Você está na página 1de 30
MANUAL DE INSTALAÇÃOE OPERAÇÃO CENTRAL CAT FONTE EXTERNA CENTRAIS CAT CÓDIGOS:CAT88,CAT128,CAT256,CAT384eCAT512

MANUAL DE INSTALAÇÃOE OPERAÇÃO

MANUAL DE INSTALAÇÃOE OPERAÇÃO CENTRAL CAT FONTE EXTERNA CENTRAIS CAT CÓDIGOS:CAT88,CAT128,CAT256,CAT384eCAT512
CENTRAL CAT FONTE EXTERNA
CENTRAL CAT
FONTE EXTERNA

CENTRAIS CAT

CÓDIGOS:CAT88,CAT128,CAT256,CAT384eCAT512

MANUAL DE INSTALAÇÃOE OPERAÇÃO CENTRAL CAT FONTE EXTERNA CENTRAIS CAT CÓDIGOS:CAT88,CAT128,CAT256,CAT384eCAT512
MANUAL DE INSTALAÇÃOE OPERAÇÃO CENTRAL CAT FONTE EXTERNA CENTRAIS CAT CÓDIGOS:CAT88,CAT128,CAT256,CAT384eCAT512

CENTRAL AUTOMÁTICA DE COMUNICAÇÃO TELEFÔNICA - CAT

CARO CLIENTE, Parabéns você acaba de adquirir a mais nova CENTRAL CAT do mercado, com a garantia da qualidade e padrão

. Para obter o melhor proveito do seu

equipamento recomendamos que este manual seja atenciosamente lido, que os procedimentos nele contido sejam seguidos, e então que as instruções de operação sejam entregues e explicadas aos operadores.

técnico

THEVEAR

Este equipamento tem um ano de garantia, a contar da data de sua compra, conforme nota fiscal.

Desfrute de todos os recursos que este equipamento lhe oferece.

NÃO LIGUE O EQUIPAMENTO ANTES DA LEITURA CUIDADOSA E COMPLETADESTE MANUAL.

AINSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO DESTE EQUIPAMENTO REQUEREM

SERVIÇOS A UM

CONHECIMENTOS

TÉCNICOS.

CONFIE

ESTES

PROFISSIONALCAPACITADO.

ATENÇÃO: A THEVEAR NÃO FAZ INSTALAÇÕES, NEM VENDE AO CONSUMIDOR.

-01-

CENTRAL CAT88, CAT128, CAT256, CAT384 e CAT512

- ÍNDICE-

1 - INTRODUÇÃO ÀS CENTRAIS CAT

 

04

2 - CARACTERÍSTICAS E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

 

04

3 - INSTRUÇÕES DE INSTALAÇÃO

 

05

3.1

- ABRINDO A CENTRAL

05

3.2

- FIXANDO A CENTRAL NA PAREDE

 

05

3.3

- FIXANDO A FONTE NA PAREDE

 

07

3.4

- CONECTANDO UMA CENTRAL DE EXPANSÃO DE RAMAIS

 

07

3.5

- CONEXÃO DOS FIOS

08

3.6

- CONEXÃO DOS FIOS DOS APARTAMENTOS (RAMAIS)

 

08

3.7

- CONEXÃO DOS FIOS DA LINHA TELEFÔNICA

 

09

3.8

- CONEXÃO DOS FIOS DA MÚSICA DE ESPERA EXTERNA (OPCIONAL)

09

3.9

- FONTE DE ALIMENTAÇÃO

 

10

4 - AUMENTANDO O NÚMERO DE RAMAIS E DE LINHAS TRONCO DA CENTRAL

10

4.1 - AUMENTANDO O NÚMERO DE PLACAS DE RAMAIS

 

13

4.2 - CONECTANDO A(S) PLACA(S) DE TRONCO E DE PROTEÇÃO

 

14

5 - INSTALANDO OS ACESSÓRIOS

 

15

5.1 - PLACA DE VÍDEO PORTEIRO COLETIVO TH-PVPCDI

 

15

5.2 - PLACA DE PORTEIRO COLETIVO PCS-CAT, PCBS-CAT OU INDIVIDUAL PIS-CAT

16

6 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

 

17

6.1

- CHAMANDO UM APARTAMENTO

 

17

6.2

- ATENDENDO UMA CHAMADA NO APARTAMENTO OU PORTARIA

17

6.3

- TIPOS DE TOQUES NOS TELEFONES

 

17

6.4

- TRANSFERINDO A COMUNICAÇÃO PARA OUTRO APARTAMENTO OU PORTARIA

17

6.5

- APARTAMENTO OU PORTARIA LIGANDO EM UMA LINHA EXTERNA

17

 

6.5.1 - APARTAMENTO

OU

PORTARIA

LIGANDO

EM

UMA

LINHA

 

EXTERNA ESPECÍFICA (OPCIONAL)

 

17

-02-

CENTRAL CAT88, CAT128, CAT256, CAT384 e CAT512

6.6

- APARTAMENTO CHAMANDO PORTARIA

 

18

6.7

- IDENTIFICANDO A ORIGEM DA CHAMADA

 

18

6.8

- ATENDENDO UMA CHAMADA EXTERNA NA PORTARIA (OPCIONAL)

18

6.9

- DESVIO DE CHAMADAS (SIGA-ME)

 

18

6.10

- INIBINDO O RECEBIMENTO DE CHAMADAS DE APARTAMENTOS (NÃO PERTURBE)

19

6.11 - APARTAMENTO

ACIONANDO

A

FECHADURA

DA

PLACA

DE

 
 

PORTEIRO TH-PVPCDI, PCS-CAT, PCBS-CAT OU PIS-CAT (ACESSÓRIOS)

19

6.12

- PLACA CHAMANDO PORTARIA

19

6.13 - APARTAMENTO OU PORTARIA LIGANDO EM UM RAMAL OCUPADO

19

6.14 - COLOCANDO A CENTRAL NO MODO NOTURNO

 

19

7 - INSTRUÇÕES PARA REPROGRAMAÇÃO DA CENTRAL

 

20

7.1

- ALTERANDO A SENHA DA CENTRAL

 

21

7.2

- VOLTANDO À PROGRAMAÇÃO DE FÁBRICA (RESET GERAL)

 

21

7.3

- REPROGRAMANDO PORTARIAS

A

NUMERAÇÃO

DOS

APARTAMENTOS

OU

21

7.4

- PROGRAMANDO O NÚMERO DA CENTRAL DE EXPANSÃO

 

22

7.5 - RETORNANDO À NUMERAÇÃO DE FÁBRICA DOS APARTAMENTOS OU PORTARIAS

22

7.6 - NÚMEROS DE RAMAIS DE PORTARIA

 

23

7.7 - DEFININDO O TEMPO DE FLASH DOS TELEFONES

 

23

7.8 - DEFININDO O RAMAL COMO PLACA DE RUA

 

24

7.9 - TRANSFORMANDO O TELEFONE EM UM INTERFONE (HOT-LINE)

 

24

7.10

- DEFININDO O NÚMERO DE LINHAS EXTERNAS

 

24

7.11 - DEFININDO OS RAMAIS QUE TEM ACESSO À DISCAGEM NA LINHA EXTERNA

25

7.12

- BLOQUEANDO O ATENDIMENTO DE CHAMADAS A COBRAR

 

25

8 - GUIA DE DEFEITOS

 

26

9 - TABELA DE PROGRAMAÇÃO

 

27

10 - CUIDADOS E MANUTENÇÃO

 

28

-03-

CENTRAL CAT88, CAT128, CAT256, CAT384 e CAT512

1 - INTRODUÇÃO ÀS CENTRAIS CAT

Acentral automática de comunicação telefônica (CAT) foi projetada com um grande número de facilidades destinadas a intercomunicação em apartamentos e condomínios. É um equipamento de fácil instalação e manutenção devido às suas características técnicas.

2

- CARACTERÍSTICAS E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

CAT88 e CAT128, até 8 enlaces internos ou 7 enlaces internos e 1 externo (com tronco) ou 6 enlaces internos e 2 externos (com 2 troncos); CAT256, CAT384 e CAT512, até 16 enlaces internos ou 15 enlaces internos e 1 externo (com tronco) ou 14 enlaces internos e 2 externos (com 2 troncos); Até 128 ramais (modular com placas de 8 ramais) ou até 512 ramais com interligação das centrais de expansão; Bloqueio de chamadas à cobrar, locais, DDD e DDI; Siga-me, HOT-LINE e não perturbe; Placa de vídeo porteiro coletivo TH-PVPCDI e monitores de vídeo porteiro coletivo TH-MVPCDI (opcional); Placa de porteiro coletivo PCS-CAT ou PCBS-CAT (opcional); Placa de porteiro individual PIS-CAT (opcional); Identificador de chamada em todos os ramais; Música de espera (para ligação externa); Toques diferenciados para ligação interna, externa ou Placa de Porteiro; Senha para abertura de fechadura através da TH-PVPCDI, PCS-CAT ou da PCBS-CAT (opcional); Numeração dos apartamentos flexível até 8 dígitos CAT88 até CAT512.

CENTRALFONTE

Fonte de alimentação (fonte externa)

 

FA-88/512

Resistência máxima para ramal

1100

(fio + telefone)

Resistência máxima para linha telefônica

2000

Proteção elétrica

Proteção contra transientes nas entradas de tronco e ramal.

Proteção de programação

Memória EEPROM

 

Potência de saída

8 ENLACES - 40W / 16 ENLACES - 50W

Tensão de alimentação

110/220V

Freqüência da rede

60Hz

Fusível de proteção

1A

 

Proteção elétrica

Proteção contra transientes na rede elétrica.

DIMENSÕES E PESO DA CENTRAL

PROFUN.

LARGURA

ALTURA

PESO

(mm)

(mm)

(mm)

(g)

124

511

370

4.200

DIMENSÕES E PESO DA FONTE

PROFUN.

LARGURA

ALTURA

PESO

(mm)

(mm)

(mm)

(g)

83

132

172

1.600

Fig. 01 Largura Profun. Altura Altura
Fig. 01
Largura
Profun.
Altura
Altura

-04-

CENTRAL CAT88, CAT128, CAT256, CAT384 e CAT512

3 - INSTRUÇÕES DE INSTALAÇÃO

3.1 - ABRINDO A CENTRAL

Para ter acesso aos terminais dos telefones basta seguir as instruções abaixo:

Retire os parafusos indicados na figura.Fig. 02

Retire os parafusos indicados na figura. Fig. 02

Fig. 02

Remova a tampa 1. Fig. 03

Remova a tampa 1.

Remova a tampa 1. Fig. 03

Fig. 03

Para ter acesso as placas de ramais, troncos e proteção bastam seguir as instruções abaixo:

Retire os parafusos indicados na figura.Fig. 04

Retire os parafusos indicados na figura. Fig. 04

Fig. 04

Remova a tampa 2. Fig. 05

Remova a tampa 2.

Remova a tampa 2. Fig. 05

Fig. 05

3.2 - FIXANDO A CENTRAL NA PAREDE

ATENÇÃO: SEMPRE QUE POSSÍVEL, INSTALE A CENTRAL EM LOCAL QUE ATENDA AS INSTRUÇÕESABAIXO RELACIONADAS:

Não receba a luz solar diretamente.

Fique

Evitem locais de pouca ou nenhuma ventilação. Evitem locais muito úmidos ou que permitam vibrações.

afastada

de equipamentos que gerem interferência de R.F. (Ex: PX, PY, etc

).

-05-

CENTRAL CAT88, CAT128, CAT256, CAT384 e CAT512

Para fixar a central na parede basta seguir as instruções abaixo:

Prenda as presilhas na parede respeitando uma distância de 44,0cm de uma para outra conforme

Prenda as presilhas na parede respeitando uma distância de 44,0cm de uma para outra conforme a figura.

44,0 cm Fig. 06
44,0 cm
Fig. 06

Prenda a central nas presilhas.Fig. 07

Fig. 07
Fig. 07

Marque os locais de fixação nos furos 1 e 2.FURO 1 FURO 2 Fig. 08

FURO 1 FURO 2
FURO 1
FURO 2

Fig. 08

Retire a central. FURO 1 FURO 2 X X
Retire a central.
FURO 1
FURO 2
X
X

Fig. 09

Fure e coloque as buchas nos furos 1 e 2.

Fixe a central colocando os parafusos nos pontos de fixação. Fig. 10

Fixe a central colocando os parafusos nos pontos de fixação.

Fig. 10

Fixe a central colocando os parafusos nos pontos de fixação. Fig. 10
PAREDE Feche a central após ter colocado os parafusos nos pontos de fixação. Fig. 11

PAREDE

PAREDE Feche a central após ter colocado os parafusos nos pontos de fixação. Fig. 11

Feche a central após ter colocado os parafusos nos pontos de fixação.

Fig. 11

-06-

CENTRAL CAT88, CAT128, CAT256, CAT384 e CAT512

3.3 - FIXANDO A FONTE NA PAREDE

Marque 2 pontos no local escolhido numa distância de 11,2cm conforme a figura. Fig. 12

Marque 2 pontos no local escolhido numa distância de 11,2cm conforme a figura.

Fig. 12

X X 11,2 cm
X
X
11,2 cm
Perfure, encaixe a bucha e coloque o parafuso do furo 1 e 2 deixando 0,5cm

Perfure, encaixe a bucha e coloque o parafuso do furo 1 e 2 deixando 0,5cm

do parafuso para fora.

0,5 cm

Fig. 13
Fig. 13
Encaixe o ponto de fixação da fonte nos parafusos 1 e 2. Fig. 14 PARAFUSO

Encaixe o ponto de fixação da fonte nos parafusos 1 e 2.

Fig. 14

PARAFUSO 1 C.N.P.J: 62.034.608/0001-94 IND. BRASILEIRA PARAFUSO 2
PARAFUSO 1
C.N.P.J:
62.034.608/0001-94
IND.
BRASILEIRA
PARAFUSO 2
PAREDE Fig. 15
PAREDE
Fig. 15

3.4 - CONECTANDO UMA CENTRAL DE EXPANSÃO DE RAMAIS

Interligue a central CAT de expansão através do CABO DE EXPANSÃO na central base. Pode-se interligar até 3 centrais de expansão totalizando 512 ramais. Observe a ilustração abaixo e siga as instruções.

CENTRAL CAT BASE CABO EXPANSÃO 1 EXPANSÃO 2 EXPANSÃO 3 DE EXPANSÃO Fig. 16
CENTRAL CAT
BASE
CABO
EXPANSÃO 1
EXPANSÃO 2
EXPANSÃO 3
DE
EXPANSÃO
Fig. 16

OBS:

Para identificar o posicionamento da ordem das centrais acopladas é necessário

programar o número da central que pode ser de 1 a 4, ver item 7.4.

IMPORTANTE: SOMENTE NAS CENTRAIS DE EXPANSÃO,ALTERAR OS JUMPERS J1 e J2 PARAEXPANSÃO, VER FIGURA28.

-07-

CENTRAL CAT88, CAT128, CAT256, CAT384 e CAT512

3.5 - CONEXÃO DOS FIOS

PARA A CONEXÃO DOS FIOS:

Com a ponta do fio descascada.

Pressione o

Pressione o terminal TI para baixo Terminal TI Fig. 17
terminal TI para baixo Terminal TI
terminal TI
para baixo
Terminal TI

Fig. 17

Insira o fio

Insira o fio Fig. 18
Fig. 18
Fig. 18

Solte o terminal

Solte o terminal Fig. 19
Fig. 19
Fig. 19

ATENÇÃO: NÃO PASSE OS FIOS JUNTOS OU PRÓXIMOS À REDE ELÉTRICA E/OU CABO DEANTENAS DE TV.

3.6 - CONEXÃO DOS FIOS DOS APARTAMENTOS (RAMAIS)

Os ramais estão numerados de 1 a 128, tanto na CAT128 (base) quanto nas CAT128 (expansão da base), existem 2 pontos de conexão de fios para cada ramal. Caso o número de ramais seja maior do que 128, é necessária a utilização da expansão de ramais. Na expansão de ramais a numeração é idêntica a da base, porém a programação da numeração dos ramais deverá ser efetuada de acordo com a instalação para diferenciar todos os pontos.

Fig. 20 1 1 2 2 3 3 4 4 5 5 APTO 01 APTO
Fig. 20
1
1
2
2
3
3
4
4
5
5
APTO 01
APTO 04
APTO 06
APTO 07
6
6
7
7

-08-

CENTRAL CAT88, CAT128, CAT256, CAT384 e CAT512

3.7 - CONEXÃO DOS FIOS DA LINHA TELEFÔNICA

Para a conexão dos fios das linhas externas é necessária a utilização das placas de circuito de tronco PCT-88/512 (opcional) e das placas de proteção PPT-88/512 (opcional).

Fig. 21 127 127 128 128 MUS EXT. TX LINHA TELEFÔNICA RX (TRONCO 1) +5V
Fig. 21
127
127
128
128
MUS
EXT.
TX
LINHA TELEFÔNICA
RX
(TRONCO 1)
+5V
+30V
GND
TRC 1
TRC 1
TRC 2
TRC 2
LINHA TELEFÔNICA
(TRONCO 2)
3.8 - CONEXÃO DOS FIOS DA MÚSICA DE ESPERA EXTERNA (OPCIONAL)
IMPORTANTE: É NECESSÁRIO ALTERAR A POSIÇÃO DOS JUMPERS (J1 e J2) DE
MÚSICADE ESPERA(LOCALIZADO NAPLACADE CONTROLE).
Fig. 22
M
ÚSIC
A
M
ÚSIC
A
INTERNA
EXTERNA
J1
J2
J1
J1
J2
J2
JUMPER
DA MÚSICA
EXTERNA
PLACA DE CONTROLE
Fig. 23
127
127
128
128
MUS
EXT.
TX
RX
+5V
+30V
GND
TRC 1
TRC 1
TRC 2
TRC 2
MÚSICA
EXTERNA

-09-

CENTRAL CAT88, CAT128, CAT256, CAT384 e CAT512

3.9 - FONTE DE ALIMENTAÇÃO

Afonte de alimentação FA-88/512 foi especialmente projetada para as CentraisAutomáticas de Comunicação Telefônica - CAT códigos CAT88 e CAT128 de 8 enlaces e códigos CAT256, CAT384 e CAT512 de 16 enlaces. É um equipamento de fácil instalação devido às suas características técnicas.

CENTRAL CAT (PARTE DE TRAZ)

CENTRAL CAT (PARTE DE TRAZ) A fonte de alimentação para central código FA-88/512 deve ser conectada

A fonte de alimentação para central código FA-88/512 deve ser conectada no gabinete como ilustrado a figura.

FA-88/512 deve ser conectada no gabinete como ilustrado a figura. FONTE (PARTE DE TRAZ) Fig. 24

FONTE (PARTE DE TRAZ)

Fig. 24

CABO DE ALIMENTAÇÃO
CABO DE ALIMENTAÇÃO

Verifique a tensão nominal da rede local (110/220V) antes de ligar a chave liga/desliga. Se existir necessidade, altere a tensão no seletor de tensão. O equipamento sai de fábrica com a chave seletora de tensão em 220V. Para alterar siga as instruções como indicado abaixo.

Retire os parafusos e depois remova a tampa da fonte.Fig. 25

Fig. 25
Fig. 25
2 220V 110V
2
220V
110V
2 220V 110V CHAVE SELETORA DE TENSÃO Fig. 26

CHAVE SELETORA

DE TENSÃO

Fig. 26

Chave Liga / Desliga 110/220V Fig. 27
Chave
Liga /
Desliga
110/220V
Fig. 27

Para

ligar

a

central,

pressione

a

chave

Liga/Desliga para a posição "1".

OBS: Caso existam centrais de expansão de ramais, certifique-se que todas estão interligadas.

4 - AUMENTANDO O NÚMERO DE RAMAIS E DE LINHAS TRONCO DA CENTRAL

O número de ramais e linhas externas depende diretamente do número de placas de ramais e de tronco que a central possui.

IMPORTANTE: CADA PLACA DE RAMAL CONTÉM 8 RAMAIS E CADA PLACA DE TRONTO CONTÉM 1 TRONCO.

-10-

CENTRAL CAT88, CAT128, CAT256, CAT384 e CAT512

Procure na tabela.

 

CENTRAL MODELO CAT-88

 

CÓDIGO

RAMAIS TRONCOS

CÓDIGO

RAMAIS TRONCOS

CAT88-0/56

 

0

CAT88-0/80

 

0

CAT88-1/56

56

1

   

CAT88-2/56

 

2

CAT88-1/80

80

1

CAT88-0/64

 

0

CAT88-2/80

2

CAT88-1/64

64

1

     

CAT88-2/64

 

2

CAT88-0/88

0

CAT88-0/72

 

0

CAT88-1/88

88

1

CAT88-1/72

72

1

   

CAT88-2/72

 

2

CAT88-2/88

2

CENTRAL MODELO CAT-256 (BASE + EXPANSÃO)

CÓDIGO

RAMAIS TRONCOS

CÓDIGO

RAMAIS TRONCOS

CAT256-0/136

0

CAT256-0/200

0

CAT256-1/136

136

1

CAT256-1/200

200

1

CAT256-2/136

2

CAT256-2/200

2

CAT256-0/144

0

CAT256-0/208

0

CAT256-1/144

144

1

CAT256-1/208

208

1

CAT256-2/144

2

CAT256-2/208

2

CAT256-0/152

0

CAT256-0/216

0

CAT256-1/152

152

1

CAT256-1/216

216

1

CAT256-2/152

2

CAT256-2/216

2

CAT256-0/160

0

CAT256-0/224

0

CAT256-1/160

160

1

CAT256-1/224

224

1

CAT256-2/160

2

CAT256-2/224

2

CAT256-0/168

0

CAT256-0/232

0

CAT256-1/168

168

1

CAT256-1/232

232

1

CAT256-2/168

2

CAT256-2/232

2

CAT256-0/176

0

CAT256-0/240

0

CAT256-1/176

176

1

CAT256-1/240

240

1

CAT256-2/176

2

CAT256-2/240

2

CAT256-0/184

0

CAT256-0/248

0

CAT256-1/184

184

1

CAT256-1/248

248

1

CAT256-2/184

2

CAT256-2/248

2

CAT256-0/192

0

CAT256-0/256

0

CAT256-1/192

192

1

CAT256-1/256

256

1

CAT256-2/192

2

CAT256-2/256

2

 

CENTRAL MODELO CAT-128

 

CÓDIGO

RAMAIS TRONCOS

CÓDIGO

RAMAIS TRONCOS

CAT128-0/96

 

0

CAT128-0/120

 

0

CAT128-1/96

96

1

CAT128-1/120

120

1

CAT128-2/96

2

CAT128-2/120

2

CAT128-0/104

 

0

CAT128-0/128

 

0

CAT128-1/104

104

1

CAT128-1/128

128

1

CAT128-2/104

2

CAT128-2/128

2

CAT128-0/112

 

0

 

- -

 

CAT128-1/112

112

1

- -

-

CAT128-2/112

2

 

- -

 

CENTRAL MODELO CAT-384 (BASE + 2 EXPANSÕES)

CÓDIGO

RAMAIS TRONCOS

CÓDIGO

RAMAIS TRONCOS

CAT384-0/264

 

0

CAT384-0/328

0

CAT384-1/264

264

1

CAT384-1/328

328

1

CAT384-2/264

2

CAT384-2/328

2

CAT384-0/272

0

CAT384-0/336

0

CAT384-1/272

272

1

CAT384-1/336

336

1

CAT384-2/272

2

CAT384-2/336

2

CAT384-0/280

0

CAT384-0/344

0

CAT384-1/280

280

1

CAT384-1/344

344

1

CAT384-2/280

2

CAT384-2/344

2

CAT384-0/288

0

CAT384-0/352

0

CAT384-1/288

288

1

CAT384-1/352

352

1

CAT384-2/288

2

CAT384-2/352

2

CAT384-0/296

0

CAT384-0/360

0

CAT384-1/296

296

1

CAT384-1/360

360

1

CAT384-2/296

2

CAT384-2/360

2

CAT384-0/304

0

CAT384-0/368

0

CAT384-1/304

304

1

CAT384-1/368

368

1

CAT384-2/304

2

CAT384-2/368

2

CAT384-0/312

0

CAT384-0/376

0

CAT384-1/312

312

1

CAT384-1/376

376

1

CAT384-2/312

2

CAT384-2/376

2

CAT384-0/320

0

CAT384-0/384

0

CAT384-1/320

320

1

CAT384-1/384

384

1

CAT384-2/320

2

CAT384-2/384

2

 

CENTRAL MODELO CAT-512 (BASE + 3 EXPANSÕES)

 

CÓDIGO

RAMAIS TRONCOS

CÓDIGO

RAMAIS TRONCOS

 

CÓDIGO

RAMAIS TRONCOS

CÓDIGO

RAMAIS TRONCOS

CAT512-0/392

0

CAT512-0/424

 

0

CAT512-0/456

0

CAT512-0/488

0

CAT512-1/392

392

1

CAT512-1/424

424

1

CAT512-1/456

456

1

CAT512-1/488

488

1

CAT512-2/392

2

CAT512-2/424

2

CAT512-2/456

2

CAT512-2/488

2

CAT512-0/400

0

CAT512-0/432

0

CAT512-0/464

0

CAT512-0/496

0

CAT512-1/400

400

1

CAT512-1/432

432

1

CAT512-1/464

464

1

CAT512-1/496

496

1

CAT512-2/400

2

CAT512-2/432

2

CAT512-2/464

2

CAT512-2/496

2

CAT512-0/408

0

CAT512-0/440

0

CAT512-0/472

0

CAT512-0/504

0

CAT512-1/408

408

1

CAT512-1/440

440

1

CAT512-1/472

472

1

CAT512-1/504

504

1

CAT512-2/408

2

CAT512-2/440

2

CAT512-2/472

2

CAT512-2/504

2

CAT512-0/416

0

CAT512-0/448

0

CAT512-0/480

0

CAT512-0/512

0

CAT512-1/416

416

1

CAT512-1/448

448

1

CAT512-1/480

480

1

CAT512-1/512

512

1

CAT512-2/416

2

CAT512-2/448

2

CAT512-2/480

2

CAT512-2/512

2

-11-

CENTRAL CAT88, CAT128, CAT256, CAT384 e CAT512

PONTO DE CONEXÃO DA PLACA DE COMANDO PARAFUSOS DO SUPORTE DA PLACA DE COMANDO PONTO
PONTO DE CONEXÃO DA PLACA DE COMANDO
PARAFUSOS DO
SUPORTE DA PLACA
DE COMANDO
PONTO DE
CONEXÃO DA
PLACA DE
CONTROLE
PARAFUSOS DO
SUPORTE DA PLACA
DE CONTROLE
PONTO DE CONEXÃO DA
PLACA DE ENDEREÇO B
PARAFUSOS DOS
SUPORTES DAS PLACAS
DE ENDEREÇO
PONTO DE
CONEXÃO DA
PLACA DE
ENDEREÇO A
PONTOS DE
CONEXÕES
DAS PLACAS
PARAFUSOS DOS
SUPORTES DAS PLACAS
DE RAMAIS
DE RAMAIS
PONTOS DE
CONEXÕES
DAS PLACAS
DE RAMAIS
(SOMENTE NA
PARAFUSOS DOS
SUPORTES DAS PLACAS
DE RAMAIS
CAT128)
(SOMENTE NA CAT128)
PONTO DE
CONEXÃO
DA PLACA DE
ACOPLAMENTO
PONTO DE CONEXÃO
PARA FONTE EXTERNA
SOMENTE NA CAT128
PONTO DE
CONEXÃO
DA PLACA DE
PONTO DE CONEXÃO PARA
EXPANSÃO DE RAMAIS
(SOMENTE NA CAT128)
PROTEÇÃO1E2
PARAFUSOS DOS
SUPORTES DAS PLACAS
DE TRONCOS E DE
PROTEÇÃO
JUMPER PARA
DEFINIÇÃO DE CENTRAL
BASE OU EXPANSÃO
PONTO DE CONEXÃO
DA PLACA DE TRONCO 2
PONTO DE CONEXÃO
DA PLACA DE TRONCO 1
Fig. 28
PONTO DE ATERRAMENTO

ATENÇÃO: O TERMINAL TERRA DO EQUIPAMENTO DEVE ESTAR CONECTADO AO TERRA DA INSTALAÇÃO ELÉTRICA, CONFORME A NORMA VIGENTE, CONSULTE A EMPRESA FORNECEDORA DE ENERGIA DA SUA REGIÃO PARA ATENDER CORRETAMENTE ÀS NORMAS.

-12-

CENTRAL CAT88, CAT128, CAT256, CAT384 e CAT512

4.1 - AUMENTANDO O NÚMERO DE PLACAS DE RAMAIS

Para aumentar o número de ramais, basta conectar mais placas de ramais à central. Isso só é possível se existirem pontos de conexões livres (vazios).

COMO CONECTAR:

Identifique um ponto de conexão de placa de ramal livre (vazio).

IMPORTANTE:

ESCOLHA SEMPRE O PONTO DE CONEXÃO DE PLACA DE RAMAL

LIVRE (VAZIO) DE MENOR NUMERAÇÃO.

1 Retire o parafuso e o suporte do ponto de conexão. Fig. 29 2 Encaixe
1
Retire o parafuso e o suporte do ponto de conexão.
Fig. 29
2
Encaixe a placa de ramal.
Fig. 30
3
Coloque o suporte do ponto de conexão.
Fig. 31

-13-

CENTRAL CAT88, CAT128, CAT256, CAT384 e CAT512

4.2 - CONECTANDO A(S) PLACA(S) DE TRONCO E DE PROTEÇÃO

COMO CONECTARAPLACADE PROTEÇÃO:

Identifique o ponto de conexão livre de menor numeração. Abaixo segue figura ilustrativa de como
Identifique o ponto de conexão livre de menor numeração.
Abaixo segue figura ilustrativa de como fixar uma placa de proteção de tronco.
Fig. 32
Fig. 33
1
Retire o parafuso e o suporte do
ponto de conexão da placa de
proteção.
Encaixe a placa de proteção.
Fig. 34 3 Coloque o suporte do ponto de conexãoeoparafuso. COMO CONECTARAPLACADE TRONCO: Identifique o
Fig. 34
3
Coloque o suporte do ponto de conexãoeoparafuso.
COMO CONECTARAPLACADE TRONCO:
Identifique o ponto de conexão livre de menor numeração.
Abaixo segue figura ilustrativa de como fixar uma placa de tronco.
Fig. 35
Fig. 36
1
Retire o parafuso e o suporte do
ponto de conexão da placa de
tronco.
2
Encaixe a placa de tronco.
Fig. 37
3
Coloque o suporte do ponto de conexãoeoparafuso.

-14-

CENTRAL CAT88, CAT128, CAT256, CAT384 e CAT512

5 - INSTALANDO OS ACESSÓRIOS

5.1 - PLACA DE VÍDEO PORTEIRO COLETIVO TH-PVPCDI

Projetada para facilitar o controle de acesso em residências e condomínios. a placa TH-PVPCDI permite a comunicação com imagem com qualquer ramal utilizando monitor de vídeo (TH-MVPCDI) ligado à uma central CAT, comunicação via áudio com aparelhos telefônicos e o acionamento de até duas fechaduras eletromagnéticas (opcionais).

CARACTERÍSTICAS:

Câmera CCD PIN-HOLE P/B 0,3 LUX; Acionamento de até 2 fechaduras eletromagnéticas ligadas à placa, via telefone e/ou botoeira (botoeira somente na primeira fechadura); Fonte de alimentação externa para a placa (TH-FVPCDI); Até 126 senhas para acionamento da primeira fechadura eletromagnética; Comunicação direta e sigilosa com qualquer ramal ligado à central, com monitor de vídeo (TH-MVPCDI) ou telefone; Iluminação do teclado e placa de sobrepor.

FONTE/BOOSTER CÓD. TH-FVPCDI CAIXA DE CONEXÃO OBS: Recomendável o uso de cabo manga 4 vias,
FONTE/BOOSTER
CÓD. TH-FVPCDI
CAIXA DE
CONEXÃO
OBS: Recomendável o uso
de cabo manga 4 vias,
máximo 30 metros.
PLACA
TH-PVPCDI
CENTRAL CAT
110/220V
ATENÇÃO: Não ligar a placa
de rua no ramal programador
(de fábrica ramal 1) da central
CAT.
BOTOEIRA
FECHADURA 2
(OPCIONAL)
ELETROMAGNÉTICA
FECHADURA 1
ELETROMAGNÉTICA
Fig. 38
AJUSTE DE
VOLUME

COMO CONECTAR NACENTRAL:

Deve ser conectada em qualquer posição de ramal livre.

OBS: É necessário reprogramar a central definindo o ramal escolhido como placa de rua, ver item 7.8.

-15-

CENTRAL CAT88, CAT128, CAT256, CAT384 e CAT512

5.1 - PLACA

DE

PORTEIRO

INDIVIDUAL PIS-CAT

COLETIVO

PCS-CAT,

PCBS-CAT

OU

Projetadas para facilitar o controle de acesso em residências e condomínios as placas PCBS-CAT, PCS-CAT e PIS-CAT (acessórios das centrais CAT e RIVIERA) permitem a comunicação com qualquer telefone ligado à central e o acionamento de até duas fechaduras eletromagnéticas (opcionais).

CARACTERÍSTICAS:

2 fios para a conexão com a central; Acionamento de até 2 fechaduras eletromagnéticas ligadas à placa, via telefone e/ou botoeira (botoeira somente na primeira fechadura); Fonte de alimentação externa para a placa; É recomendável que o número máximo de placas ligadas à central não ultrapasse o seu número de enlaces; Comunicação direta e sigilosa com qualquer ramal ligado à central; Até 126 senhas para abertura da primeira fechadura através da PCS-CAT ou PCBS-CAT; Iluminação do teclado; Placa de sobrepor.

PLACA PCS-CAT, PCBS-CAT e PIS-CAT FONTE DE ALIMENTAÇÃO 110/220V TERRA CENTRAL CAT FECHADURA 2 ELETROMAGNÉTICA
PLACA PCS-CAT, PCBS-CAT e PIS-CAT
FONTE DE
ALIMENTAÇÃO
110/220V
TERRA
CENTRAL CAT
FECHADURA 2
ELETROMAGNÉTICA
ATENÇÃO: Não ligar a placa de
rua no ramal programador (de
fábrica ramal 1) da central CAT.
BOTOEIRA
(OPCIONAL)
FECHADURA 1
ELETROMAGNÉTICA
Fig. 39
AJUSTE DE
VOLUME

COMO CONECTAR NACENTRAL:

Deve ser conectada em qualquer posição de ramal livre.

OBS: É necessário reprogramar a central definindo o ramal escolhido como placa de rua, ver item 7.8.

-16-

CENTRAL CAT88, CAT128, CAT256, CAT384 e CAT512

6 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

6.1 - CHAMANDO UM APARTAMENTO

Retire o telefone do gancho, em seguida digite o número do apartamento. No caso de mais de um bloco, digite o número do bloco antes do número do apartamento.

OBS: Na programação de fábrica o número do apartamento é igual ao número do ramal em que o telefone foi conectado. Se existir centrais de expansão de ramais, será necessário reprogramar de acordo com a numeração da instalação para diferenciar um apartamento do outro.

6.2 - ATENDENDO UMA CHAMADA NO APARTAMENTO OU PORTARIA

Retire o telefone do gancho, durante o toque.

6.3 - TIPOS DE TOQUES NOS TELEFONES

Existem 3 tipos de toques diferentes:

Toques longos espaçados Toques longos Dois toques curtos

- Chamada de placa de rua.

- Chamada de linha externa.

- Chamada de telefone ligado à central.

6.4 - TRANSFERINDO A COMUNICAÇÃO PARA OUTRO APARTAMENTO OU PORTARIA

Durante a comunicação pressione a tecla FLASH no telefone e em seguida digite o número do apartamento ao qual se deseja transferir a comunicação, se este apartamento estiver ocupado a central retorna 3 sinais de ocupado e em seguida devolve a comunicação para você. Caso exista a necessidade de retorno da comunicação durante a chamada, pressione a tecla FLASH.

OBS: Se ao transferir a ligação ela cair, é necessário reprogramar o tempo de FLASH do ramal (tempo de FLASH de fábrica de 200 a 500ms), ver item 7.7.

6.5 - APARTAMENTO OU PORTARIA LIGANDO EM UMA LINHA EXTERNA

Retire o telefone do gancho, aguarde o sinal de linha e em seguida disque # 0, após o sinal de linha externa, disque o número do telefone desejado.

IMPORTANTE: NAPROGRAMAÇÃO DE FÁBRICA, NENHUM RAMAL SAI COMACESSO À LINHAEXTERNA, VER ITEM 7.12.

6.5.1 - APARTAMENTO OU PORTARIA LIGANDO EM UMA LINHA EXTERNA ESPECÍFICA (OPCIONAL)

Retire o telefone do gancho, aguarde o sinal de linha e em seguida.

PARAACESSARALINHA1 DISQUE:

PARAACESSARALINHA2 DISQUE:

# + 81, e aguarde o sinal de linha externa.

# + 82, e aguarde o sinal de linha externa.

-17-

CENTRAL CAT88, CAT128, CAT256, CAT384 e CAT512

6.6 - APARTAMENTO CHAMANDO PORTARIA

Retire o telefone do apartamento do gancho, aguarde o sinal de linha e disque o número do ramal de portaria.

Podem ser configurados até 10 ramais de portaria. Na programação de fábrica

nenhum ramal sai como portaria.

OBS:

6.7 - IDENTIFICANDO A ORIGEM DA CHAMADA

Só é possível através de uma Bina (multifreqüêncial), que deve ser instalada junto ao aparelho de telefone.

COMO FUNCIONA:

Ao ser instalada uma Bina DTMF no ramal, a pessoa visualiza o número do apartamento que o chama antes do primeiro toque de chamada.

6.8 - ATENDENDO UMA CHAMADA EXTERNA NA PORTARIA (OPCIONAL)

Qualquer uma das até 10 portarias da central funciona como atendedor de chamada externa, ver item 7.6. Ao chegar uma chamada da linha externa tocam todos os ramais configurados como ramais de portaria, a primeira portaria a retirar o telefone do gancho atende a chamada. Se a portaria estiver ocupada, no momento em que chegar uma chamada externa, ela escuta um BEEP de fundo, basta colocar o telefone no gancho e retirá-lo para atender a chamada externa.

6.9 - DESVIO DE CHAMADAS (SIGA-ME)

Qualquer chamada para um apartamento pode ser desviada automaticamente para outro ramal qualquer.

COMO FUNCIONA:

Retire o telefone do gancho, aguarde o sinal de linha e disque:

# + 3 + número do apartamento a ser desviada a chamada, e aguarde o sinal de linha

(caso escute sinal de ocupado algo de errado foi feito).

PARADESATIVAR:

Retire o telefone com a função SIGA-ME habilitada do gancho, aguarde o sinal de linha e disque:

# + 30, e aguarde o sinal de linha (caso escute sinal de ocupado algo de errado foi feito).

Exemplo para salão de Festa:

O morador do apartamento 31 irá para o salão de festas do edifício (número do salão = 5) onde permanecerá por um bom tempo. Antes de sair ele retira o telefone de seu apartamento do gancho e disca:

# + 3 + 5 (número do telefone do salão), e aguarda o sinal de linha.

ATENÇÃO:

QUALQUER PESSOA QUE LIGUE PARA O RAMAL 31 SERÁ DESVIADA

PARAO SALÃO DE FESTAS .

-18-

CENTRAL CAT88, CAT128, CAT256, CAT384 e CAT512

6.10 - INIBINDO O RECEBIMENTO DE CHAMADAS DE APARTAMENTOS (NÃO PERTURBE)

O apartamento que estiver em "NÃO PERTURBE" só recebe as chamadas de portaria e placa de porteiro, qualquer outro apartamento que tentar chamá-lo receberá o sinal de ocupado.

COMO FUNCIONA:

Retire o telefone do gancho, aguarde o sinal de linha e disque:

# + 21, e aguarde o sinal de linha de "NÃO PERTURBE" (caso escute sinal de ocupado

algo de errado foi feito).

PARA DESATIVAR:

Retire o telefone do gancho, aguarde o sinal de linha e disque:

# + 20, e aguarde o sinal de linha (caso escute sinal de ocupado algo de errado foi feito).

ATENÇÃO:

SEMPRE QUE O RAMAL ESTÁ EM

GANCHO O SINALDE LINHAFICAMODIFICADO.

NÃO-PERTURBE

, AO RETIRÁ-LO DO

6.11 - APARTAMENTO ACIONANDO A FECHADURA DA PLACA DE PORTEIRO TH-PVPCDI, PCS-CAT, PCBS-CAT OU PIS-CAT (ACESSÓRIOS)

COMO FUNCIONA:

Estando o apartamento em comunicação com a TH-PVPCDI, PCS-CAT, PCBS-CAT ou PIS-CAT disque:

* 1 para acionar a fechadura 1

* 2 para acionar a fechadura 2 que devem estar ligadas à placa (opcionais).

6.12 - PLACA CHAMANDO PORTARIA

Sempre que uma placa de rua (TH-PVPCDI, PCS-CAT, PCBS-CAT ou PIS-CAT) estiver chamando um dos ramais de portaria, provocará o toque em todos os ramais configurados como portaria. O primeiro ramal de portaria a tirar o monofone do gancho atenderá a chamada.

6.13 - APARTAMENTO OU PORTARIA LIGANDO EM UM RAMAL OCUPADO

Se um apartamento ou portaria estiver ocupado em uma comunicação no momento em que chegar uma chamada proveniente de um ramal, o usuário escuta um beep de fundo indicando a chamada. Caso a origem da chamada seja de uma linha externa (tronco), o usuário escutará dois beeps de fundo indicando a chamada. Para atender basta colocar o telefone no gancho e retirá-lo para iniciar a comunicação.

OBS: O ramal que estiver chamando o apartamento ou portaria deverá aguardar o início do toque de chamada no telefone após o toque de ocupado.

6.14 - COLOCANDO A CENTRAL NO MODO NOTURNO

Ao colocar a central no modo noturno, qualquer ramal configurado como placa de rua não chama diretamente o apartamento (versão do software 11 ou superior, a partir de 13/07/2007).

-19-

CENTRAL CAT88, CAT128, CAT256, CAT384 e CAT512

COMO CONFIGURAR:

No ramal número 1(portaria) disque:

COMO ENTRAR:

# 61 e aguarde o sinal de programação aceita.

OBS: Neste caso a placa de rua chamará sempre o ramal de portaria independente do número digitado.

PARASAIR:

# 60 e aguarde o sinal de programação aceita.

ATENÇÂO: É NECESSÁRIO REPROGRAMAR O NÚMERO DE RAMAIS DE PORTARIA (PROGRAMAÇÃO DE FÁBRICAÉ 0).

7 - INSTRUÇÕES PARA REPROGRAMAÇÃO DA CENTRAL

Acentral já sai pré-programada de fábrica, se houver necessidade é possível reprogramá-la.

ATENÇÃO: AREPROGRAMAÇÃO DACENTRAL SÓ PODE SER REALIZADANO RAMAL PROGRAMADOR (RAMAL 1). SE EXISTIR CENTRAIS DE EXPANSÃO, A PROGRAMAÇÃO DEVERÁ SER REALIZADANO RAMAL1 DE CADACENTRAL.

COMO REPROGRAMAR:

Sempre que existir a necessidade de reprogramação da central, é necessário entrar no modo de programação.

COMO ENTRAR:

No ramal programador retire o telefone do gancho e disque:

# + 1 (comando para o modo de programação) + 1234 (senha de fábrica da central), e

aguarde o sinal do modo de programação.

O sinal do modo de programação tem como indicação beeps espaçados que se houve enquanto estiver no ambiente de programação.

IMPORTANTE: TEMPO MÁXIMO DE 3 SEGUNDOS ENTRE O COMANDO EASENHA.

Após entrar no modo de programação discar o comando e aguardar o sinal de confirmação:

Comando

Sinal de confirmação -

Beeps curtos -

-

-

Seqüência de números que indica o que vai ser reprogramado. indica se a central aceitou a nova programação.

Areprogramação foi aceita.

Areprogramação foi recusada.

3

1 Beep longo

OBS:

Se mais de um item tiver de ser programado, basta digitar o próximo comando e

aguardar o sinal de confirmação.

Quando finalizar todas as modificações necessárias de programação coloque o telefone no gancho.Aprogramação só deve ser modificada quando houver esta necessidade.

-20-

CENTRAL CAT88, CAT128, CAT256, CAT384 e CAT512

7.1 - ALTERANDO A SENHA DA CENTRAL

Acentral sai programada com a senha 1234, é possível alterar a senha para qualquer código de 4 dígitos com exceção de 0000.

PARAALTERAR:

No ramal número 1 (programador) de cada central, entre no modo de programação, em seguida disque:

10 + nova senha + nova senha e aguarde o sinal de programação aceita.

Exemplo:

Se você deseja alterar a senha de fábrica (1234) para 5678, no ramal programador entre no modo de programação discando:

# + 1 + 1234 (senha de fábrica), aguarde o sinal de programação e em seguida disque:

10 + 5678 + 5678, e aguarde o sinal de programação aceita.

7.2 - VOLTANDO À PROGRAMAÇÃO DE FÁBRICA (RESET GERAL)

Ao executar esta operação toda a programação da central volta à configuração original de fábrica. Retire o telefone do ramal programador do gancho e disque:

# + 79 + # + 333

ATENÇÃO: AO EXECUTAR ESTA OPERAÇÃO TODA REPROGRAMAÇÃO EXISTENTE É PERDIDA. SE EXISTIR CENTRAIS DE EXPANSÃO EXECUTE ESTA OPERAÇÃO NO RAMAL1 DE CADACENTRAL.

7.3 - REPROGRAMANDO A NUMERAÇÃO DOS APARTAMENTOS OU PORTARIAS

Na programação de fábrica os apartamentos estão numerados como descrito na tabela abaixo:

 

CAT88

   

BASE

 

EXPANSÃO 1

NÚ MERO DO RAMA L

 

NÚMERO

NÚ MERO DO RAMA L

 

NÚMERO

NÚ MERO DO RAMA L

 

NÚMERO

DO APARTAMENTO

DO APARTAMENTO

DO APARTAMENTO

   

(PORTARIA)

 

(PORTARIA)

(PORTARIA)

     

111

111

   
   

222

222

   

.

 

.

.

 

.

.

 

.

.

 

.

.

.

.

 

.

.

 

.

.

 

.

.

 

.

 

87 87

127

 

127

 

127 127

 

88 88

128

 

128

 

128 128

 

EXPANSÃO 2

   

EXPANSÃO 3

 

NÚ MERO DO RAMA L

NÚMERO DO APARTAMENTO (PORTARIA)

 

NÚ MERO DO RAMA L

NÚMERO DO APARTAMENTO (PORTARIA)

 

1

 

1

1

1

 

2

 

2

2

2

 

.

 

.

.

.

 

.

 

.

.

.

 

.

 

.

.

.

127

   

127

127

127

128

   

128

128

128

-21-

CENTRAL CAT88, CAT128, CAT256, CAT384 e CAT512

APARTAMENTOS,

CONFIGURE O NÚMERO DACENTRAL.

É possível trocar o número do apartamento ou portaria para qualquer número de até 8 dígitos.

ATENÇÃO:

ANTES

DE

CONFIGURAR

O

NÚMERO

DOS

COMO FUNCIONA:

No ramal número 1 (programador) de cada central, entre no modo de programação, em seguida disque:

40 + número do ramal + * + número do apartamento (até 8 dígitos) + * , e aguarde o sinal

de programação aceita.

NUNCA CONFIGURAR DOIS RAMAIS COM O MESMO NÚMERO DE

APARTAMENTO, SE ISSOACONTECER SÓ SERÁ CHAMADO O RAMAL DE NUMERAÇÃO

MENOR.

IMPORTANTE:

7.4 - PROGRAMANDO O NÚMERO DA CENTRAL DE EXPANSÃO

Se existir centrais de expansão é necessário programar a identificação do posicionamento da ordem das centrais que pode variar de 1 a 4.

COMO CONFIGURAR:

No ramal número 1 (programador) de cada central, entre no modo de programação , em seguida disque:

70 + número da central (1 a 4), e aguarde o sinal de programação aceita.

OBS: Esta operação deverá ser realizada em cada uma das centrais interligadas seguindo a ordem da instalação.

Ao configurar a numeração da central, automaticamente a numeração dos apartamentos é alterada seguindo a tabela abaixo:

NÚMERO DA CENTRAL

CENTRAL

NÚMERO DO RAMAL

NÚMERO DO APARTAMENTO

 

1 CAT128 BASE

1 a 128

1 a 128

 

2 EXPANSÃO 1

1 a 128

129

a 256

 

3 EXPANSÃO 2

1 a 128

257

a 384

 

4 EXPANSÃO 3

1 a 128

385

a 512

7.5 - RETORNANDO À NUMERAÇÃO DE FÁBRICA DOS APARTAMENTOS OU PORTARIAS

Com este recurso todos os apartamentos ou portaria voltam a ter o número do ramal onde ele está ligado.

COMO FUNCIONA:

No ramal número 1 (programador) de cada central, entre no modo de programação, em seguida disque:

20, e aguarde o sinal de programação aceita.

-22-

CENTRAL CAT88, CAT128, CAT256, CAT384 e CAT512

7.6 - NÚMEROS DE RAMAIS DE PORTARIA

PARAALTERAR:

No ramal número 1 (programador) de cada central, entre no modo de programação, em seguida disque:

58 + número de ramais de portaria, e aguarde o sinal de programação aceita.

IMPORTANTE: NA

PROGRAMAÇÃO

DE

CONFIGURADO COMO PORTARIA.

FÁBRICA

NENHUM

As portarias ficam de acordo com a tabela abaixo:

RAMAL

SAI

NÚMERO DE PORTARIAS

NÚMERO DE RAMAIS

NÚMERO DE PORTARIAS

NÚMERO DE RAMAIS

1

1

6

1a6

2

1e2

7

1a7

3

1a3

8

1a8

4

1a4

9

1a9

5

1a5

10

1 a 10

IMPORTANTE: SOMENTE NA CENTRAL CAT-FIXA 1/16 SERÃO ATENDEDORES DE TRONCO OS RAMAIS CONFIGURADOS COMO PORTARIA.

7.7 - DEFININDO O TEMPO DE FLASH DOS TELEFONES

A central sai programada para operar com telefones com tempo de FLASH entre 200ms e 500ms. Se o telefone utilizado possuir um tempo maior, é necessário reprogramar o tempo para o ramal.

COMOALTERAR:

No ramal número 1 (programador) de cada central, entre no modo de programação, em seguida disque:

30 + número do primeiro ramal + * + número do último ramal + * + t (2 a 9).

t pode assumir os valores abaixo relacionados:

t

= 2

200ms

t

= 4

400ms

t

= 6

600ms

t

= 8

800ms

t

= 3

300ms

t

= 5

500ms

t

= 7

700ms

t

= 9

900ms

Exemplo:

Se quisermos alterar o tempo de FLASH dos telefones conectados nos ramais 1, 2, 3, 4, e 5 da central para 800ms, no ramal programador entre no modo de programação discando:

# + 1 + 1234 (senha de fábrica), aguarde o sinal de programação e em seguida disque:

30 + 1 + * +5+ * + 8, e aguarde o sinal de programação aceita.

IMPORTANTE: TODOS OS RAMAIS ENTRE O PRIMEIRO E O ÚLTIMO SERÃO

REPROGRAMADOS. NO CASO DE UM ÚNICO RAMAL A SER REPROGRAMADO

DEVE-SE REPETIR O NÚMERO DO RAMAL.

-23-

CENTRAL CAT88, CAT128, CAT256, CAT384 e CAT512

7.8 - DEFININDO O RAMAL COMO PLACA DE RUA

Ao instalar a placa TH-PVPCDI, PCS-CAT, PCBS-CAT ou PIS-CAT, devemos reprogramar o ramal para que a central o reconheça como placa de rua.

COMO REPROGRAMAR:

No ramal número 1 (programador) de cada central, entre no modo de programação, em seguida disque:

45 + número do primeiro ramal + * + número do último ramal + * +1

COMO DESPROGRAMAR:

45 + número do primeiro ramal + * + número do último ramal + * +0

Exemplo:

A PIS-CAT foi instalada no ramal número 4, para configurá-la, no ramal programador entre no modo de programação discando:

# + 1 + 1234 (senha de fábrica), aguarde o sinal de programação e em seguida disque:

45 + 4 + * +4+ * + 1, e aguarde o sinal de programação aceita.

IMPORTANTE: CONFIGURE SOMENTE OS RAMAIS QUE POSSUEM PLACA DE RUA. NÃO É POSSÍVEL PROGRAMAR O RAMAL 1 COMO PLACA DE RUA. NO CASO DE UM ÚNICO RAMALASER PROGRAMADO DEVE-SE REPETIR O NÚMERO DO RAMAL.

7.9 - TRANSFORMANDO O TELEFONE EM UM INTERFONE (HOT-LINE)

Adiscagem no telefone é desabilitada, ao retirá-lo do gancho ele chama automaticamente o ramal de HOT-LINE.

COMO PROGRAMAR:

No ramal número 1 (programador) de cada central, entre no modo de programação, em seguida disque:

44 + número do ramal que efetuará a chamada + * + número do apartamento que será

chamado (HOT-LINE) + * + 1, e aguarde o sinal de programação aceita.

COMO DESPROGRAMAR:

44 + número do ramal que efetuará a chamada + * + número do apartamento que será

chamado (HOT-LINE) + * + 0, e aguarde o sinal de programação aceita.

OBS: O ramal de HOT-LINE recebe chamadas normalmente.

7.10 - DEFININDO O NÚMERO DE LINHAS EXTERNAS

A central sai programada de fábrica sem tronco ativado (0), caso exista a necessidade este número pode ser alterado para 1 ou 2.

-24-

CENTRAL CAT88, CAT128, CAT256, CAT384 e CAT512

COMO FUNCIONA:

No ramal número 1 (programador) de cada central, entre no modo de programação, em seguida disque:

21 + número de linhas externas (0, 1 ou 2), e aguarde o sinal de programação aceita.

IMPORTANTE: ESTEJACERTO DE QUEAS PLACAS DE TRONCO E DE PROTEÇÃO DE TRONCO ESTÃO CONECTADAS NACENTRALBASE.

7.11 - DEFININDO OS RAMAIS QUE TEM ACESSO À DISCAGEM NA LINHA EXTERNA

Na programação de fábrica nenhum ramal tem acesso à discagem na linha externa (todos são classe 0), o acesso à discagem na linha externa pode ser ativado para qualquer ramal da central.

Existem 4 classes de acesso à linha externa que são:

Classe 0 -

O

ramal não tem acesso à linha externa.

Classe 1 -

O

ramal tem acesso às ligações locais.

Classe 2 -

O

ramal tem acesso às ligações locais e DDD.

Classe 3 -

O

ramal tem acesso às ligações locais, DDD e DDI.

COMO PROGRAMAR:

No ramal número 1 (programador) de cada central, entre no modo de programação, em seguida disque:

41 + número do primeiro ramal + * + número do último ramal + * + classe (0 a 3), e aguarde

o

sinal de programação aceita. No caso de um único ramal a ser reprogramado deve-se repetir

o

número do ramal.

7.12 - BLOQUEANDO O ATENDIMENTO DE CHAMADAS A COBRAR

Acentral sai com esta facilidade desbloqueada, para bloquear:

COMO BLOQUEAR:

No ramal número 1 (programador) de cada central, entre no modo de programação, em seguida disque:

23 + número do tronco (1 ou 2) + 1, e aguarde o sinal de programação aceita.

COMO DESBLOQUEAR:

23 + número do tronco (1 ou 2) + 0, e aguarde o sinal de programação aceita.

-25-

CENTRAL CAT88, CAT128, CAT256, CAT384 e CAT512

8 - GUIA DE DEFEITOS

 

PROBLEMA

MOTIVO

SOLUÇÃO

 

O

cabo de alimenta-

 

ção não está ligado à tomada.

Ligue o cabo de alimentação à rede de energia elétrica.

A

chave

(LIGA

/

 

A central não funciona.

DESLIGA)

está

na

Coloque a chave na posição 1.

posição 0.

 

Coloque a chave na posição correta (CUIDADO, SE

chave seletora de

tensão está na tensão errada.

A

A CHAVE ESTIVER EM 110V E A CENTRAL FOR LIGADA EM 220V, PODERÁ CAUSAR A QUEIMA DO PRODUTO).

Ao

retirar o telefone do

gancho escuto o sinal de linha, mas, ao discar nada acontece.

O

telefone está em

 

PULSO (decádico).

Coloque o telefone no modo TOM.

Ao tentar transferir uma ligação ela cai.

Tempo

de

FLASH

Reprograme o tempo de reconhecimento de FLASH do ramal na CENTRAL, ver item 7.7.

do

telefone

é

maior

que 500ms.

 

O

ramal se encontra

   

sempre ocupado, mesmo estando com o telefone no gancho.

O

ramal se encontra

Retire o telefone do ramal do gancho e disque #20 para sair do "NÃO PERTURBE", ver item 6.10.

em "NÃO PERTURBE".

 

Este

é

o

ramal

 

atendedor

pré

pro-

Reprograme a central com mais ramais atendedores, ver item 6.8.

Quando chega ligação externa só toca no ramal 1.

gramado.

Ao

discar # 1 para entrar

 

Só é possível entrar no modo de programação no ramal programador (ramal 1), tente novamente no ramal programador, ver item 7.

no

modo de programação

escuto o sinal de ocupado.

Este não é o ramal programador.

Ao discar o número do apartamento que desejo

   

chamar, no primeiro dígito

O

ramal

foi

a

central executa a

configurado como placa de rua.

Configure o ramal como telefone, ver item 7.8.

chamada impossibilitando que se disque o resto do número.

-26-

CENTRAL CAT88, CAT128, CAT256, CAT384 e CAT512

9 - TABELA DE PROGRAMAÇÃO

ATENÇÃO: É NECESSÁRIO ENTRAR NO MODO DE PROGRAMAÇÃO. No ramal programador disque # + 1 + senha da central (1234 senha padrão de fábrica).

CENTRAL: PROGRAMAÇÃO PADRÃO COMANDO Alterando a senha da central 1234 Para alterar 10 + nova
CENTRAL:
PROGRAMAÇÃO
PADRÃO
COMANDO
Alterando a senha da central
1234 Para alterar
10
+ nova senha (4 dígitos) + nova senha (4 dígitos)
Reprogramando a numera-
ção dos apartamentos ou
portaria
1 a 128
Para alterar
40
+ número do ramal +
* + número do apartamento
(s/ expansão)
(até 8 dígitos) +
*
Para alterar
70 + número da central (1 a 4)
Programando o número da
central de expansão
1
CAT128 BASE
3
EXPANSÃO 2
1 Tabela com o
número da central
2
EXPANSÃO 1
4
EXPANSÃO 3
Retornando à numeração de
fábrica dos apartamentos ou
portarias
1
a 128
Para retornar
20
(s/ expansão)
Números
de
ramais
de
0
Para alterar
58 + número de ramais de portarias (1 a 10)
portarias
Para alterar
30 + número do primeiro ramal +
* + número do
último ramal +
t (2 a 9)
* +
Definindo
o
Tempo
de
500ms
FLASH dos telefones
Tabela de
2 200ms
4
400ms 6
600ms
8 800ms
tempos (t)
3 300ms 5
500ms
7
700ms
9 900ms
Para ativar
45 +
número do primeiro ramal
+
* +
número do
último ramal
+
* +1
Definindo
o
ramal
como
Desativado
placa de rua
Para desativar
45 +
número do primeiro ramal
+
* +
número do
último ramal
+
* +0
Para ativar
44
+
número do ramal que efetuará a chamada
+
* +
Transformando
o
telefone
número do apto que será chamado (HOT-LINE)
+
* +1
em um interfone(HOT-LINE)
Desativado
Para desativar
44
+
número do ramal que efetuará a chamada
+
* +
número do apto que será chamado (HOT-LINE)
+
* +0

LINHAS TELEFÔNICAS EXTERNAS:

PROGRAMAÇÃO PADRÃO COMANDO Definindo o número de Para ativar 21 + número de linhas externas
PROGRAMAÇÃO
PADRÃO
COMANDO
Definindo
o
número
de
Para ativar
21 + número de linhas externas (1 ou 2)
Desativado
linhas externas
Para desativar
21 + 0
Para alterar
41
+ número do primeiro ramal +
+ número do
*
último ramal +
+número da classe (0 a 3)
Ramal
*
1
a 128
Restringe
a
chamada
na
Classe 0
Só faz ligações internas
Classe 0
linha telefônica externa
Classe 1
Faz ligações internas + externas locais
Classe 2
Faz ligações internas + externas locais + DDD
Classe 3
Faz ligações internas + externas locais + DDD + DDI
Bloqueando o atendimento
de chamadas a cobrar
Para ativar
23 + número da linha (1 ou 2) + 1
Desativado
Para desativar
23 + número da linha (1 ou 2) + 0
Tabela
de restrições

-27-

CENTRAL CAT88, CAT128, CAT256, CAT384 e CAT512

10 - CUIDADOS E MANUTENÇÃO

10 - CUIDADOS E MANUTENÇÃO Manter o equipamento seco. Se cair água no aparelho secar imediatamente.
10 - CUIDADOS E MANUTENÇÃO Manter o equipamento seco. Se cair água no aparelho secar imediatamente.
10 - CUIDADOS E MANUTENÇÃO Manter o equipamento seco. Se cair água no aparelho secar imediatamente.
10 - CUIDADOS E MANUTENÇÃO Manter o equipamento seco. Se cair água no aparelho secar imediatamente.
10 - CUIDADOS E MANUTENÇÃO Manter o equipamento seco. Se cair água no aparelho secar imediatamente.

Manter o equipamento seco. Se cair água no aparelho secar imediatamente.

Não guarde o equipamento em lugares muito quentes ou frios. Temperaturas extremas podem encurtar a vida útil de peças e também podem distorcer ou derreter o plástico, causando funcionamento impróprio.

Não derrube o equipamento; isso pode ocasionar falha no funcionamento devido a eventuais quebras de placas de circuito impresso e a perda da garantia.

Não use ou guarde em áreas com alto nível de poeira. Resíduos podem impregnar nas peças que se movimentam tendo um maior desgaste nos contatos.

Ao fazer a limpeza use apenas pano úmido.

Evite instalar o equipamento em locais próximo a campos magnéticos intensos, como linhas e antenas de transmissão.

-28-

CENTRAL CAT88, CAT128, CAT256, CAT384 e CAT512

AV. THEVEAR, 92 - BAIRRO QUINTA DA BOA VISTA - ITAQUAQUECETUBA - SÃO PAULO -
AV. THEVEAR, 92 - BAIRRO QUINTA DA BOA VISTA - ITAQUAQUECETUBA - SÃO PAULO -

AV. THEVEAR, 92 - BAIRRO QUINTA DA BOA VISTA - ITAQUAQUECETUBA - SÃO PAULO - BRASIL CEP 08597-660 - CX. POSTAL 1004 - FONE PABX (11) 4646-8222 - FAX (11) 4645-0435

www.thevear.com.br - E-mail:thevear@thevear.com.br

C.N.P.J. 62.034.608/0001-94 - INDÚSTRIA BRASILEIRA

CÓD.: 29120040 - V.04