Você está na página 1de 1

dna O processo de transcrição é contínuo, assim, mRNA é gerado em grandes quantidades.

E seqüências defeituosas são rapidamente degradas, no geral, antes de produzirem algum peptídeo, então erros de transcrição (que não são tão raros) são eliminados sem maiores problemas para o organismo. Além disso, erros de transcrição não imprimem erros na cadeia de DNA, logo, erros de transcrição são pontuais. Já os erros no processo de replicação se não forem corrigidos pelas polimerases, eles se perpetuam na forma de mutações. Além disso, o DNA sofre continuamente danos causados por agentes externos físicos e químicos. As células têm um mecanismo sofisticado para reparar esses danos, mas, entretanto, alguns permanecem e se perpetuam também na forma de mutação. Essa baixa taxa de mutação é, no entanto, fundamental para a evolução, pois é através dessas falhas que novos alelos se formam.