P. 1
Psicologia escolar

Psicologia escolar

|Views: 1.501|Likes:
Publicado porValentina Paredes

More info:

Published by: Valentina Paredes on Jun 18, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PPT, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/07/2013

pdf

text

original

Psicologia escolar

Em busca de novos rumos

p. . no sentido de promover reflexão sobre as práticas e favorecer transformações. Adriana Marcondes. (2004). ‡ Texto: KUPFER. 51 a 61. O que toca à/a Psicologia Escolar. Maria Cristina. São Paulo: Casa do Psicólogo.O papel do psicólogo na escola ‡ Ouvinte e articulador das ³vozes´ da escola. (org. 4a ed. 2004. In: MACHADO. Psicologia Escolar: em busca de novos rumos. Marilene Proença Rebelo. SOUZA.).

Inteligência e Projetivos y Objetivo: .Estudo de caso ‡ Sintoma aparece como algo a mais: ± Ex: Mau comportamento na sala de aula ‡ Queixas vinculadas a relação familiar inadequada ‡ Psicodiagnóstico clínico justificar um tratamento psicológico ± Entrevistas com os pais ± Sessões de ludoterapia ± Aplicação de testes .

Objetivos da terapia ‡ Libertar o individuo: ± de suas dificuldades ± das resistências ± Das angustias (diminuí-las) ‡ O que a pratica psicológica exclui na queixa escolar? ± Todo um contexto escolar no qual a criança está inserida ± A existência da diversidade escolar ± De seus determinantes e variantes .

idade ‡ Mostrou o lápis.Estudo de caso ‡ Aluno da 1ª série ‡ Suspeita da professora . o aluno respondeu dizendo = preto ‡ Psicóloga vai até a escola conhecer a criança .Deficiência mental ‡ Não conseguia responder perguntas simples ± Nome.

Queixas ‡ Mães tentando atribuir significados a ³problemas´ que elas não identificam ± Ex: A professora disse que ele precisa de tratamento ‡ Outras tentam atribuir causas em histórias de vida ± Ex. Ex: Ele é esperto em casa mas a professora diz que ele não aprende . Quando pequeno ele caiu da laje ‡ Outras mostram o conflito das mães diante de sua observação que contradiz a escola.

Estudo de caso ‡ Forma pequenos grupos de alunos ± Diálogos sobre problemas de aprendizagem ‡ Entrevista mães e/ou responsável ‡ Levanta dados de escolarização no prontuário ‡ Resultado ± O aluno acabara de chegar do interior do Nordeste e tinha apenas 6 anos e estava na escola a pedido da mãe para não ficar sozinho em casa .

.Profecia ‡ Caso a psicóloga não tivesse verificado e entendido o CONTEXTO escolar provavelmente este aluno iria para uma classe de alunos ³lentos´ ou ³especial´ o que daria um contorno diferenciado para as suas expectativas futuras.

Aspectos do psicodiagnóstico ‡ Verificar o contexto em sala de aula: ± EX: Conhecer como a professora entende os problemas do seu aluno é melhor do que perguntar a mãe como é o seu cotidiano ‡ O que incomoda nas queixas da professora ‡ Criar espaços de expressão e comunicação na escola: ± Dos alunos ± Das professoras .

não sabe ler. não permanece sentado ‡ Final de 8 encontros em grupo ± escreve um poema para a coordenadora ‡ Qual foi o trabalho ³mágico´ do psicólogo que em 8 sessões se resolveu? .está na 1º série ‡ Queixa da professora ± Ele não escreve nada apenas copia da lousa.Estudo de caso ‡ Paulo ± 10 anos ± três repetências.

O que toca a psicologia escolar ‡ Qual era o papel do psicólogo escolar? ± Atendimento na escola para aplicar testes ± Uma pratica corretiva das ações dos professores sobre os alunos ± Desigualdades provem de diferenças individuais ± Concentração nos problemas de aprendizagem ± Resultado: acabou ouvindo as vozes da escola .

Mudança de visão ± ouvir as vozes ‡ Verificar o peso dos determinantes sociais sobre os problemas de aprendizagem ‡ O erro de trabalhar apenas a criança ‡ O erro de apenas testar.discriminar e expulsar as crianças indesejáveis ‡ Novo rumo ± orientar-se sobre a ética da transformação social ± Ao opinar e apontar falhas de afetividade dos professores seu lugar se fecha novamente .

se encaixa em tipos psicológicos. e se molde a papéis sociais.Busca de novas teorias psicológicas ‡ Psicanálise .Teoria psicanalítica da personalidade ± psicólogo interessado em intervir de modo não alienado ‡ Esclarecimento ± O eu é constituído por . varia com as condições históricas .

Resultado ‡ Doença mental ± âmbito do sujeito do inconsciente ‡ Problemas de aprendizagem problemas de funcionamento egóico. determinado pelas relações vividas pela criança na escola .

Atuação da psicanálise na escola ‡ Linguagem é condição do inconsciente. assim como da construção cultural ± Ex: o espaço escolar ou toda instituição está estruturada como uma linguagem e portanto todo discurso deve ser lido ³entendido´ ‡ Todo discurso tende a se repetir tentando garantir sua permanência ± Prestar atenção nas falas de alguns sujeitos que tentam rachar o que está cristalizado .

Instituição voltada para a repetição ‡ O que pode acontecer quando todos estão cristalizados? ± Não haverá novas manifestações ± Não poderão se beneficiar da transformação ‡ Resultado é a fixação de crianças em estereotipias e modelos causando: ± Inibição intelectual ± Fracasso escolar .

Conseqüências ‡ Mudanças em um grupo pode provocar mudanças em outros grupos ± Ex: grupo de professores usando como referencia a leitura institucional . de modo amplo e do grupo .

Parâmetros do espaço psi ‡ Abrir espaço para circulação dos discursos ‡ Intervir quando estiver criada a transferência (poder de ação) ‡ A demanda deve ser escutada ‡ Interseção entre psicologia educação ‡ Ética .Um coordenador dirige os trabalhos e não as pessoas pois o psicólogo não participa da definição ou da transformação .

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->