100, 180 e 840) = 22 X 5 = 4 X 5 = 20 Exemplo 3 : Calculemos, por exemplo, o M.D.C entre A, B e C, sendo :

A = 22 X 35 X 54 B = 26 X 33 X 53 X 113 e C = 24 X 34 X 52 X 75 Nesse caso os números já estão decompostos em fatores primos e aplicando a regra, teremos : Fatores comuns => 2, 3 e 5 e elevados aos menores expoentes : 22, 33 e 52. Com isso e deixando o resultado indicado como originalmente no exemplo : M.D.C. (A, B e C) = 22 X 33 X 52

3.0 - Características Marcantes do M.D.C.
5.04a - O M.D.C. entre dois ou mais números primos será sempre igual a unidade. 5.04b - O M.D.C. entre dois números consecutivos será sempre igual a unidade. 5.04c - O M.D.C. entre dois ou mais números pares e consecutivos será sempre igual a 2. 5.04d - Se A é múltiplo de B, o M.D.C. entre A e B será igual a B. 5.04e - Se B é divisor de A, o M.D.C. entre A e B será igual a B. 5.04f - Se multiplicarmos dois ou mais números por um número natural maior que zero, o M.D.C. entre eles também ficará multiplicado por esse número. 5.04g - Se dividirmos dois ou mais números por um número natural maior que zero, o M.D.C. entre eles também ficará dividido por esse número. 5.04h - Quando o M.D.C. entre dois números, não necessariamente primos, é 1, eles são chamados primos entre si.

4.0 - Mínimo Múltiplo Comum - M.M.C.
Definimos Mínimo Múltiplo Comum - M.M.C entre dois ou mais números como sendo o menor múltiplo comum não nulo entre eles. Exemplo 1 : Consideremos, por exemplo, os números 12 e 18. Determinemos, inicialmente, o conjunto de seus múltiplos : M(12) = { 0, 12, 24, 36, 48, 60, 72, … } e M(18) = { 0, 18, 36, 54, 72, 90, … } O Conjunto nos mostra os múltiplos comuns a 12 e 18 e dentre eles o menor e não nulo, ou mínimo, será o 36 ; Com isso, diremos que : M.M.C ( 12 e 18 ) = 36 Exemplo 2 : Consideremos, por exemplo, os números 6, 9 e 15. Determinemos, inicialmente, seus múltiplos : M( 6 ) = { 0, 6, 12, 18, 24, 30, 36, 42, 48, 54, 60, 66, 72, 78, 84, 90, … } , M( 9 ) = { 0, 9, 18, 27, 36, 45, 54, 63, 72, 81, 90, 99, 108, … } e M( 15 ) = { 0, 15, 30, 45, 60, 75, 90, 105, 120, 135, 150, … }

O Conjunto os múltiplos comuns a 6, 9 e 15 e dentre eles o menor e não nulo, ou mínimo, será o 90 ; Com isso diremos que : M.M.C ( 6, 9 e 15 ) = 90

nos mostra

5.0 - Métodos para o Cálculo do Mínimo Múltiplo Comum - M.M.C.

5.1 - 1º Método para o Cálculo do M.M.C. : Decomposição em Fatores Primos
Nesse método iremos decompor os números em fatores primos e aplicarmos a regra : O M.M.C. entre dois ou mais números é dado pelo produto entre todos os fatores primos, comuns e não comuns, elevados aos maiores expoentes Exemplo 1 : Calculemos, por exemplo, o M.M.C entre 24 e 50. Decompondo cada um dos números em fatores primos, teremos : 24 = 23 X 31 e 50 = 21 X 52. E aplicando a regra, teremos : todos os fatores => 2, 3 e 5 e elevados aos maiores expoentes : 23, 31 e 52. Com isso : M.M.C. ( 24 e 50 ) = 23 X 31X 52 = 8 X 3 X 25 = 600 Exemplo 2 : Calculemos, por exemplo, o M.M.C entre A, B e C, sendo : A = 22 X 35 X 5 B = 23 X 33 X 53 X 73 C = 24 X 34 X 52 X 74 Nesse caso os números já estão decompostos em fatores primos e aplicando a regra, teremos : Todos os fatores => 2, 3, 5 e 7 e elevados aos maiores expoentes : 24, 35, 53 e 74. Com isso e deixando o resultado indicado como originalmente no exemplo, teremos : M.M.C. (A, B e C) = 24 X 35 X 53 X 74.

5.2 - 2º Método para o Cálculo do M.M.C. : Decomposição Simultânea.
Nesse método iremos decompor os números simultaneamente em fatores primos : Exemplo 1 : Calculemos, por exemplo, o M.M.C entre 12 e 20. Passo 1 - Coloquemos lado a lado os números e a direita deles tracemos uma linha vertical Passo 2 - A partir daí dividiremos cada número pela sucessão dos números primos, enquanto pelo menos um deles for divisível a

operação deve ser continuada, e nesse caso repetiremos o número não divisível até que não seja mais possível também para o outro, ou nenhum dos outros, a divisão. Passo 3 - Quando cada coluna a esquerda apresentar a unidade, o produto de todos os fatores encontrados a direita nos dará o M.M.C. .

Com Isso o M.M.C. entre 12 e 20 será 22 X 3 X 5 = 60 Exemplo 2 : Calculemos, agora, o M.M.C entre 8, 14 e 20.

Com Isso o M.M.C. entre 8, 14 e 20 será 23 X 3 X 5 = 120

5.3 - 3º Método para o Cálculo do M.D.C. : Decomposição Simultânea.
Como já conhecemos como funciona o cálculo do M.M.C. pelo método da decomposição simultânea, podemos aplicá-lo também para o cálculo do M.D.C.: Exemplo 1 : Calculemos, por exemplo, o M.D.C entre 12 e 60 e 72. Passo 1 - Faremos exatamente com se fossemos calcular o M.M.C. entre eles Passo 2 - Quando cada coluna a esquerda apresentar a unidade, o produto de todos os fatores encontrados a direita do traço que dividiram simultameamente todos os 3 números nos dará o M.D.C. entre eles. 12 , 6, 3, 3, 1, 1, 1, 60 30 15 15 5 5 1 , 72 , 36 , 18 , 9 , 3 , 1 , 1 2 <<< 2 <<< 2 3 <<< 3 5

Assinalamos com as 3 setinhas os fatores que dividiram ao mesmo tempo os 3 números. O produto desses números assinalados nos dará o M.D.C. entre eles. Com Isso o M.D.C entre 12 e 60 e 72 será 22 X 3 = 12

O M.C.6.D.M.Se B é divisor de A.C. 5.0 . É mais fácil que você imagina. . Importante: Essa propriedade somente é válida para o M.09b . 5. entre A e B será igual a A. o M. entre dois números pelo método das divisões sucessivas encontrou para M.Exercícios Propostos I .C.C.M. positivos e 07) consecutivos 02) dois números consecutivos 04) dois números primos 06) 3 números terminados em 5 dois múltiplos naturais cuja diferença é o triplo 08) do menor II .M.D.0 .09c .Características Marcantes do M. 5. e o M.Determine pelo Algoritmo de Euclides ( Jogo da Velha ) o M.0 .M. entre dois números 8.09e . o M.C. ( A e B ) x M. 5.C.M.C.Se multiplicarmos dois ou mais números por um número natural maior que zero. o M.C. 5. 7. e M.C. o M.C. entre A e B será igual a A.C.D. entre : 01) dois números pares e consecutivos 03) dois números ímpares e consecutivos 05) dois múltiplos pares e naturais de 9 dois múltiplos inteiros de 7. entre eles também ficará multiplicado por esse número. será igual ao produto A X B entre eles.D.C. entre dois ou mais números primos será sempre igual ao produto entre eles.M. entre : 09) 24 e 60 12) 247 e 299 10) 96 e 180 13) 624 e 720 11) 132 e 198 14) Um aluno ao determinar o M.M.C.C.C. 36 e . Dados dois números A e B.O M.C.M. Ou seja : M.D. 5.D. o produto entre seu M. entre dois números consecutivos será sempre igual ao produto entre eles.C.C.M.D.09a .C.Determine o M.M.Propriedade Importante entre M. e o seu M.09d .09f .( A e B ) = A X B Tente provar essa importante propriedade.D.Se A é múltiplo de B.Se dividirmos dois ou mais números por um número natural maior que zero.M. entre eles também ficará dividido por esse número.

obtemos respectivamente os restos 23.038 e 1. = 18 34) Diferença = 378 e M. = 56 VI .C. de dois números determinado pelo Algoritmo de Euclides é 27. Calcule esse número.D.C. 77 e 84 19) 462 e 1.D. VIII . 17) Explique por que no cálculo do M. V .D.Encontrar dois números conhecendo-se seu produto P e seu M. 21.D.D.C.. = 24 30) Soma = 740 e M. entre : 18) 320 e 448 21) 28. 16 e 13 28) Ao dividirmos 167. 16) O M.D. entre : 39) dois números pares e consecutivos 41) dois números ímpares e consecutivos 43) dois múltiplos pares e naturais de 3 40) dois números consecutivos 42) dois números primos 44) dois múltiplos naturais cuja diferença é o triplo .D.D.386 22) 108.557 26) Qual é o maior número pelo qual devemos dividir 270 e 240 para obtermos. Cálculos esses dois números. III .C. ( Obs : Dar todas as soluções possíveis ) 32) Diferença = 75 e M. de dois números pelo Algoritmo de Euclides o último quociente encontrado é sempre maior que a unidade. ( Obs : Dar todas as soluções possíveis ) 29) Soma = 384 e M. ( Obs : Dar todas as soluções possíveis ) 35) Produto = 1 536 e M.C.C.D. e respectivamente os quocientes 4. 2 e 2..C.D. 3 e 2.C.MC.D. = 15 33) Diferença = 108 e M. 72.Encontrar dois números conhecendo-se sua soma S e seu M.19 e 17.Qual é o maior número que divide exatamente : 23) 39. = 42 VII . determi-ne o menor desses dois números.D.C. 379 e 593 pelo maior número possível. os restos 10 e 9 : 27) Qual é o maior número pelo qual devemos dividir 160.C.. de dois números pelo Algoritmo de Euclides encontrou 21 para M. 220 e 472 para obtermos.D. 15) Um aluno ao determinar o M. 237. = 37 31) Soma = 840 e M.C.D. Se os 4 quocientes encontrados são distintos e os menores possíveis. 120 e 144 20) 975 e 455 22) 60.D.C.D.D. = 6 38) Encontrar três números distintos de 2 algarismos cujo M. = 8 37) Produto = 4 320 e M.C. respectivamente.Determine o M.C. respectivamente. 96 e 156 IV . = 12 36) Produto = 1 792 e M. os restos 7.C.C.Encontrar dois números conhecendo-se sua soma D e seu M.C. é 13 e cuja soma é igual a 91.respectivamente os quocientes 1. 1.Determine o M. Cálculos o maior desses números. 65 e 143 24) 702 e 918 25) 519.C.D.

entre : 64) A = 23 x 34 x 5 e B = 22 x 32 x 52 65) P = 22 x 33 x 7 e Q = 2 x 34 x 5 E = 23 x 3 x 5 x 72 .M.M.C... B = 23 x 3n x 5 x 73 para M. entre : 45) 32 e 48 48) 6.C.C. B = 2 x 3 x 5 x 11 e C = J = 23 x 34 x 5 x 72 .C. ( A e B ) = 23 X 32 X 7 72) Q = 22n x 32 x 52 .M.C.M.C.C.D. 15 e 18 deixa o resto 8 58) 24. 22.C. B = 22 X 9 X 352 para M.C.M. 36 e 60 deixa o resto 16 57) 15.Encontrar dois números conhecendo-se sua soma P e seu M. = 36 61) Soma = 140 e M.C.Encontrar dois números conhecendo-se sua soma S e seu M.D. 8.Calcular o valor de n para as condições dadas : 71) A = 2n x 33 x 72 . 44 e 55 XI . ( A e B ) = 25 X 33 X 7 X 112 . 24 e 30 deixa o resto 11 59) 32. 33.D.C. 12 e 14 47) 26 e 65 50) 21.C. 3 .M.C. = 288 XIII . XIV . 60) Produto = 360 e M.do menor IX . Determine os pares de valores possíveis para A e B.D. ( A e B ) = 100 X 9 X 49 XVI . 5.Determine o menor dos números que dividido por : 56) 12. 4. 38 e 42 deixa o resto 17 XII . F = 22 x 33 x 52 x 112 e G = 2 66) M = 22 x 53 x 11 e N = 23 x 72 x 132 67) X 32 X 73 X 112 X 17 3 4 2 2 2 2 2 A = 2 x 3 x 5 x 7 .M. e o M. = 360 62) Produto = 1176 e M. = 120 61) Produto = 2 160 e M.C. 7 e 210 46) 72 e 120 49) 8. 60) Soma = 30 e M. B= 24 x 32 x 7 x 112 para M. 7 e 8 pelos 5 primeiros múltiplos 54) positivos de 3 52) 2. ( A e B ) = 23 X 32 X 13 76) A = 2n X 32 X 11 .M. 5. ( A e B ) = 22 x 64 74) M = 30n X 7 .Determine o M.Calcular o valor de n + p para as condições dadas : 75) A = 2n X 33 X 132 . B = 24 X 3p X 11 X 13 para M. ( A e B ) = 60 73) P = 24n x 9 .C. 9 12 e 15 pelos números naturais 55) menores que 11 53) 11.M.M. 6.C.Qual é o menor número simultaneamente divisível por : 51) 3. 28 e 36 X . 30. B = 24 X 3p X 7 X 112 para M.C. entre 70A e 56B é igual a 3 080.M. = 108 63) Se o M. = 240 62) Soma = 168 e M.M.Calcular o M.C.M.M. K = 22 x 32 x 52 x 112 e L = 68) 4 69) 4 2 x 33 x 52 x 19 2 x 33 x 52 x 19 70) M = 4 x 64 x 5 e P = 8 x 272 x 152 XV . B = 27 x 35 para M.

Um deles dá uma volta em 18 minutos. os restos 7. entre eles é 24. se forem formadas equipes de 8 alunos.C.77) Calcular o valor da soma m + n + p tal que o M.D. Quantas balas de cada sabor se deve colocar em caixas decoradas.D. o número de alunos que sobram é : .. 85) Determine o menor número de 4 algarismos que dividido por por 12. 15.D. 9 e 11 é : (A) 330 (B) 660 (C) 676 (D) 900 (E) 996 88) ( UNIFACS . respectivamente. Calcule o seu M. 79) O produto de dois números A e B é igual a 360. 10. Nessas condições. um outro leva 20 minutos e o terceiro demora 25 minutos para dar uma volta completa. 12 e 16 deixa.Questões de Concurso 86) ( CEFETQ . respectivamente. Formando-se equipes de 7 alunos. 180 balas de chocolate e 240 balas de leite. 81) Três automóveis disputam uma corrida em uma pista circular. Se o M. entre A = 2m X 33 X 5p e B = 22 X 3n X 53 seja igual a 63 X 75 78) Dois números distintos A e B são os menores possíveis e podem ser representados. 18 e 24 deixa. pelos 3 menores fatores primos.C. O mais rápido deles dá uma volta em 10 minutos. os restos 5. Se os expoentes do menor deles são números consecutivos. Se eles partiram exatamente às 15 horas. um outro leva 15 minutos e o terceiro e mais lento demora 18 minutos para dar uma volta completa. 6 e 10. 82) Três automóveis disputam uma corrida em uma pista circular. 13 e 19. 9. sobram 5. exclusivamente. Determine o M. sobram 6. No fim de quanto tempo os 3 automóveis voltarão a se encontrar no inicio da pista se eles partiram exatamente no mesmo instante. 87)( UFMG . 5. entre eles. sabendo que essas quantidades devem ser as maiores possíveis. em intervalos de 5 dias. em que mês do segundo semestre eles tornarão a se encontrar ? 84) Determine o menor número que ao ser dividido por por 11.C. 3. e o M. 6. de 7 dias e de 9 dias. respectivamente.C. 80) Uma doceria tem em estoque 150 balas de coco. Que horas serão quando os 3 automóveis voltarão a se encontrar no inicio da pista após 3 horas de corrida ? 83) Três netas visitam sua avó.1997 ) Determinar o maior número pelo qual se deve dividir os números 165 e 215 para que os restos sejam 9 e 11.M. Se a última vez em que as três se encontraram na casa de sua avó foi no mês de Maio.1997 ) O número de alunos de uma sala de aula é menor que 50.1996 ) O número de três algarismos divisível ao mesmo tempo por 2. Formando-se equipes de 9 alunos . respectivamente.M. sobram 6. Formando-se equipes de 9 alunos.0 .C.

D. Leme e Conchal realizam grandes festas periódicas. então a próxima coincidência foi em : (A) Março de 1995 (B) Março de 2000 (C) Março de 1996 (D) Dezembro de 1999 (E) Nunca mais M. remetidos todos os pacotes possíveis. sendo as de Araras de 9 em 9 meses. Deseja-se remetê-los a algumas escolas em pacotes.1998 ) Uma editora tem em seu estoque 750 exemplares de um livro A. de modo que cada pacote os três tipos de livros em quantidades iguais e com o maior número possível de exemplares de cada tipo.(A) 1 (B) 2 (C) 3 (D) 4 (E) 5 89) ( PUC/CAMPINAS .1995 ) Numa linha de produção. 1200 de um livro B e 2 500 de um livro C. na máquina B. a próxima vez em que a manutenção ocorreu no mesmo dia foi em : (A) 5 de Dezembro (B) 6 de Dezembro (C) 8 de Dezembro (D) 14 de Dezembro (E) 26 de Dezembro 90) ( PUC/CAMPINAS . certo tipo de manutenção é feito na máquina A a cada 3 dias. a cada 6 dias.1997 ) As cidade de Araras. Nessas condições.000 91) ( UNIARARAS .750 (C) 2.C.Problemas Resolvidos . as de Leme de 12 em 12 meses e as de Conchal de 20 em 20 meses.600 (E) 2. Se em Março de 1985 as festas coincidiram.500 (B) 1.200 (D) 1. . o número de exemplares que restarão no estoque é : (A) 1. Se no dia 2 de dezembro foi feita a manutenção das três máquinas.

.

.

.

.

M.M.C.Problemas Resolvidos . .

.

.

.

.

.

M.13 . dessa forma trabalharemos com números menores.13. numeradores e denominadores das frações dadas.Para adicionarmos ou subtrairmos frações de mesmo denominador devemos adicionar ou subtrair os numeradores e conservarmos o mesmo denominador. Exemplo 1 : teremos : .C.1 .C.14 . entre 4 e 5 encontraremos 20 e assim Exemplo 2 : teremos : Calculando o M. respectivamente. 6.Frações de denominadores diferentes . entre 1.13.Adição e Subtração de Frações 6.OPERAÇÕES ENTRE FRAÇÕES .Para adicionarmos ou subtrairmos frações de denominadores diferentes devemos inicialmente transformá-las em frações de mesmo denominador e aplicarmos o que aprendemos no item anterior.Inverso de uma Fração .15 . Nessa operação não é necessário termos denominadores iguais. Exemplos : 6.M.2 . Calculando o M.Frações de mesmo denominador . ainda na multiplicação inicial . Exemplos : Observação Importante : È sempre importante verificarmos se é possível a simplificação dos fatores. facilitando-nos o cálculo final. 3 e 8 encontraremos 24 e assim 6.Multiplicação de Frações O Produto de 2 ou mais frações é a fração obtida ao multiplicarmos.

Assim : é a fração inversa de ou simplesmente é o inverso de é a fração inversa de 5 ou simplesmente Notemos que : é o inverso de 5. multiplicamos a primeira fração pelo inverso da segunda fração. Na prática.Duas frações são denominadas inversas quando seu produto é igual a 1.18 .Radiciação de Frações .16 . elevamos cada um dos termos dessa fração a essa potência. Exemplos : Observação Importante : A fração note que apenas o numerador 2 está elevado a 3. ainda na multiplicação inicial .Potenciação de Frações Para elevarmos uma fração a uma potência. Nessa operação também não é necessário termos denominadores iguais. não é uma potência de fração. Exemplos : Observação Importante : Assim como já colocamos na multiplicação: É sempre importante verificarmos se é possível a simplificação dos fatores. 6. dessa forma trabalharemos com números menores.Divisão de Frações Para dividirmos duas frações. note que apenas o denominador 2 está elevado a 5.17 . 6. facilitando-nos o cálculo final. 6. uma fração é o inverso de outra quando seus termos estão invertidos. Assim como : não é uma potência de fração.

Calcular os 2/3 de R$ 60. esse número será a fração 3/3 Se 3/3 => R$ 60. não é uma radiciação de fração.19 .00 Exemplo 2 .00.00 :3= R$ 20. simplesmente dividindo 42 por 7/5 => 42 : 7/5 = 42 x 5/7 = 30 .Operações com Números Mistos Antes de efetuarmos quaisquer operações envolvendo números mistos.Potenciação .00 Ou de uma forma mais rápida. simplesmente multiplicando 2/3 por R$ 60. Ou mais rapidamente. Exemplos : 6. 1/3 => R$ 60.Problemas envolvendo Frações Não temos um mecanismo padrão para a resolução de problemas com frações. devemos sempre transformá-los em frações impróprias. extrairmos a raiz de cada um dos termos dessa fração. 5/5 => 1/5 x 5 = 6 x 5 = 30 . colchetes e parênteses e a seguir as operações Radiciação .00 .00 = R$ 40.22 .Divisão . 6.Expressões Fracionárias Fazemos exatamente como numa expressão aritmética: Priorizamos Chaves. assim : Se 7/5 de um número equivalem a 42. note que apenas o 6.00 e 2/3 => 2 x R$ 20. é por que esse número será a fração unidade 5/5. O número procurado é 30 .Adições e Subtrações. 1/5 desse número equivalerá a : 42 : 7 = 6 e por fim Se 1/5 => 6 .00 = R$ 40. um bom começo será praticarmos com alguns exemplos clássicos : Exemplo 1 . Assim como : denominador é uma raiz. Resolução : Se queremos conhecer os 2/3 de um número.20 .Determine o número cujos 7/5 equivalem a 42 Resolução : Se falamos em 7/5 de um número.Multiplicação . note que não é uma radiciação de fração.Para extrairmos uma raiz de uma fração. Exemplos : Observação Importante : A fração apenas o numerador é uma raiz.

me sobrará : 7/7 .Gastei 2/7 do que tinha e ainda fiquei com R$ 135.00. Quanto eu tinha ? Resolução : Se falamos em 2/7 de uma quantia. 1/7 dessa quantia equivalerá a : R$ 135. Eu tinha a quantia de R$ 189. se multiplicarmos por 3 teremos a fração 9/24.00.00.00. e assim encontrarmos o número que multiplicou cada um dos termos da fração original => 77 : 11 = 7.00 x 7 = R$ 189. dessa forma me sobrou 5/5 . Exemplo 4 .2/5 = 3/5 Sabemos que 1/3 do resto será : 1/3 x 3/5 = 1/5 e com isso o que sobrou foi a fração 3/5 . conhecida por classe de equivalência. ou seja 3 x a soma a soma dos termos da fração original 3/8 e assim por diante. basta dividirmos esse valor pela soma dos termos da fração original. E a fração equivalente será: 3 x 7 / 8 x 7 = 21/56 e as 14 bananas . é por que essa quantia será a fração unidade 7/7.00 Exemplo 6 .00 e por fim Se 1/7 => R$ 27. Se ainda me sobrou R$ 48. quantos eu tinha inicialmente ? Resolução : Se gastei 2/5.00 : 5 = R$ 27.00 : 2 = R$ 24. Existem 40 frutas nessa fruteira. que fração representam pêssegos e laranjas : .Determine a fração equivalente a 3/8 cuja soma dos termos é 77.00 . Resolução : Para obtermos uma fração equivalente a 3/8.00 e finalmente a quantia original será : R$ 24.00 . Se 2/5 => R$ 48. Se 2/5 das frutas são pêssegos e 1/4 são laranjas. ou seja 2 x a soma dos termos da fração original 3/8. inicialmente.Exemplo 3 .00. Com isso percebemos que o total de frutas será representado pela fração : serão a fração Se . 1/5 => R$ 48. Apenas como verificação : Os pêssegos serão: 2/5 de 40 = 2 x 8 = 16 e as laranjas serão: 1/4 de 40 = 1 x 10 = 10 e somando-as teremos o total de frutas => 16 + 10 + 14 = 40 Exemplo 5 .00 x 5 = R$ 120. Notemos que essa família de frações. com 1/3 do resto comprei um tênis.Gastei 2/5 do que tinha em vestuário. quantas são as frutas nessa fruteira ? Resolução : Calculemos. tem essa propriedade interessante : A soma de seus termos é sempre um múltiplo de 11. Se multiplicarmos ambos por 2 encontraremos a fração 6/16. assim : Se eu tinha 7/7 e gastei 2/7.2/7 = 5/7 Se 5/7 de uma quantia equivalem a R$ 135.Numa fruteira existem pêssegos. eu tinha a fração 5/5. cuja soma dos termos é 33. basta multiplicarmos cada um de seus termos por um mesmo número diferente de zero. laranjas e 14 bananas. Se a soma dos termos da fração procurada é 77.1/5 = 2/5. cuja soma dos termos é 22. 7/7 => 1/7 x 5 = R$ 27.

=> 60 x 1/5 = 12 minutos E todo o tanque será completo em 6 x 1/6 = 6 x 12 minutos = 72 minutos. o tanque ? Resolução : Se a primeira torneira enche o tanque em duas horas. dessa forma calculado: Se em uma hora ( 60 minutos ) as suas torneiras enchem 5/6 do tanque. Quando abertas simultaneamente.Exemplo 7 .Parte III Expressões Fracionárias . se a segunda torneira enche o tanque em 3 horas.Exercícios Resolvidos . juntas. uma segunda torneira o enche em 3 horas. elas completarão em uma hora a fração de 5/6 do tanque. ou 1 hora e 12 minutos =>1 h 12 min Frações . Se abertas no mesmo instante. em uma hora ela encherá 1/2 do tanque.Uma torneira enche um tanque em 2 horas. 1/6 do tanque será completo em 1/5 da hora. em quanto tempo encherão. em uma hora ele encherá 1/3 do tanque.

.

Exercícios Propostos .Expressões Fracionárias .Exercícios Propostos Respostas das Expressões Propostas Problemas Sobre Frações .

Um vale 12/5 do outro. um é 3/13 do outro. Calcule-os. Quanto tinha o velho Áureo? 21) Divida R$ 1590. qual é o valor de 5/48 do mesmo terreno? 15) Qual é o número que se da metade subtrairmos 8 unidades ficaremos com 1/3 dele mesmo ? 16) Da terça parte de um número subtraindo-se 12. fica-se com 1/6 do mesmo número.000. Calcular quantos quilômetros percorreu a cavalo ? 08) A terça parte de um número adicionado a seus 3/5 é igual a 28. quantos ladrilhos seriam necessários ? 06) Dona Solange pagou R$ 5. 20) Seu Áureo tendo gasto 4/7 do dinheiro que possuía. 2/5 do resto. Quantos eram os meninos ? 05) Para ladrilhar 2/3 de um pátio empregaram-se 5 456 ladrilhos. de automóvel e os demais quilômetros. ficaremos com 45. Quanto pagaria por 4/5 desse terreno? 07) Luciano fez uma viagem de 1. Calcule a metade desse número ? 09) Carolina tinha R$ 175. Quais são eles ? 12) Se dos 2/3 de um número subtrairmos seus 3/7. aos 3/5 do terceiro. O primeiro corresponde aos 2/3 do segundo e este. Que número é esse ? 17) Qual é o número que retirando 48 unidades de sua metade.01) Com 12 litros de leite. Calcular o produto destes três números. Qual é o número? 13) A soma de três números é 30.00 em três partes de modo que a primeira seja 3/4 da segunda e esta 4/5 da terceira. Quantos cintos poderão ser feitos com 18 metros de couro ? 03) Qual é o número cujos 4/5 equivalem a 108 ? 04) Distribuíram-se 3 1/2 quilogramas de bombons entre vários meninos. . ficou com 1/3 dessa quantia mais R$ 164. quantas garrafas de 2/3 de litro poderão ser cheias ? 02) Coriolano faz um cinto com 3/5 de um metro de couro. encontramos a sua oitava parte ? 18) A diferença entre dois números é 90.00. Gastou 1/7 de 1/5 dessa importância.00. 3/8 do novo resto. a cavalo. Quanto sobrou ? 10) Que número é necessário somar a um e três quartos para se obter cinco e quatro sétimos ? 11) A soma de dois números é 850. um é 12/11 do outro. 19) A soma de dois números é 345. sendo 7/11 de aeroplano. de trem.00. Cada um recebeu 1/4 de quilograma. Para ladrilhar 5/8 do mesmo pátio. Calcular os números.00 por 4/7 de um terreno.210 km. 14) Se 7/8 de um terreno valem R$ 21.960.

Quanto possuo ? 24) Zé Augusto despendeu o inverso de 8/3 de seu dinheiro e ficou com a metade mais R$ 4. A primeira recebeu 3/5 da quantia. Abertas. Com quanto ficou ? 32) Repartir R$ 671. 33) Dividir R$ 480. depois a terça parte do resto. depois.00. mais R$ 25.00. Quanto sobrou ? 35) Um reservatório é alimentado por duas torneiras. Gastou um quinto dessa quantia. 18/17 da 2ª. ficaremos com 4/9 do mesmo. Quantos alunos haverá em cada turma ? 28) Dividiu-se uma certa quantia entre três pessoas. as duas juntas ? 36) Uma torneira enche um reservatório em 2 horas e outra em 3 horas. Quanto tenho ? 23) A nona parte do que tenho aumentada de R$ 17.00 é igual a R$ 32. 6/5 da 1ª. mais R$ 30. Quanto possuía ? 25) Repartir 153 cards em três montes de forma que o primeiro contenha 2/3 do segundo o qual deverá ter 3/4 do terceiro.00.00 entre três pessoas de modo que a primeira seja contemplada com 2/5 do que receber a segunda e esta. Que número é esse? 30) Das laranjas de uma caixa foram retirados 4/9.036. Qual era a quantia ? 29) Um número é tal que. Quantas eram as laranjas ? 31) Marieta tinha R$ 240. em que tempo enchê-lo-ão ? 37) Uma torneira enche uma cisterna em 1/8 da hora e uma válvula o esvazia em 1/4 da hora. a 2ª. depois 3/5 do resto. em que tempo o reservatório ficará completamente cheio ? .50.30.00. de modo que as partes da primeira e da segunda sejam. mais R$ 18.00. 1/4 . 27) O diretor de um colégio quer distribuir os 105 alunos da 4ª série em três turmas de modo que a 1ª comporte a terça parte do efetivo. menos R$ 6. menos 8 estudantes e a 3ª. 1/3 e 4/5 da parte a ser recebida pela terceira 34) Argemiro tinha R$ 375.717 tijolos por três depósitos de tal maneira que o primeiro tenha 3/4 do segundo e este 5/6 do terceiro.00.00 e a terceira. 26) Distribuir 3.00 por três pessoas.00.22) Se eu tivesse apenas 1/5 do que tenho. respectivamente. 3/8 do receber a terceira. a segunda. e. menos R$ 100. Despendeu 2/5. R$ 160. Ambas. teria R$ 58. em 12 horas. a terça parte do resto. Que fração do reservatório encherão em uma hora. e ficaram 24 delas.00. A primeira pode enchê-lo em 15 horas e a segunda. se de seus 2/3 subtrairmos 1.

perdeu a quarta parte de um capital. 5/7 do resto em 15 horas. Juntos. também do total. O tanque estando vazio e abrindo-se as duas torneiras. aprontam-no em quatro horas. Com quantos passageiros o trem partiu do Rio ? . Ambas. Qual é o preço do imóvel ? Quanto tem cada um deles ? 46) Uma torneira enche um reservatório em 6 horas e outra. 4/7 do resto em 8 horas. Sendo a fortuna atual o dobro do capital inicial. e seu marido. Tendo o primeiro ficado com mais duas dúzias de melancias do que o outro. em 10 horas. Em outros negócios. Na primeira parada.38) Uma torneira enche um depósito d'água em 1/14 da hora enquanto uma válvula pode esvaziá-lo em 1/9 da hora. Quantas horas levarão para fazer a mesma obra. e ao segundo. 1/3. Calcular o tempo em que Eliane faria o mesmo bordado sozinha. Em quanto tempo poderão concluí-lo. saltaram 3/7 dos passageiros e na quarta entraram 40 pessoas. em doze horas.00. Em outras estações saltaram 5/8 dos passageiros restantes. Se a essa importância o casal adicionar R$ 3. Em quanto tempo aprontarão o bordado todo.00 poderão comprar a casa própria. Que capital era esse ? 44) Um quitandeiro vendeu ao primeiro freguês 3/5 das melancias que tinha.000. mais quatro. Com auxílio de Eliane. em quanto tempo o líquido contido no depósito atingirá seus 5/6 ? 39) Um reservatório é alimentado por duas torneiras. A primeira é conservada aberta durante 2/3 da hora e a segunda durante 1/2 hora. ganhou o quíntuplo de R$ 30. O trem chegou à estação final com 36 passageiros. se operarem juntas ? 43) Roberval. A primeira pode enchê-lo em 15 horas e a segunda. se trabalharem juntas ? 41) Taninha fez 2/5 de um bordado em 8 horas e Clarisse. Que fração do reservatório ficará cheia ? 40) Claudia fez 2/9 de um trabalho em 12 horas e Mariana. em cinco horas. funcionando conjuntamente. que fração do trabalho executarão em uma hora ? Em quanto tempo farão todo a pintura da casa ? 50) Um trem partiu do Rio com um certo número de passageiros. Trabalhando juntas.500. em 2 horas. em que tempo encherão o reservatório ? 47) Uma torneira enche um tanque em duas horas e outra o esvazia em dez horas. em que tempo ficará ele completamente cheio ? 48) Silvana executa um bordado em nove horas de trabalho e Fernanda. um investidor no mercado de capitais. 3/11 dessa quantia. se trabalharem juntas ? 42) Vó Marieta é capaz de fazer um bordado em 16 horas e tia Celeste. pergunta-se quantas melancias o comerciante possuía e com quantas ficou ? 45) Andréa tem 2/9 do dinheiro necessário para comprar um apartamento. 1/3 do resto em 6 horas. 49) Alfredo pode pintar uma casa em sete horas de trabalho e seu irmão.

Calcular os três números sabendo que sua soma é igual a 500. Quantas eram as maçãs arrumadas originalmente por Severina ? Respostas .Parte IV Exercícios Resolvidos e Questões de Concurso . Quando Severina chega e percebe o cesto praticamente vazio. o filho mais velho pega para si 1/4 do restante. O patriarca ao ver as maçãs toma para si 1/6 das frutas. respectivamente 1/3 e 1/2 dos restantes. Severina. fica magoada com a gulodice dos patrões e decide pegar para si as 3 frutas restantes.Problemas Sobre Frações Frações . sua esposa pega 1/5 das restantes. a empregada dos “Cavalcante” arruma uma bela cesta de maçãs. 52) Cuidadosamente. o filho do meio e o mais novo pegam.51) Um número vale 8/5 de um segundo ou 2/3 de um terceiro.

.

.

.

.

.

.

Questões de Concurso .Exercícios Propostos .

.

.Respostas .Questões de Concurso Propriedade das Proporções Primeira Propriedade Em toda proporção a soma (ou diferença) entre o primeiro e o segundo termo está para o primeiro (ou o segundo) assim como a soma (ou diferença) entre o terceiro e o quarto termo está para o terceiro ( ou o quarto ).

.Segunda Propriedade Em toda proporção a soma (ou diferença) entre os antecedentes está para o soma (ou diferença) entre os conseqüentes assim como cada antecedente está para seu conseqüente.

Proporções Múltiplas .Terceira Propriedade Em toda proporção o produto entre os antecedentes está para o produto entre os conseqüentes assim como o quadrado de cada antecedente está para o quadrado de seu conseqüente .

Fator ( ou razão ) de proporcionalidade .

Exercícios Propostos .Proporções .

.

Vejamos alguns exemplos : Na equação : 2x2 + 3x . b e c são números reais e onde a é obrigatoriamente diferente de zero.Proporções .Respostas dos Exercícios Propostos Equação do Segundo Grau . Dessa forma : a é o coeficiente de x2 . b é o coeficiente de x e c é o termo independente.Questões de Concurso Proporções . o coeficiente b é 3 e o termo .Parte I Definimos equação do segundo grau na incógnita x a toda equação que pode ser escrita na forma reduzida : ax2 + bx + c = 0 onde a.5 = 0 o coeficiente a é 2 .

substituirmos x por 6 encontraremos: ( 6 )2 .11m . As equações : 7x2 + 8x . de x e o termo independente são diferentes de zero. Se na equação x2 .7x + 12 = 0.7x2 = 0 é incompleta já que o valor dos coeficientes b e c são iguais a zero Raízes de uma Equação do Segundo Grau Raiz ou solução de uma equação do 2º grau é todo o valor de x que torna verdadeira a igualdade ax2 + bx + c = 0 Se na equação x2 . já que nas três equações os coeficientes de x2. Os valores x = 3 e x = 4 são as duas raízes ou a solução da equação x2 .7x + 12 = 0.8x + 1.11 e o termo independente c é .28 = 0 e com isso podemos afirmar que : 4 é raiz da equação.4 x2 + x . o o coeficiente a é 5 . Equações do Segundo Grau Incompletas Quando uma equação do 2º grau apresentada em sua forma reduzida.1 = 0 . A equação: 4x2 .7( 3 ) + 12 9 .21 + 12 21 .7 e o termo a = .7( 6 ) + 12 36 .5x = 0 é incompleta já que o valor do coeficiente c é igual a zero A equação: .independente c é . b = zero e c = 16 a = 4 .6 = 0 e .9 Na equação : 5x2 . expressa na incógnita m : 4m2 . . o coeficiente b é .21 = 0 e com isso podemos afirmar que : 3 é raiz da equação. substituirmos x por 3 encontraremos: ( 3 )2 . possuir b = 0 ou c = 0 ou ainda b = c = 0.28 + 12 28 . dizemos que é uma equação completa do 2º grau.9 = 0 coeficiente b é . substituirmos x por 4 encontraremos: ( 4 )2 .5x2 .42 = 6 e com isso podemos afirmar que : 6 não é raiz da equação.42 + 12 48 . b = zero e c = zero Equações do Segundo Grau Completas Quando uma equação do 2º grau apresentada em sua forma reduzida. Se na equação x2 .7( 4 ) + 12 16 .9 = 0 são equações completas do 2º grau. possuir todos os coeficientes diferentes de zero.0.7x = 0 independente c é zero Na equação : .1 = 0 é incompleta já que o valor do coeficiente b de x é igual a zero A equação: 2x2 .7x + 12 = 0.x2 + 16 = 0 Na equação : 4x2 = 0 o coeficiente a é 4 .5 Na equação.7x + 12 = 0 .1 .1. dizemos que é uma equação incompleta do 2º grau.

Resolução de Equações Incompletas do Segundo Grau Resolução de Equações Completas do Segundo Grau .

precisamos verificar as limitações que as incógnitas em denominador nos impõem. . No entanto.Equações Literais do Segundo Grau Equações Fracionárias do Segundo Grau Toda equação do segundo grau que apresentar sua incógnita em denominador é denominada uma equação fracionária do segundo grau. Os métodos de obtenção de suas raízes são exatamente os mesmo das equações já vistas nesse capítulo.

Equação do Segundo Grau .Parte II Resumo do Estudo das Raízes de uma Equação do Segundo Grau Aplicações do Estudo das Raízes de uma Equação do Segundo Grau .

.Relação entre Raízes e Coeficientes de uma Equação do Segundo Grau Soma das Raízes de uma Equação do Segundo Grau O Produto das raízes de uma equação do segundo grau é igual ao quociente entre o termo independente e o coeficiente do termo de 2º grau.

Quando as raízes de uma equação do 2º grau forem inversas. Relação Importante II . a sua soma será nula.Quando as raízes de uma equação do 2º grau forem simétricas. o seu produto será igual a 1.Equação do Segundo Grau em função da Soma e do Produto de suas Raízes Relação Importante I . Aplicações das Relações entre Coeficientes e Raízes de uma Equação do 2º Grau .

.

Exercícios Propostos .Equação do Segundo Grau .Parte I .

.

em x.Exercícios Propostos I .Equação do Segundo Grau .Compor. as equações do 2º grau cujas raízes sejam: .Parte II .

Parte II .Equação do Segundo Grau .Questões de Concurso Equação do Segundo Grau .Parte II .Respostas dos Exercícios .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful