Você está na página 1de 3

Lista de Exercícios

1) No circuito magnético abaixo, construído de um material em que µ r =1000, calcular a F m para que o fluxo no entreferro g seja de 300 µWb. Desprezar o espraiamento de fluxo no entreferro. Calcule a corrente I da bobina, (N=500).

no entreferro. Calcule a corrente I da bobina, (N=500). 2) Os dois núcleos da figura abaixo

2) Os dois núcleos da figura abaixo são de um material em que µ r =500. Sendo a corrente na bobina de N = 200 espiras for igual a 10 A, estimar o comprimento g do entreferro admissível para um fluxo de 8 mWb;

g do entreferro admissível para um fluxo de 8 mWb; 3) Dado o circuito magnético da
g do entreferro admissível para um fluxo de 8 mWb; 3) Dado o circuito magnético da

3) Dado o circuito magnético da figura abaixo, assumir

B = 0,6 T através da seção reta da perna esquerda e

determinar: (µ r =5000)

a) Desenhar o circuito elétrico equivalente;

b) A queda de potencial magnético (F m ) no ar;

c) A queda de potencial magnético (F m ) no núcleo;

d) A corrente que circula em uma bobina com 1250 espiras enroladas em volta da perna esquerda.

com 1250 espiras enroladas em volta da perna esquerda. 4) Para o circuito magnético mostrado na
com 1250 espiras enroladas em volta da perna esquerda. 4) Para o circuito magnético mostrado na

4) Para o circuito magnético mostrado na figura abaixo,

a permeabiliade relativa é 1000. A seção transversal é de

2 cm2, com exceção da perna central, que é de 4 cm2. Os caminhos l1 e l2 medem 24 cm, e l3 mede 8 cm. Calcular o fluxo magnético nos pontos 1 e 2.

l3 mede 8 cm. Calcular o fluxo magnético nos pontos 1 e 2. 5) A figura

5) A figura abaixo mostra um circuito magnético com

uma Fm de 500 Ae. A parte 1 é de um material com

µ r =8000, com l1 = 340 mm, e A1 = 400 mm 2 . A parte

2 é de um material com µ r =10000, com l2 = 138 mm e A2 =360 mm 2 . Calcule o fluxo magnético fornecido pelas bobinas.

6) O circuito magnético mostrado abaixo, tem as dimensões Ac=Ag= 9cm 2 , g=0,050 cm,

6) O circuito magnético mostrado abaixo, tem as dimensões Ac=Ag= 9cm 2 , g=0,050 cm, lc=30cm e N=500 espiras. Suponha o valor de µr=70000 para o material do núcleo. a) Encontre as relutâncias Rmc e Rmg. Dada a condição de que o circuito esteja operando com Bc=1T. Encontre b) o fluxo φ, c) a corrente i e d) a força magnetomotriz F m .

φ, c) a corrente i e d) a força magnetomotriz F m . 7) Dado o

7) Dado o circuito da questão 6 encontre (a) a indutância L, (b) a energia magnética W armazenada.

8) A figura a seguir mostra uma bateria que gera uma corrente elétrica "i" no circuito. Considere uniforme o campo magnético entre os pólos do ímã. O vetor que representa, corretamente, a força magnética que esse campo exerce sobre o trecho horizontal PQ do fio situado entre os pólos do imã é

horizontal PQ do fio situado entre os pólos do imã é 9) Determine o sentido da

9) Determine o sentido da corrente elétrica induzida na espira nos casos abaixo.

da corrente elétrica induzida na espira nos casos abaixo. 10) A figura a seguir representa uma

10) A figura a seguir representa uma região do espaço no interior de um laboratório, onde existe um campo magnético estático e uniforme. As linhas do campo apontam perpendicularmente para dentro da folha, conforme indicado. Uma partícula carregada negativamente é lançada a partir do ponto P com

velocidade inicial v0 em relação ao laboratório. Assinale com V (verdadeiro) ou F (falso) as afirmações abaixo, referentes ao movimento subseqüente da partícula, com respeito ao laboratório.

( ) Se v 0 for perpendicular ao plano da página, a partícula seguirá uma linha reta, mantendo sua velocidade inicial.

( ) Se v 0 apontar para a direita, a partícula se desviará para o pé da página.

( ) Se v 0 apontar para o alto da página, a partícula se desviará para a esquerda.

11) Demonstre a expressão da tensão induzida na barra da figura abaixo.

a expressão da tensão induzida na barra da figura abaixo. 12) Um fio condutor, de comprimento

12) Um fio condutor, de comprimento L, percorrido por uma corrente de intensidade i, está imerso num campo magnético uniforme B. A figura a seguir mostra três posições diferentes do fio (a), (b) e (c), em relação à direção do campo magnético. Sendo F(a), F(b) e F(c) as intensidades das forças magnéticas produzidas no fio, nas respectivas posições, é correto afirmar que:

a) F(a) > F(b) > F(c). b) F(b) > F(a) > F(c). c) F(a) >

a)

F(a) > F(b) > F(c).

b) F(b) > F(a) > F(c).

c)

F(a) > F(c) > F(b).

d) F(c) > F(b) > F(a).

e)

F(a) = F(b) = F(c).

13) Uma bobina circular com 50 espiras de raio 6 cm é colocada perpendicularmente às linhas de indução de um campo magnético uniforme de intensidade 1mT. A intensidade do campo magnético é reduzida a zero em 3s. Determine a tensão induzida neste intervalo de tempo.

14) A figura abaixo mostra a distribuição do campo magnético em torno de um fio percorrido por uma corrente elétrica i=100A. Admitindo-se que o fio seja infinito, o ponto P esteja afastado de uma distância de 2cm do fio e o meio seja o vácuo, qual o valor do módulo de B, em Tesla.

seja o vácuo, qual o valor do módulo de B , em Tesla. 15) Um fio

15)

seja o vácuo, qual o valor do módulo de B , em Tesla. 15) Um fio

Um fio condutor entre os pólos de um ímã em forma de U é percorrido por uma corrente i, conforme está indicado na figura. Então, existe uma força sobre o fio que tende a movê-lo

a) na direção da corrente.

b) para fora do ímã.

c) para dentro do ímã.

d) para perto do pólo S.

e) para perto do pólo N.

16) A núcleo da figura abaixo possui área de 9cm 2 e permeabilidade infinita. Se a bobina possui 94 espiras, determine o comprimento do entreferro para que o valor da indutância L seja de 1mH.

do entreferro para que o valor da indutância L seja de 1mH. 17) Uma carga de

17) Uma carga de 10 solicita uma corrente de 2A ao lado de baixa tensão(secundário) de um transformador, cuja N=N1/N2=8, imaginando que não haja quedas de tensão internas no transformador, calcule:

a) A tensão secundária

b) A tensão primária.

c) A corrente primária.

d) Os VA (potencia aparente) transferidos do primário

ao secundário.

18) O lado de Alta Tensão de um transformador tem

750 espiras e o de Baixa Tensão 50 espiras. Quando o lado de alta é ligada a uma rede de 120 V, 60 Hz, e uma carga que exige 40 A de corrente é ligada no lado de baixa, calcule:

a) a relação de transformação, N=N1/N2.

b) a tensão no secundário, imaginando que não há

perdas no transformador.

c) a impedância (Z) da carga.

d) a capacidade em VA do transformador.

19) O transformador da figura abaixo tem os seguintes parâmetros: N 1 =1000, N 2 =200 e Z 2 =5Ω;

a) qual o valor da tensão e corrente do secundário se

aplicarmos uma tensão de 500V no primário do

transformador;

b) qual o valor da corrente no primário, a potência do

primário e a potência do secundário;

c) qual o valor da impedância Z 2 vista pela fonte de

tensão do primário, ou seja, o valor de Z 2 refletida ao primário;

da impedância Z 2 vista pela fonte de tensão do primário, ou seja, o valor de

3