.

toxinas. dois ureteres. a urina segue em direção aos ureteres e. uma bexiga urinária e uma uretra. armazenamento e eliminação da urina. controle do pH do sangue.Introdução O sistema urinário é composto por dois rins. etc. cabe aos rins a execução do principal trabalho. Dentro do sistema urinário. IMPORTANTE Após ser formada pelos rins. controle tanto do volume quanto da pressão sanguínea. transporte da urina dos rins à bexiga urinária. Funções do sistema urinário: Dentre estas importantes funções estão o controle do volume e composição do sangue. etc). Além de eliminar substâncias desnecessárias e prejudiciais (como resíduos metabólicos das células. este sistema realiza também outras funções muito importantes para o nosso organismo. segue em direção a bexiga para ser armazenada . auxílio na regulagem da pressão e pH sanguíneos. É através deles que ocorrerá a regulação dos níveis iônicos no sangue. após isso. produção de hormônios e a excreção de resíduos. As outras partes que compõe este sistema trabalham mais especificamente como vias de passagem e armazenamento temporário.

Regular o volume a composição química do sangue e seu volume. . . .Insulficiência Renal (diminuição ou interrupção no processo de filtragem glomerular). . através da urina. O Urinário humano é composto por: .Garantir a manutenção do equilíbrio dos minerais no corpo humano.Produzir. .Auxílio na regulagem de produção das hemácias (células vermelhas sanguíneas) Principais doenças do sistema urinário: .Glomerulonefrite (inflação dos glomérulos do rim). .Rins .Esfíncteres Funções do sistema Urinário .Ureteres . gerando a eliminação involuntária de urina) .Informações do Sistema Urinário Sistema Urinário humano O Sistema Urinário humano é de extrema importância para o funcionamento do nosso corpo.Uretra .Proteinúria (presença de excesso de proteínas na urina que pode significar deficiência no funcionamento dos rins). .Doença do Rim Policístico (doença hereditária que se caracteriza pela formação de cistos nos túbulos renais).Eliminar o excesso de água e resíduos do corpo humano.Bexiga urinária .Incontinência Urinária (dificuldade ou falta total do controle da bexiga. . armazenar e eliminar a urina.

Dado o sexo feminino possuir uma uretra de menor comprimento.Algumas doenças do Sistema Urinário Proteínuria .Albuminúria Presença de proteínas no sangue. O caso mais frequente é o da albumina. Este bloqueio torna difícil a micção podendo levar a problemas de infecção da uretra. Este problema pode estar associado a um subdesenvolvimento do diafragma pélvico levando à perda incontrolada de urina. Além das bactérias intestinais podem surgir outros tipos de infecções provocadas por vírus ou outros agentes que debilitem o sistema imunitário de tal forma que os produtos tóxicos resultantes sejam nocivos aos rins. sendo na maior parte dos casos devida à presença de sangue. É considerada um sintoma e não uma doença. Estas pedras podem tomar proporções tais que têm que ser removidas cirurgicamente. total. Quando os valores de concentração de proteína na urina são acima do normal mas abaixo de determinadas concentrações considera-se a doença como microproteínuria. Este fenómeno indica que há uma permeabilidade excessiva nos glomérulos. Enurese Problema que afecta as crianças por volta dos cinco anos. . está mais vulnerável a este tipo de infecções. Hiperplasia Prostática Benigna (HPB) Doença que se caracteriza pelo aumento da próstata levando ao bloqueio da uretra. Contudo quando estas são transportadas para bexiga ou mesmo os rins. Infecções do tracto urinário Este tipo de infecções é provocado por bactérias que muitas vezes habitam no intestino onde não provocam qualquer problema. Cistites Infecções na bexiga que provocam dificuldade na micção e ao mesmo tempo uma maior necessidade de urinar. Hematúria Não é propriamente uma doença mas sim uma manifestação que poderá ter várias origens. Este bloqueio pode ser parcial ou em casos mais graves. Normalmente estas pedras são expelidas podendo provocar cólicas muito dolorosas ao passarem pelos ureteres. podem causar problemas graves. Em casos muito graves esta doença pode originar úlceras na bexiga. Caracteriza-se por perda de urina quer diurna como nocturna. Litíase ou cálculo urinário Problema renal que provoca a acumulação de resíduos formando pequenas ´pedrasµ. Caracteriza-se pela cor avermelhada da urina.

Nesta situação podem ocorrer problemas como anemia. hipertensão arterial. Alguns sintomas de situações como esta são aumentos de concentrações de sais na urina e de outras substâncias que não deveriam ser excretadas em tão elevada concentração. consideram-se também mutações e malformações quer por problemas durante a gestação ou por erros genéticos. Exemplos destas doenças são: Hidronefrose Doença em que o volume da pélvis renal aumenta para conseguir albergar uma maior quantidade de líquido. Doenças congénitas e hereditárias Além das doenças anteriormente referidas. A principal característica é a total ou parcial ausência de urina. Nefropatias Tóxicas e não tóxicas São causadas por tóxicos. por falta de sangue ou pressão para formar urina ou obstrução aguda da via urinária. Pode ser provocada por uma malformação do uréter ou por infecções que levam a que a capacidade de transporte do uréter seja diminuída. agentes físicos. acumulação de ureia« Normalmente os doentes nesta situação necessitam recorrer à hemodiálise para sobreviver. químicos e drogas. Podem originar outros problemas e em situações de sobre-dosagem podem causar insuficiência renal e certos tipos de cancro. Ureterohidronefrose Tem o mesmo tipo de comportamento que a doença anterior. . Pode ter inúmeras causas. Pode estar associado a problemas circulatórios ou problemas no controlo da pressão glomerular. Insuficiência Renal Crónica Estado em que o rim perdeu todas as suas capacidades funcionais. contudo nesta o aumento de volume ocorre nos ureteres e não no rim.Insuficiência Renal Aguda É causada por uma agressão repentina ao rim. desde infecções a acidentes vasculares.

.

não basta tratar os seus sintomas. como na próstata. sistêmicas. vagina ou.As infecções do trato urinário (ITU) Na maior parte dos casos. Esta procura-se sistematicamente mediante um exame clínico aprofundado com radiografias e exames complementares. útero. Por conseguinte. Incontinência Urinária. principalmente as crônicas. . a infecção urinária canina é uma consequência de infecções em órgãos vizinhos. Algumas. mais raramente. tem é de se tratar a sua causa. são particularmente difíceis de curar. As infecções do trato urinário são causadas por germes que em geral provém do tubo digestivo.

Se a bexiga estiver distendida. provocando sérias retenções urinárias. mas. catéter ou massagens. Muitas vezes. pode ser necessário recorrer a uma intervenção cirúrgica. . Se for constata a presença de um processo infeccioso. quando existem. a terapêutica consiste na administração de dietas calculolíticas (rações especiais) disponíveis no mercado. utiliza-se um antimicrobiano e um acidificante urinário. Geralmente o veterinário solicita um exame de urina. sendo que às vezes é preciso anestesiar o animal. os cálculos podem obstruir os efíncteres urinários ou a uretra. através do qual é possível determinar a ocorrência de infecção e a natureza do cálculo. Se o animal apresentar apenas uma propensão para a formação de cálculos. ela deve ser esvaziada através de sonda. Os cálculos nos rins são bastante raros no cão. quer seja de origem genética ou devido a uma dieta inadequada.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful