INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLÓGICA DO PARÁ - IFPA

EIXO TECNOLÓGICO – RECURSOS NATURAIS CURSO TÉCNICO DE MINERAÇÃO

EXTRAÇÃO DE AREIA
MÉTODOS DE EXPLOTAÇÃO

Ênia Andrézia Neves Figueira

SANTARÉM-PA

INSTITUTO FEDERAL DO PARÁ - IFPA

MAIO/2011

EXTRAÇÃO DE AREIA
MÉTODOS DE EXPLOTAÇÃO

Trabalho apresentado à disciplina de Métodos de Explotação, ministrada pelo professor Engenheiro Andson Ferreira, para obtenção de nota parcial do 2º semestre.

SANTARÉM-PA MAIO/2011

Extração de Areia
CONTEÚDO

.Fase de desativação 4.Fases de implantação Registro da extração de areia Fatores de produção Mão-de-obra Rede viária Remoção da vegetação Estrutura para Extração 2.Formação Classificação Aplicação 2.Referências Bibliográficas Extração de Areia APRESENTAÇÃO .Resultados e conclusões 6.Areia 1.1.Métodos de Extração Extração manual Extração em fossa Extração em área de várzea Extração em leitos de cursos d’água 3. .Impactos Positivos Negativos Medidas de controle Empreendimentos Clandestinos e irregulares 5.1-Retirada do material Estocagem Drenagem Peneiramento Carregamento Transporte 4.1. . -Fase de operação 3. .Apresentação 1.3.2. -Extração 2.Equipamentos de Extração 2.1.

Na segunda etapa. foi realizado um amplo levantamento de informações secundárias. Chama-se atenção para quantidade de artigos relacionados aos impactos causados pela Extração de Areia. onde ocorre a legalização do empreendimento minerário. além do fluxograma do método de extração mais utilizado. assim como os aspectos socioeconômicos da exploração ilegal. retirada do material. fases de operações. envolvendo a gênese da areia. O trabalho foi desenvolvido através de duas etapas de pesquisas. o grande número de empreendimentos clandestinos e irregulares. bem como equipamentos e métodos utilizados. Por envolver maior volume de informações acerca destes problemas ambientais. O trabalho foi elaborado com base nas pesquisas bibliográficas. Extração de Areia 1. os dados obtidos desta atividade econômica em relação ao processo de lavra são mais escassos. aplicação e extração. alguns inclusive irreversíveis.AREIA . sem levar em conta os danos e as conseqüências das áreas mineradas. seguido de entrevistas e consultas pessoais a Engenheiros Civis. Até os impactos ambientais causados por esta atividade. utilizando-se às teses de técnicos especializados na atividade mineral. O estudo permite ainda interar sobre um fator importante. Naquele momento foram considerados apenas os métodos e os processos da extração. procurou-se avaliar as condições ambientais e as medidas que minimizam os impactos negativos pela atividade extrativa. A Extração de Areia é de grande importância para o desenvolvimento social. . Na primeira. classificação.O objetivo deste estudo é analisar a Extração de Areia desde a fase de implantação. mas ao mesmo tempo é responsável por impactos ambientais negativos.

solos de partículas grossas.1. mica. também variadas. mônazita. formada principalmente por sílica (dióxido de silício. ilmenita. as argilas. A classificação segundo a ABNT é a seguinte: Extração de Areia Quanto à granulometria .05 a 5 milímetros. as geadas. onde foram convertidas em granito.A areia é um material finamente granular de partículas sedimentares entre 00625 (16/01) mm e 2mm de diâmetro. sob uma enorme pressão e a uma profundidade de 9 a 24 quilômetros da crosta terrestre. a água.K. E em função dessa variedade. magnetita. siltes partículas intermediárias e por último. transformando-as em pedregulhos e areias.FORMAÇÃO DA AREIA A areia é substância que tem uma idade incalculável. haja vista que as rochas ígneas das quais a areia é proveniente só podem ter sido formadas. Wenttworth. a vegetação entre outros. ou SiO 2) geralmente na forma de quartzo. A composição da areia é altamente variável. cassiterita.  Classificação da Areia Segundo o geólogo norte americano C. que emergiram. zircão. Quase todos minerais de grande resistência física e estabilidade química. formada por fragmentos de rochas e minerais. tem aplicações. pela decomposição química. Mas segundo a ABNT está na faixa de 0. provocam nas rochas erosão e desgaste ao longo do tempo. que são as partículas finas e formadas normalmente. O vento. pode agregar outros minerais como: feldspato. entre outros. o grão possui diâmetro entre 1/16 polegadas e 2 milímetros. A areia é produto da desintegração mecânica através de agentes exteriores sobre rochas. mas dependendo da composição da rocha da qual é originária. 1.

Areia monazítica > rica em mônazita. Porém. Quando o transporte Coluvionares> Quando o transporte é a gravidade.areia é classificada como silicato. já que é constituída de quartzo. Em alguns tipos de areia acontece a estrutura alveolar.4 mm grossa >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>2. marrons ou avermelhadas. que são transportados. apenas a areia monazítica e areia ilmenítica. Quanto à estrutura .é classifica como sendo de estrutura granular simples. areia graduada – areia que obedece a uma classificação granulométrica estabelecida de acordo com a necessidade do mercado e disponibilidade estrutural do estabelecimento minerário.que não foi beneficiada. minério constituído pôr fosfatos de metais do grupo do cério. Sendo elas: areia bruta . propiciando sua limpeza. Aluvionares > Quando o transporte se dá pela água. Suas principais jazidas encontram-se no Estado do Espírito Santo e são constituídas de grãos amarelos. inclusive.fina >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>0. Quanto ao solo . Neste trabalho será citado. nas quais as partículas se apóiam umas sobre as outras sua disposição é produto da força da gravidade. isto é. .15 a 0.6 a 2.areia que sofreu o processo de lavagem. há uma grande variedade de minerais que constituem as diversas areias. conforme essa composição. zircão.à areia é classificada como sedimentar (ou alotóctone). Eólicos> Quando o transporte é pelo vento. e em toda a extensão litorânea do Espírito Santo. e de tório. principalmente do isótopo 232.6 mm média >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>0. Areia Ilmenítica > Rica em cristais de ilmenita e possui outras composições minerais como rutílio. Quanto à composição química. Suas principais jazidas estão localizadas nos Estados do Rio de Janeiro. mônazita. Extração de Areia  Aplicação .8 mm Na parte comercial a areia também denominada de acordo com o grau de elaboração que apresenta. areia lavada . conferindo-lhes cores diferentes. feldspato e mica.4 a 4.

de 24 de setembro de 1978. código de posturas. etc. em maçaricos especiais e limpeza de superfícies oxidadas. fachadas de prédios feitas de pedras e ladrilhos. a areia só é economicamente explorável. tem-se o preparo de concreto para moldes de metais.No Brasil.. leis ambientais. a definição das diretrizes básicas para o desenvolvimento das atividades extrativas em seu território. os depósitos de areia utilizados como materiais em construção civil. 2. para uso doméstico e industrial. principalmente. com validade somente após o seu registro no Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) e sua publicação no Diário Oficial da União. Quando é colocada em camadas.1 – FASES DE IMPLANTAÇÃO O Registro da Extração O registro da extração de areia é feito pelo regime de licenciamento. 2. >>Jateamento de areia. a areia tem várias aplicações. a construção civil. >>Pedras de isqueiros (círio extraído de areias monazíticas). >>Outra aplicação é o uso de areias com granulometria selecionada. Isso em virtude de sua ampla distribuição no mundo. fabricação de tijolos refratários e de esmeril. Extração de Areia A licença deve ser expedida pela autoridade administrativa local. plano diretor. Fica a cargo do município.EXTRAÇÃO DE AREIA A extração de areia visa suprir. que dispõe sobre o aproveitamento das substâncias minerais da classe. Conforme sua constituição química.567. intercaladas com britas de diversos diâmetros. . Este regime é disciplinado pela Lei Federal no 6. se estiver próximo ao mercado consumidor. Quando se fala em material de construção. >>Fabricação de vidros (alto teor de sílica). >>Eletrodos para lâmpadas de descarga (tório extraído de areias monazíticas) >> Entre outras aplicações para a areia. usado para gravações de inscrições em monumentos e peças ornamentais. >>Filtro de água. observando a legislação pertinente ao assunto como: lei de uso e ocupação do solo.

pois. bem como tratores e caminhões para a retirada do material lenhoso da área. implicando o uso de diversas maquinarias nas diferentes etapas (retirada da vegetação. Fatores de Produção Representa a atividade de compra de fatores de produção (maquinarias.Obra Contratação de Mão-de-obra: Refere-se à contratação da força de trabalho responsável pela realização de todas as atividades relacionadas à extração de areia. Via de regra. Essa atividade é muito importante na geração de renda local. assegura-se ao Poder Público a Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM).). como caminhões e tratores. balsas e outros tipos de estruturas. beneficiamento e disposição do material extraído. . são usadas motosserras para a derrubada das árvores. a extração também deve obter sua licença ambiental.) necessários à extração de areia. Dependendo da tecnologia empregada na extração. Extração de Areia Estruturas para a Extração Instalação de Estruturas para a Extração de Areia: Consistem na instalação dos paióis. Mão.de. tubulações etc. compactação do solo. cascalhamento do leito da estrada etc. que são indispensáveis ao cumprimento das atividades de extração de areia. Rede Viária Abertura da Rede Viária: Consiste na abertura da malha viária para o acesso aos cursos d’água onde se praticará a extração de areia. Muitos desses fatores de produção podem ser comprados na própria região de extração. caixotes. com a regularização do empreendimento.Além do regime de licenciamento. dependendo da infra-estrutura comercial local. para regularizar o empreendimento minerário. necessita-se de maior ou menor uso de força braçal. Remoção da Vegetação Refere-se à retirada da vegetação existente e à compactação do solo na área destinada à instalação das estruturas de extração. São usadas máquinas pesadas. abertura do leito carroçável.

. Quando se atinge o nível do lençol freático durante a extração. dependendo da quantidade de material a ser transportado. normalmente. O transporte. a bomba de sucção é acoplada as tubulações de bombeamento de ferro fundido com diâmetro de 6 a 8 polegadas. que são formadas de plataformas flutuantes. sobre as quais são montados motor. o termo é empregado quando a extração acontece em cava ou a céu aberto. pôr meio de roldanas.EQUIPAMENTOS DE EXTRAÇÃO DE AREIA Os equipamentos de extração nos trabalhos de extração a seco são trator de esteira.MÉTODOS DE EXTRAÇÃO *Extração Manual Método rudimentar. Em seguida. de maneira geral. A extração acontece manualmente. carroças. que funcionam como mandíbulas. caminhões caçambas ou com carrocerias de madeiras.2.2. introduzem-se as dragas de sucção. ou mecânico. Para transporte usam-se. 2.3 . Embora ocorra de forma isolada. A balsa pode ser movimentada pôr motor de popa ou pôr meio de guinchos presos a cabos de aço fixados normalmente em estacas ou árvores. pode-se utilizar equipamentos como escavadeiras adaptadas com lança “Clamp-shell” constituída de duas partes móveis. é feito pôr veículos de tração animal. carregadeira de pneus e retroescavadeira com comando hidráulico. Ainda no caso de extrações realizadas em presença de água. realizado por meio de pás. trucados ou não. destruindo matas ciliares e degradando margens de cursos d’água. O sistema de locomoção da tubulação pode ser manual. Extração de Areia *Extração em Fossa Seca Chama-se extração a seco quando o depósito situa-se acima do nível do lençol freático. a degradação causada pôr esse tipo de extração é muito significativo. movido a óleo diesel ou à eletricidade.

de acordo com o local que for explorado. A operação se inicia com o decapeamento do solo. Na continuidade esse material é lançado por bombeamento até os tanques de decantação. A extração é feita por desmonte hidráulico.Esse processo de extração pode ser realizado por carregadeira de pneus. Entre eles podemos citar a destruição da vegetação existente. Quando a extração é feita em encostas ou terraços fluviais elevados. Procede-se um novo jateamento d’água no último tanque e efetua-se o bombeamento da polpa até o local onde é feita a separação granulométrica e a estocagem da areia. em geral em número de dois. O rejeito de material fino é armazenado em reservatório. a qual desce por gravidade até a bacia de acumulação. com todos os efeitos que provoca àquele meio. O processo de desmonte hidráulico provoca danos ao meio ambiente. com jatos de água de alta pressão. formando a polpa. procede-se a desagregação dos sedimentos ou rochas alteradas. A seguir. para abrigar o material mais pesado no primeiro tanque e o material mais leve no segundo. utiliza-se o método da cava seca. com lençol freático não aflorante. A figura a seguir demonstra a extração do mineral através de desmonte hidráulico. Extração de Areia . Com a decantação dos finos processa-se a clarificação da água de lavagem. dispostos em seqüência. desfiguração do local. Dos processos utilizados é o que menos provoca impacto ao meio ambiente. e se estiver próximo a algum corpo d’água poderá trazer prejuízos ao meio aquoso. que então retorna ao sistema e é reaproveitada no desmonte. trator de esteira e/ou retroescavadeira com comando hidráulico.

Extração de Areia A figura na seqüência ilustra o processo de extração em cava submersa. poluição orgânica. pela falta de luz e pelo excesso de matéria em suspensão no meio líquido. Tubos acoplados a essas bombas servem como condutores da água necessária à escavação e como meio de transporte da polpa até os silos ou pátio. desvio do curso d’água. causando turbidez às águas. . dentre eles podemos elencar: a destruição da mata ciliar. tanto na extração como no depósito. O método de cava submersa é o sistema que mais produz danos ao meio ambiente da exploração. onde fica o dique que recebe a areia com excesso de umidade. A extração é realizada com draga instalada sobre um barco e equipada com bombas centrífugas. poluição química com óleo diesel utilizado para alimentar os motores e a perturbação e destruição da hidro-fauna e hidro-flora.*Extração em Área de Várzea A extração em várzea geralmente é do tipo cava submersa em função do nível freático ser muito raso.

que conduzem o material até o local de estocagem. em profundidades não muito elevadas. . As bombas de sucção são acopladas às tubulações que efetuam o transporte da areia na forma de polpa até as peneiras dos silos ou pilhas de minério. fazendo com que o tempo de extração sem o uso de dragas de sucção seja pequeno. Normalmente o nível do lençol freático é pouco profundo nas várzeas. Quando o nível do lençol freático é atingido. e as partículas dissolvidas e as águas retornam para a lagoa através de canais coletores.. *Extração em Leito de Cursos d’Água O tipo de lavra e beneficiamento praticados para os depósitos em leito de rio consiste na dragagem dos sedimentos ativos existentes nos leitos. Extração de Areia A dragagem é feita através de bombas de sucção instaladas sobre barcaças ou flutuadores (tambores de 200 litros). há a introdução das dragas de sucção.

movidas a óleo diesel e. 3. poluição química com o óleo diesel utilizado para abastecer os motores. O fluxograma a seguir mostra toda a seqüência do método de extração. respectivamente. poluição orgânica. . sendo os mais freqüentes o aprofundamento do leito do rio. Extração de Areia Essas dragas podem ser fixas (Beaver) ou autocarregáveis móveis e possuem a finalidade de escavar e remover areia submersa. ou. – FASE DE OPERAÇÃO Retirada do Material Mineral: São normalmente duas as maneiras usadas para a retirada de areia nos cursos d’água. energia elétrica. causando turbidez às águas. através de tubulações acopladas ou balsas de estocagem temporárias. transportando-a. perturbação e destruição da flora e fauna aquática.O processo de cava de leito provoca danos ao meio ambiente. O processo mais comumente empregado utiliza dragas com bombas de sucção e recalque. para locais previamente selecionados. que se instalam sobre barcaças ou plataformas flutuantes (os popularmente conhecidos “portos de areia”).

ou. por granulometria. mas esse método é o menos utilizado. com ajuda de animais ou não. à lagoa de decantação de finos. A atividade pode ser feita também manualmente.O segundo processo utiliza retroescavadeira equipada com Clam-shell. São usadas também estruturas de beneficiamento que possuem peneiras e silos de estocagem temporária. ou. tendo em vista os diferentes usos que se pode ter desse material. sendo comandada por cabos ou com Drag-line. Carregamento: Consiste no carregamento dos caminhões. silos. Se o local de estocagem for elevado. o meio rodoviário é o mais empregado. Estocagem: A areia é conduzida aos locais de estocagem – temporários ou não –. Peneiramento: O peneiramento pode acorrer antes da estocagem da areia ou após a sua drenagem. através de canaletas e. paióis e. São comumente usadas carregadeiras de pneus e retroescavadeiras para essa atividade. quando as águas e as partículas finas dissolvidas vão direto para o curso d’ água ou retornam. canais coletores. . para posteriormente entrarem em contato com o rio. Extração de Areia Transporte: Refere-se à entrega do produto final na fonte de consumo. O peneiramento é importante para melhorar a qualidade da areia. e a drenagem inicial. sendo utilizados normalmente caminhões com caçambas de um ou dois eixos traseiros. ela recebe drenagem natural. denominados caixotes. o que vai depender das técnicas empregadas na extração. para içar a areia do curso d’água. segundo a sua granulometria. esse carregamento se dá por esteiras. que é constituída de duas partes móveis (“mandíbula”). Drenagem: Após a areia ser conduzida aos locais de estocagem. onde já são feitas a separação do mineral. onde ocorrerá o carregamento para o seu transporte. Os locais de estocagem são temporários quando a areia retirada ainda passará por um processo de peneiramento ou drenagem e somente depois será conduzida aos locais de estocagem permanente. que farão o transporte da areia para a fonte de consumo.

Contribuição para o desenvolvimento regional com a implantação da rede viária. 3.). 2. Podendo ser de caráter irreversível ou temporário. em médio prazo. envolvendo. são listados alguns impactos. práticas como o reflorestamento e a recomposição paisagística. dinâmico e extremamente complexo. separando-os em positivos e negativos.IMPACTOS AMBIENTAIS Qualquer que seja o tipo de atividade ou empreendimento sempre acarreta modificações ambientais. no sentido de possibilitar um retorno à vocação inicial da área. A seguir. assoreamento em alguns casos. em virtude . textura etc. como proliferação de insetos e doenças. levando sempre em consideração os anseios dos interessados no processo.1 . devido à aquisição de fatores de produção proporcionando aquecimento da economia local. tendo em vista o peso e as dimensões dessas estruturas. Criação de empregos. águas paradas e todas as suas conseqüências. municipais. a provocar inundações.principalmente. São utilizados tratores e caminhões. estrutura. as áreas afetadas devem ser observadas desde a fase de concepção até o término da extração. São utilizadas técnicas que recuperam as características do solo (fertilidade. até mesmo o desvio do leito.4. Aumento da receita dos governos estaduais e. – FASE DE DESATIVAÇÃO Após a utilização da área. A recuperação e reabilitação da área é um processo longo. podendo ser reutilizadas em outro empreendimento. como a turbidez da água. quase sempre. Dinamização do setor comercial. A exploração de areia nas margens dos rios passa. 1. 4. Extração de Areia a) Impactos Positivos. 4. ou oferecer uma nova alternativa de uso. A extração de areia nos rios provoca graves danos. as estruturas instaladas para a extração de areia devem ser retiradas.

Esse tipo de contaminação traz sérios danos ambientais ao ecossistema. Contaminação do curso d’ água causada pelos resíduos (óleos. graxas. devido à recuperação e reabilitação da área utilizada no empreendimento. devido ao atrito do material mineral com o corpo líquido.A remoção de vegetação. da Extração de Areia carregadeira de pneus. construções. Melhoria nos aspectos paisagísticos do local. . 3.da obtenção. 2. 9. 5. em virtude do uso de equipamentos de extração de areia nos leitos dos rios. mediante o seu uso para diversos fins. . ainda por falta de manutenção do equipamento. 6. Alteração da calha original dos cursos d’ água. Interferência sobre a fauna. dos caminhões. . a existência de vazamentos e a falta de medidas preventiva afim que não haja lançamentos de resíduos nos leitos dos cursos d’água. o aumento ou a introdução de ruídos.Produzida pelo motor da draga de sucção. devido ao lançamento de gases provenientes dos motores e de partículas sólidas.Acarretada principalmente pela circulação de equipamento de desmonte. entre outros fatores. ou seja. existentes próximas ao local. Poluição sonora. Aumento da oferta de areia. 7. A presença de trepidação provoca perturbações na estrutura de pontes. . dos equipamentos que fazem parte do empreendimento. lubrificantes) provenientes de maquinarias utilizadas nos diferentes tipos de operações. Trepidação. estradas. por parte deles. Depreciação da qualidade do ar. 8. Contaminação por óleos e graxas. provocam a evasão ou alteração nos hábitos da fauna no entorno do local. da Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM). . 4. 6. Aumento da concentração de partículas em suspensão (turbidez) no curso d’ água. etc. durante o processo de extração de areia. como exemplo mais claro tem-se a mortandade de peixes. b) Impactos Negativos 1. com repercussões positivas para a sociedade em geral. a modificação na estrutura do solo. carregamento e transporte. com a conseqüente melhoria da qualidade de vida. a circulação de caminhões. do trator. 5.Acontece quando o equipamento é manuseado de maneira inadequada.A simples operação dos equipamentos de extração e transporte afeta de maneira significativa a paisagem local. em virtude da utilização de maquinarias em diferentes operações. Alteração na paisagem .

Os processos de extração de areia que atingem o nível do lençol freático podem acarretar a “subsidência do terreno” . Extração de Areia Manejo da Fauna: A captura. . dos riscos de acidentes de trânsito e poluição atmosférica.acomodação de terra colocando em risco. O que pode de certa forma estimular também a recuperação da fauna do local. com objetivo de avaliar as potencialidades da jazida e sua viabilidade econômica. também a inativação de poços de captação de água no entrono do local de extração. Quando ocorrer à degradação de áreas desse tipo deve-se definir um projeto de recuperação vegetal. de 15 de setembro de 1965. de preferências nativas. .Lei número 4771. dando preferências às espécies nativas. construções próximas ao local. . Podendo provocar.10. provocando assim. Estocagem de solo: As camadas de solo retiradas na extração da areia devem ser colocadas de tal forma que fiquem protegidas de agente de erosão e fora das áreas de preservação permanente. a fim de minimizar a compactação que sofreu o terreno devido a circulação de equipamentos e caminhões.Indubitavelmente haverá um acréscimo no fluxo de caminhões. Para que ocorra a recuperação vegetal. um aumento no nível de ruídos. que serão usadas revegetação de taludes e da área degradada pela atividade. Medidas de Controle Um empreendimento deve ser planejado desde a fase de concepção. o trato e a reintrodução de espécie da fauna local permitem uma reabilitação mais rápida da área degradada. Alterações no tráfego. e também para que possam ser tomadas. por conseguinte a recuperação da fauna recomenda-se a instalação de um viveiro de mudas. medidas que visem à diminuição dos impactos que certamente a atividade extrativa acarretará no meio ambiente. recomenda-se uma escarificação. 11. Alterações no nível do lençol freático. As áreas de preservação permanente são definidas no artigo 2º do Código Florestal . A seguir são citadas medidas consideradas preponderantes para a viabilização de empreendimentos extrativos dentro de uma ótica de sustentabilidade ambiental. para posteriormente serem utilizadas na recomposição da área degradada. Antes de ocorrer à reutilização do solo.

ou ainda enterrados em local que não possam contaminar o solo e lençol freático. Estabilidade dos Taludes : Medidas preventivas visam manter a estabilidade dos taludes. serão encaminhados ao serviço municipal ou comercializados para serem reciclados. as águas não devem ser lançadas no leito do curso d’água e nem no solo sem que passem por tratamento adequado. Estadual e Municipal. por parte dos mineradores. por conseguinte seus assoreamentos e a destruição de vegetação. aliado ao fato de saber da deficiência da fiscalização quer do Município. ou mesmo conhecendo-a não se habilita a proceder corretamente. devem ser depositados em local tal que provoque desbarrancamentos. quando da lavagem dos mesmos.necessários ao processo extrativo e transporte do material extraído. caso existam. Os resíduos sólidos inerente às atividades humanas e embalagens de óleos. Outro fator encontrado foi referente à desinformação em relação às questões minerárias. Isso em decorrência da falta de conhecimento da legislação. graxas e outros. Uma vez que há uma sobreposição de competência dos órgãos Federal. graxas evitam a contaminação dos cursos d’água e do solo. graxas e combustíveis e também. É necessário que os equipamentos passem periodicamente por manutenção. . por parte do minerador. do Estado ou da União. Por causa das dificuldades Extração de Areia com que depara. No caso da extração de areia deve a sucção deve ocorrer no meio do curso d’água. a fim de evitar vazamento de óleos. As laterais das dragas devem receber proteção em suas laterais para evitar o derramamento de óleos e graxas no leito do rio. realizando suas atividades sem obedecer à legislação que disciplina o aproveitamento do bem mineral. O correto acondicionamento e manuseio de óleos. onde são estabelecidas normas e exigências muitas vezes desarticuladas e que levam o minerador a crer que providenciando as exigências referentes a algum órgão estaria totalmente legalizado. principalmente pela burocracia dos processos de licenciamento. EMPREENDIMENTOS CLANDESTINOS OU IRREGULARES Grande parcela dos empreendimentos de areia e argila atua ilegalmente. para evitar o desbarrancamento e. Nunca jogados diretamente no solo ou no curso d’água. Disposição adequada de resíduos sólidos: Os rejeitos.

Porém. para muitos. A situação do empreendimento irregular na maioria das vezes ocorre por falha da estrutura pública. ficaria mais fácil. mandar imprimir um talonário de nota fiscal e passar a exercer a atividade de explotação minerária. obter um CNPJ. esta atividade é geradora de grandes impactos ambientais. dos três níveis de governo. Outra dificuldade.Há casos em que o empreendedor se limita a registrar o estabelecimento na Secretaria da Fazenda. seus equipamentos apreendidos e ser indiciado penalmente. No entanto. A inexistência de uma legislação clara é apontada como um dos principais entraves à atividade mineradora. Sem essa estrutura a situação é propícia para o cometimento de atos criminosos por parte dos empreendedores. Sendo que. essa dificuldade. ao passo que se esta responsabilidade ficasse a cargo de um só nível. uma vez que é viável economicamente ao minerador propor transações ilícitas ao agente fiscalizador para não ter seu estabelecimento fechado. a falta de leis adequadas impede o empresário de saber antecipadamente o quanto terá que investir na recuperação da área a ser explorada. qualquer melhoria pode diminuir esses impactos e eventualmente diminuir os custos para construção de moradias. já que basta uma licença da prefeitura para seu funcionamento. Extração de Areia RESULTADOS E DISCURSSÕES Os resultados obtidos relativos à avaliação da explotação de areia são de que a mineração de areia é de extrema importância para construção civil e para o crescimento das cidades. não pode ser usada por quem extrai areia. . entendendo que está legalizado. apontada pelos donos de mineradoras é que as exigências ambientais são feitas por vários órgãos estatais.

Com a evolução dos consumidores e a informação a tendência é a cobrança de produtos de melhores condições. Extração de Areia CONCLUSÃO Com base na pesquisa extraíram-se as seguintes conclusões. o que poderia ser reaproveitado para a produção de peças de cerâmicas vermelhas. . É certo que a areia lavada e só é possível ser fornecida pelos empreendedores regularizados junto aos órgãos competentes. visto que é necessário investir. eliminando quem não beneficia adequadamente a areia. diferente dos clandestinos que só oferecem à areia bruta em decorrência de sua mobilidade. sobretudo ter estabilidade.Por exemplo. como blocos estruturais e telhas. instalar uma estrutura adequada para a produção e. durante o processo de extração de areia para construção civil. são rejeitadas grandes quantidades de argila vermelha.

ABNT. Para uma perfeita gestão ambiental. abastecimento d’água. Informação e DocumentaçãoTrabalhos Acadêmicos. Extração de Areia REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS . poluição atmosférica e outros decorrentes do tipo mineral extraído. principalmente em vias públicas.conseqüentemente eliminará os clandestinos. Associação Brasileira de Normas Técnicas. mas enquanto houver os consumidores que procuram preço menor. Legislação de Direito Ambiental. as atividades minerárias não devem se restringir apenas ao cumprimento da legislação ambiental e padrões de segurança é preciso antecipar. Arts 21 e 174. propiciará a ação dos que trabalham a margem da lei. . acarreta os impactos sobre o ambiente socioeconômico. Vale ressaltar que a instalação de empreendimentos minerários sem as avaliações e estudos devidos. 3º e 4º . prevenir e corrigir os problemas existentes. VADE MECUM.

O que é areia? DNPM. [http://pt.br/] Métodos de Extração.scribd.gov.canalciencia. A ENCICLOPÉDIA LIVRE. [http://www. WIKIPÉDIA.br/] [www.com/doc/16634977/Avaliacao-Tecnologica-deFinos-de-Mineracao-de-Areia-Para-Aplicacao-Como-Pozolanas] .dnpm.gov.br/] Sites de busca.pdf] Fluxograma da extração de areia.Extração de Areia – [http://www.google.com. Departamento Nacional de Produção Mineral.sindareia..pormin.ibict. extração de areia [www. [http://www.com.br/biblioteca/arquivo/metodos_de_lavra.br].

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful