P. 1
Resenha do livro - Liderança em gestão de Heloisa Luck

Resenha do livro - Liderança em gestão de Heloisa Luck

|Views: 8.004|Likes:
Publicado porCarol Luiza

More info:

Published by: Carol Luiza on Jul 01, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/11/2013

pdf

text

original

Luck, Heloisa, Liderança em Gestão Escolar, Ed. Vozes – 4º edição.

Aborda diretamente a questão da liderança na escola, que corresponde a um conjunto de ações, atitudes e comportamentos assumidos pelo gestor, individualmente ou em conjunto, para influenciar desempenhos, visando a realização de objetivos educacionais, de maneira que as pessoas atuem, de modo voluntário e motivado, a partir do reconhecimento de que fazem parte de uma equipe e que compartilham responsabilidades sociais às quais devem atender. liderança no âmbito escolar, as características e processos de liderança na gestão democrática e participativa, o papel do gestor como líder na realização da gestão e as possibilidades e espaços do exercício da liderança. Na apresentação do volume, Lück destaca que liderança não é uma característica inata das pessoas e nem tampouco um privilégio daqueles que ocupam um cargo de direção, trata-se de um exercício de influência que requer competências específicas, que seja capaz de motivar, orientar e coordenar pessoas para trabalhar e aprender colaborativamente. Chama atenção para os diferentes contextos em que a palavra liderança é empregada, bem como as variações de significados, estilos, tipos de liderança e traços de personalidade de líderes, que podem gerar em que os coteja alguns equívocos. Portanto é imprescindível elucidar o significado de liderança, para uma atuação orientada e significativa que possibilite a concretização dos objetivos educacionais propostos. Conforme a autora e citação de outros teóricos, numa perspectiva democrática a liderança é relacional e constitui-se de dois atores interdependentes e intimamente relacionados o agente influenciador e o sujeito influenciado, o líder é aquele que é seguido, mesmo não dispondo de qualquer autoridade, pois consegue ser aceito e respeitado, unindo e representando o grupo na realização dos anseios comuns. Cabe ao mesmo tomar decisões e inspirar os seguidores a agirem para as implementarem em âmbito central.

. A “administração educacional” tornou-se em “gestão educacional”. Luck diz que gestão educacional surge “em substituição a ‘administração educacional’, para representar não apenas novas idéias, mas sim um novo paradigma, que busca estabelecer na instituição uma orientação transformadora, a partir da dinamização de rede de relações que ocorrem, A idéia de gestão é superar limitações e ousar mais, onde tudo é responsabilidade de todos, mormente do gestor. Não pode ser confundido, no entanto, com um abrir mão de responsabilidades. Mas, permitir que todos partilhem de idéias, sugestões, planos e realizações em prol do desenvolvimento educacional. Entenda-se com “todos”: gestor, professores, técnicos, funcionários, alunos, pais, comunitários e demais parceiros da escola. Uma escola autônoma exige uma gestão compartilhada. E essa gestão requer um gestor que necessariamente tenha uma visão holística da escola e da educação. Alguém que seja capaz de acompanhar as mudanças que estão ocorrendo não apenas em sua área de conhecimento e ambiente de trabalho, mas também em outras áreas do saber e na sociedade como um todo. Daí torna-se importante rever a formação desse líder A Série Cadernos de Gestão se propõe a contribuir para que gestores educacionais, atuantes no âmbito de sistemas de ensino, e profissionais responsáveis pela gestão escolar - diretores escolares, supervisores e orientadores educacionais, secretários escolares e, por que não dizer, professores - possam refletir sobre aspectos básicos referentes à sua prática de trabalho, integrando temas básicos da gestão educacional com o avanço e a profissionalização dessa prática profissional que, muitas vezes, tem sido tratada a partir de um viés unilateral da sua expressão política, em esquecimento de suas múltiplas e importantes dimensões. Este é o quarto volume da série e. Todo trabalho em educação, dada a sua natureza formada, implica ação de liderança, que se constitui na capacidade de influenciar positivamente pessoa, para que, em conjunto, aprendam, construam conhecimento, desenvolvam competências, realizem projetos, promovam melhoria em alguma condição. O diretor de escola, o diretor assistente ou adjunto, o supervisor pedagógico e o orientador educacional, assim como os demais membros da equipe de gestão escolar e seus professores, desempenham um papel no desenvolvimento da liderança na escola. Para o exercício dessa liderança, no entanto, boa vontade ou boa intenção são suficientes. É preciso, de fato, influenciar pessoas, mobilizá-las e orientá-las adequadamente na dinâmica de processos sociopedagógicos da escola e sua gestão; ou seja, são necessárias competências específicas.

Neste volume da Série Cadernos de Gestão, Heloísa Lück mostra aos gestores escolares como orientar a atenção ao exercício da liderança efetiva em sua atuação profissional e na dos membros da comunidade escolar, para que promovam a criação de uma cultura orientada para o compartilhamento de uma liderança marcada pelo comprometimento conjunto com os objetivos educacionais, em espírito de equipe e proatividade.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->