Você está na página 1de 38

M A T E R I A I S D E N T Á R I O S FOC

INTRODUÇÃO
M A T E R I A I S D E N T Á R I O S FOC 

  

Utilizado desde o século XIX; Liga de Ag + Mercúrio = Amálgama; Cor diferente do dente; Indicado para restaurações em dentes posteriores.

VANTAGENS
M A T E R I A I S D E N T Á R I O S FOC 

   

Alta resistência à compressão; Insolúvel no meio bucal; Boa adaptação; Auto selante (óxidos e cloretos de Sn) Fácil manipulação.

Corrente galvânica. .DESVANTAGENS M A T E R I A I S D E N T Á R I O S FOC     Anti-estético (cor prata). Enegrecimento. Condutor térmico.

 Au e In (pequenas concentrações).  Cu (6% ligas convencionais e 6-30% ligas ricas em cobre).  Zn (até 2%). .  Sn (25-27%).COMPOSIÇÃO DA LIGA M A T E R I A I S D E N T Á R I O S FOC  Ag (67-70%).

CLASSIFICAÇÃO DA LIGA M A T E R I A I S D E N T Á R I O S FOC Quanto ao conteúdo de cobre:  Convencionais  Alto teor de cobre .

. 1998 .CLASSIFICAÇÃO DA LIGA Quanto à forma das partículas: Limalha M A T E R I A I S D E N T Á R I O S FOC Galan Jr. 1998 Esferoidal Dispersa Busato.

M A T E R I A I S D E N T Á R I O S FOC REAÇÃO DE CRISTALIZAÇÃO Ligas Convencionais Ag3 Sn + Hg Ag2Hg3 + Sn7Hg + Ag3Sn K K1 K2 K .

FASE M A T E R I A I S D E N T Á R I O S FOC K2 Baratieri & Chain. 1998  Frágil. envelhecimento. . susceptível à corrosão. deflexão. fratura.

Craig. 2004 .M A T E R I A I S D E N T Á R I O S FOC LIGAS COM ALTO TEOR DE COBRE A quantidade adequada de cobre elimina toda a fase K2 poucas horas após sua formação ou previne totalmente sua constituição.

REAÇÃO DE CRISTALIZAÇÃO M A T E R I A I S D E N T Á R I O S FOC Ligas com Alto Teor de Cobre Sn7 Hg + Ag Cu Cu6Sn5 + Ag2Hg3 K2 Liga eutética L K1 .

M A T E R I A I S D E N T Á R I O S FOC .

CONTRAÇÃO M A T E R I A I S D E N T Á R I O S FOC  Dissolução do Hg nas partículas da liga. .

DOR .  Aprisionamento do Gás Hidrogênio.M A T E R I A I S D E N T Á R I O S FOC EXPANSÃO TARDIA 5 dias.  Início após 3 ±  Contaminação por umidade.

. mesmo após o endurecimento.o 1 ADA: abaixo de 3%. Especificação n.ESCOAMENTO / CREEP M A T E R I A I S D E N T Á R I O S FOC Deformação contínua por força compressiva.

CORROSÃO M A T E R I A I S D E N T Á R I O S FOC  Destruição progressiva do metal por reação química ou eletroquímica com o ambiente. .  Interface dente-restauração.

1945 ..60% Preparo cavitário incorreto M A T E R I A I S D E N T Á R I O S FOC 40% Preparo incorreto do material Phillips et al.

Escultura VI. Brunidura VII.MANIPULAÇÃO DO AMÁLGAMA M A T E R I A I S D E N T Á R I O S FOC I. Seleção da liga/Hg II. Condensação V. Proporção liga/Hg III. Trituração ou Amalgamação IV. Acabamento e polimento .

SELEÇÃO DA LIGA Pó M A T E R I A I S D E N T Á R I O S FOC Pastilha Cápsula .

 Extremamente volátil.  Alta tensão superficial.  Efeitos iatrogênicos. .SELEÇÃO DO MERCÚRIO M A T E R I A I S D E N T Á R I O S FOC  Metal altamente tóxico.

M A T E R I A I S D E N T Á R I O S FOC  Balança de Crandall  Dispensadores (volume) (peso) PROPORCIONAMEN TO .

TRITURAÇÃO M A T E R I A I S D E N T Á R I O S FOC Objetivo:  Remover camada de óxidos. 1996 .. Busato et al. promovendo maior contato entre a liga e o Hg iniciando a reação de cristalização.

manual M A T E R I A I S D E N T Á R I O S FOC mecânica .

TRITURAÇÃO MANUAL M A T E R I A I S D E N T Á R I O S FOC  Gral e pistilo. .  Devem estar bem adaptados.

TRITURAÇÃO MECÂNICA M A T E R I A I S D E N T Á R I O S FOC Uso de amalgamadores ou trituradores Vantagens:  Menor contato com o mercúrio. .  Facilidade de manipulação.

 Proporcionamento por peso.AMALGAMADORES M A T E R I A I S D E N T Á R I O S FOC  Cápsulas. .  Possibilidade de uso de qualquer tipo de liga.

tempo de presa e tipo de partículas.M A T E R I A I S D E N T Á R I O S FOC CÁPSULAS PRÉPRÉPESADAS  Com ou sem pistilo.  Variação: n. .o de porções.

CONSISTÊNCIA DA MISTURA M A T E R I A I S D E N T Á R I O S FOC Subtriturada (fosca) Normal (brilhante) Sobretriturada (pastosa) O tipo de mistura contribui para o sucesso ou a falha da restauração de amálgama. .

plástico. tamanhos variados. curvo.INSERÇÃO M A T E R I A I S D E N T Á R I O S FOC  Mistura plástica.  Porta-amálgama metálico.  Vários incrementos. reto. .

.  Diminuir a porosidade.CONDENSAÇÃO M A T E R I A I S D E N T Á R I O S FOC Objetivos:  Compactar a mistura na cavidade preparada.  Reduzir o conteúdo de mercúrio.

CONDENSAÇÃO MANUAL M A T E R I A I S D E N T Á R I O S FOC  Condensadores de Black. . Ward e Hollenback.  Diferentes diâmetros.

menor esforço. Mondelli et al.. 1998 . padronizada.CONDENSAÇÃO MECÂNICA M A T E R I A I S D E N T Á R I O S FOC  Mais rápida.

 Produzir restaurações sem excessos.  Restabelecer a oclusão. com bordas marginais e ponto de contato adequados. .ESCULTURA M A T E R I A I S D E N T Á R I O S FOC Objetivos:  Reproduzir os detalhes anatômicos.

Discóide e Cleóide. Frahm n. .os 2. 6 e 10 bem afiados.INSTRUMENTAL M A T E R I A I S D E N T Á R I O S FOC  Esculpidores Hollenback.

BRUNIDURA M A T E R I A I S D E N T Á R I O S FOC  Diminuir o conteúdo de Hg residual.  Proporcionar superfície mais lisa.  Melhorar a adaptação marginal. Instrumental: Brunidores n.os 29 e 33 .

.ACABAMENTO M A T E R I A I S D E N T Á R I O S FOC ³Processo que continua os objetivos da escultura removendo os excessos do material. 1987 .´ Marzouk et al.

ou borrachas abrasivas com objetivo de reduzir as asperezas. pastas. aumentando a resistência à corrosão.POLIMENTO M A T E R I A I S D E N T Á R I O S FOC É o tratamento da superfície com pós. .

Roth DM. 1998.11. Martino-Roth MG. 11: Amálgama. Phillips¶ Science of Dental Materials. São Paulo: Santos. M A T E R I A I S D E N T Á R I O S FOC Anusavice KJ.REFERÊNCIAS 1. Zechlinski G. p. cap. 3. Materiais Dentários Restauradores. p. Avaliação da genotoxicidade em cirurgiõesdentistas da cidade de Pelotas-RS através do teste de micronúcleos em células esfoliadas da mucosa bucal. v. Rev Fac Odontol Bauru 2002. 2004. Powers JM. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan. 287-327. 17 e 18. cap. v. 10. 212-240. 2. 10(4):209214. Craig RG. .