Você está na página 1de 4

VISÃO GERAL DA ESTRATÉGIA SEIS SIGMA A grande maioria dos benefícios do Seis Sigma reside exatamente na sua metodologia

de implementação e no uso correto e "sábio" das ferramentas e técnicas estatísticas que devem ser utilizadas. Simplificações na aplicação da metodologia, como a redução do número de pessoas treinadas e envolvidas no processo, podem acarretar resultados decepcionantes, muito aquém do desempenho que o Seis Sigma pode efetivamente propiciar. Empresas como a Bombardier, GE, Polaroid, ABB e Seagate designaram um alto executivo para, em tempo integral, conduzir, incentivar e supervisionar as iniciativas Seis Sigma em toda a organização. O responsável pela estratégia deve desenvolver um amplo plano para implementar e disseminar o Seis Sigma pela empresa. É ele que deve selecionar os executivos (diretores e gerentes) que desempenharão o papel de Champions ("Campeões") na organização. A principal responsabilidade dos mesmos é fazer com que equipes multifuncionais se empenhem no desenvolvimento de projetos específicos de melhoria e de redução de custos. Os Champions devem ser capazes de pavimentar o caminho para as mudanças necessárias e para a integração de resultados. São os Champions que definem as pessoas (ou a pessoa, dependendo do porte da organização) que irão disseminar os conhecimentos sobre o Seis Sigma por toda a empresa, e irão coordenar uma determinada quantidade de projetos. Tais pessoas são os Black Belts ("Faixas Pretas"), que dedicam 100% de seu tempo ao Seis Sigma. Normalmente, os Black Belts conduzem nas empresas de 4 a 6 projetos por ano que podem gerar melhorias de US$ 75 mil a US$ 175 mil por projeto, em termos de redução de custos, melhoria dos tempos de ciclo do produto ou serviço, eliminação de defeitos e incremento significativo da satisfação do cliente. A duração de cada projeto depende da complexidade, da disponibilidade de equipamentos de medição apropriados e da verba alocada para o mesmo. A escolha de um candidato a Black Belt deve ser bastante criteriosa. Suas principais características pessoais devem ser as seguintes: • • • • • Ter experiência de pelo menos 5 anos em sua área de atuação (pode ser tanto engenheiro como administrador, por exemplo); Ter sólidos conhecimentos de Estatística (não é necessário ser um especialista, mas é imprescindível saber o que é média, desvio-padrão, teste de correlação, análise de variância etc); Ter excelente compreensão da língua inglesa (a maioria das publicações sobre o Seis Sigma é em inglês); Ser dinâmico e ter a firme disposição de efetuar mudanças (pessoas que ficam esperando que lhes digam o que fazer, não servem para ser Black Belts); Ter habilidade para organizar e acompanhar projetos, e para coordenar equipes de trabalho multifuncionais. É fundamental, portanto, que o futuro "Faixa Preta" possua habilidades de liderança. Um dos maiores desafios de um Black Belt é fazer com que outras pessoas pratiquem novas formas de trabalho. Seu foco deve se concentrar em ensinar e auxiliar os funcionários da organização na análise e controle dos processos em que os mesmos atuam. Seu tempo deve estar voltado para estudar, pensar e aprender como inovar na solução de problemas e no aumento da lucratividade. Em grandes empresas, há também a figura do Master Black Belt, que, também em tempo integral, assessora os Champions na identificação de projetos de melhoria, além de coordenar todo o trabalho dos demais Black Belts.

CHAMPIONS Diretores e gerentes. são identificadas as "Variáveis de Entrada de Processos-Chave "(KPIVs) e as "Variáveis de Saída de Processos-Chave" (KPOVs). Eles têm menos responsabilidades no processo e. vendas e manufatura). como os de serviços. e liderar pequenos projetos de melhoria em suas respectivas áreas de atuação. O quadro a seguir dá uma visão geral das características básicas dos principais "personagens" da estratégia Seis Sigma. Sólidos conhecimentos de Estatística. A identificação de projetos Seis Sigma permite à organização reconhecer como os seus processos afetam sua lucratividade. Improve (melhorar) e Control (controlar). por exemplo: as . com o objetivo primeiro de satisfazer as expectativas dos clientes em termos de qualidade. são utilizadas ferramentas básicas como. Os Green Belts recebem.Um outro "personagem" do Seis Sigma são os chamados Green Belts ("Faixas Verdes"). tempo de ciclo e número de defeitos. Três dias de treinamento (30 horas). Familiaridade com ferramentas estatísticas básicas. GREEN BELTS Experiência técnica e administrativa. Measure (medir). Um Master Black Belt para cada 30 Black Belts (em grandes empresas). Essas cinco fases são conhecidas pela sigla DMAIC: Define (definir). Nessa fase. São funcionários de toda a organização que dedicam apenas parte de seu tempo aos projetos Seis Sigma. Dois meses de treinamento (100 horas + projeto). A variação de processos tem um impacto direto nos resultados financeiros da empresa em termos de custo. preço e prazo de entrega. se envolvem em projetos diretamente relacionados ao seu dia-a-dia de trabalho. Um Green Belt para cada 20 funcionários. e permite definir quais desses processos são críticos para o negócio da empresa. abrangendo tanto os administrativos ou transacionais. uma versão mais simplificada do treinamento a que são submetidos os Black Belts. falhas e erros que afetam a satisfação do cliente. A fase Measure abrange ações relacionadas à mensuração do desempenho de processos e à quantificação da variabilidade dos mesmos. Analyse (analisar). TREINAMENTO NÚMERO DE FUNCIONÁRIOS TREINADOS Um Champion por área-chave da empresa. QUALIFICAÇÕES Familiaridade com Estatística. Na fase Define. Através de consenso entre os integrantes da equipe Seis Sigma da empresa. BLACK BELTS Formação superior. A metodologia DMAIC Existem cinco fases ou estágios básicos para se obter o desempenho Seis Sigma em um processo. são identificados os projetos Seis Sigma que serão desenvolvidos na empresa. divisão ou empresa. normalmente. Quatro meses de treinamento (200 horas + projeto). A habilidade da organização em atender a essa expectativa está intimamente ligada à variação de seus processos (queremos aqui nos referir a qualquer tipo de processo. Suas tarefas básicas podem ser resumidas de duas maneiras: auxiliar os Black Belts na coleta de dados e no desenvolvimento de experimentos.

Testes de Confiabilidade e Processos à Prova de Erros Atuação do QSP No início do ano 2000. gerentes e outras pessoas-chave da organização que necessitam ter uma compreensão geral dos princípios do Seis Sigma. . graças ao desenvolvimento de cursos nacionais por nossos consultores e instrutores. CUSUM Chart). com o objetivo principal de se conhecer as relações causais e as fontes de variabilidade e de desempenho insatisfatório de tais processos. fundamentalmente. estabeleceu uma parceria com a empresa americana Smarter Solutions. através da mudança estrutural de níveis de operação de diversos fatores. com o objetivo de se conhecer a fundo cada processo. são analisados os dados relativos aos processos estudados. Planos de Controle. especializada em Seis Sigma. análise de correlação e regressão. Formação e Certificação de Black Belts Treinamento com duração total de 4 meses. Z Chart. Nominal Chart. destacam-se as seguintes: Cartas de Controle (Target Chart. A certificação será concedida aos participantes que concluírem com sucesso seus respectivos projetos Seis Sigma. do processo em estudo. a Análise de Modos de Falha e Efeitos (FMEA) e o Desdobramento da Função Qualidade (QFD). visando a melhoria dos mesmos. composto pelas seguintes atividades: aulas teóricas e práticas (100 horas). o QSP reduziu substancialmente o preço (mais de 40%) dos seguintes cursos: Seminário para Executivos . composto pelas seguintes atividades: aulas teóricas e práticas (200 horas). diretores. simultaneamente. A fase Improve consiste.métricas Seis Sigma. testes de hipótese. o QSP.Liderança para o Seis Sigma Evento com 8 ou 16 horas de duração (1 ou 2 dias). Em 2003. destinado a presidentes. para desenvolver e dar suporte à infra-estrutura necessária para o sucesso da estratégia. especialmente aos projetos a serem desenvolvidos pelos Black Belts. Na fase Control. considerada uma das mais atuantes nessa área em todo o mundo. destinado a diretores e gerentes seniors que dirigirão e darão suporte à implementação do Programa Seis Sigma na organização. Na fase Analyse. a Análise de Sistemas de Medição (MSA). com o mesmo padrão internacional dos treinamentos realizados em convênio com a Smarter Solutions. e análise de variância. acompanhamento opcional dos projetos desenvolvidos pelos candidatos a Black Belt (40 horas/mês). A certificação será concedida aos participantes que concluírem com sucesso seus respectivos projetos Seis Sigma. acompanhamento opcional dos projetos desenvolvidos pelos candidatos a Green Belt (40 horas/mês). visando trazer para o Brasil a tecnologia internacional mais avançada existente. Formação e Certificação de Green Belts Treinamento com duração total de 2 meses. as ferramentas utilizadas incluem: visualização de dados. A informação obtida com o DOE auxilia a identificar o ajuste das variáveis-chave para modificar e otimizar o referido processo. Treinamento de Champions Curso com 30 horas de duração (3 dias). Entre as técnicas adotadas. Nessa fase. são implementados diversos mecanismos para monitorar continuamente o desempenho de cada processo. no desenvolvimento de Projetos de Experimentos (DOE).

materiais de apoio etc. no Brasil. através de uma metodologia própria que engloba desde o mapeamento dos processos de interesse até a apresentação de recomendações para aumentar o Sigma dos mesmos.CHILE. SANTANENSE. GS PLÁSTICOS GUARDIAN. KAISER. ASHLAND RESINAS. MONSANTO. BRASKEM.org. TAPON CORONA. HALLIBURTON SERVIÇOS. o desenvolvimento de projetos Seis Sigma em diversas empresas. GRACE. . e a medição do Sigma de processos. ETHYL. SCHOTT DO BRASIL. COBAFI. ROBERT BOSCH.GESTION EN LA CALIDAD ARGENTINA.ARGENTINA. entre elas: ALCAN. equipamentos. MICROSOFT. Mais informações sobre essas atividades podem ser obtidas através do e-mail: consultoria@qsp. Além dos cursos abertos. Outras atividades desenvolvidas pelo QSP nessa área incluem: terceirização de Black Belts. RENNER SAYERLACK.org. DELPHI. GC .O QSP acompanhou ou está acompanhando.br. os treinamentos para a formação de profissionais em Seis Sigma podem também ser realizados nas empresas para um grupo fechado de participantes. HOSPITAL ISRAELITA ALBERT EINSTEIN. POLICARBONATO. THYSSEN KRUPP AUTOMOTIVE SYSTEMS DO BRASIL e UNILEVER HPC . REDOMA INDÚSTRIAS GRÁFICAS. RR DONELLEY . Informações pelo e-mail: cursos@qsp. sem a necessidade de altos investimentos em recursos humanos.br. para organizações que desejam realizar projetos Seis Sigma de alto retorno financeiro em curto espaço de tempo (de 3 a 6 meses). TENNECO.