Você está na página 1de 2

Diagnóstico Multidisciplinar e Avaliação Diagnóstica Escolar Erlem William Silva Mary Keter Oliveira Silva Eliane de Sousa Chaves

Bastos Solange Maciel Reis Parte A A primeira estratégia são as informações pessoais e familiares do aluno. Observam-se informações anteriores ao nascimento do aluno quando se fala tratar-se do 13º filho de uma família, nascido de parto normal, de uma mãe de 45 anos e que não fez pré-natal. Na sequência são apresentados outros dados importantes com relação ao seu desenvolvimento ao citar o fato de ainda não ter andado até os três anos e o diagnóstico de Síndrome de Down. A descrição de seu comportamento e as habilidades demonstradas no cotidiano familiar, bem como suas limitações, são de fundamental importância para o seu posterior desenvolvimento escolar. A observação e posterior análise das atividades escolares constituem em âmbito escolar, estratégias essenciais para o desenvolvimento do aluno nos diferentes aspectos. Ao se detectar que Pedro é inquieto, a professora permite que ele frequentemente saia da sala de aula. Devido a sua deficiência intelectual e baixa visão, a professora procura valorizar sua linguagem oral e respeitar sua maneira de participar de atividades propostas. Enfim, a busca constante, através de uma observação sistemática, centrada em demandas concretas, torna possível despertar o aluno para atividades de seu interesse, facilitando sua socialização e aprendizagem. Parte B: Avaliação do aluno Pedro 1. Aspecto cognitivo e metacognitivo yÉ inquieto yÉ capaz de expressar suas necessidades, desejos e interesses através da linguagem oral. yLinguagem oral não muito clara. yBusca ajuda quando não consegue realizar a atividade sozinho. 2. Aspectos motores e psicomotores y Habilidade para mexer com eletro-eletrônicos. y Gosta de dançar. y Gosta de pintar. y Contribui para a organização do ambiente escolar 3. Aspectos interpessoais/afetivos yCerta dificuldade de relacionamento com os colegas yÉ um pouco arredio yÉ carinhoso, principalmente com a família. yNão gosta de ser contrariado. 4. Aspectos comunicacionais yDificuldade em escrever yConsegue se expressar através da linguagem oral, apesar de não ser muito clara. yConsegue identificar algumas letras do alfabeto e os numerais até 10.
Parte C
Sendo este um importante instrumento para a escola e para a família no acompanhamento da trajetória do aluno, torna-se necessário acrescentar alguns pontos fundamentais. A identificação completa do aluno com seus dados escolares desde o inicio de sua trajetória. Dados completos da escola em questão. Dados dos

A escola pode adotar como referência os Parâmetros Curriculares Nacionais.responsáveis e a data de elaboração do plano que deve ser preenchido pelo menos. Também devem ser acrescentadas ações necessárias para atender as necessidades educacionais especiais do aluno. pelo professor e pelo pedagogo da escola. Acrescentando o levantamentodos conhecimentos e capacidades a serem trabalhadasno processo de ensino e aprendizagem da turma e do aluno . Deve-se também registrar o currículo escolar proposto para a turma na qual o aluno está inserido. .