P. 1
Relatório de Curvas de Aquecimento e de Resfriamento de Substância

Relatório de Curvas de Aquecimento e de Resfriamento de Substância

|Views: 2.927|Likes:
Publicado porLeonardo Iury

More info:

Published by: Leonardo Iury on Jul 18, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/09/2013

pdf

text

original

Relatório de Curvas de Aquecimento e de Resfriamento de Substância - Naftaleno

Relatório de Curvas de Aquecimento e de Resfriamento de Substância - Sbstancia Naftaleno. Pontifícia Universidade Católica Campus Poços de Caldas Engenharia Elétrica ± Automação e Telecomunicação Relatório de Curvas de Aquecimento e de Resfriamento de Substância Professora ± Ana Paula Química experimental Carlos Renato Amaro Bazili Al730368930 Índice y y y y y y Introdução Objetivo Matérias Métodos Resultados Conclusão Introdução As curvas de aquecimento e resfriamento, são obtidas a partir da construção de um gráfico da temperatura em função da quantidade de calor trocada pelo corpo ou do tempo percorrido. A temperatura varia até que o corpo atinja a mudança de estado (Sólido - liquido; Liquido sólido) onde variando também sua energia potencial e energia cinética, quando ocorre a mudança de estado não há mudança na temperatura, varia somente a energia potencial. No entanto, as mistura não seguem esse padrão, sendo assim, as curvas de aquecimento são bons indicadores de pureza de uma substância, já que a mistura têm uma constante de variação de energia cinética que é menos acentuada no momento da mudança de estado físico da substância. Objetivo O experimento tem como objetivo verificar a pureza da substância naftaleno, através da construção da curva de aquecimento, que evidencia o seu ponto de fusão. Materiais: y Tubo de Ensaio

a cada minuto anota-se a mudança de temperatura continua. Coloca-se o naftaleno no tubo de ensaio. em seguida. desliga-se o bico de bunsen e continua-se a anotar a variação de temperatura. 30 5. 40 7. ± 8. 25ºC 2. pesa o -se naftaleno no papel de filtro.y y y y y y y Rolha de Borracha Perfurada Termômetro Bécquer de 250 ml ou 500 ml Tela de Amianto Tripé de Ferro Suporte Universal com Garra Bico de Bunsen Reagentes: y y Água Naftaleno (C10H8) Métodos: No bécquer coloca-se 200ml de água que deve ficar esquentando. A temperatura anotada é tida como ponto de fusão quando aparecer a primeira gota de liquido. até que o naftaleno volte ao seu estado sólido. Continua-se a anotar a variação de temperatura. 25ºC 3. até que o naftaleno se torne totalmente liquido. ± 9. quando isso ocorrer. Na rolha perfurada é inserido o termômetro que fica em contato com o naftaleno. este é tampado por uma rolha perfurada. Resultados: Do estado sólido para o estado Liquido (Aquecimento) Tempo (minuto) e Temperatura (º C): 1. 29 4. 34 6. 60 .

85 2. já em estudo realizados o ponto de ebulição seria de 18ºC e o ponto de fusão teria que ser de 80ºC.eti. Site na rede internet http://www. 80 4. as variações ocorridas nas mudanças de estados.10. 77 5. A partir dos gráficos. 67 11. não é pura. 79 14. naftaleno.br . 86 16. 66 10. Segundo anotações o ponto de fusão do experimento inicia-se a 72ºC e completa-se a 84ºC. 63 (Chega-se ao estado Sólido ± Totalmente cristalizado) Conclusão: Nome comercial NAFTALINA: forma impura do naftaleno (C10H8). 84 (Chega-se ao estado liquido) 15.rossetti. 74 6. 86 Do estado Liquido para o estado Sólido (Resfriamento) 1. 70 8. o que ocorre em nosso caso. 68 9. 72 (Chega-se ao ponto de fusão onde surge a primeira gota) 12. Bibliografia Aula de Laboratório de Química. 76 13. 64 11. 72 (Chega-se ao ponto de solidificação ± Inicio da cristalização) 7. Segundo estudos em pesquisas literárias uma substância para ser pura não apresenta inclinações gráficas em todo experimento. 82 3. conclui-se que a substância.

Nessa etapa. ativando o sistema de aquecimento e o antecipador no termostato. puxa o suporte de contato dentro do tubo e faz com que os contatos fechem. Controles dos sistemas de aquecimento e resfriamento 4. como uma chave de detecção de calor. O ímã aproxima-se do contato protegido pelo vidro. chamado ponto de ajuste. mantendo os contatos abertos e o . O sistema é ativado por completo quando o segundo contato fecha. o ímã retorna à barra estacionária. o primeiro contato ainda não está quebrado e o aquecedor continua funcionando até que a temperatura fique acima da configuração do termostato. O antecipador aquece o elemento bimetálico. A força exercida pelo desenrolamento dos elementos separa uma barra de aço estacionária de um ímã na extremidade da serpentina. Ele responde às mudanças na temperatura do ar onde está localizado e ativa ou desativa o aquecedor ou o condicionador de ar conforme necessário para manter a temperatura em um nível regulado. fazendo primeiro um contato elétrico e depois o outro. Veja todos os artigos sobreReforma doméstica Controles dos sistemas de aquecimento e resfriamento O termostato.traduzido por HowStuffWorks Brasil Neste artigo 1. uma faixa bimetálica curva-se. Sistemas de distribuição de aquecimento e resfriamento 3. Introdução 2. quebra o circuito e desliga o sistema. fazendo com que ele se curve e quebre o segundo contato elétrico. os elementos bimetálicos começam a se desenrolar. O suporte cai. Os termostatos mais antigos têm dois contatos expostos. Conforme a temperatura cai. completando o circuito elétrico e acionando o aquecedor e o antecipador. Conforme o ar no ambiente se aquece. Termostatos mais modernos têm elementos de faixa bimetálica enrolados e os contatos são vedados atrás do vidro para protegê-los de sujeira. a serpentina começa a retroceder e quebra o suporte do ímã no suporte de contato. é o controle básico que regula a temperatura da sua casa. Entretanto. O principal componente do termostato é um elemento bimetálico que se expande ou se contrai à medida que a temperatura aumenta ou diminui na casa. À medida que a temperatura cai.Princípios básicos do sistema de aquecimento e resfriamento por Walter Curtis .

Notou como dá para excluir uma infinidade de coisas? Continuemos com o mesmo cilindro. Algumas propriedades. Já sabe que o cilindro não pode ser de gelo. podem excluir inúmeras possibilidades. Publications International. Compreender como funcionam os sistemas de aquecimento e resfriamento da sua casa irá ajudar a evitar problemas antes que eles se tornem muito graves. Estamos em dúvida entre alumínio. provavelmente. . você observou algumas propriedades até chegar a alguma conclusão. níquel. Por exemplo: um pote de vidro contendo uma substância branca. Propriedades e identidade das substâncias Imagine que lhe entreguem um pequeno cilindro. Você não pode dizer com certeza de que se trata. em pó. que você sacode e percebe que o pó é fino. Os controles de ar condicionado e de aquecimento mais recentes usam componentes eletrônicos sólidos para controlar a temperatura do ar. o conserto dos controles sólidos normalmente envolve uma substituição. Geralmente eles são mais precisos e mais flexíveis do que os sistemas mais antigos. mas pode excluir uma série de substâncias.aquecedor desligado até que o ambiente seja resfriado mais uma vez. Observando-o. Identificando substâncias pelos tipos de mistura Fábio Rendelucci* Especial para a Página 3 Pedagogia & Comunicação Alguma vez você já encontrou algo sem identificação em sua geladeira ou armário da cozinha e ficou se perguntando o que seria aquilo? Nesse caso. Ltd. papel ou madeira (não são metálicos). por mais simples que pareçam. aço. Certamente você já se lembrou de açúcar ou sal. ouro e cobre também não (não são prateados). nos valemos de certas propriedades das substâncias para identificá-las. entre outros. embora não possam ser determinantes. Na química. prata. você nota sua aparência metálica e cor prateada. Entretanto.

aferir os pontos de fusão e de ebulição para melhorarmos a identificação. Lembre-se de que durante o processo de solidificação ou liquefação.Podemos fazer o seguinte: obtendo a massa do cilindro com o auxílio de uma balança. Tomando nota das temperaturas de tempos em tempos. Se ambos . trata-se de uma o . podemos afirmar que a amostra é uma substância pura. Perceba que. Pega-se uma amostra no estado sólido a uma determinada temperatura e submete-se a mesma a um aquecimento constante. assim como no de condensação ou vaporização. podemos construir o seguinte gráfico: É importante notarmos dois patamares de temperatura: um corresponde ao ponto de fusão e o outro ao de ebulição. a temperatura permanece constante. e conseguindo seu volume. Outra coisa a ser lembrada: em temperaturas inferiores ao ponto de fusão a amostra é sólida. Quando o valor da densidade não é suficiente. ou seja. Como? Pela análise dos patamares que se formam no PF (ponto de fusão) e PE (ponto de ebulição). em temperaturas acima do ponto de ebulição a amostra á gasosa. Após alguns instantes (para que o equilíbrio térmico seja atingido) se existir ao mesmo tempo água líquida e gelo. por exemplo. em temperatura entre o ponto de fusão e o de ebulição é líquida.apresentarem temperatura constante. podemos. Se um deles ou os dois apresentarem variação. como no gráfico anterior. pode continuar sendo aquecida. Curva de aquecimento Um levantamento de dados muito útil na química é a chamada curva de aquecimento. Consultamos uma tabela de densidade e podemos eventualmente chegar a uma resposta conclusiva. A amostra sólida vai aquecendo até que começa a fundir. Exatamente no ponto de fusão coexistem as fases sólida e líquida e. pode fazer o seguinte: coloque bastante gelo em um copo e complete com água. você saberá que a temperatura é exatamente o ponto de fusão.PF e PE . exatamente no ponto de ebulição coexistem as fases líquida e gasosa. Ela nos diz se nossa amostra é uma substância pura ou uma mistura. Essa propriedade já é bem mais específica. podemos determinar sua densidade. se eu pedir a você um copo com água exatamente a 0 C e você não dispuser de um termômetro. Transformada em líquido continua aquecendo até entrar em ebulição. Mesmo depois de transformada em gás. 0°C! Misturas O levantamento da curva de aquecimento também nos dá outra informação importante.

Classificando as misturas Uma vez identificada que a amostra é uma mistura.mistura eutética. y PE constante .mistura azeotrópica. Quando a mistura apresenta variação nos dois patamares. eutética ouazeotrópica. a mistura é simples. a classificação é a seguinte: y PF constante .álcool 96 GL). Quando a variação é em apenas um patamar. apenas o PE ou o PF variam. O exemplo mais comum de mistura eutética é a solda utilizada em eletrônica (37% chumbo e 63% estanho) e o de mistura azeotrópica é a mistura água e álcool (4% água e 96% álcool . ou seja.mistura. . analisando a curva de aquecimento podemos ainda classificá-la como simples. PF e PE.

diretor do cursinho COC -Universitário de Santos e presidente da ONG Sobreviventes. como aspecto e cor. e uma simples curva de aquecimento podem ser muito úteis na identificação de uma substância. *Fábio Rendelucci é professor de química e física. .Como você viu. propriedades simples.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->