P. 1
Mode La Gem

Mode La Gem

|Views: 5.901|Likes:
Publicado portonhao5000

More info:

Categories:Topics, Art & Design
Published by: tonhao5000 on Jun 10, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/06/2013

pdf

text

original

Uma das principais aplicações da transformada de Laplace é oferecer uma forma de

resolver casos importantes de equações diferenciais ordinárias lineares, tais como

( )

x

g

cy

dx

dy

b

dx

y

d

a

=

+

+

2

2

( )

t

g

cf

dt

df

b

dt

f

d

a

=

+

+

2

2

Para resolver este problema, serão necessárias as transformadas de Laplace das derivadas

que aparecem na equação (derivadas de uma função desconhecida). Aplicando a definição de

transformada de Laplace para a primeira derivada ( )

t

f' de uma função, resulta (utilizando

integração por partes):

( )
{ }

( )

( )

( )

( )

( )

+

=

+

=

=

0

0

0

0

0

0

'

'

dt

t

f

e

s

f

dt

t

f

e

s

t

f

e

dt

t

f

e

t

f

st

st

st

st

L

A última integral (entre colchetes) é a definição de transformada de Laplace da função

f(t):

( ) ( )
{ }

( )

∫∞

=

=

0

dt

t

f

e

t

f

s

F

st

L

Assim, é possível escrever:

( )
{ } ( )

{ } ( )=

=

0

'

f

t

f

s

t
f
L

L

( ) ( )

0

f

s
sF

A definição de transformada de Laplace pode ser aplicada também à segunda derivada

( )

t
f
'' de uma função:

( )
{ }

( )

( )

( )

( )

( )

+

=

+

=

=

0

0

0

0

'

0

'

0

'

'

''

''

dt

t

f

e

s

f

dt

t

f

e

s

t

f

e

dt

t

f

e

t

f

st

st

st

st

L

A última integral, entre colchetes, é a transformada de Laplace da primeira derivada da

função, que foi calculada acima. Utilizando o resultado anterior, fica:

( )
{ }

( )
{ } ( ) ( ) ( )
[

] ( )=

=

=

0

'

0

0

'

'

''

f

f

s

sF

s

f

t

f

s

t
f
L

L

( ) ( ) ( )

0

'

0

2

f

sf

s

F

s

50

Para a terceira derivada ( )

t

f''' de uma função, a transformada de Laplace resulta:

( )
{ }

( )

( )

( )

( )

( )

+

=

+

=

=

0

0

0

0

''

0

''

0

''

''

'''

'''

dt

t

f

e

s

f

dt

t

f

e

s

t

f

e

dt

t

f

e

t

f

st

st

st

st

L

( )
{ }

( )
{ } ( ) ( ) ( ) ( )
[

] ( )=

=

=

0

''

0

'

0

0

''

''

'''

2

f

f

sf

s

F

s

s

f

t

f

s

t

f

L

L

( ) ( ) ( ) ( )

0

''

0

'

0

2

3

f

sf

f

s

s

F

s

=

Assim, é possível estender a lógica para a transformada de Laplace da derivada de ordem

n de uma função ( )

( )

t

fn

. Supondo que ( )

t
f
, ( )
t
f
', ..., ( )

( )

t

fn1−

são contínuas em [0,) e de

ordem exponencial, e que ( )

( )

t

fn

é contínua por partes em [0,), então:

39

( )

( )
{ } ( ) ( ) ( )

( )

( )

( )

0

...

0

'

0

1

2

1

=

n

n

n

n

n

f

f

s

f

s

s

F

s

t

f

L

(39)

Para entender este equação, é fundamental saber diferenciar o significado do expoente

entre parênteses (notação de derivada) e do expoente sem o parênteses (notação de potência).

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->