IFES Campus Santa Teresa – Concurso Público Servidores Efetivos Caderno de Provas da Área de Agronomia/Genética e Melhoramento de Plantas

Cultivadas

Assinale a ÚNICA ALTERNATIVA CORRETA de cada questão a seguir: 1ª Questão: Por ser uma planta cleistógama, no feijoeiro (Phaseolus vulgaris L.) ocorre, normalmente, autofecundação. Para estudar os mecanismos de herança, um melhorista de plantas faz fecundações cruzadas, removendo as anteras da flor de uma planta homozigota de alta estatura e colocando sobre seu estigma, pólen recolhido da flor de uma planta homozigota de baixa estatura. Com esse procedimento, o melhorista:
a. b. c. d. e. Impediu o amadurecimento dos gametas femininos. Trouxe gametas femininos com alelos para baixa estatura. Trouxe gametas masculinos com alelos para baixa estatura. Promoveu o encontro de gametas com os mesmos alelos para estatura. Impediu o encontro de gametas com alelos diferentes para estatura.

2ª Questão:
a. b. c. d. e.

Mendel quando publicou a sua 1ª Lei, fez referência:

Ao efeito do ambiente para formar o fenótipo. À segregação do par de alelos durante a formação dos gametas. À ocorrência de fenótipos diferentes em uma população. À ocorrência de genótipos diferentes em uma população. À união dos gametas para formar o zigoto.

3ª Questão: Se uma planta do tipo cromossômico aa polinizar uma planta do tipo AA, que tipo cromossômico de embrião e endosperma poderíamos prever respectivamente nas sementes resultantes?
a. b. c. d. e. AAa e Aa Aa e AAa aaa e AAA Aa e Aa aa e Aaa

4ª Questão: que o:
a. b. c. d. e.

Sobre a relação entre genótipo, fenótipo e ambiente é CORRETO dizer

Fenótipo é determinado exclusivamente pelo genótipo. Fenótipo é determinado pelo genótipo em interação com o ambiente. Genótipo é determinado exclusivamente pelo fenótipo. Genótipo é determinado pelo fenótipo em interação com o ambiente. O ambiente determina o genótipo que não influencia no fenótipo.

5ª Questão: Quando se deseja determinar o genótipo de um indivíduo portador de uma característica condicionada por um alelo dominante, realiza-se o cruzamentoteste, que consiste em cruzá-lo com um indivíduo:
a. b. c. d. e. Igual a ele, ou seja, de fenótipo dominante. Híbrido. Puro dominante. Duplo homozigoto. Puro recessivo.

6ª Questão: No monoibridismo com co-dominância ou dominância intermediária, as proporções genotípicas e fenotípicas observadas na segunda geração filial serão, respectivamente:
a. b. c. d. e. 1:3:1 e 3:1 1:2:1 e 1:2:1 1:1:2 e 1:1:1 1:3:1 e 3:1:3 1:1:1 e 3:1

SANTA TERESA – JUNHO DE 2009

pode-se afirmar que o mesmo: a. e. II e III. 9ª Questão: “O século XX proporcionou uma série de pesquisas que levou a um grande avanço na área da genética. resultante apresentou 100% das ervilhas com flores avermelhadas. esse experimento. Nos anos 50. abrindo caminho para que. O texto faz referência: a. foi a base para a descoberta da molécula formadora do material genético. O gene para a cor avermelhada é co-dominante em relação ao alelo. e.IFES Campus Santa Teresa – Concurso Público Servidores Efetivos Caderno de Provas da Área de Agronomia/Genética e Melhoramento de Plantas Cultivadas Assinale a ÚNICA ALTERNATIVA CORRETA de cada questão a seguir: 7ª Questão: O esquema a seguir representa o cruzamento entre duas variedades puras de ervilha-de-cheiro (Lathyrus odoratus) de flor branca. Corrige a recombinação gênica. Pelos resultados deduz-se que é um padrão de herança intermediária. através de sua sequência de bases nitrogenadas. c. se demonstrasse como o gene. Griffith realizou um importante experimento que envolvia transformações em bactérias. O exemplo é de interação gênica já que está envolvido apenas um loco. 8ª Questão: Com relação ao processo conhecido como crossing-over. apresentaram o modelo da duplahélice dessa molécula. IV. Diminui a variabilidade genética. principalmente no tocante à genética molecular. Separa cromátides homólogas.” Considere os itens abaixo I. d. III. Aumenta a variabilidade genética. b. A F1. d. Watson e Crick. e. DNA como molécula constituinte do gene. em 1944. controla a produção de proteínas. SANTA TERESA – JUNHO DE 2009 . retomado por Avery e colaboradores. A proporção fenotípica 9:7 é um padrão de segregação independente. Qual das afirmativas é CORRETA? a. Após a autofecundação das plantas F1. d. P1 F1 F2 x ■ (371) ■ □ □ (287) □ Analise este padrão de herança. III e IV. foram produzidas 371 plantas com flores avermelhadas e 287 com flores brancas. Descoberta do código genético. Estrutura da molécula do DNA. b. Apenas aos itens II. Nas últimas décadas. c. Apenas aos itens I. Troca cromossomos entre genes homólogos. Apenas aos itens I. na geração F2. Obtenção de organismos transgênicos. II. b. Trata-se de um exemplo típico da primeira Lei de Mendel. Apenas aos itens I. Historicamente em 1928. na década seguinte. Mais tarde. III e IV A todos os itens considerados. c. II e IV. o avanço biotecnológico permitiu aos cientistas a manipulação do material genético e a transferência de um gene de uma espécie para outra.

c. Evolução biológica. 15ª Questão: As enzimas de restrição são as principais ferramentas bioquímicas empregadas em Engenharia Genética. Permitem somente ligação de pedaços de DNA de um mesmo tipo celular. Proteases. Hibridação. Atuam como agentes de ligação entre DNA viral e bacteriano. 11ª Questão: A existência de diferenças genéticas entre indivíduos de uma população é chamada de: a. sendo exclusivamente produtos da indústria química. d. SANTA TERESA – JUNHO DE 2009 . Anatomia vegetal. d. Heterose. Polimerases do RNA. c. b. e. Clonagem. c. objeto de grande polêmica em diversas partes do mundo. Transcrição gênica. foi produzida por meio da: a. Recombinação genética. e.IFES Campus Santa Teresa – Concurso Público Servidores Efetivos Caderno de Provas da Área de Agronomia/Genética e Melhoramento de Plantas Cultivadas Assinale a ÚNICA ALTERNATIVA CORRETA de cada questão a seguir: 10ª Questão: A “superioridade” da descendência sobre as linhagens parentais. Recombinação genética. Variabilidade genética. Erosão gênica. cortando o DNA em locais determinados. Impedem a clonagem de moléculas de DNA recombinante. Mutação. São altamente específicas. 13ª Questão: a. Eletroforese de proteína. ou vigor híbrido. e. Não existem em vegetais. b. d. Polimerases do DNA. Com relação a essas substâncias é CORRETO afirmar que: a. b. b. 12ª Questão: A soja transgênica. 14ª Questão: Amostras de DNA podem ser identificadas pelo conjunto de fragmentos obtidos pelo corte com endonucleases e sua posterior separação por: a. Heterose. Eletroforese. c. e. Para cortar moléculas de DNA em pontos específicos utilizam-se: Enzimas de restrição. Ribonucleotídeos ativados. observada em certos tipos de cruzamentos genéticos. c. e. Reação da polimerase em cadeia. c. Engenharia genética. Cromatografia em papel. é conhecida como: a. Homozigose. e. d. ou vigor híbrido. b. Mutação genética. Cromatografia de troca iônica. d. d. b.

flores amarelas. e. 9 amarelas: 7 vermelhas 9 vermelhas: 7 amarelas 15 amarelas: 1 vermelha 15 vermelhas: 1 amarela 19ª Questão: Sabe-se que a transmissão hereditária da cor das flores conhecidas como lírio-da-terra se dá por herança mendeliana simples. Muitas plantas verdes são heterozigotas. c. e. forem significativamente diferentes dos valores esperados através da aplicação do teorema. Extinção de espécies nocivas ao ambiente. d. Plantas albinas tornam-se verdes na presença de luz. b. Analisando o genótipo da F1. Plantas normais homozigóticas tornam-se albinas na ausência de luz. d. A população estudada é infinitamente grande. Os cruzamentos nessa população ocorrem ao acaso. com dominância completa. inviabilizando a aplicação do teorema. pode-se afirmar que a produção genotípica da F1 desse cruzamento experimental foi: a. 17ª Questão: As mutações representam um importante mecanismo evolutivo para os organismos. c. 18ª Questão: As flores de uma determinada planta podem ser vermelhas ou amarelas. é possível o aparecimento de indivíduos albinos. b. a característica “albinismo” não desaparece entre elas. normais. Isto se explica por que: a. Dois pares de genes (Vv e Aa) determinam essa característica: plantas V_A_ produzem flores vermelhas e plantas V_aa. c.IFES Campus Santa Teresa – Concurso Público Servidores Efetivos Caderno de Provas da Área de Agronomia/Genética e Melhoramento de Plantas Cultivadas Assinale a ÚNICA ALTERNATIVA CORRETA de cada questão a seguir: 16ª Questão: Hardy e Weinberg. numa proporção de 3 descendentes vermelhos para cada branco (3:1). observada ao longo de gerações. pode-se concluir CORRETAMENTE que: a. c. e. uma vez que as freqüências gênicas foram alteradas. b. vvA_ ou vvaa. Embora plantas albinas morram antes de produzirem sementes. d. e. Se os valores das freqüências gênicas de uma população. e. 1 vermelha: 1 amarela. obteve-se uma primeira geração F1 bastante numerosa. A população encontra-se em equilíbrio genético. O gene para albinismo é ativado no escuro. b. d. d. O albinismo impede a síntese de clorofila. Em um cruzamento experimental de lírios-da-terra vermelhos. Limitação da diversidade genética. 4 Aa 2 Aa: 2aa 3AA: 1 Aa 1AA: 2Aa: 1aa 1Aa: 1Aa: 1aa 20ª Questão: No cruzamento de plantas verdes. SANTA TERESA – JUNHO DE 2009 . De acordo co tais dados. os melhoristas de plantas constataram que apenas um em cada três descendentes vermelhos era homozigoto para essa característica. c. Uma das conseqüências deste fenômeno está descrita na seguinte afirmativa: a. A população está evoluindo. Criação de novos variantes de plantas. Produção exclusiva de alterações benéficas. formularam um teorema cuja importância está no fato de ele estabelecer um modelo para o comportamento dos genes nas populações naturais. Não houve a atuação dos fatores evolutivos sobre a população. b. Facilitador do crossing-over. Na descendência do cruzamento VvAa x VvAa espera-se encontrar uma proporção fenotípica de: a.

Os genes co-dominantes têm menor influência no fenótipo do que os fatores ambientais. b. d. Genótipos e fenótipos iguais. Na presença de genes recessivos. c.” Mendel ao enunciar essa Lei já admitia. assinale a alternativa CORRETA: a. Diz-se que um determinado gene é recessivo quando sua expressão Só acontece em heterozigose. c. Epistático. Dependente de características congênitas. e. as plantas que ficaram no escuro estavam estioladas o que significa que os dois grupos apresentam: a. c. Núcleos. para manifestarem seus efeitos no fenótipo das plantas. meiose. Gene Mutação Recombinação DNA Permuta genética 26ª Questão: O alelo que manifesta o seu fenótipo tanto nos indivíduos homozigóticos como heterozigóticos é denominado: a. Recessivo. 22ª Questão: Dois grupos de mudas de batata-inglesa (Solanum tuberosum) obtidas a partir de um mesmo clone de plantas verdes foram colocados em ambientes diferentes: um claro e outro escuro. e. Genótipos variados em cada grupo 23ª Questão: “Cada caráter é condicionado por um par de fatores que se separam na formação dos gametas. b. c. e. 25ª Questão: O fenômeno genético responsável pela criação de novos alelos e com conseqüente geração de variabilidade nas populações é: a. d. Letal. Independente da presença de seu alelo. respectivamente: a. Genes. mitose. d. d. embora sem conhecer a existência das seguintes estruturas e processo de divisão celular. SANTA TERESA – JUNHO DE 2009 . b. Ligado. Com relação aos princípios básicos da hereditariedade. O mesmo genótipo e fenótipos diferentes. Na expressão gênica os efeitos do ambiente celular não são considerados. 24ª Questão: (fenótipo): a. e. mitose. Depois de alguns dias.IFES Campus Santa Teresa – Concurso Público Servidores Efetivos Caderno de Provas da Área de Agronomia/Genética e Melhoramento de Plantas Cultivadas Assinale a ÚNICA ALTERNATIVA CORRETA de cada questão a seguir: 21ª Questão: Os mecanismos da herança apresentam diferentes maneiras pelas quais os genes interagem entre si e com o ambiente. d. Reproduz uma característica provocada pelo ambiente. Os genes dominantes são independentes dos fatores ambientais para se expressarem. meiose. O mesmo fenótipo e genótipos diferentes. e. b. d. Dominante. Núcleos. b. mitose. apenas o efeito ambiental prevalece no fenótipo. b. c. Genes. Pode ser muito difícil determinar se o fenótipo resulta mais do efeito gênico do que o ambiental. e. Cromossomos. Só ocorre quando em dose dupla. Genótipos e fenótipos diferentes. c.

A inserção de RNA e proteínas nas moléculas de DNA pode levar à produção de moléculas inibidoras da expressão dos genes. Zero 75% 50% 12. quando comparado com o não-transgênico. c. e. e. A protandria e a protoginia em flores de angiospermas são mecanismos Facilitam a rápida dispersão das sementes Impedem mecanicamente a fecundação precoce das oosferas Dificultam o acesso de agentes polinizadores Facilitam o acesso de agentes polinizadores Dificultam ou impedem a autogamia 31ª Questão: Os bancos de germoplasma funcionam como conservação ex situ. c. Conservada por meio de sementes recalcitrantes.5% 25% 30ª Questão: que: a. Os genes exóticos inseridos artificialmente no alimento transgênico passarão a fazer parte do DNA das células do ser humano que se alimentar dele. Mendel reporta: Dominância incompleta. Ligação de genes. em temperatura e umidade baixas. esse alimento apresenta em sua composição pelo menos uma proteína diferente.IFES Campus Santa Teresa – Concurso Público Servidores Efetivos Caderno de Provas da Área de Agronomia/Genética e Melhoramento de Plantas Cultivadas Assinale a ÚNICA ALTERNATIVA CORRETA de cada questão a seguir: 27ª Questão: O consumo de alimentos transgênicos na alimentação humana tem sido alvo de críticas por vários setores da sociedade o que tem provocado diversas discussões. Qual das alternativas abaixo aponta uma explicação genética adequada para esse possível risco? a. d. Como no alimento transgênico existe pelo menos um gene de outro organismo. não característica. Conservada em condições artificiais. e. Conservada somente por meio de sementes do tipo ortodoxa. b. sobre hereditariedade. Segregação independente. 29ª Questão: Em ervilhas. que pode vir a causar reações adversas não observadas quando se ingerem alimentos não modificados. Na sua segunda Lei. esse alimento apresenta composições muito alteradas e baixo valor nutritivo. c. podendo conter substâncias venenosas. argumentam que esses alimentos apresentam riscos á saúde. causando sérios distúrbios de funcionamento no organismo dessa pessoa. c. b. em que uma amostra da variabilidade genética de uma determinada espécie é: a. e. Pureza dos genes. fora do habitat da espécie. outra forma de conservação não seria adequada. Ação de alelos múltiplos. d. Vários segmentos da sociedade. Pelo fato de ser uma mistura aleatória de DNA de organismos incompatíveis. Qual das alternativas apresenta a porcentagem de gametas produzidos por essa planta com pelo menos um gene dominante? a. b. Como a transgenia muda completamente a informação genética característica da espécie. Considere uma planta de sementes lisas e amarelas. d. d. diíbrida. Conservada exclusivamente por meio de sementes. os genes que determinam sementes lisas e amarelas são dominantes em relação aos genes que determinam sementes rugosas e verdes. pois em função das condições de baixa temperatura e umidade. pois a baixa umidade facilita a manutenção do vigor das sementes. o alimento fica completamente adulterado. Essas moléculas podem vir a atuar no organismo da pessoa que o ingerir e causar diversos tipos de disfunções. já que ainda não foram devidamente verificados. c. SANTA TERESA – JUNHO DE 2009 . 28ª Questão: a. b. Conservada exclusivamente por meio de técnicas de cultura in vitro. d. b. e.

d. pois as informações são imprecisas. multiplicação e rejuvenescimento. multiplicação e rejuvenescimento. São atividades dos bancos de germoplasmas: Levantamento. Apenas levantamento. e caracterização e intercâmbio do maior número de amostras do germoplasma. são considerados como fontes de variabilidade: a. Assim. Na situação 2 e 3 está caracterizado a ocorrência da interação G x E. e os vegetais. recombinação gênica. I e II são falsas. exploração e coleção do maior número de amostras de germoplasma. Observe a figura abaixo. Sobre estas duas sentenças é CORRETO afirmar que: a. aquisição. Apenas II é falsa. b. e recombinação. c. d. recombinação gênica e variação somaclonal. exploração e coleção. b. não teriam se desenvolvidos na sua ausência. Na situação 1. Apenas caracterização. manutenção. não ocorre interação G x E. documentação. distribuição e intercâmbio do maior número de amostras do germoplasma. avaliação. com sua vasta complexidade. I e II são verdadeiras. b.IFES Campus Santa Teresa – Concurso Público Servidores Efetivos Caderno de Provas da Área de Agronomia/Genética e Melhoramento de Plantas Cultivadas Assinale a ÚNICA ALTERNATIVA CORRETA de cada questão a seguir: 32ª Questão: a. denomina-se interação genótipo x ambiente (G x E). Apenas distribuição e intercâmbio do maior número de amostras de germoplasma. e caracterização. nos ambientes I e II em três situações distintas. Apenas I é falsa. e. e. e. que reporta o comportamento hipotético das variedades A e B. Mutações. Mutações. aquisição. Mutações. transformação gênica. Mutações. Nada podemos afirmar sobre a interação G x E. Assim: I. c. SANTA TERESA – JUNHO DE 2009 . avaliação. agentes mutagênicos e recombinação gênica. documentação do maior número de amostras de germoplasma. agentes mutagênicos e transformação gênica. Mutações. d. II. transformação gênica e variação somaclonal. 33ª Questão: A variabilidade genética é um dos princípios da vida. Apenas manutenção. c. 34ª Questão: A alteração na performance relativa dos genótipos em virtude de diferenças de ambiente.

A expressão que melhor define as populações alógamas é: Grupo de indivíduos que constituem um conjunto de genes e são mantidos por meio da fecundação cruzada em equilíbrio de Hardy-Weinberg. c. Recombinação das progênies superiores. b. Permite a condução de uma única geração por ano. Não requer pessoal qualificado para selecionar tipos desejáveis. III. apresentando uma divergência genética entre si. Avaliação de progênies. Isso exclui o uso deste método para populações conduzidas fora do ambiente convencional de plantio. III e II I. d. Assim: I. II. e avaliação de cada progênie separadamente. Obtenção das progênies. d. Comunidade reprodutiva composta de organismos de fertilização cruzada. Apenas I e IV Apenas II e III I. São CORRETAS: a. II. I. consiste na seleção de grande número de indivíduos. mediante controle dos cruzamentos. IV. c. II e I SANTA TERESA – JUNHO DE 2009 . e. I e III III. e. III e IV I. foi o mais popular método para o desenvolvimento de linhagens de espécies autógamas até meados da década de 70. Permite o descarte de indivíduos inferiores em gerações precoces. Entretanto. III. Não é possível saber se as plantas selecionadas foram superiores por causa de sua constituição genética ou do ambiente. A ordem CORRETA desses itens é: a. São populações que possuem propriedades que transcendem às dos membros que as compõem. A seleção massal só pode ser utilizada em ambientes onde as características se expressam. com características fenotípicas semelhantes. II e III III.IFES Campus Santa Teresa – Concurso Público Servidores Efetivos Caderno de Provas da Área de Agronomia/Genética e Melhoramento de Plantas Cultivadas Assinale a ÚNICA ALTERNATIVA CORRETA de cada questão a seguir: 35ª Questão: A seleção massal. b. Não é possível saber se as plantas selecionadas são homozigotas. b. A seleção massal apresenta pouca eficiência para característica com baixa herdabilidade. Permite a seleção e trilhagem de plantas em conjunto. O princípio do método é a seleção individual de plantas na população segregante. I e II II. d. II. quatro limitações são evidentes. também descrito como método pedigree. Grupo de plantas que potencialmente podem se intercasalar. b. Se indivíduos heterozigotos forem selecionados. Baixa demanda de mão-de-obra e campo experimental. os quais participam de um mesmo conjunto gênico. 38ª Questão: Os itens abaixo indicam etapas necessárias para conduzir um ciclo completo de Seleção Recorrente. e. quando é usada em espécies autógamas. c. e. d. Como vantagem do método genealógico podemos assinalar a alternativa: a. c. novos ciclos de seleção são necessários. 37ª Questão: a. III e IV 36ª Questão: O método genealógico. II e III II. Conjunto de genes compartilhados por um conjunto de indivíduos. I.

III e IV. V. As mais freqüentes são as deficiências de clorofila. Quando uma característica particular de um organismo é governada por muitos pares de genes. Outras anomalias que podem ocorrer são formação de sementes no pendão. fixando os caracteres. III. b. Apenas II. Aparecimento de características indesejáveis ou anormalidades nas espécies alógamas. Perda de vigor generalizada e redução da produtividade. n Formação de 2 linhas uniformes com o aumento da homozigose. A aparência de um indivíduo com respeito a uma dada característica herdada é chamada de fenótipo. c. d. Apenas II. Redistribuição da variância genética com o aumento da homozigose. V e VI 40ª Questão: Um acadêmico estudando o conteúdo de genética. Quando três ou mais alelos.IFES Campus Santa Teresa – Concurso Público Servidores Efetivos Caderno de Provas da Área de Agronomia/Genética e Melhoramento de Plantas Cultivadas Assinale a ÚNICA ALTERNATIVA CORRETA de cada questão a seguir: 39ª Questão: I. estão presentes na população. São consideradas conseqüências da endogamia em plantas alógamas: IV. que geram plantas albinas ou estriadas. I. III e V Apenas IV. V. Apenas I. IV e V. II e III I. II. sendo n o número de genes segregantes na população. as espécies sofrem redução da altura e do tamanho de espiga e atraso no ciclo. III. II. Aumento progressivo do nível de homozigose. São verdadeiras a. IV e VI Apenas I. Em geral. II. Os genes em um mesmo cromossomo tendem a ser herdados juntos e são denominados “genes ligados”. esterelidade e nanismo. e. Quais afirmativas o professor diria que estão CORRETAS? a. II. escreveu alguns conceitos sobre. c. que possuem efeitos similares e aditivos. Freqüência genotípica alterada. embora a frequência gênica não se altere. III e IV. VI. III e V. I. IV. e. SANTA TERESA – JUNHO DE 2009 . IV. nós dizemos que esta característica é uma característica poligênica. b. II. V e VI Apenas I. III. IV e V. III. Aumento da variância genética entre linhas e redução dentro delas. em razão das sucessivas gerações de acasalamento endogâmico. III. dizemos que este “lócus” possui alelos múltiplos. Um organismo com dois alelos idênticos para um “lócus” em particular é considerado homozigoto para este “lócus”. enquanto um organismo com dois alelos diferentes para o mesmo “lócus” é considerado heterozigoto para este “locus”. Apenas II. mas como ele estava em dúvidas procurou o professor da disciplina para fazer a verificação se os conceitos estavam corretos ou não. Apenas II. para um dado “lócus”. d.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful