Você está na página 1de 39

CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS-SIPAER

VALÉRIA ARAÚJO CAVALCANTE

1

VALÉRIA ARAÚJO CAVALCANTE

2

VALÉRIA ARAÚJO CAVALCANTE

3

VALÉRIA ARAÚJO CAVALCANTE 4 .

SUSTENTAÇÃO ARRASTO VALÉRIA ARAÚJO CAVALCANTE PESO TRAÇÃO 5 .

PARTÍCULAS DE AR EXTRADORSO INTRADORSO ASA OU AEROFÓLIO VALÉRIA ARAÚJO CAVALCANTE 6 .

PERFIL DA ASA PODE FORMAR UM ÂNGULO IMAGINÁRIO COM A DIREÇÃO HORIZONTAL ÂNGULO DE ATAQUE α ↑α→↑R→ ↓ V→ ↓SUSTENTABILIDADE VALÉRIA ARAÚJO CAVALCANTE 7 .

MOTORES CONVENCIONAIS HÉLICE TURBINA MOTOTES A REAÇÃO TURBINA EXPULSA OS GASES PARA TRÁSPROMOVENDO O DESLOCAMENTO KING AIR COM 2 MOTORES DA NAVE TURBO HÉLICE VALÉRIA ARAÚJO CAVALCANTE 8 .

AERONAVE UH14 SUPER PUMA N-7074 “PÉGASUS 74” Identificação de Condições Latentes que possam afetar a Segurança Operacional e à recomendação da NSCA 3-3 VALÉRIA ARAÚJO CAVALCANTE 9 .

VSO PERIÓDICA VSO ESPECIAL VALÉRIA ARAÚJO CAVALCANTE 10 .

COLETA DE DADOS CONTROLE ANÁLISE VSO IMPLEMENTAÇÃO AÇÕES RECOMENDADAS VALÉRIA ARAÚJO CAVALCANTE 11 .

DPAA CENIPA SPAA SIPAER SIPAA SSIPAA VALÉRIA ARAÚJO CAVALCANTE 12 .

COMO É FEITO O TRÁFEGO AÉREO NO BRASIL? VALÉRIA ARAÚJO CAVALCANTE 13 .

 PLANO DE VÔO: ROTAS. INFORMES METEOROLÓGICOS DA ORIIGEM E DESTINO.  CADA REGIÃO CONTA COM RADARES E SATÉLITES AERPORTO SALGADO FILHO DA CIDADE DE PORTO ALEGRE VALÉRIA ARAÚJO CAVALCANTE 14 .

CONTROLADORA DE VÔO EQUIPAMENTOS DE SEGURANÇA E ORIENTAÇÃO DO PILOTO VALÉRIA ARAÚJO CAVALCANTE 15 .

 CONTROLE DE APROXIMAÇÃO: QUANDO A AERONAVE ESTÁ PRÓXIMA DA ORIGEM OU DESTINODE TORRE DE CONTROLE DE VÔO VALÉRIA ARAÚJO CAVALCANTE 16 .

ÓRGÃO PRESTADOR DE SERVIÇOS DE CONTROLE DE TRÁFEGO AÉREO AOS VÔOS CONTROLADOS QUE CHEGAM OU SAEM DE UM OU MAIS AERÓDROMOS VALÉRIA ARAÚJO CAVALCANTE 17 .

PAINEL DE SEGURANÇA CABINE DO BOING 767: INSTRUMENTOS DE CONTROLE E SEGURANÇA DE VÔO VALÉRIA ARAÚJO CAVALCANTE 18 .

SINALEIRO ORIENTANDO PILORO SINALEIRO USA PLACAS E SINALIZADORES LUMINOSOS VALÉRIA ARAÚJO CAVALCANTE 19 .

CONEXÃO DOS SINALIZADORES. PARA AVERIGUAÇÃO DE FREIOS.AO POUSAREM OU PARTIREM. ETC. FUNCIONAMENTO DOS MOTORES. HÉLICES. HÁ UM “CHECK-LIST”.  POUSO DE AERONAVE NO AERÓDROMO VALÉRIA ARAÚJO CAVALCANTE 20 .

VALÉRIA ARAÚJO CAVALCANTE 21 .

VALÉRIA ARAÚJO CAVALCANTE 22 .

VALÉRIA ARAÚJO CAVALCANTE 23 .

VALÉRIA ARAÚJO CAVALCANTE 24 .

VALÉRIA ARAÚJO CAVALCANTE 25 .

VALÉRIA ARAÚJO CAVALCANTE 26 .

T-25 UNIVERSAL C VALÉRIA ARAÚJO CAVALCANTE 27 .

VALÉRIA ARAÚJO CAVALCANTE 28 .

VALÉRIA ARAÚJO CAVALCANTE 29 .

 INSTRUMENTO USADO NA SEGURANÇA DE VÔO.  RELATA OCORRÊNCIAS E/OU SITUAÇÕES INSEGURAS PARA AS EMPRESAS VALÉRIA ARAÚJO CAVALCANTE 30 .

Ver a localização da saída de emergência. Manter o cinto de segurança afivelado. Localização dos coletes salva-vidas. VALÉRIA ARAÚJO CAVALCANTE 31 .    Observar o Briefing de Segurança.

VALÉRIA ARAÚJO CAVALCANTE 32 .

VALÉRIA ARAÚJO CAVALCANTE 33 .

ATINGINDO VELOCIDADES DE 80-90% DA VELOCIDADE DO SOM VALÉRIA ARAÚJO CAVALCANTE 34 . NAVEGA A GRANDES ALTITUDES PARA ECONOMIA DE TEMPO E COMBUSTÍVEL.NAVE COM MOTOR DE REAÇÃO PARA TRANSPORTE DE PASSAGEIROS.

CHEGAM A VELOCIDADES ↑QUE A DO SOM. DEVIDO AO FORMATO DE FLEXA E PERFIL POUCO ESPESSO DAS ASAS CAÇAS F-16 VALÉRIA ARAÚJO CAVALCANTE 35 .

VALÉRIA ARAÚJO CAVALCANTE 36 .

CONTROLADOR RESPONSÁVEL PELO TRÁFEGO ESTAVA NUMA LIGAÇÃO TELEFÔNICA PESSOAL NO MOMENTO EM QUE O AVIÃO E O HELICÓPTERO COLIDIRAM-19/08/09 VALÉRIA ARAÚJO CAVALCANTE 37 .

br/bbc/200 8/07/25/buraco_em_fuselagem_leva_avi ao_a_fazer_pouso_de_emergencia_1469 924.mil.br/blog/?p=9132  http://www.br/Download/csv _apostilas/vistsegvoo.aer.naval.ig.com.nvtec.cenipa.html  http://www.com.pdf VALÉRIA ARAÚJO CAVALCANTE 38 .br/cenipa/pa ginas/dpc/vso.com.pdf  http://ultimosegundo. http://www.

airluxorvirtual.airplanes.br  www.hpg.com.hobbys.ime.com.br  www.org/entrada  http://www.pdf VALÉRIA ARAÚJO CAVALCANTE 39 .anac.br  www.ig.airandinas.br  www.gov.br  www.unicamp.aerovirtual.br/biblioteca/iac/I AC2308.com.com. www.