P. 1
Metodologia Da Pesquisa_MBAProjetos

Metodologia Da Pesquisa_MBAProjetos

|Views: 5.620|Likes:
Publicado porEmanuelle Alves

More info:

Published by: Emanuelle Alves on Jul 12, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/19/2013

pdf

text

original

Segundo Richardson e colaboradores (1985), método em pesquisa significa a escolha de

procedimentos sistemáticos para a descrição e explicação de fenômenos. Há dois grandes

métodos de pesquisa: o quantitativo e o qualitativo. Sua escolha é determinada pela natureza do

problema ou pelo seu nível de aprofundamento.

1. O método quantitativo caracteriza-se pelo emprego da quantificação tanto nas

modalidades de coleta de informações, quanto no tratamento dessas através de técnicas

estatísticas. Representa, em princípio, a intenção de garantir a precisão dos resultados e de evitar

distorções de análise e interpretação, possibilitando assim, uma margem de segurança quanto às

inferências. É freqüentemente empregado nos estudos descritivos, nos que procuram descobrir e

classificar a relação entre variáveis e nos que investigam a relação de causalidade entre

fenômenos.

Os estudos descritivos propõem-se a investigar as características de um fenômeno, sendo

considerados como objeto de estudo uma situação específica, um grupo ou um indivíduo.

Representam um nível de análise que permite identificar as características dos fenômenos, sua

ordenação e classificação.

Os estudos que procuram investigar a correlação entre variáveis permitem controlar,

simultaneamente, um grande número de variáveis e, por meio do uso de técnicas estatísticas de

correlação, especificar o grau pelo qual diferentes variáveis estão relacionadas, oferecendo o

entendimento do modo pelo qual estão operando. As variáveis contidas no estudo de correlação

podem ser apresentadas nas formas de escore contínuo, dicotomia artificial, dicotomia verdadeira e

categórica.

No estudo comparativo causal o pesquisador parte dos efeitos observados e procura

descobrir os antecedentes de tais efeitos. Isso ocorre quando as variáveis não podem ser

submetidas a controle rígido, ou seja, não podem ser manipuladas como nas pesquisas

experimentais.

Os estudos experimentais são os que proporcionam meios mais rigorosos para testar

hipóteses. Embora os estudos de correlação e o comparativo causal venham a descobrir a relação

entre variáveis, é o experimental que determina se a relação é de causa-efeito.

A procura por métodos alternativos de pesquisa nas ciências sociais deveu-se,

principalmente, às críticas filosóficas, políticas e técnicas aos métodos quantitativos. As principais

críticas baseiam-se em:

concepção positivista da ciência;
redução da ciência ao campo do observável e separação entre fatos e seus contextos;

4

Universidade Federal do Amazonas – MBA executivo em gerenciamento de projetos
Metodologia da pesquisa aplicada a projetos – Prof. Dr. Geraldo Vieira da Costa

ênfase no dado empírico e sua reificação;
insistência de uma ciência livre de valores;
a forma como, em geral, as ciências naturais vêem o mundo como um objeto que deve
ser controlado tecnologicamente pelo ser humano.

2. Para Richardson e colaboradores (1985), O método qualitativo difere do quantitativo à

medida que não emprega um instrumental estatístico como base do processo de análise de um

problema. Não pretende numerar ou medir unidades ou categorias homogêneas.

Há autores que não fazem distinção entre os dois métodos por entenderem que a pesquisa

quantitativa é, de certo modo, qualitativa. Porém, a forma como se pretende analisar um problema

é que, de fato, exige uma metodologia quantitativa ou qualitativa. A abordagem qualitativa, além de

ser uma opção do investigador, justifica-se por ser uma forma adequada para entender a natureza

de um fenômeno social. Na tentativa de se assegurar a exatidão dos resultados, é comum a

transformação de dados qualitativos em dados quantificáveis, que consiste em utilizar como

parâmetros o emprego de critérios, categorias e escalas ou, ainda, identificar com que intensidade

um conceito se manifesta. Contudo, o desejo de se quantificar a todo custo tem levado as ciências

sociais a investigarem algo que se quantifica mais facilmente, aumentando o número de pesquisas

que, ao desprezarem elementos qualitativos, apresentam pobreza de resultados.

Os estudos que empregam uma metodologia qualitativa podem descrever a complexidade

de certo problema, analisar a interação de variáveis, compreender processos dinâmicos vividos por

grupos sociais, contribuir no processo de mudança de determinado grupo e possibilitar, em maior

nível de profundidade, o entendimento das particularidades do comportamento dos indivíduos.

Quanto aos procedimentos metodológicos, as pesquisas qualitativas de campo exploram

particularmente as técnicas de observação e entrevistas devido à propriedade com que estas

penetram na complexidade de um problema.

Assim, há vários tipos de estudos que apresentam abordagem qualitativa, destacando-se a

pesquisa para elaboração de material didático e a pesquisa documentária.

A pesquisa para elaborar material didático é um processo que consiste em desenvolver e

validar produtos educacionais, objetivando produzir livro-texto, material de treinamento, enfim,

qualquer produto essencial ao desenvolvimento do ensino-aprendizagem. Difere da pesquisa

básica porque não se volta diretamente para a busca de conhecimentos em uma área específica,

mas em elaborar um produto que possa ser, efetivamente, usado em escolas.

Na pesquisa documentária, a análise de conteúdo é das mais apaixonantes, utilizando como

material de estudo qualquer forma de comunicação, usualmente documentos escritos, como livros,

periódicos, jornais, mas também recorrendo a outras formas de comunicação, como programas de

radiodifusão, música e pintura. A análise de conteúdo trata de descrever os conteúdos segundo a

forma e o fundo. A análise de forma estuda os símbolos empregados, isto é, as palavras ou temas

5

Universidade Federal do Amazonas – MBA executivo em gerenciamento de projetos
Metodologia da pesquisa aplicada a projetos – Prof. Dr. Geraldo Vieira da Costa

que são, inicialmente, selecionados e, a partir daí, verifica-se a freqüência relativa de sua aparição

em uma obra ou em diferentes tipos de comunicação. A análise de fundo consiste em estudar as

referências dos símbolos, podendo revelar tendências constatadas nos conteúdos das

comunicações, comparar os meios ou níveis da comunicação e verificar a adequação do conteúdo

aos seus objetivos.

3. Validação dos métodos de pesquisa – para a validação de um trabalho de pesquisa, tanto

a perspectiva qualitativa quanto a qualitativa de pesquisa devem cumprir dois critérios científicos:

confiabilidade e validez. A confiabilidade indica a capacidade que devem ter os instrumentos de

produzir medições constantes quando aplicados a um mesmo fenômeno. A confiabilidade externa

refere-se à possibilidade de outros pesquisadores, utilizando os mesmos instrumentos, observarem

os mesmos fatos e a confiabilidade interna refere-se à possibilidade de outros pesquisadores

fazerem as mesmas relações entre os conceitos e os dados coletados com os mesmos

instrumentos. A validez indica a capacidade de um instrumento produzir medições adequadas e

precisas para chegar a conclusões corretas, assim como a possibilidade de aplicar as descobertas

a grupos semelhantes não incluídos em determinada pesquisa. A validez interna refere-se à

exatidão dos dados e à adequação das conclusões. A validez externa refere-se à possibilidade de

generalizar os resultados a outros grupos semelhantes.

Referência Bibliográfica

RICHARDSON, R. J. e colaboradores. Pesquisa social: métodos e técnicas. São Paulo: Atlas,

1985.

6

Universidade Federal do Amazonas – MBA executivo em gerenciamento de projetos
Metodologia da pesquisa aplicada a projetos – Prof. Dr. Geraldo Vieira da Costa

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->