P. 1
Prova de Saude Mental

Prova de Saude Mental

5.0

|Views: 1.478|Likes:
Publicado porFatima Gomes

More info:

Published by: Fatima Gomes on Jul 23, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/06/2014

pdf

text

original

ACADÊMICO BOLSISTA

SAÚDE MENTAL Responda às questões de números 01 a 03 com base na Lei Federal nº 8080/90. 01. Lei Federal 8.080, de 19 de outubro de 1990, dispõe sobre: A) a participação da comunidade na gestão do sistema de saúde, na organização e no funcionamento dos serviços B) as condições para promoção, proteção e recuperação da saúde, organização e funcionamento dos serviços C) a participação dos gestores de serviços e o financiamento de ações para a contratação de recursos humanos D) as condições para a formulação e divulgação da política para construção e recuperação dos serviços de saúde 02. São princípios e diretrizes do Sistema Único de Saúde: A) universalidade, integralidade e igualdade da assistência B) responsabilidade, igualdade e fiscalização da assistência C) integralidade, responsabilidade e informação da assistência D) universalidade, responsabilidade e fiscalização da assistência 03. Dentro do Sistema Único de Saúde, é competência do Município: A) definir e coordenar os sistemas de redes integradas de assistência de alta complexidade B) elaborar normas para regular as relações entre o SUS e os serviços privados contratados C) planejar, organizar, controlar e avaliar as ações e os serviços de saúde D) formular, avaliar e apoiar políticas de alimentação e nutrição Responda às questões de números 04 e 05 com base na Lei Federal nº 10.216/01. 04. A pessoa portadora de transtorno mental, segundo a Lei 10.216, deve ser tratada com: A) apoio de equipe de médicos especializados, a fim de diagnosticar sua doença e orientar quanto à internação compulsória, visando a reinserção na família e no trabalho B) humanidade e respeito, no interesse exclusivo de beneficiar sua saúde, visando a alcançar sua recuperação pela inserção na família, no trabalho e na sociedade C) equipamentos terapêuticos preventivos, visando a alcançar a sua inserção na família, no trabalho, na sociedade e em outros setores D) atendimento em hospital de emergência psiquiátrica especializada, para sua total inserção social
PROCESSO SELETIVO SECRETARIA DE SAÚDE 1

05. A Lei 10.216, publicada em 6 de abril de 2001, é um marco importante na reforma psiquiátrica, que direciona o modelo assistencial, garantindo às pessoas portadoras de transtornos mentais: A) aposentadoria e internação B) proteção e aposentadoria C) assistência e benefícios D) proteção e direitos Responda às questões de números 06 a 09 com base na III Conferência Nacional de Saúde Mental. 06. As políticas de saúde mental devem ter como pressuposto básico: A) humanização e criação de oficinas terapêuticas nos hospitais B) concepção de saúde mental compreendida como ausência de doença C) inclusão social e habilitação da sociedade para conviver com a diferença D) garantia de assistência aos portadores de sofrimento mental nos hospitais psiquiátricos 07. Consta na III Conferência um plano nacional que tem o seguinte objetivo: A) desativar os hospitais psiquiátricos, públicos e privados B) direcionar os recursos públicos para melhorar os hospitais C) garantir que os municípios executem projetos centralizados D) oferecer uma rede de assistência independente do território 08. Os CAPS devem promover: A) lógica da tutela B) prevenção da psicose C) medicalização de pacientes D) diminuição do número de internações 09. Os CAPS infanto-juvenis devem ter como uma de suas prioridades de ação: A) projetos de supervisão de rede B) projetos de desinstitucionalização C) intervenção precoce nas maternidades D) internação em hospitais especializados
SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO PESQUISA EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

SUBSECRETARIA

DE

ESTUDOS

E

é a de número: A) 336/02 B) 358/02 C) 363/02 D) 386/02 Responda às questões de números 13 a 16 com base no texto “Breve história da Reforma Brasileira” de Tenório F. por meio de: A) lazer B) trabalho C) psicanálise D) comportamento 18. o isolamento tornou-se também um ato terapêutico. oficinas terapêuticas e duração de tratamento previamente estabelecida B) acolhimento. O conceito de alienação está em oposição ao seguinte conceito: A) respeito B) vigilância C) sabedoria D) cidadania PROCESSO SELETIVO SECRETARIA DE SAÚDE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA . e que foram responsáveis. 17. como: A) convênio com clínicas privadas para tratamento B) controle maior sobre os pacientes medicalizados C) incentivo aos leitos psiquiátricos em hospitais gerais D) incentivo aos leitos psiquiátricos em hospitais privados Responda às questões de números 17 a 19 com base no texto “Reforma Psiquiátrica Desafios do Movimento Antimanicomial” de Amarante P. de formação pedagógica e de estratégias clínicas 11. práticas e saberes C) acolhimento. foi dita por: A) Serpa B) Lacan C) Freud D) Pinel 14. terapeuticamente.. medicalização.ACADÊMICO BOLSISTA Responda às questões de números 10 a 12 com base no texto “Por uma política pública em saúde mental para crianças e adolescentes” de Ventura C. avaliação do conhecimento. oficinas terapêuticas diversificadas e heterogeneidade de pessoas. impõemse um delineamento. 10. teve como objetivo tratar. A origem das inúmeras instituições psiquiátricas denominadas “colônia de alienados” espalhados por todo o Brasil. clínico-assistencial. pelos quase 100 mil leitos psiquiátricos. Em 1978. a diminuição do número de leitos em hospitais psiquiátricos é um índice positivo. oficinas terapêuticas diversificadas e possibilidade de internação no próprio CAPS D) heterogeneidade de práticas e saberes. e eu ouso esperar muito de meios completamente diferentes”. clínico-assistencial. 13. de estratégias clínicas e políticas e de produção de conhecimento. clínico-assistencial. internação e atendimento ambulatorial 16. desde que acompanhado de alternativas de assistência.. A Portaria Ministerial que criou condições de financiamento para a construção de uma rede de centros de Atenção Psicossocial Infanto Juvenil (CAPSi) em território Nacional. de avaliação de competência. políticos. de produção de conhecimento. “. o paciente. Em psiquiatria. psiquiatra italiano. de formação de recursos humanos e de planejamento D) éticos. de formação pedagógica e de planejamento C) éticos. A maioria dos municípios que atendiam a casos diagnosticados como autismo e psicose infantil estavam referenciados às seguintes redes: A) filantrópica e educacional B) filantrópica e assistencial C) de saúde e educacional D) assistencial e de saúde 12. A Reforma Psiquiátrica Brasileira tem como argumento fundante: A) a criação de oficinas terapêuticas nos hospitais B) o discurso psiquiátrico e higienista da época C) a cidadania e os direitos do doente mental D) a não medicalização do doente mental SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO SUBSECRETARIA DE ESTUDOS E PESQUISA 2 EM 15. O desafio de construir uma direção pública para o atendimento em saúde mental para criança e adolescente não é tarefa simples. no final dos anos 80. Para realizá-la. na medida em que favorecia a reeducação moral do internado no mundo da instituição”. de produção de conhecimento. liderou a mais importante experiência pela superação dos manicômios denominada: A) antimanicomial B) psiquiatria de setor C) reforma psiquiátrica D) psiquiatria democrática 19. A frase “Tenho a convicção de que esses alienados só são intratáveis porque os privamos de ar e liberdade. de formação de recursos humanos e de planejamento B) éticos. no exercício da construção do alienismo. entre os seguintes campos: A) de avaliação de competência. Brasil Franco Basaglia. Os CAPS se caracterizam por: A) heterogeneidade de práticas e saberes. políticos.

20. entre outros. Com respeito à presença dos pacientes nos Caps. Uma intervenção de emergência. que têm. 29. Constitui uma diretriz dos CAPS: A) fechamento de suas portas por motivo de lotação B) absorção para tratamento psiquiátrico de todas as demandas C) observação e internação de pacientes com graves transtornos D) acolhimento universal e encaminhamento inclusivo do seu agente 23. O tipo de intervenção na crise depende de: A) demanda apresentada pelo sujeito B) presença do psiquiatra plantonista C) necessidade de medicação D) equipe de enfermagem 31. É um modo de organização de serviço que favorece intervenções mais eficazes nas emergências: A) anotação de condutas medicamentosas B) encaminhamentos pré-estabelecidos C) cadastramento dos pacientes D) acesso aos prontuários PROCESSO SELETIVO SECRETARIA DE SAÚDE 3 SUBSECRETARIA DE ESTUDOS E SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO PESQUISA EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA . Os Caps representam: A) tipo de serviço que define a rede de saúde mental B) diretrizes da política de saúde mental em determinado território C) dispositivo ambulatorial de saúde mental do Sistema Único de Saúde D) instância institucional com poder estabelecido sobre os demais serviços 21. pode-se afirmar que: A) os pacientes decidem quando desejam pernoitar no CAPS B) os pacientes vão para casa nos finais de semana C) a avaliação após 3 faltas indica o desligamento D) a avaliação de freqüência é feita caso a caso 26. o seguinte objetivo: A) indicar as internações no município B) priorizar os atendimentos domiciliares C) atuar na comunidade e em articulação com ela D) definir a qualidade do tratamento pelo espaço físico 25. Os CAPS são definidos como: A) dispositivo para atendimento de pacientes com deficiência física e neurológica B) estruturas mais complexas para o atendimento de neuróticos graves e psicóticos C) estruturas do tipo ambulatorial para atendimento individualizado de casos graves D) dispositivo com capacidade para atender a casos que podem ser atendidos pelos ambulatórios Responda às questões de números 27 e 28 com base no texto “Grupos de recepção ambulatorial: uma introdução ao tema” de Levcovitz S. 24. 27. Os grupos de recepção priorizam: A) espaço coletivo de escuta B) triagem e encaminhamento C) vínculo com um profissional D) absorção imediata no serviço Responda às questões de números 29 a 32 com base no texto “Notas sobre a emergência psiquiátrica” de Leal e Rechtand. quem recebe o paciente e seus acompanhantes é: A) um médico psiquiatra B) o serviço social C) a rede de saúde D) um psicólogo 28. com padrões previamente determinados.ACADÊMICO BOLSISTA Responda as questões de números 20 a 23 com base no texto “A rede da atenção na Saúde Mental: articulações entre CAPS e ambulatórios” de Elia L. Os CAPS e os NAPS são serviços territorializados. impõe ao técnico de saúde a perda da seguinte dimensão: A) da rede de cuidados B) da subjetividade C) da própria crise D) do diagnóstico 30. A noção de território implica: A) pedagogização do atendimento B) atendimento preventivo ao paciente C) intersetorialidade na ação do cuidado D) reflexões sobre a indicação de internação Responda às questões de números 24 a 26 com base no texto “Tratando a psicose nos CAPS” de Tenório F. O trabalho estruturado com a noção de rede tem como condição: A) responsabilidade coletiva B) contratação de médicos C) ampliação de hospitais D) conjunto de clínicas 22. Nos grupos de recepção.

Considerando-se a subjetividade do sujeito nas emergências psiquiátricas. jurídicopolitico e subjetiva D) técnico-assistencial. nos serviços de atenção diária. aponta para a extinção significativa dos leitos e hospitais psiquiátricos no Brasil. De acordo com o pensamento do autor. a crise passa a ser entendida como: A) momento privilegiado no qual o sujeito pode ter acesso a novas formas de organização B) urgência em restabelecer um equilíbrio perdido através de intervenções preventivas C) inadequação do sujeito que requer do profissional medidas diretivas e preventivas D) pedido de resposta imediata e breve ao sofrimento mental do sujeito Responda às questões de números 33 e 34 com base no texto “Eu Moro tu Moras ele Mora: cinco histórias diferentes” de Milagres A. As oficinas têm sido. problematizado no Referencial de Reforma é denominado: A) estigma B) política C) processo D) clínica Responda às questões de números 38 a 40 com base no texto “Oficinas e o ofício de cuidar” de Prata N. o instrumento privilegiado para: A) estimular a produção e revitalizar os espaços B) mediar o diálogo e sustentar a convivência C) adaptar ao trabalho e favorecer o convívio D) gerar renda e organizar a vida 39. espaços de ação social. O conceito de cuidado “Marcado por transformações. jurídico-politico. espaço de ação social onde as relações com o meio podem interferir diretamente no convívio.ACADÊMICO BOLSISTA 32. tornando-os mais abertos C) transformação estrutural das formas sociais de lidar com a loucura D) mudança das relações sociais e humanização da internação SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO SUBSECRETARIA DE ESTUDOS E PESQUISA 4 EM 36. as quatro dimensões para a reforma psiquiátrica são: A) sociocultural. técnico-assistencial. para que isto aconteça é necessário: A) reorientação do processo de reforma e a instalação de um modelo único de assistência B) mudança na estrutura física dos serviços. que envolvem a luta pela: A) assistência social para redução da igualdade B) construção de planos de ação para exclusão social C) privatização da assistência para o avanço do projeto coletivo D) construção de políticas públicas para a redução das desigualdades ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA PROCESSO SELETIVO SECRETARIA DE SAÚDE . 33. subjetiva e técnico-clínica 37. Segundo o autor. espaço de ação social onde o sujeito cria relações significativas com o meio. Os Serviços Residenciais Terapêuticos são dispositivos da seguinte rede: A) extra-hospitalar. 35. com simultânea implantação de serviços de atenção psicossocial além de muitos outros dispositivos na assistência”. espaço de produção de códigos compartilhados e de experiências de vida que auxilia a troca com o meio D) hospitalar. subjetiva e de responsabilidade social B) epistemológico. A Portaria nº 106/01 do Ministério da Saúde determina que um serviço residencial terapêutico tenha como limite o seguinte número de moradores: A) 4 B) 6 C) 8 D) 10 34. técnico-assistencial. jurídicopolítico e sociocultural C) epistemológico. 38. onde são criadas e estabelecidas normas para o sujeito de se relacionar B) de atenção psicossocial. O envolvimento dos usuários nos pequenos projetos cooperativados vem produzindo os seguintes efeitos: A) politização e revitalização do espaço coletivo B) oportunidade e mobilização das pessoas C) sustentação e divulgação do material D) vivência e desvantagem social 40. As oficinas mobilizam profissionais em direção a novos projetos para além dos CAPS. produzem subjetividade C) de atenção social. proporcionando trocas sociais Responda às questões de números 35 a 37 com base no texto “A (clínica) e a reforma Psiquiátrica” de Amarante P. ampliação e desconstrução em uma relação estratégica nos espaços”. técnico-assistencial. “O processo de reforma psiquiátrica.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->