Você está na página 1de 9

Jardim Micológico

Fungos Saprófitas

-Essas enzimas catalisam a quebra de moléculas grandes em moléculas suficientemente menores para serem absorvidas pela célula fúngica. . absorvem nutrientes em vez de ingeri-los. deles retirando seus alimentos. Por essa razão. -Desenvolve-se geralmente em meios contendo um pH baixo. Alguns necessitam de vitaminas. os fungos crescem dentro ou sobre os alimentos. secretando enzimas digestivas no substrato onde se desenvolvem.Introdução -Os saprófitas alimentam-se de matéria orgânica animal ou vegetal morta e os parasitas vivem dentro de ou sobre organismos vivos (animais ou vegetais). uma fonte de carbono uma fonte de nitrogênio orgânico ou inorgânico e alguns minerais.

Por outro lado. este tipo de produção é menos intensivo e os resultados demoram mais tempo a observar-se.Produção de Cogumelos em Ramos e Troncos de Árvores A produção de cogumelos em troncos de madeira é das técnicas mais ancestrais de produção de cogumelos e é adequada para uma vasta gama de espécies. Ao contrário das outras técnicas de produção apresentadas. dependendo da espécie de cogumelo e da madeira utilizada. Características dos troncos Preferencialmente de carvalho ou castanheiro e nunca de resinosas ou fruteiras.Diâmetro: 10 cm ± 35 cm: . Os troncos a inocular devem ser cortados cerca de 2 a 3 semanas antes de se realizar a inoculação. O período de incubação pode ir de 6 meses a 18 meses. Os cogumelos assim produzidos têm características gastronómicas muito próprias que justificam plenamente a espera pelas primeiras produções. é também a que exige menos controlo do substrato ± os troncos de madeira. A sua dimensão pode variar entre: . Esta técnica.Comprimento: 70 cm ± 100cm O tamanho ideal será troncos com 15-20 cm de diâmetro e 100 cm de comprimento. . durante a fase de repouso vegetativo e a sua casca deve se manter intacta para evitar infecções e contaminações por parte de bactérias e fungos patogénicos. a duração da produção pode-se estender até aos 6 anos.

. .De preferência efectuar a inoculação no Outono.8 cm. Esquema de furação .Um tronco médio é inoculado com 20 a 30 cavilhas de madeira.Perfurar a 1. com distâncias entre 20 a 30 cm no sentido longitudinal e 6 a 12 cm no transversal. .5 a 2 cm de profundidade do toro e com um diâmetro de 0.Inoculação .Colocar o inóculo dentro de cada buraco e veda-lo com uma substância isolante (flinkcoat).

com um aroma e textura bastante agradáveis. Locais/Condições de cultivo Pode ser cultivado em sacos de substrato. possui um pé lateral e normalmente frutificam agrupados em cacho. em canteiros ou em troncos de madeira. .Pleurotus ostreatos O cogumelo quando maduro apresenta um chapéu em forma de concha com uma cor que varia do bege a cinzento-escuro.20 cm de diâmetro. O seu tamanho varia de 5 .

Apresenta propriedades medicinais. . geralmente no Outono e Primavera. É a segunda espécie mais comercializada no mundo. Faz parte da cultura Japonesa e Chinesa há centenas de anos.Shiitake Produzem-se quando a humidade é elevada e as temperaturas baixas.

versicolor . tendo 1 a 10 mm de espessura e textura coriácea.Trametes versicolor A superfície superior do chapéu é plana. Os espécimes mais velhos podem apresentar-se esverdeados. Reino: Divisão: Classe: Subclasse: Ordem: Família: Género: Espécie: Fungi Basidiomycota Agaricomycetes Agaricomycetidae Polyporales Polyporaceae Trametes T. dando-lhe um tom marron. Este espécime pode ser usado para tingir lã. São encontrados em azinhais e sombreiras em troncos. Estes fungos não têm qualquer interesse culinário. quando apresentam zonas em que crescem algas. Frutificam todo o ano.

matagais e montados.Amanita muscaria Originário de Portugal Continental. Este espécime é considerado tóxico (provocando distúrbios neurológicos). para tons laranjas e amarelados. com mais idade. Enquanto jovem apresenta uma coloração avermelhada tendendo. Comum: Fungi Basidiomycota Basidiomycetes Agaricales Amanitaceae Amanita Amanita-mata-moscas . Frutifica principalmente no Outono. é encontrado em florestas naturais. Reino Divisao Classe Ordem Família Género N.

MACROLEPIOLA PROCERA Muito utilizado para fins culinários. pastagens. Comum: de-sol Fungi Basidiomycota Basidiomycetes Agaricales Agaricaceae Macrolepiota Pucarinha ou chapéu- . Reino Filo Classe Ordem Família Género N. É encontrado principalmente em prados. Forma globosa ou ovóide. sobreirais e azinhais. variando o tamanha de 10 a 30 cm de diâmetro. matos. Apresenta uma cor castanha escura no centro. mudando progressivamente para um castanho mais claro até à margem. Frutifica maioritariamente no Outono. é muito apreciado pelo seu sabor.