P. 1
Letramento midiático - Resenha

Letramento midiático - Resenha

|Views: 452|Likes:
Publicado porDiana Santos

More info:

Published by: Diana Santos on Jun 29, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

09/19/2013

pdf

text

original

LETRAMENTO MIDIÁTICO E AS GUERRAS DE HARRY POTER Com o aumento da interatividade devido à internet, que se tornou um movimento coletivo incontrolável

, novos termos surgem tais como o letramento midiático, e novas formas de fazer cultura e sua disseminação. Guerras de Harry Poter nada mais é que o dilema entre vários setores da sociedade, cada um com sua razão própria, em relação a formas de pensar, agir e se relacionar com o mundo. Seja religião, empresas, autores ou fãs, cada um defende o seu ponto de vista em relação ao assunto. O letramento midiático faz parte das guerras de Harry Poter a partir do momento em que seus fãs expõem seus devaneios e desejos em sites, blogs, jornais e ate livros, reescrevendo a historia como se passa diante da sua imaginação. Sendo algo feito sem maiores controles passa a incomodar setores da religião e empresários. Observando do ponto de vista de fãs, o letramento midiático e ótimo para o crescimento cultural de jovens, pois induz a leitura e escrita, cria uma nova geração, que e conflitante com a geração TV, de pura assimilação áudio visual, interage com seus mitos e ídolos de forma constante e imediata, as imaginações de criança extrapolam as mentes infantis e ganham letras e cores onde o mundo da imaginação se mistura com o virtual. Esta independência imaginativa dos jovens tem criados as polemicas, não apenas em relação a Harry Poter, mas também, em ralação aos limites e barreiras que estão sendo quebradas pelas novas mídias e tecnologias. Hoje qualquer pessoa pode ser autor, poeta, cantor, ator e Pastor, sem editoras, empresários, palcos, ou Igreja.

O QUE JESUS FARIA COM HARRY POTTER A polêmica que ronda entre os cristãos com relação aos filmes e livros de Potter não representam uma luta entre cristãos conservadores e educadores e fãs liberais. Há em uma parte o desejo de reintroduzir antigas autoridades e fortalecer uma instituição que sofre o desafio de uma cultura mais participativa e em outra parte o desejo de aproveitar estas novidades e formar a partir disto nas crianças um novo juízo sobre o conteúdo midiático. A palavra discernimento será muito utilizada já que o objetivo de algumas das partes é criar através dos novos filmes uma segmentação apropriada pra o novo mundo. Pessoas como Connie Neal (What’s a Christian to Do With Harry Potter), Denis Hack (fundador e diretor do Ranson Fellowship) mais Associações (A Christia Games Guild) discutem essas novas literaturas e mudanças ocorridas em filmes infantis e no aproveitamento que se pode retirar a partir dali. Neal, defende propiciar as crianças habilidades de letramento midiático, ensinado-lhes a avaliar e interpretar a cultura popular dentro de um contexto cristão. Dennis Haack, afirma que o envolvimento com a cultura popular, em vez do distanciamento trás benefícios importantes. Exercícios de discernimentos podem ajudar os cristãos a desenvolver uma compreensão maior de seu próprio sistema de valores. Enquanto alguns conservadores culturais enxergam como armadilhas, para os jovens essa nova forma cultural popular, outros do movimento do discernimento promovem jogos de interpretação e de computadores como um meio de explorar e debater assuntos morais. Como por exemplo: a Associação de Games Cristão ( A Christia Games Guild) que volta a atenção aos games e levam o conceito de discernimento ainda mais longe, argumentando que os mestres de jogos tem o poder de se apropriar de materiais culturais e transforma-lo de acordo com suas convicções. No entanto o movimento do discernimento tem como objetivo ensinar as crianças e aos pais como conviver nessa nova cultura popular, através de atribuições de novos

significados e usando pontos de acesso a perspectiva espirituais alternativas, em vez de bloquear a intertextualidade, tão profusa na era da narrativa transmídia. Ao mesmo tempo por meio de participação, as crianças estão traçando novas estratégias para lidar com a globalização, com as batalhas em torno da propriedade intelectual e com os conglomerado de mídia.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->