P. 1
Grelhas de observação avaliação de professores

Grelhas de observação avaliação de professores

|Views: 797|Likes:
Publicado poranon-557562

More info:

Published by: anon-557562 on Sep 11, 2008
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as XLS, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/24/2013

pdf

text

original

ESCOLA GRELHA DE REGISTO DO CONSELHO EXECUTIVO Avaliação de Desempenho Anos Lectivos: 200 /200 - 200 /200 Docentes da Educação

Pré-Escolar e dos 1.º, 2.º e 3.º Ciclos do Ensino básico Nome do Avaliador: Cargo: Nome do Avaliado: Categoria: Departamento Curricular: A. Nível de Assiduidade e cumprimento do serviço distribuído Evidências Observações Indicadores A.1. - Serviço Lectivo - Grau de cumprimento do serviço e dos respectivos objectivos individuais
Mapas de Assiduidade do serviço lectivo Cumprimento de menos de 100% do serviço lectivo Cumprimento de 98% a 99,9% do serviço lectivo Cumprimento de 95% a 97,9% do serviço lectivo Cumprimento de 90% a 94,9% do serviço lectivo Cumprimento de menos de 90% do serviço lectivo

Classificação
1.º Ano

2.º Ano

E MB B R I

E MB B R I

A.2. - Empenho para a realização da totalidade das aulas previstas A.2.1 - Compensações, permutas, preparação das substituições
Mapas de registo: - permutas - planos de aulas de substituição e compensação

Empenhou-se sempre (100%) na realização das aulas previstas Revelou muito empenho (75%-99%) na realização das aulas previstas Revelou empenho (40%-74,9%) na realização das aulas previstas Revelou pouco empenho (1%-39%) na realização das aulas previstas Não revelou qualquer empenho na realização das aulas previstas

E MB B R I

E MB B R I

A. 3. - Apoio às aprendizagens dos alunos – Grau de cumprimento do serviço e dos respectivos objectivos individuais A.3.1 - Apoio às aprendizagens dos alunos A.3.1.1 - Cumprimento do serviço e dos objectivos do apoio educativo
Avaliação dos apoios Planificações PCT Actas

Excedeu o que estava planeado, utilizando metodologias e instrumentos inovadores Cumpriu o serviço de apoio e implementou estratégias adequadas e inovadoras Cumpriu o serviço de apoio e implementou estratégias adequadas Cumpriu parcialmente não adequando as estratégias às necessidades dos alunos Não cumpriu nem colaborou na implementação do serviço de apoio

E MB B R I

E MB B R I

A.3.1.2 - Cumprimento do serviço e dos objectivos e empenhamento no apoio individual aos alunos
Mapa de assiduidade Relatórios

Excedeu o que estava planeado, utilizando metodologias e instrumentos inovadores Cumpriu o serviço de apoio e implementou estratégias adequadas e inovadoras Cumpriu o serviço de apoio e implementou estratégias adequadas Cumpriu parcialmente não adequando as estratégias às necessidades dos alunos Não cumpriu nem colaborou na implementação do serviço de apoio

E MB B R I

E MB B R I

A.4. - Serviço não lectivo – Grau de cumprimento do serviço e dos respectivos objectivos individuais A.4.1 - Cumprimento do serviço na componente não lectiva
Mapa de assiduidade Relatórios

Cumprimento de 100% do serviço não lectivo Cumprimento de 98% a 99,9% do serviço não lectivo Cumprimento de 95% a 97,9% do serviço não lectivo Cumprimento de 90% a 94%,9% do serviço não lectivo Cumprimento de menos de 89,9% do serviço não lectivo

E MB B R I

E MB B R I

B. Melhoria dos resultados escolares dos alunos e redução das taxas de abandono escolar tendo em conta o contexto socioeducativo Evidências Observações Indicadores B.1 - Melhoria dos resultados escolares dos alunos – contributo do docente e cumprimento dos respectivos objectivos individuais Estatísticas B.1.1 - Progresso dos resultados escolares dos alunos do ano/disciplina face ao ano lectivo anterior
Estatísticas Foram registados progressos acima de 5% Foram registados progressos na ordem de 5% Foram registados progressos na ordem de 1% a 4,9% Não foram registados progressos Houve regressão

Classificação
1.º Ano

2.º Ano

E MB B R I

E MB B R I

B.1.2. - Progresso das aprendizagens dos alunos relativamente à avaliação diagnóstica realizada no início do ano
Estatísticas Acta C.T. Foram registados progressos acima de 15% Foram registados progressos na ordem de 5% a 14,9% Foram registados progressos na ordem de 1% a 4,9% Não foram registados progressos Houve regressão

E MB B R I

E MB B R I

B.1.3. - Evolução dos resultados escolares dos alunos relativamente à evolução média: a) dos resultados dos alunos daquele ano de escolaridade ou disciplina naquele agrupamento de escolas
Pautas EstatísticasAc ta C.T. Evolução dos resultados superior em 5% à evolução média dos resultados dos alunos naquele ano/disciplina Evolução dos resultados superior em 2,5% à evolução média dos resultados dos alunos naquele ano/disciplina Evolução dos resultados igual à evolução média dos resultados dos alunos naquele ano/disciplina Evolução dos resultados inferior em 2,5% à evolução média dos resultados dos alunos naquele ano/disciplina Evolução dos resultados inferior em 5% à evolução média dos resultados dos alunos naquele ano/disciplina

E MB B R I

E MB B R I

B.1.3. - Evolução dos resultados escolares dos alunos relativamente à evolução média: b) dos mesmos alunos no conjunto das outras disciplinas da turma no caso dos alunos dos 2.º e 3.º ciclos do ensino básico
Pautas EstatísticasAc ta C.T. Evolução dos resultados superior em 5% à evolução média dos resultados dos mesmos alunos no conjunto das outras disciplinas da turma Evolução dos resultados superior em 2,5% à evolução média dos resultados dos mesmos alunos no conjunto das outras disciplinas da turma Evolução dos resultados igual à evolução média dos resultados dos dos mesmos alunos no conjunto das outras disciplinas da turma Evolução dos resultados inferior em 2,5% à evolução média dos resultados dos mesmos alunos no conjunto das outras disciplinas da turma Evolução dos resultados inferior em 5% à evolução média dos resultados dos mesmos alunos no conjunto das outras disciplinas da turma

E MB B R I

E MB B R I

B.1.4 - Classificações nas provas de avaliação externa e respectiva diferença relativamente às classificações internas
Estatísticas (provas aferição e Exames 9.º ano) Avaliação Interna Avaliação Actas (CP/CT)

Existe uma diferença entre avaliação interna e externa acima dos 2.1% Existe uma diferença entre avaliação interna e externa entre 5% de insucesso até 2% de sucesso Existe uma diferença entre avaliação interna e externa entre 5% e 9,9% de insucesso Existe uma diferença entre avaliação interna e externa entre 10% e 19,9% de insucesso Existe uma diferença entre avaliação interna e externa acima dos 20% de insucesso

E MB B R I

E MB B R I

B.1.5. - Outros elementos a ponderar tendo em conta a ficha de autoavaliação E MB B R I B.2 - Redução do abandono escolar – Contributo do docente e cumprimento dos respectivos objectivos individuais B.2.1 - Contributo do docente para a redução do abandono escolar tendo em conta os elementos fornecidos pela ficha de auto-avaliação B.2.1.1 - Empenho, participação e contributo para a definição e concretização de estratégias para a prevenção e redução do abandono escolar
Relatório Portfólio Actas (CT/CD) O docente empenhou-se, participou e contribuiu de forma plena na definição e concretização de estratégias de prevenção e redução do abandono escolar O docente revelou empenho activo, na definição e concretização de estratégias de prevenção e redução do abandono escolar O docente revelou empenho na definição e concretização de estratégias de prevenção e redução do abandono escolar O docente revelou pouco empenho na definição e concretização de estratégias de prevenção e redução do abandono escolar O docente não revelou empenho, não participou nem contribuiu para a definição e concretização de estratégias de prevenção e redução do abandono escolar

E MB B R I

E MB B R I

E MB B R I

C. Participação na vida do agrupamento Evidências Observações Indicadores C.1 - Participação nos projectos e actividades previstas no Projecto Educativo, Plano Anual de Actividades e no PCT C.1.1 - Avaliação do nível de participação e dinamização de projectos e do cumprimento dos objectivos individuais C.1.1.1 - Empenhamento e qualidade da participação do docente (no 1.º Ciclo designadamente na supervisão das AEC)
Relatório responsável pela actividade Portfólio Evidencia níveis de participação e empenho excelentes apostando na inovação e criatividade no desenvolvimento de projectos/actividades no âmbito do PE/PAA/PCT Evidencia níveis de participação e empenho acima da média no desenvolvimento de projectos/actividades no âmbito do PE/PAA/PCT Participou e dinamizou com empenho projectos e actividades no âmbito do PE/PAA/PCT Participou passivamente em actividades no âmbito do PE/PAA/PCT Não participou nem dinamizou qualquer projecto/actividade no âmbito do PE/PAA/PCT

Classificação
1.º Ano

2.º Ano

E MB B R I

E MB B R I

C.2 - Participação no âmbito de outros projectos e actividades extracurriculares C.2.1 - Avaliação do nível de participação e dinamização de projectos e do cumprimento dos objectivos individuais C.2.1.1 - Empenhamento e qualidade da participação do docente
Relatório responsável pela actividade Portfólio Evidencia níveis de participação dinâmica e empenho excelentes apostando na inovação e criatividade no desenvolvimento de projectos/actividades extra-curriculares, de forma a cumprir os objectivos individuais

E

E

Relatório responsável pela actividade Portfólio

desenvolvimento de projectos/actividades extra-curriculares, de forma a cumprir os objectivos individuais Participou e dinamizou com empenho em projectos/actividades extra-curriculares, de forma a cumprir os objectivos individuais Participou passivamente em actividades extra-curriculares Não participou nem dinamizou qualquer projecto/actividade extra-curricular, de forma a cumprir os objectivos individuais

MB B R I

MB B R I

C.3 - Participação nas estruturas de orientação educativa e nos órgãos de gestão C.3.1 - Avaliação da participação nas estruturas de orientação educativa e nos órgãos de gestão e do cumprimento dos objectivos individuais C.3.1.1 - Empenhamento e qualidade da participação do docente nas estruturas dwe orientação educativa e nos órgãos de gestão
Actas Relatórios Evidencia níveis de qualidade excelentes na participação em estruturas de orientação educativa e órgãos de gestão, dinamizando iniciativas relevantes para a Escola Revelou níveis de empenho e qualidade acima da média na participação em estruturas de orientação educativa e órgãos de gestão Revelou empenho e qualidade na participação em estruturas de orientação educativa e órgãos de gestão Raramente revelou empenho na participação em estruturas de orientação educativa e órgãos de gestão Não revelou qualquer empenho na participação em estruturas de orientação educativa e órgãos de gestão

E MB B R I

E MB B R I

C.3.1.2 - Empenhamento e qualidade da participação do docente em outros cargos ou funções de natureza pedagógica
Actas Relatórios Portfólios Evidencia níveis de qualidade e excelência na participação em outros cargos ou funções de natureza pedagógica, para os quais foi eleito ou nomeado Revelou níveis de empenho e qualidade acima da média na participação em outros cargos ou funções de natureza pedagógica Revelou empenho e qualidade na participação em outros cargos ou funções de natureza pedagógica Raramente revelou empenho na participação em outros cargos ou funções de natureza pedagógica Recusou, por motivos injustificados, o exercício de cargos ou funções de natureza pedagógica

E MB B R I

E MB B R I

C.4. - Participação e dinamização de projectos de investigação, desenvolvimento e inovação educativa C.4.1. - Avaliação da participação e dinamização de projectos de investigação, desenvolvimento e inovação educativa e do cumprimento dos objectivos individuais C.4.1.1 - empenhamento e qualidade da participação do docente em projectos de investigação, desenvolvimento e inovação educativa
Registo de dados Relatórios Realizou e aplicou projectos inovadores, resolvendo a problemática existente e propondo melhoria organizacional Realizou e aplicou projectos inovadores,com vista à resolução de problemas existentes no Agrupamento Realizou por iniciativa própria projectos de investigação, com vista à resolução de problemas existentes no Agrupamento Participou em projectos de projectos de investigação, com vista à resolução de problemas existentes no Agrupamento Não participou em projectos de investigação, com vista à resolução de problemas existentes no Agrupamento

E MB B R I

E MB B R I

E. Relação com a comunidade Evidências Observações Indicadores E.1 - Relação com a comunidade E.1.1 - Avaliação da relação com a comunidade e do cumprimento dos respectivos objectivos individuais E.1.1.1 - Empenhamento e qualidade da participação do docente no desenvolvimento das relações entre a esola e a comunidade Classificação
1.º Ano

2.º Ano

Relatórios PAA Reulamento Interno

Revela elevado nível de empenho e qualidade no desenvolvimento de relações com a comunidade, promovendo a boa imagem da Escola Revela muito empenho e qualidade no desenvolvimento de relações com a comunidade Revela empenho e qualidade no desenvolvimento de relações com a comunidade Revela pouco empenho e qualidade no desenvolvimento de relações com a comunidade Não revela qualquer empenho no desenvolvimento de relações com a comunidade a que se propôs

E MB B R I

E MB B R I

E.2 - Apreciação dos pais e encarregados de educação E.2.1 - Formulação de acordo com o estipulado no regulamento interno do agrupamento E.2.1.1 - A registar pelo grupamento
Regulamento Interno Relatório Individual Grau de satisfação excelente Grau de satisfação muito bom Grau de satisfação bom Grau de satisfação regular Grau de satisfação insuficiente

E MB B R I

E MB B R I

F. Avaliação da função de avaliador dos outros docentes Evidências Observações Indicadores F.1 - Função de avaliador dos outros docentes F.1.1 - Planeamento e organização do trabalho de avaliação dos docentes Classificação
1.º Ano

2.º Ano

E MB B R I F.1.2. Rigor e equidade no processo de avaliação dos docentes E MB B R I F.1.3. Apreciação da efectiva diferenciação do desempenho dos docentes E MB B R I F.1.4. Organização de dispositivos de supervisão/acompanhamento das actividades lectivas dos docentes avaliados E MB B R I G. Funções de Coordenação do Conselho de Docentes ou do Departamento Curricular Evidências Observações Indicadores

E MB B R I

E MB B R I

E MB B R I

E MB B R I

Classificação

G.1 - Funções de Coordenação G.1.1 - Coordenação e promoção do trabalho cooperativo G.1.1.1 - Instituição de mecanismos de articulação curricular entre os docentes do departamento
Grau de satisfação excelente Grau de satisfação muito bom Grau de satisfação bom Grau de satisfação regular Grau de satisfação insuficiente

1.º Ano

2.º Ano

E MB B R I

E MB B R I

G.1.1.2 - Instituição de mecanismos de trabalho cooperativo e planeamento conjunto entre os docentes do departamento
Grau de satisfação excelente Grau de satisfação muito bom Grau de satisfação bom Grau de satisfação regular Grau de satisfação insuficiente

E MB B R I

E MB B R I

G.1.1.3 - Instituição de mecanismos de trabalho cooperativo e planeamento conjunto entre os docentes que leccionam a mesma disciplina
Grau de satisfação excelente Grau de satisfação muito bom Grau de satisfação bom Grau de satisfação regular Grau de satisfação insuficiente

E MB B R I

E MB B R I

G.1.1.4 - Instituição de mecanismos de trabalho cooperativo e planeamento conjunto entre os docentes que leccionam o mesmo ciclo/ano/nível
Grau de satisfação excelente Grau de satisfação muito bom Grau de satisfação bom Grau de satisfação regular Grau de satisfação insuficiente

E MB B R I

E MB B R I

G.1.2 - Articulação com outras estruturas
Grau de satisfação excelente Grau de satisfação muito bom Grau de satisfação bom Grau de satisfação regular Grau de satisfação insuficiente

E MB B R I

E MB B R I

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->