Você está na página 1de 5

• A membrana plasmática é formada basicamente, por lipídeos e proteínas.

Os
lipídeos formam uma dupla camada fluida, onde a sua estrutruta está disposta de
forma que a região entre a dupla camada da membrana é hidróbica e as faces
interna e externa são hidrofílicas. Nessa bicamada lipídica estão inseridas
proteínas que são fundamentais para o funcionamento dessa membrana. A
principal função da proteínas é a de selecionar todas as substâncias que entram e
saem da célula. Essas proteínas podem estar na forma canais (que irão formar
"poros" na membrana capazes de selecionar especificamente as substâncias
requeridas), estes incluem os canais de sódio e potássio, Na/K. Existem também
outras proteínas de membrana que podem estar presas à membrana por uma
região, mas a maior parte pode estar livre dentro ou fora da célula. Essas
proteínas são muito importantes para a comunicação dentro ou fora da célula.
Elas passarão ou receberão as "ïnformações" necessárias, um exemplo deste tipo
de proteína é o glicocálix que fica na região externa da célula.
○ 1 ano atrás



• oi. denomina se por mosaico fluido a membrana pois esta e constituida por uma
dupla camada de fsfolipidos que têm a capacidade de movimentar se ( nao muito
claro) por esta fina camada apenas passam as celuluas e organitos que nao tem
carga e que nao sejam de grandes dimensoes( difusao simples). para estes que
nao consguem passar existem outros organitos que podem estar dentro ou foram
da celula , as proteinas extrinsecas e itrinsecas. estas seleccionam o que querem
que passe para a celula e nao ecessitam de energia ( difusao facilitada) para
elementos que tenham carga como o sodio K+ é preciso recorrer ao transporte
ativo . este e feito apenas por proteinas especializades e necssita de energia.
○ 3 dias atrás




• O "masaico fluido" é a disposição tridimensional da membrana celular.
Composta por lipidios esta membrana apresentasse com maior fluidez diante de
calor e mais sólida no frio. Chamasse de mosaico devido a disposição dos
lipidios que lembram a estrutura mosaica.

BIOMOLÉCULAS

Biomoléculas são compostos sintetizados por seres vivos e que


participam da estrutura e do funcionamento da matéria viva. São,
na sua maioria, compostos de Carbono cujas massas são formadas
em 99% de C, H, O, N ou seja são as proteínas, açúcares, lipídios,
DNA, etc.
Em porcentagem do peso seco da célula temos: Carbono 50 a
60%; Oxigênio 25 a 30%; Nitrogênio 08 a 10%; Hidrogênio 03 a
04%.
Muitas biomoléculas são assimétricas, ou seja, possuem centros
quirais, átomos de carbono com quatro ligantes diferentes.
Água: principal biomolécula, responsável por 70% do peso total de
uma célula.
As Macromoléculas: são biomoléculas de alto peso molecular,muito
grandes e quase sempre de estrutura química e espacial muito
complexas.
São sempre formadas a partir de "unidades fundamentais",
moléculas menores e muito mais simples que funcionam como
matéria prima para a construção das macromoléculas;
As proteínas :Constituem a maior fração da matéria viva; são as
macromoléculas mais complexas; possuem inúmeras funções na
célula;
Os ácidos nucléicos: São as maiores macromoléculas da célula; são
os responsáveis pelo armazenamento, e transmissão da informação
genética;
Os carboidratos: são os principais combustíveis celulares; possuem
também função estrutural e participam dos processos de
reconhecimento celular;
Os lipídios: Formam nossa principal de armazenamento de energia
assim como desempenham importante função na estrutura das
membranas biológicas; são biomoléculas hidrofóbicas.
A água: Além de ser o principal constituinte da célula, desempenha
um papel fundamental na definição de suas estruturas e funções;
É o fator primário de definição das complexas estruturas espaciais
das macromoléculas;
Muitas vezes a estrutura ou a função de uma biomolécula depende
de suas características de afinidade com a água, a saber: Moléculas

Hidrofílicas
Hidrofóbicas
Anfipáticas
A água é o meio ideal para a maioria das reações bioquímicas.

MEMBRANAS BIOLÓGICAS

Características principais:

Estruturas pequenas, visíveis detalhadamente apenas em ME e


morfologicamente semelhantes. Diferenciam-se na espessura, nas funções e
na composição química. São 3 os tipos:

* Protéica: Possui de 70-80% de proteína, portanto, alta funcionalidade. Ex:


membranas mitocondrial interna, dos tilacóides e procariontes.
* Plasmática: Possui 50% de lipídeos e 50% de proteínas. Ex: membrana
mitocondrial externa e membranas eucariontes em geral.
* Mielínica: Possui de 70-80% de lipídeos e são estruturalmente resistentes.
Ex: bainha de mielina.

A fluidez destas membranas decorre da composição lipídica e foi


evidenciada experimentalmente por difusão celular e capeamento de
receptores. Esta característica garante altos dinamismo e desempenho de
funções, e existe por possuir alta concentração de agentes insaturados.
Ainda, uma membrana será tanto mais fluida quanto maior for a
temperatura e quanto menor for a concentração de colesterol.

Membranas biológicas possuem assimetria química – com diferentes tipos e


porcentagens de lipídeos, com proteínas periféricas só na face P e com
glícídeos só na face E – e assimetria física – com diferentes atividades
enzimáticas entre as duas faces.

Movimentos:

As proteínas e os lipídeos difundem-se lateralmente e rotacionalmente.


Estes, ainda, realizam flexão de cauda e "flip-flop".

Funções principais:

Delimitação e proteção celular, compartimentalização – o que aumenta a


funcionalidade – enzimática, adesiva, comunicação celular – por nexos ou
gap junctions, por sinais químicos e por receptores – e antigênica. Como
exemplo de atividade antigênica pode-se citar o Complexo Maior de
Histocompatibilidade (MHC), que agrupa o Antígeno de Histocompatibilidade
(HCA), e é o responsável pelo sucesso em transplantes; ainda, as proteínas
integrais (glicopriteínas) e os glicoesfingolipídeos (glicolipídeos) são
determinantes antigênicos de superfície, como no sistema ABO.

Glicocálix:

É uma estrutura das células animais, de espessura variável. Possuem 2 tipos


de constituintes:

* Variáveis: como as glicoproteínas e as glicosaminoglicanas, que são


primeiramente secretadas pela membrana e depois aderidas por ela;
* Constante: como a porção glicídica de glicoproteínas e glicolipídeos.

Suas principais funções são de proteção, barreira de difusão, enzimática,


antigênica – só a porção constante – adesiva, inibição por contato,
reconhecimento celular e definição de um ambiente especial, com pH, força
iônica e carga elétrica próprios. Uma aplicação prática desta função seria a
proteção contra certos tipos de vírus. Tanto alguns vírus quanto o ác. siálico
ou N-acetil-neuramínico (presente em certos glicocálix) possuem carga
negativa, ocorrendo, assim, repulsão entre eles.

Espero ter ajudado...:D

Procarióticas: são células desprovidas de menbrna celular. Ou seja, toda


célula tem um núcleo, e na grande maioria das espécies esse núcleo é
protegido por uma membrana, e no caso das células procarioticas ñ existe
essa mengrana deixando então o núcleo da celula espalahado por todo seu
interior.

Eucarioóticas: são células, contrárias as procarióticas, ou seja, as


eucarióticas possuem essa membrana de proteção do núcleo mantendo-o
protegido e ñ espalhado dentro da célula.

Carioteca: é o nome dessa membrana, vc vai encontrar literaturas que irão


denominar de membrana nuclear e outras como carioteca, que são a
memsa coisa.

Cloroplasta: Uma espécie de líquido gelatinoso que tem função de


preenchar os espaçõs entre as organelas dentro da célula, dar corpo a
célula.

Membrana plasmática: Essa é a membrana que protege o plasma, ou seja


tudo que tem dentro de uma célula, esse conjunto denomina-se plasma que
é protegido, para que essa célula ñ exploda por essa membrana plasmática,
formada por certas proteinas.

Vacúolo: são espaços vazios dentro da célula, imagine um copo de


refrigerante, as bolhas de gás que ficam presas ao lado do copo são espaços
preenchidos apenas com gás, é mais ou menos nas células só que nela esse
espaço é vasio ñ tem nada nem gás.

organelas: esse é o mais interessante, imagine todo o seu corpo, seus


sistemas digestivo, respiratório, circulatório etc, isso tudo dentro de uma
célula, pois é é isso mesmo a maioria das céulas tem um sisema muito
complexo assim como nosso organismo por inteiro, ela tem todos esses
sistemas dentro dela, ou seja ela come respira, defeca, então la dentro
esses sistemas são chamadas de organelas que equivaleriam a orgãos em
nosso corpo.

Para vc ter uma melhor idéia de tudo que eu escrevi ai faça o seguinte:

Peuqe um ovo de galinha, e comece a observar ele por fora vc tera a casca
certo, agora quebre ele e coloque em um prato, observe agora que pelo
lado de dentro da casca haverá uma membrana branquinha bem fininha e
em uma das "pontas" do ovo tera uma "bolha" de arentre essa membrana e
a casca, essa membrana seria em uma célula a membrana plasmática ou
seja segura todo o interio da célula, se vc colocar um ovo dentro de um
vidro com vinagre, um ovo assim cru, depois de 24 h ele perderá toda a
casca e ficará apenas essa membrana aça a esperincia. agora observe o ovo
aberto no prato, a clara do ovo seria o equivalente ao cloroplasta ou seja o
que preenche o ovo (célula), a gema seria nosso núcleo se vc pegar com um
garfo ou a ponta de seus dedos ira ver que ao redor da gema existe uma
membran finissima te ao ser perfurada esparrama a clara,então essa
membrana seria a corioteca ou membrana nuclear, que nas células
procariotecas ñ existe saria como se a gemae aclara estivessem todas
misturadas, e se vc perceber existe no meio da clara um tipo de um fiozinho
branquinho que vc tira com um garfo esse "fiozinho" liga a gema naquela
bolha de ar, que é por onde o futuro pintinho respira ele funciona como um
cordão umbilical mas apenas para passagem de ar, que aqui no nosso
exemplo seria organela. e se vc for mais detalhista ainda e pegar um ovo
certo vera que an gema tem um pontinho as vezes ele é um amarelo um
pouco mais forte que a gema, é chamado de disco germinativo dali que
nasce o pintinho, que aqui no nosso exemplo poderia der usado como o
nucleolo que é a parte mais importante da célula ela quem contem os
ribossomos e a carca genética do individuo e esse nucleolo de encontra
dentro do núcleo que seriaa gema e aquela parte aliquisa amarela da gema
também seria chamada de cloroplasma pois serev apenas como
preenchimento, infelismente no ovo ñ tem como vermos os vacuolos pois o
ovo ñ tem espaços vazios, mas da para ter uam boa noção de uam célula
analisando um ovo. Pois o ovo é cnsiderado por muitas literaturas a maior
célula visivel a olho nu.