P. 1
OAB-Apostila Direito Penal

OAB-Apostila Direito Penal

5.0

|Views: 28.390|Likes:
Publicado porMônica Berrondo
Direito Penal.. quem não gosta? Apostila complementar.
Direito Penal.. quem não gosta? Apostila complementar.

More info:

Categories:Topics, Art & Design
Published by: Mônica Berrondo on Jun 11, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/17/2014

pdf

text

original

É a capacidade de entender e de querer – art. 26 CP.

Art. 26, parágrafos do CP = semi-imputabilidade.

É causa de exclusão da culpabilidade. São exculpante.

13.Doença Mental: Qualquer perturbação mental ou psíquica capaz de
retirar a capacidade de entender e de querer. A dependência
toxicológica é classificada como doença mental, sendo que, só a
embriaguez patológica é considerada doença mental.

14.Desenvolvimento Mental Incompleto: A idade mental é incompatível
com a cronológica. São os olifgrofênicos (Débeis Mentais; Imbecis e
Idiotas).

Profa

. Mônica Berrondo

45

Direito Penal
Apostila Complementar

15.Embriaguez Completa Acidental – proveniente de caso fortuito ou
força maior:
Verifica-se o que o réu fez antes da ação ou omissão. É
um estado de intoxicação aguda e transitória, causada pelo álcool ou
sustâncias de efeitos análogos.

Espécies de Embriaguez:

oNão acidental: Pode ser completa ou incompleta. O agente
sempre responde pelo crime ocorrido no Estado de
Embriaguez nestes casos. Não exclui a culpabilidade. Te,
ligação com a responsabilidade penal objetiva (exceção da
teoria naturalista), respondendo pelo crime ainda que não
tenha agido com dolo ou culpa. Observa-se o princípios
Actio Libero in causam. Pode ser:

Voluntária/ Dolosa: É a vontade de se
embriagar.

Culposa: O agente não quer se embriagar, mas,
devido ao seu descuido, ou excesso de doses,
acaba por se embriagar.

oAcidental: Decorrente de caso fortuito ou força maior. Pode

ser:

Completa: Retira totalmente a capacidade de
entender e de querer. Exclui a imputabilidade,
dando-lhe absolvição própria (não tem medida
de segurança nesses casos).

Incompleta: Retira parcialmente a capacidade
de entender ou de querer. Responde pelo crime
com a pena diminuída de 1/3 a 2/3, é, pois,

Profa

. Mônica Berrondo

46

Direito Penal
Apostila Complementar

causa de diminuição de pena, sendo sua
sentença condenatória.

oPatológica: É uma doença mental, são os dependentes
químicos, excluindo-se a culpabilidade. Aplica-se absolvição
imprópria e, conseqüentemente, Medida de Segurança.
oPreordenada: Vontade de se embriagar com a finalidade de
cometer o crime (tomar um porre para ficar mais corajoso).
Não se aplica a actio libero in causam. Além de não excluir a
culpabilidade, é uma agravante genérica, prevista no artigo
61, inciso II, alínea “l” do CP. Aplica-se, pois, sentença
condenatória.

Sistema para aferir a inimputabilidade:

oBiológico – Causal + Conseqüêncial: Somente interessa
saber se o agente é portador de doença mental,
desenvolvimento mental incompleto ou retardado. Não
interessa se ao tempo da ação ou omissão sabia ou não o que
estava fazendo. É usado no Brasil como exceção, apenas nos
casos dos menores de 18 anos, os quais serão julgados na
Vara da Infância e Juventude.

o Psicológico – Cronológico + Conseqüêncial: Não é
adotado no direito brasileiro. Não precisa a pessoa ter doença
mental, desenvolvimento mental incompleto ou retardado,
basta que ao tempo da ação ou omissão perca a capacidade
de querer e entender.

oBiopsicológico – Causal + Cronológico + Conseqüêncial:

É o sistema adotado como regra no direito brasileiro. É uma
fusão do sistema psicológico com o biológico. O
desenvolvimento mental incompleto ou retardado ou ainda a

Profa

. Mônica Berrondo

47

Direito Penal
Apostila Complementar

doença mental, precisa estar presente ao mesmo tempo da
ação ou omissão, tornando-se inimputável então e, aplicando-
se não uma pena, mas sim, uma medida de segurança.

Emoção e Paixão:

oNão são causas excludentes da culpabilidade, pode ser:

Causa de Diminuição de Pena: É possível no
homicídio e na lesão corporal praticados sob o
domínio de violenta emoção, logo em seguida à
injusta provocação da vítima. O homicídio ou a
Lesão corporal, nestes casos, tornam-se
privilegiados.

Atenuante Genérica (art. 65, III “c”, CP):

Usada em qualquer crime, quando o agente se
encontra sob influência de violenta emoção,
mediante injusta provocação da vítima.

Semi-imputabilidade:

oPerde-se parte da capacidade de entender e de querer. Está
prevista no art. 65, em seus parágrafos, do CP.
oTambém é usado o critério biopsicológico, constatado
através de Laudo Médico, ou seja, o juiz sempre vai
necessitar de ajuda pericial para decretar a semi-
imputabilidade.
oO agente poderá ser absolvido impropriamente, aplicando-se
medida de segurança ou ser condenado, sendo a semi-
imputabilidade usada como causa de diminuição de pena.
oA pena a ser aplicada tem que ser diminuída de 1/3 a 2/3.
oAplica-se uma pena ou Medida de Segurança (dependendo
de Laudo medico) – Sistema Vicariante.

Profa

. Mônica Berrondo

48

Direito Penal
Apostila Complementar

oPode ser constatada na perturbação da saúde mental, no
desenvolvimento mental incompleto ou no desenvolvimento
mental retardado.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->