P. 1
Extração por Solventes Quimicamente Ativos

Extração por Solventes Quimicamente Ativos

|Views: 3.645|Likes:
Publicado porRodrigo Gondim

More info:

Published by: Rodrigo Gondim on Jun 28, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/05/2013

pdf

text

original

Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia do Maranhão ± IFMA. Departamento Acadêmico de Química ± DAQ.

Química Orgânica Experimental Prof.: Dr. Fernando Carneiro Aluno: Rodrigo Césio Duarte Gondim LQ 0911039 -21.

Extração por Solventes Quimicamente Ativos

São Luís 2011

empregado na separação e isolamento da substancias componentes de uma mistura. mas e muito solúvel no outro solvente. ou ainda na remoção de impurezas solúveis indesejáveis. Este ultimo processo é geralmente denominado lavagem. através da agitação com um segundo solvente. Pode-se empregar uma solução aquosa básica para remover um acido orgânico de sua solução em um solvente orgânico. etc. Para o desenvolvimento da técnica de extração pode-se usar um solvente extrator que reaja quimicamente com o composto a ser extraído. pelo tratamento com solução aquosa acida. acido clorídrico. Da mesma maneira. o composto e ser extraído e insolúvel ou parcialmente solúvel num solvente. INTRODUÇÃO O processo de extração com solventes é um método simples. A seleção do solvente dependerá da solubilidade da substancia a ser extraída e da facilidade com que o solvente possa ser separado do soluto. . A técnica da extração envolve a separação de um composto presente na forma de uma solução ou suspensão em determinado solvente. um composto orgânico básico pode ser removido de uma solução em um solv ente orgânico. Neste tipo de extração o composto estará distribuído entre os dois solventes. ou para remover impurezas acidas presentes num solido ou liquido insolúvel em água. Incluem -se. Nas extrações com água e chamada µfase aquosa¶ e a fase do solvente orgânico e chamado µfase orgânica¶.1. Quando as duas fases são líquidos imiscíveis. O sucesso da separação depende da diferença de solubilidade do composto nos dois solventes. entre tais solventes: soluções aquosas de hidróxido de sódio. Geralmente. bicarbonato de sódio. o método e conhecido como µextração liquido-liquido¶. no qual o composto orgânico seja mais solúvel e que seja pouco miscível com o solvente que inicialmente contem a substancia.

Sulfato de sódio anidro .Funil de separação de 250mL .Papel de filtro .Pisseta . OBJETIVO Aplicar a extração por solventes quimicamente ativos em líquidos imiscíveis.Xileno . REAGENTES E VIDRARIAS 3.4 erlenmeyer de 125 mL .2.Éter etílico 3.1. MATERIAIS.Solução de NaHCO3 a 10% . REAGENTES .Solução de HCl a 10% . VIDRARIAS . 3.2.Proveta de 50 e 100mL .3.Solução de NaOH a 10% e 30% .Anilina .HCl concentrado .Espátula 3.Funil .Funil de Buchner . MATERIAIS .ß-naftol .

ouve a formação de uma solução avermel ada e com essa µsolução et rea¶. epetiu-se o experimento por X com a uantidade de aHCO3 misturando-se a solução et rea para extrair o composto. E m HC : mL de solução de .2. m HCl: X com a uantia de mL de solução l epetiu-se o experimento por misturando-se a solução et rea para extrair o composto. no processo de neutralização com HCl. nessa etapa o composto extraído foi o xileno. enzói o. . 5. assou-se esta solução ue assou a ser denominada de µsolução et rea¶. nessa etapa o composto extraído foi o acido enzóico. anilina e mL de ter j ntou-se tudo em um erlenmeyer de mL de dissol eu -se tudo em etíli o.kit -B l -B -B 4.   5. P P t t i CE I E EXPE I E L -naftol. por onde ini iou -se a extração om sol ente. Á i o -se e st : ileno. iniciou-se a extração com um sistema incluindo um funil de separação com argola e suporte universal com o material recol ido em um 5. no processo de neutralização com aOH.. ES L SE ISC SÕES a mistura da sust ncia com ter etílico. ara um funil de separação. E uer.

uer e esta -naftol (pó avermel ado). os compostos foram identificados pelo aspecto inicial: acido enzóico (cristais rancos). a ultima etapa da extração. observou-se ue no processo de extração de substancias os fatores como a solubilidade e a reação Ácido-base ue envolve um processo de neutralização. Em todo esse processo de extração.3. nessa etapa o composto extraído foi o -naftol. anilina 6. para ue aja uma precipitação do material fazem parte de uma das etapas do processo. C CL S esta aula de uímica orgânica experimental. . E m H: epetiu-se o experimento por 3X com a uantidade de 30mL de solução de aOH misturando-se a solução et rea para extrair o composto. recol eu-se o a solução et rea em um para a absorção da gua da solução adicionou -se cristais de sulfato de sódio. etapa o composto extraído foi à anilina. na qual o composto orgânico deve ser mais sol vel e pouco miscível com o solvente que inicialmente contenha a substancia. A escol a de um solvente adequado para a solubilização das amostras também entra como fator determinante para o processo de extração.5. no processo de neutralização com HCl concentrado. e xileno (li uida incolor).

de. 8 ed.FRYHLE. São Paulo. Rio de janeiro: Guanabara. PIRES. V. LTC. X.A. P. PIRES. SOUZA.G..1988. Y.D. T.REFERÊN IAS SOLOMONS. SOARES.G. . 1 e 2. V. Química orgânica.B. Química orgânica. Pearson Prentice Hall. C. purificação e identificação de compostos orgânicos. BRUCE. Rio de janeiro. 2006. 4 ed. 2006.W.B. Química orgânica teoria e técnicas de preparação.N. 1 e 2.

. soluto para o segundo solvente. 3) Anilina.ANEXOS 1) A Extração com solvente. essencialmente imiscível com o primeiro solvente. é uma técnica em que uma solução usualmente aquosa ) é posta em contato com um segundo solvente usualmente orgânico). ou a extração líquido a líquido. ou mais de um. a fim de provocar uma transferência de um.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->