P. 1
17

17

|Views: 573|Likes:
Publicado porwaydder

More info:

Published by: waydder on Aug 02, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/17/2013

pdf

text

original

17

17

2º PROCESSO SELETIVO

EDUCAÇÃO FÍSICA - LICENCIATURA - DIURNO MEDICINA - INTEGRAL ZOOTECNIA (JANAÚBA) - DIURNO

Ficha de Identificação
NOME: CURSO: Nº DO PRÉDIO: SALA: TURNO: Nº INSCRIÇÃO: ASSINATURA

Processo Seletivo 1/2007 – Unimontes

0

ORIENTAÇÕES IMPORTANTES
01 - Este caderno contém questões do tipo múltipla escolha e uma redação. 02 - Verifique se o caderno contém falhas: folhas em branco, má impressão, páginas trocadas, numeração errada, etc. Encontrando falhas, levante a mão. O Fiscal o atenderá e trocará o seu caderno. 03 - Cada questão do tipo MÚLTIPLA ESCOLHA tem 4 (quatro) alternativas (A - B - C - D). Apenas 1 (uma) resposta é correta. Não marque mais de uma resposta para a mesma questão, nem deixe nenhuma delas sem resposta. Se isso acontecer, a questão será anulada. 04 - Para marcar as respostas definitivas na sua Folha de Respostas do tipo MÚLTIPLA ESCOLHA, use caneta esferográfica com tinta azul ou preta. NÃO utilize caneta com tinta vermelha ou lápis. Assinale a resposta certa, preenchendo toda a área da bolinha 05 - Todos os candidatos poderão ser identificados pela impressão digital. 06 - Ao receber as Folhas de Respostas, confira: • Se é a sua Folha (ela está personalizada). • Se os dados do cabeçalho conferem com os seus dados (nome, nº. de identidade, nº. de inscrição, opção de língua estrangeira, data de nascimento, etc.). 07 - Tenha cuidado na marcação da Folha de Respostas, pois ela não será substituída em hipótese alguma. 08 - A REDAÇÃO deverá ser escrita com caneta esferográfica (tinta azul ou preta), nos espaços reservados. A PROVA FEITA A LÁPIS SERÁ ANULADA E TERÁ NOTA ZERO. 09 - Se usar letra de FORMA, deverão ser observadas as normas de acentuação gráfica. 10 - O Caderno de Resposta da REDAÇÃO não poderá ter qualquer outra identificação do candidato, além da já existente. Aparecendo o nome ou número de inscrição fora da Ficha de Identificação, a Prova será anulada e computada a nota zero. 11 - Confira e assine a Folha de Respostas, antes de entregá-la ao Fiscal. NA FALTA DA ASSINATURA, A SUA PROVA SERÁ ANULADA. 12 - Não se esqueça de assinar a Lista de Presenças. 13 - Preencha corretamente a Ficha de Identificação colocada na capa deste caderno. 14 - DUAS HORAS após o início das provas, você poderá retirar-se da sala SEM LEVAR ESTE CADERNO. NÃO poderá levar nem mesmo a última folha do caderno de provas (folha de rascunho) ou anotações referentes às provas e suas respostas. 15 - Em nenhuma hipótese, o candidato poderá levar o Caderno de Provas e/ou as Folhas de Respostas. 16 - Somente durante os 30 (trinta) minutos que antecedem o término das provas poderão os candidatos copiar, em formulário próprio a ser entregue pelo fiscal, as anotações e/ou marcações feitas na sua Folha de Respostas das Provas de Múltipla Escolha. 17 - No encerramento das provas, há necessidade de pelo menos dois candidatos presentes na sala. Isso faz parte das normas para transparência na fiscalização do Processo Seletivo. 18 - Se o Cartão de Inscrição estiver com algum erro (nome, nº. de documento, endereço, etc.), peça ao Fiscal de Sala para providenciar as correções necessárias no Requerimento de Correções.

DURAÇÃO DESTAS PROVAS: CINCO HORAS OBS.: Candidatos com cabelos longos deverão deixar as orelhas totalmente descobertas durante a realização das provas. É proibido o uso de boné.

Processo Seletivo – Unimontes

1

PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA BRASILEIRA Questões numeradas de 01 a 20 INSTRUÇÃO: Para responder às questões de 01 a 12, leia o texto a seguir.

A FLOR NO ASFALTO
1 Otto Lara Resende Conheço essa estrada genocida, o começo da Rio-Petrópolis. Duvido que se encontre um trecho rodoviário ou urbano mais assassino do que esse. São tantos os acidentes que já nem se abre inquérito. Quem atravessa a avenida Brasil fora da passarela quer morrer. Se morre, ninguém liga. Aparece aquela velinha acesa, o corpo é coberto por uma folha de jornal e pronto. Não se fala mais nisso. Teria sido o destino de d. Creusa, se não levasse nas entranhas a própria vida. Na pista que vem para o Rio, a vinte metros da passarela de pedestres, d. Creusa foi apanhada por uma Kombi. O motorista tentou parar e não conseguiu. Em seguida veio outro carro, um Apolo, e sobreveio o segundo atropelamento. A mesma vítima. Ferida, o ventre aberto pelas ferragens, deu-se aí o milagre. D. Creusa estava grávida e morreu na hora. Mas no asfalto, expelida com a placenta, apareceu uma criança. Coberta a mãe com um plástico azul, um estudante pegou o bebê e o levou para o acostamento. Nunca tinha visto um parto na sua vida. Entre os curiosos, uma mulher amarrou o umbigo da recém-nascida. Uma menina. Por sorte, vinha vindo uma ambulância. Depois de chorar no asfalto, o bebê foi levado para o hospital de Xerém. D. Creusa, aos quarenta e quatro anos, já era avó, mãe de vários filhos e viúva. Pobre, concentração humana de experiências e de dores, tinha pressa de viver. E era uma pilha carregada de vida. Quem devia estar ali era sua nora Marizete. Mas d. Creusa se ofereceu para ir no seu lugar porque, grávida, não pagava a passagem. Com o dinheiro do ônibus podia comprar sabão. Levava uma bolsa preta, com um coração de cartolina vermelha. No cartão estava escrito: quinta-feira. Foi o dia do atropelamento. Apolo é o nome do segundo carro atropelador. Na mitologia, Apolo é o símbolo da vitória sobre a violência. Diz o poeta Píndaro que é o deus que põe no coração o amor da concórdia. No hospital, sete mães disputaram o privilégio de dar de mamar ao bebê. A vida é forte. E bela, apolínea, apesar de tudo. Por que não? Do livro Bom Dia Para Nascer, Crônicas – Companhia das Letras, 1993.

5

10

15

20

QUESTÃO 01 O autor escreve, no início do texto, sobre a estrada Rio-Petrópolis. Esse trecho inicial (parágrafo 1) demonstra, EXCETO A) a violência do trânsito naquela avenida. B) uma opinião já de senso comum sobre o referido trecho da rodovia. C) a impotência das autoridades para evitar acidentes na Rio-Petrópolis. D) uma crítica à condição perigosa da estrada. QUESTÃO 02 O autor do texto nos informa que já são habituais as mortes por atropelamento ocorrerem no anonimato e sem apuração de suas causas. Qual dos trechos abaixo demonstra que d. Creusa escapou de ser mais uma a morrer, de forma anônima, numa estrada assassina? A) “D. Creusa (...) já era avó, mãe de vários filhos e viúva.” (linha 14) B) “No cartão estava escrito: quinta-feira.” (linha 19) C) “Levava uma bolsa preta, com um coração de cartolina vermelha.” (linhas 17-18) D) “Teria sido o destino de d. Creusa, se não levasse nas entranhas a própria vida.” (linha 5)

Processo Seletivo – Unimontes

2

QUESTÃO 03 No título desse texto aparece a palavra “flor”. No texto a palavra representa A) uma metáfora para designar a mãe, d. Creusa. B) uma metáfora para designar a placenta que envolvia a criança. C) uma metáfora para designar o bebê. D) uma metáfora para designar o ventre aberto da mãe, d. Creusa. QUESTÃO 04 O autor finaliza seu texto com um enunciado interrogativo. Sua função no texto é A) fazer com que duvidemos da pertinência do que disse. B) mostrar-nos que, no Brasil, apesar do descaso das autoridades com situações que envolvem a perda de vidas humanas, tais autoridades ainda são capazes de realizações visando ao bem-comum. C) fazer-nos compreender que ele próprio duvida de que as reflexões que escreve possuam relevância. D) levar-nos à reflexão e à avaliação a respeito do que disse. QUESTÃO 05 Entre as expressões abaixo, a que designa figurativamente d. Creusa é A) “... pilha carregada de vida.” (linha 15) B) “... coração de cartolina vermelha.” (linhas 17-18) C) “... ventre aberto pelas ferragens...” (linha 8) D) “... bela, apolínea...” (linha 22) QUESTÃO 06 Para argumentar sobre a força da vida, o cronista A) associa o nome do carro que atropelou a senhora ao deus da mitologia, Apolo. B) caracteriza d. Creusa como uma mulher forte e com pressa de viver. C) cita a solidariedade das pessoas que socorreram o bebê. D) descreve a grande experiência de vida de d. Creusa. QUESTÃO 07 Justificou-se corretamente o uso da vírgula, em todas as alternativas, EXCETO em A) “No hospital, sete mães disputaram o privilégio...” (linha 21) → Para isolar o adjunto adverbial antecipado. B) “E bela, apolínea...” (linha 22) → Para coordenar termos de uma mesma função sintática. C) “Se morre, ninguém liga.” (linha 3) → Para destacar a oração principal, que encabeça o período. D) “Em seguida veio outro carro, um Apolo...” (linha 7) → Para separar o aposto do termo a que ele se refere. INSTRUÇÃO: As questões 08 e 09 referem-se ao seguinte período: “São tantos os acidentes que já nem se abre inquérito.” (linha 2) QUESTÃO 08 A oração “que já nem se abre inquérito” classifica-se como A) adverbial consecutiva. B) adverbial causal. C) adjetiva explicativa. D) coordenada explicativa. QUESTÃO 09 O pronome “se”, em “já nem se abre inquérito”, recebe a mesma classificação que o “se” da alternativa A) “Mas d. Creusa se ofereceu para ir no seu lugar...” (linha 16) B) “Não se fala mais nisso.” (linha 4) C) “Se morre, ninguém liga.” (linha 3) D) “Duvido que se encontre um trecho rodoviário ou urbano...” (linhas 1-2)

Processo Seletivo – Unimontes

3

QUESTÃO 10 Na primeira oração do período “Teria sido o destino de d. Creusa, se não levasse nas entranhas a própria vida.” (linha 5), o verbo, no futuro do pretérito, exprime um fato A) incerto. B) condicionado a outro. C) hipotético. D) provável. QUESTÃO 11 Como “genocida”, foi criada pelo processo de composição a palavra da alternativa A) atropelamento (linha 7). B) mitologia (linha 20). C) motorista (linha 6). D) velinha (linha 4). QUESTÃO 12 Em qual das alternativas a conjunção coordenativa “e” tem valor adversativo? A) “D. Creusa estava grávida e morreu na hora.” (linha 9) B) “... um estudante pegou o bebê e o levou para o acostamento.” (linha 10) C) “Em seguida veio outro carro, um Apolo, e sobreveio o segundo atropelamento.” (linha 7) D) “O motorista tentou parar e não conseguiu.” (linhas 6-7) QUESTÃO 13 Leia atentamente os versos de Solombra, da poeta Cecília Meireles. A seguir, assinale a alternativa INCORRETA. Eu sou essa pessoa a quem o vento chama, a que não se recusa a esse final convite, em máquinas de adeus, sem tentação de volta. Todo horizonte é um vasto sopro de incerteza Eu sou essa pessoa a quem o vento leva: já de horizontes libertada, mas sozinha. Se a Beleza sonhada é maior que a vivente, dizei-me: não quereis ou não sabeis ser sonho? Eu sou essa pessoa a quem o vento rasga. (MEIRELES, 2005, p. 15-16) A) B) C) D) A imagem do vento alude a uma ideia de evasão e libertação. O eu lírico manifesta desprendimento em relação à vida material e às circunstâncias. O eu poético expressa decepção amorosa e mágoa, por isso foge do real. A ideia de morte e de abandono pode ser entrevista em vários versos.

QUESTÃO 14 Assinale a alternativa que NÃO expressa característica da obra poética Solombra. A) Expressão de um lirismo maduro, sem excessos, em que se depreende a busca por um sentimento absoluto. B) Valorização das matérias do cotidiano para a composição de versos da acentuada rebeldia estética. C) Busca de um espaço ilimitado, expresso nos versos por meio das imagens do mar, do horizonte, da noite. D) Ênfase nos sentimentos de recolhimento, solidão e morte, expressos com simetria poética e delicadeza. QUESTÃO 15 Assinale a alternativa INCORRETA para o livro Mar Morto, de Jorge Amado. A) A mulata Rosa Palmeirão, que possuía um ABC narrando suas aventuras, torna-se a heroína dos mares para os moradores do cais. B) Iemanjá, que possuía cinco nomes, era a grande divindade do mar, protetora dos marinheiros, dos pretos e das mulheres da vida. C) Dr. Rodrigo era de família de marinheiros, mas era incapaz de dirigir um saveiro, fazia versos sobre o mar. D) Guma desaparece no mar, mas Lívia, que não queria ter um filho marinheiro, assume a direção do Paquete Voador.
Processo Seletivo – Unimontes

4

QUESTÃO 16 A trama da obra Dois Irmãos, de Milton Hatoum, gira em torno de uma tumultuada relação entre dois irmãos gêmeos, Yaqub e Omar, em uma família de origem libanesa. Assinale a alternativa INCORRETA. A) O primeiro capítulo relata a volta de Yaqub de uma viagem forçada ao Líbano, numa tentativa de evitar conflito com o irmão gêmeo. B) Uma disputa amorosa, na juventude, fará com que Omar deixe uma cicatriz em forma de meia-lua no rosto de Yaqub. C) Após o retorno do Líbano, Yaqub dedica-se aos livros, tornando-se um ótimo matemático; Omar, protegido pela mãe, dedica-se à boemia. D) A introdução do livro narra a morte de Zana, deixando perceptível para o leitor que o narrador expressa uma sensação de libertação e alívio. QUESTÃO 17 Leia atentamente o trecho extraído da obra Mar Morto, de Jorge Amado. A seguir, assinale a alternativa INCORRETA. Só Lívia, magra, de cabelos finos colados ao rosto pela chuva, ficou diante do cais dos saveiros olhando o mar. Ouvia os gemidos de amor de Maria Clara. Mas seus pensamentos e seus olhos estavam no mar. O vento a sacudia como se ela fosse um caniço, a chuva a chicoteava no rosto, nas pernas e nas mãos. Mas ela continuava imóvel, o corpo atirado para a frente, os olhos na escuridão, esperando ver a lanterna vermelha do Valente cruzar a tempestade, iluminando a noite sem estrelas, anunciando a chegada de Guma. (AMADO, 2008, p. 16) A) O mar, na obra, é apresentado com feições quase humanizadas, constituindo-se em um verdadeiro personagem, em torno do qual a trama do livro se desenvolve. B) Seres humanos e mar interagem, em complemento e sintonia, descrevendo uma luta de vida e de morte. C) Lívia, personagem feminina que faz par romântico com Guma, é inspirada nos modelos românticos de idealização amorosa. D) Lívia reflete a angústia e a espera das mulheres de marinheiros, aceitando um destino contra o qual não pode lutar. QUESTÃO 18 Para responder a essa questão, leia com atenção o excerto do livro Mar Morto, de Jorge Amado. O mar é dono de todos eles. Do mar vem toda a alegria e toda a tristeza porque o mar é mistério que nem os marinheiros mais velhos entendem, que nem entendem aqueles antigos mestres de saveiro que não viajam mais, e, apenas, remendam velas e contam histórias. Quem já decifrou o mistério do mar? Do mar vem a música, vem o amor e vem a morte. E não é sobre o mar que a Lua é bela? 0 mar é instável. Como ele é a vida dos homens dos saveiros. Qual deles já teve um fim de vida igual ao dos homens da terra que acarinham netos e reúnem as famílias nos almoços e jantares? Nenhum deles anda com esse passo firme dos homens da terra. Cada qual tem alguma coisa no fundo do mar: um filho, um irmão, um braço, um saveiro que virou, uma vela que o vento da tempestade despedaçou. Mas também qual deles não sabe cantar essas canções de amor nas noites do cais? Qual deles não sabe amar com violência e doçura? Porque toda a vez que cantam e que amam, bem pode ser a última. Quando se despedem das mulheres não dão rápidos beijos, como os homens da terra que vão para os seus negócios. Dão adeuses longos, mãos que acenam como que ainda chamando. (AMADO, 2008, p. 22-23) Assinale a alternativa INCORRETA. A) O mar representa o mistério, que os homens não conseguem explicar, mas ao qual se entregam na luta pela sobrevivência e na busca de algo inapreensível. B) A descrição do mar, na obra de Jorge Amado, corresponde aos anseios da nova escola realista, que pretende evidenciar um retrato fiel do cotidiano da vida dos marinheiros. C) O regionalismo que caracteriza a prosa de Jorge Amado é acentuado por inflexões poéticas e líricas, que identificam uma visão amorosa sobre o cais da Bahia. D) O mar, no livro de Jorge Amado, é apresentado como metáfora da vida e da morte, evocando, ao mesmo tempo, a perdição e a salvação dos homens que vivem em seu entorno.

Processo Seletivo – Unimontes

5

QUESTÃO 19 Leia com atenção o fragmento retirado do poema “Parangolivro”, de Aroldo Pereira. o azul não suporta o cavalo mentir é arma de domínio negro pobre poeta uma chuva rala uma procissão de indiferentes o corpo permanece no asfalto parangolivre. (In: PEREIRA, 2007, p.16) Assinale a alternativa INCORRETA. A) O eu lírico manifesta sintonia com a sociedade a sua volta. B) O eu lírico expressa ideia de rejeição e marginalidade social. C) O eu lírico, por meio de efeitos sensoriais, critica a indiferença social. D) O eu lírico descreve a morte como instante de epifania. QUESTÃO 20 Solombra e Parangolivro são dois livros de poemas que representam distintas expressões da modernidade. Assinale a alternativa que indica uma análise INCORRETA de ambos. A) Solombra é construído por meio da métrica clássica, com efeitos de simbologia mística e musicalidade. Parangolivro é poesia libertária, desprendida da rigidez da forma e da linguagem. B) Em Solombra, Cecília Meireles valoriza os efeitos sombrios da vida, a qual critica e da qual deseja libertar-se. Em Parangolivro, o poeta adota uma visão positiva, que celebra o encontro entre o poeta e o mundo. C) Solombra demonstra uma necessidade de o eu lírico evadir-se, de buscar as verdades universais. Parangolivro identifica um olhar corrosivo e debochado sobre o mundo. D) Em Solombra, identifica-se uma poética que se desprende da materialidade para buscar o absoluto. Em Parangolivro, o poeta, a partir da apreensão da materialidade cotidiana, expressa a sua ânsia de vida.

Processo Seletivo – Unimontes

6

PROVA DE LÍNGUA ESPANHOLA Questões numeradas de 21 a 26 INSTRUÇÃO: Leia o texto que se segue para responder às questões de 21 a 26. ¿Hay un nuevo estilo de parejas? 1 Parece que la respuesta a esta pregunta debiera ser un rotundo “sí”, debido a la multiplicidad de formas en que hoy se establecen las relaciones de pareja. Cada vez hay más formadas entre separados que no se establecen matrimonio, y cuando este llega – posiblemente – lo hacen cada vez más tarde y con muchas dificultades para asumir el compromiso que implica tal unión. Los argumentos de los que retardan este paso tienen que ver, aparentemente, con un exceso de “responsabilidad”. Aquí hay una muy fina y sutil línea con el egoísmo y con la poca confianza en la vida y en el amor como fuerza generadora de todo. Las parejas que se hacen requieren, sin duda alguna, grandes dosis de voluntad, de generosidad y de amor para poder avanzar en el proyecto de familia y lograr que sean dinámicas y con enormes cuotas de sabiduría. Otro tipo de relaciones cada vez más frecuentes tienen que ver con esquemas en los que no hay lazo emocional: las personas se vinculan sólo para pasarlo bien y no desarrollan permanencia en el tiempo. Son parejas que se juntan a comer, salen por el fin de semana y después vuelven a las casas de sus padres. Pertenecen a la llamada “generación canguro”, que aprovecha los beneficios de los solteros y los privilegios de los casados. Este tipo de relaciones deja mucho que desear en el sentido de que los participantes, a muy poco andar, empiezan a sentir un vacío interior que, sobre todo en el caso de las mujeres, puede llevarlas a una depresión y a los hombres a perder la referencia de lo que realmente es importante en la vida: los afectos. Con todos estos tipos de relaciones, cada vez es menos frecuente encontrar esa pareja tradicional que se enamora a corta edad y se casa pronto, tiene hijos y logra los bienes del matrimonio dentro de este y no antes, como es lo frecuente ahora. Sea cual sea el tipo de relación que se establezca, para que funcione se sigue necesitando lo que todas han requerido desde siempre. Esto tiene que ver con entender que el amor no es sólo un sentimiento, algo que cuando se pasa aquella sensación de “maripositas” habría que romperlo y ante el que no se está dispuesto a vivir dificultades y conflictos. El amor, junto con ser ese sentimiento maravilloso que nos hace sentir vivos, es por sobre todo una decisión de amar, que tiene que ver con el propósito consciente de querer compartir la vida con el otro y no que el otro me la “solucione” y venga a “hacerme feliz”. La responsabilidad de ser feliz es mía y no del otro, y nadie me construye un mundo grato si es que yo misma no trabajo para ello. Muchos de los nuevos tipos de relaciones de pareja tienen que ver con el mundo de lo desechable, con la mentalidad de que la felicidad se compra y que por lo tanto tengo que tener cosas antes de poder amar. Otras se forman después de grandes cuotas de dolor y de grandes aprendizajes, que cuando se hacen de buena forma pueden ayudar a establecer nupcias de verdad positivas. No es menor que los segundos matrimonios tengan un buen nivel de satisfacción si es que se ha aprendido de experiencias anteriores. La estructura que posea la relación dependerá de la vida y de la confianza que tengamos en lo permanente, en que es imposible mantenerla sin que haya conflictos y que la generosidad, la tolerancia y la aceptación, junto con la buena comunicación, siguen siendo las claves para formar un buen vínculo de pareja, independiente de la estructura que tenga. La pareja es una empresa que hay que fortalecer todos los días con ahínco y mucho sentido del humor, porque sin duda se puede tener una relación para toda la vida.
BC MAGAZINE, marzo 2011.

5

10

15

20

25

30

35

40

Processo Seletivo – Unimontes

7

QUESTÃO 21 A fuga das relações que podem culminar no casamento justifica-se, EXCETO pelo(a) A) falta de perspectiva na vida. B) egoísmo. C) excesso de responsabilidade no trabalho. D) pela pouca confiança no amor. QUESTÃO 22 Sobre o texto, pode-se afirmar que A) há um tipo de casal, na atualidade, que se forma para explorar uma das partes, financeiramente. B) o tipo de casal da chamada “generación canguro” se aproveita dos privilégios de ser solteiro porque pode ter liberdade para namorar na casa dos pais. C) os segundos casamentos tendem a ser melhores que os primeiros matrimônios porque aqueles têm a vantagem da experiência aprendida. D) a manutenção do relacionamento de casais requer disposição, sentimento e doação para crescer como possível união matrimonial. QUESTÃO 23 São objetivos do texto, EXCETO A) mostrar alguns novos tipos de relações que se estão configurando na atualidade e que acabam sendo piores do que se esperava. B) identificar modelos a serem seguidos para se alcançar uma boa relação a dois. C) definir alguns tipos de relações que se estão desenhando na atualidade. D) verificar algumas características importantes para a estabilidade e duração das relações, independentemente do tipo de relação que se forme. QUESTÃO 24 Através do texto, podemos concluir que A) se nota, cada vez mais, que o ter tem ocupado o lugar do ser. B) não há mais espaço na atualidade para o casal do tipo tradicional. C) a solução, quando a paixão acaba, é romper a relação para evitar os futuros conflitos. D) os homens se têm tornado menos afetuosos nas relações, devido à falta de interesse das mulheres em estabelecer um relacionamento sério e estável. QUESTÃO 25 A única alternativa INCORRETA entre a palavra à esquerda e o seu significado à direita é A) desechable (linha 30) – descartável. B) corta (linha 20) – jovem. C) pronto (linha 20) – rápido. D) rotundo (linha 1) – simples. QUESTÃO 26 A única correspondência INCORRETA entre o termo sublinhado à esquerda e a palavra à qual ele faz referência à direita está na alternativa A) “... no que el otro me ‘la solucione’ ” (linhas 27-28) – a vida. B) “... mundo de lo desechable...” (linha 30) – mundo. C) “... habría que romperlo...” (linha 24) – o amor. D) “... puede llevarlas a...” (linha 16) – mujeres.

Processo Seletivo – Unimontes

8

PROVA DE LÍNGUA INGLESA Questões numeradas de 21 a 26 INSTRUÇÃO: Leia o texto que se segue para responder às questões de 21 a 26.

Brazil: Children’s Book Sparks Racism Debate
1 During recent months Brazilian citizen media has been debating literature, censorship, racism and education, following the suggestion by the country’s National Council on Education (NCE) to withdraw celebrated author Monteiro Lobato’s book Caçadas de Pedrinho (Pete’s Hunting) from schools. 5 Lobato’s Caçadas de Pedrinho was made into a famous television series in the 1980s which is still broadcast in Portuguese language-speaking countries today. In the late 1990s it was adopted as teaching material in schools throughout Brazil, and it has also been part of a government program that distributes books to children in public schools. 10 However, at the end of 2010 a citizen filed a complaint claiming the book does not follow NCE’s courseware directives, particularly regarding “the absence of prejudice, estereotypes or doctrination”, in a list of criteria that also includes “the quality of the text, the theme, the graphic quality and the reading Picture of Monteiro Lobato, circa 1920. Image in public domain. potential, considering the target audience”. 15 Monteiro Lobato is the mastermind responsible for books that have entertained generations of Brazil’s children. Viewed as a national hero, he has made a significant contribution to the country’s cultural heritage. They probably don’t even imagine that fictional characters have “their own say” which is not necessarily the same as the author’s. And what if they were alike? Wouldn’t this be a good point with which to foster 20 debate at school?
(globalvoicesonline.org/brazil-children-book-racism-debate/, 18-4-2011 – with adaptations)

QUESTÃO 21 De acordo com esse texto, Monteiro Lobato A) foi censurado por ter adaptado seus livros para séries de televisão. B) tem a obra “Caçadas de Pedrinho” como a mais lida até hoje. C) tem sido alvo de preconceito por suas obras fazerem parte de um programa do governo que distribui livros para escolas públicas. D) está sendo apontado como disseminador de preconceito pelo conteúdo de uma de suas obras. QUESTÃO 22 Tendo como exemplo a obra “Caçadas de Pedrinho”, de Monteiro Lobato, o autor desse texto faz a seguinte avaliação, EXCETO A) A voz difundida na obra mencionada é suficiente para confirmar que o escritor Monteiro Lobato compartilhava dos mesmos sentimentos que seus personagens. B) A voz dos personagens ficcionais pode ser diferente da voz de quem escreve uma obra de ficção. C) A voz disseminada na fala dos personagens de ficção, como os da obra mencionada, é o motivo para quererem tirá-la das escolas. D) O mais importante é que as vozes do escritor e dos personagens ficcionais, independentemente de serem iguais ou diferentes, podem promover o debate nas escolas.

Processo Seletivo – Unimontes

9

QUESTÃO 23 Conforme nos é revelado por meio desse texto, Monteiro Lobato A) faz parte de uma geração que a atual cultura brasileira já esqueceu. B) manteve a tradição, comum à sua geração, de entreter com responsabilidade social. C) é considerado um escritor de grande importância para a cultura brasileira. D) perdeu a posição de herói nacional quando estampou o racismo em suas obras. QUESTÃO 24 De acordo com as informações relativas ao livro “Caçadas de Pedrinho”, é INCORRETO afirmar: A) O Conselho Nacional de Educação quer recolher das escolas esse livro. B) Os cidadãos brasileiros detectaram que essa obra, embora apresente racismo, é capaz de educar. C) Esse livro apresenta preconceito, estereótipos e doutrinação, segundo critérios do Conselho Nacional de Educação. D) Essa obra é considerada, de acordo com o Conselho Nacional de Educação, inadequada ao público-alvo a que foi destinada nas escolas. QUESTÃO 25 O texto traz sobre a obra “Caçadas de Pedrinho” a seguinte informação: A) Esse livro se tornou uma série de televisão que continua, até a atualidade, sendo veiculado em alguns países que falam língua portuguesa. B) Esse livro foi utilizado como material de ensino em escolas públicas e privadas dos países que falam língua portuguesa. C) Esse livro deixou de ser distribuído para as escolas públicas quando foi transformado em série para a televisão. D) Essa obra foi primeiramente veiculada como uma série de televisão e, a partir daí, passou a ser impressa. QUESTÃO 26 “And what if they were alike?” (linha 19) De acordo com o contexto em que se apresenta, “they” – em destaque nesse trecho –, faz referência a/aos A) Monteiro Lobato e aos outros escritores de sua época. B) personagens ficcionais de antigamente. C) personagens ficcionais e a seus autores. D) alunos e aos livros por eles lidos na escola. PROVA DE BIOLOGIA Questões numeradas de 27 a 37 QUESTÃO 27 O termo célula é aplicado à menor porção estrutural e funcional que pode ser considerada viva em um organismo. Esse termo pode ser utilizado para os dois grandes grupos de organismos: procariontes e eucariontes. A tabela a seguir mostra algumas diferenças entre esses grupos. Analise-a. Característica I Cromossomos Cloroplastos Mitocôndrias Flagelos Procariontes Ausente II Ausentes IV V Eucariontes Presente Ácidos nucleicos e proteínas III Presentes Complexos

De acordo com a tabela e o assunto abordado, analise as alternativas abaixo e assinale a que pode ser REPRESENTADA por I. A) Apenas ácidos nucleicos. B) Simples. C) Membrana nuclear. D) Peptídeoglicano.
10

Processo Seletivo – Unimontes

QUESTÃO 28 Praticamente nenhum microrganismo vive isolado. A tabela a seguir mostra alguns exemplos de interações entre os seres vivos. Analise-a. Bactéria e pássaro Auxílio na digestão. I Teia de aranha e insetos Adesão à superfície pegajosa. II Formação de liquens para fornecimento de alimento Fungos e algas III e abrigo. Inibição das defesas da larva para a maturação e Vírus e vespa IV desenvolvimento dos ovos da vespa. Considerando a tabela apresentada e o assunto abordado, analise as alternativas abaixo e assinale a que NÃO representa um exemplo de simbiose mutualística. A) II. B) IV. C) I. D) III. QUESTÃO 29 O esquema a seguir ilustra um procedimento de visualização e quantificação de crescimento viral. Analise-o.
Vírus bacterianos ou animais

+

Células bacterianas ou animais sensíveis ao vírus

Incubação

Células não infectadas e células infectadas

Áreas sem alterações e áreas circulares semelhantes a buracos nas células hospedeiras

Considerando o esquema apresentado e o assunto abordado, analise as afirmativas a seguir e assinale a INCORRETA. A) O número de vírus inseridos no início do experimento não precisa ser padronizado. B) A infecção viral observada diminui ou para quando as células hospedeiras entram na sua fase estacionária. C) Os buracos observados nas células correspondem à quantidade de infecção viral, mas podem ser provocados também por problemas no cultivo e nas condições de incubação. D) O tipo de célula usado é fundamental para o sucesso do experimento.

Processo Seletivo – Unimontes

11

QUESTÃO 30 A terapia gênica é um tratamento para doenças hereditárias que se caracteriza pela inserção de um gene funcional dentro da célula humana, a fim de conferir uma nova função ou melhorar os efeitos de um gene anormal. A molécula carreadora, denominada vetor, é usada para levar o gene terapêutico para células-alvo do paciente. Atualmente o vetor mais comum é o vírus, alterado geneticamente para carrear o gene humano normal. A escolha do vírus como vetor se deve às seguintes características apresentadas por ele, EXCETO A) capacidade de infectar células humanas. B) tipo de reprodução denominado ciclo lisogênico. C) genoma de RNA ou DNA. D) tipo de reprodução denominado ciclo lítico. QUESTÃO 31 O impulso nervoso é um impulso elétrico que se origina das alterações nas cargas elétricas das superfícies interna e externa da membrana celular (potencial de ação), como mostra a figura a seguir. Observe-a.

As afirmativas abaixo se referem à transmissão do impulso nervoso. Analise-as e assinale a alternativa INCORRETA. A) A entrada de íons positivos para a célula causa a despolarização. B) Quando o neurônio está em repouso, os canais de sódio e potássio estão abertos. C) A rápida alteração de potenciais elétricos é denominada potencial de ação. D) A saída de potássio provoca a repolarização na célula. QUESTÃO 32 A fosfatidilserina é um fosfolipídio constituinte da lecitina de soja, que toma parte na formação das membranas celulares, permitindo uma melhor absorção de nutrientes. O seu uso em humanos tem sido indicado como potencializador de memória por apresentar um efeito fluidificante das membranas neurais. Leia as afirmativas a seguir e assinale a que pode justificar o uso da fosfatidilserina. A) Acelera a transmissão dos impulsos nervosos. B) Diminui a liberação de neurotransmissores na fenda sináptica. C) Aumenta a espessura da bainha de mielina. D) Diminui os níveis de ATP no cérebro.
12

Processo Seletivo – Unimontes

QUESTÃO 33 Células-tronco extraídas de dentes de leite se comportam-se como as extraídas de medula e cordão umbilical. Em ensaios laboratoriais sobre sua capacidade de diferenciação, os resultados mostraram que as células-tronco dentais podem se converter em células cardíacas, neurais, ósseas, gordurosas e hepáticas, entre outras. A diferenciação celular depende de fatores como, EXCETO A) inativação de alguns genes. B) produção de anticorpos do tipo Ig-E. C) contato entre células. D) sinais provenientes de hormônios. QUESTÃO 34 Espécies de plantas, animais ou microrganismos introduzidos em um ecossistema do qual não fazem parte originalmente são chamados de exóticos. O risco para o ecossistema é que a espécie introduzida pode tornar-se uma espécie invasora. O sucesso de uma espécie invasora depende, entre outros fatores, do potencial invasivo da espécie. É considerado como um fator que aumenta a chance de a espécie invasora se estabelecer em um ecossistema: A) baixa capacidade de dispersão. B) pequeno número de descendentes. C) intolerância a variações ambientais. D) períodos juvenis curtos. QUESTÃO 35 As angiospermas representam o grupo de maior diversidade entre as plantas terrestres, com mais de 250 000 espécies. Esse sucesso se deve às adaptações vegetativas e reprodutivas apresentadas a seguir, EXCETO A) aumento acentuado do saco embrionário. B) formação de ovário. C) óvulos com dois tegumentos. D) dupla fecundação, formando embrião e endosperma. QUESTÃO 36 As briófitas compreendem os vegetais terrestres morfologicamente mais simples. Conhecidas popularmente como "musgos", "antóceros" ou "hepáticas”, ocupam caracteristicamente ambientes úmidos, o que representa uma adaptação à ausência de A) flores. B) clorofila b. C) vasos condutores. D) células flageladas. QUESTÃO 37 O choque anafilático é uma reação alérgica intensa que ocorre minutos após a exposição a uma substância causadora de alergia, o alérgeno. Essa reação é mediada por determinadas substâncias como a histamina, em células da mucosa respiratória, mucosa intestinal e epiderme. Os tipos celulares mais associados a esse tipo de reação são denominados A) neutrófilos. B) mastócitos. C) macrófagos. D) linfócitos.

Processo Seletivo – Unimontes

13

PROVA DE QUÍMICA Questões numeradas de 38 a 48

l

Abreviaturas: (s) sólido (l) = líquido Dados: Constante de Avogadro (N) = 6,02 × 1023 /mol

(g) = gás

(aq) = aquoso

[A] = concentração de A em mol/L Volume molar = 22,4 L (CNTP: 273 K, 1 atm)

PV = nRT

R = 0,082 atm L/K mol

QUESTÃO 38 Ao se comparar as propriedades da água com as de outras moléculas, observa-se que a água apresenta um comportamento incomum: maior ponto de fusão e de ebulição, maior constante dielétrica e entalpia de vaporização. Esse comportamento se deve às forças de atração entre as moléculas de água, formando redes tridimensionais de pontes de hidrogênio que, por conseguinte, são devidas aos sítios doadores e aceptores de ponte de hidrogênio. Considerando a estrutura da água e relacionando-a às das substâncias metano (CH4), amônia (NH3) e fluoreto de hidrogênio (HF), é CORRETO afirmar que a água líquida apresenta A) o mesmo número de doadores de ponte de hidrogênio que a NH3. B) o número de aceptores de ponte de hidrogênio superior ao do HF. C) o número de aceptores de ponte de hidrogênio inferior ao do CH4. D) o mesmo número de doadores e aceptores de ponte de hidrogênio.

Processo Seletivo – Unimontes

14

QUESTÃO 39 A propriedade do sangue mais importante para o transporte de oxigênio é a ligação reversível do oxigênio molecular (O2) à molécula de hemoglobina (Hb), resultando em molécula oxiemoglobina (HbO2):
Hb + O2 HbO2

A ligação do oxigênio à hemoglobina pode ser influenciada por diversos fatores, entre eles pH e a presença da substância 2,3-difosfatoglicerato (DPG). O nível de DPG no sangue pode ser influenciado pela altitude, e sua ligação com a hemoglobina pode ser representada através da equação a seguir:
HbO2 + DPG HbDPG + O2.

As curvas abaixo são de dissociação oxigênio-hemoglobina e representam a sua dependência em relação à concentração ou à pressão parcial de O2 em sangue de uma ave, em duas situações, a e b, correspondentes a valores de pH 7,5 e 7,2, respectivamente.

Acerca dessas informações, é INCORRETO afirmar que A) o sangue em a, pH 7,5, desprende mais facilmente o oxigênio do que em b, pH 7,2, pois em pH maior a afinidade com o oxigênio é menor. B) o sangue da ave se encontra completamente saturado de oxigênio a uma pressão de oxigênio próxima de 80 a 100 mmHg. C) metade do sangue da ave, a uma pressão de oxigênio, 4,0 kPa em pH = 7,5, encontra- se na forma de oxiemoglobulina. D) a concentração de DPG aumenta e a capacidade de ligação oxigênio-hemoglobina decresce a uma altitude elevada.

Processo Seletivo – Unimontes

15

QUESTÃO 40 O diagrama abaixo representa o desenvolvimento de uma reação em que todos os componentes gasosos se encontram em um recipiente fechado a uma mesma temperatura e pressão.

Considerando a evolução da reação, assinale a alternativa INCORRETA. A) A velocidade da reação direta diminui com o tempo, em virtude do decréscimo das concentrações dos reagentes. B) Os valores das constantes de equilíbrio em relação às concentrações, kc, e às pressões parciais, kp, são diferentes. C) A velocidade da reação inversa eleva-se, em virtude do aumento das concentrações de monóxido de carbono e água. D) No equilíbrio, não há variação das concentrações dos reagentes e dos produtos, uma vez que as velocidades são iguais. QUESTÃO 41 As estruturas dos ácidos ciânico (H-O-C ≡ N) e isociânico (H-N=C=O) diferem na posição dos seus átomos e na disposição de seus elétrons. A desprotonação (perda de um próton, H+) de cada ácido resulta em ânions, cujas estruturas apresentam, ou não, propriedades em comum. Assim, é INCORRETO afirmar que as estruturas dos ânions A) apresentam estruturas ressonantes. B) são estruturas isoeletrônicas. C) derivam de estruturas ressonantes. D) derivam de estruturas isoméricas.

Processo Seletivo – Unimontes

16

QUESTÃO 42 As latas vazias de alumínio podem ser recicladas, transformando o alumínio em uma substância conhecida como alúmen, mais formalmente designada como sulfato dodecaidratado de alumínio e potássio, que apresenta a composição química AlK(SO4)2 .12H2O. O alúmen, insolúvel em metanol e solúvel em água, pode ser usado no tingimento de tecidos e na clarificação da água em estação de tratamento. Na medicina, tem aplicações como adstringente estípico (coagulante do sangue). A sequência de transformações químicas e físicas envolvidas na reciclagem do alumínio encontra-se nos passos de I a IV, abaixo. IReação do alumínio limpo com uma solução de hidróxido de potássio: 2Al(s) + 2K+ (aq) + 2OH─ (aq) + 6H2O(aq) l 2K+(aq) + 2Al(OH)─4(aq) + 3H2(g). l

II- Adição de excesso de ácido sulfúrico aos produtos do passo I: K+(aq) + Al(OH)-4(aq) + 2H2SO4(aq) l K+(aq)+Al3+(aq) + 2 SO42- (aq) + 4 H2O(aq). l

III- Resfriamento da solução em banho de gelo, com consequente formação dos cristais de alúmen. IV- Filtração da solução, seguida de lavagem dos cristais de alúmen com um solvente apropriado. Acerca das informações fornecidas, é INCORRETO afirmar que A) a solubilidade do alúmen cresce quando a temperatura diminui, reduzindo-se, assim, a quantidade de cristais no resfriamento. B) o alumínio, no passo I, é oxidado e a água é reduzida, produzindo-se o íon tetraidroxialuminato, Al(OH)4─, e o gás hidrogênio. C) a adição de pequeno excesso de ácido sulfúrico aos produtos do passo I neutraliza o excesso de hidróxido de potássio. D) a lavagem dos cristais deve ser feita utilizando-se metanol, que não dissolve os cristais de alúmen nem remove a água de cristalização. QUESTÃO 43 Na indústria, o gás hidrogênio (H2) é utilizado na síntese de amônia, metanol e na redução de minérios de ferro. Uma das principais rotas de produção de gás hidrogênio (H2), na indústria, é chamada de reforma a vapor, a qual utiliza catalisadores metálicos e envolve, de forma geral, as seguintes reações: I. CnH2n+2 + nH2O II. CH4 III. CO A) B) C) D) + H2O + H2O nCO + (2n+1)H2 CO + 3H2 CO2 + H2 ∆Hº > 0 ∆Hº = 206kJ/mol ∆Hº = -41,2 kJ/mol

Em relação ao processo de produção, conclui-se que as reações I, II e III, nesse processo, são exotérmicas. o hidrocarboneto butano pode ser utilizado na reação I. ocorre, na reação II, a conversão do gás metano em gás carbônico. os catalisadores são necessários para diminuir a produção de energia.

Processo Seletivo – Unimontes

17

QUESTÃO 44 Os morcegos vampiros (Demodus rotundus) que habitam a região neotropical se alimentam exclusivamente de sangue e pesam cerca de 42g. O sangue ingerido fornece energia (energia ingerida) necessária para todos os processos de sua vida: manutenção, atividade, crescimento e reprodução. Como ocorre com todos os animais, nem todo alimento ingerido é digerido e absorvido pelo vampiro; assim, a energia contida nas fezes e na urina é perdida. A energia assimilada refere-se àquela recebida pelo corpo do vampiro e resulta da diferença entre a energia ingerida e a perdida ou excretada. É comum um animal metabolizar alguns tecidos corporais quando seu gasto de energia excede o ganho. Se, em uma única refeição diária, um vampiro pode consumir 57% de sua massa corporal em sangue, que contém 4,6kJ/g, e excreta, por dia, 25,1 kJ de energia através da ureia, na urina, e das fezes, pode-se afirmar que a energia assimilada pelo vampiro em kJ/dia é cerca de A) 25. B) 85. C) 120. D) 110. QUESTÃO 45 Uma das funções dos rins é regular a acidez da urina com a finalidade de manter o pH do plasma dentro dos limites normais. No processo de acidose, o excesso de íons H+ no organismo é excretado pelos rins através dos néfrons, conforme mostrado a seguir:

^

-

Esquema representativo de um néfron

Considere as afirmativas a seguir sobre as transformações que ocorrem nos rins, durante a acidose: I - O ácido carbônico, H2CO3, ioniza-se, e o íon bicarbonato HCO3- migra para o túbulo renal. II - Na urina, os H+ são tamponados por íons HPO42- e também neutralizados pela amônia, formando NH4+. III - O íon H+, quando é impulsionado para o túbulo, pressiona o Na+ a migrar em direção oposta, para manter a neutralidade elétrica. IV - O íon Na+ associa-se ao íon bicarbonato (HCO3-) e difunde-se para os capilares sanguíneos na forma de NaHCO3. Estão CORRETAS as afirmativas A) II, III e IV, apenas. B) I, II, III e IV. C) III e IV, apenas. D) II e III, apenas.
Processo Seletivo – Unimontes

18

QUESTÃO 46 Em uma pilha ocorrem processos eletroquímicos espontâneos que produzem energia. Em uma bateria formada de alumínio metálico e cloro gasoso, ocorrem as semirreações a seguir: Cl2 + 2e- → 2ClAl3+ + 3e- → Al Eº = +1,36 volts Eº = -1,66 volts

A equação global e o potencial padrão (∆E°) dessa pilha são, respectivamente: A) 3Cl2 + 2Al → 6Cl- + 2Al3+ ∆E° = 3,02 volts. B) Cl2 + Al → 2Cl- + Al3+ ∆E° = 0,30 volts. 3+ C) 6Cl + 2Al → 3Cl2 + 2Al ∆E° = -3,02 volts. D) 3Cl2 + 2Al → 6Cl- + 2Al3+ ∆E° = 7,40 volts. QUESTÃO 47 Os óleos essenciais são constituintes odoríferos de plantas que possuem, na sua composição, os terpenos, constituídos, em geral, de unidades estruturais básicas que se repetem (unidades isoprênicas). O geraniol é um terpeno presente no óleo de rosas, utilizado, principalmente, na produção de perfumes. É possível produzir álcoois a partir do geraniol, conforme mostrado a seguir:

Acerca dessa reação, é CORRETO afirmar que o geraniol A) sofre oxidação catalítica. B) produz um álcool isoprênico. C) possui três radicais metila. D) possui duas unidades isoprênicas. QUESTÃO 48 Ao analisarmos a distribuição dos elementos na tabela periódica, observamos que todos os elementos do bloco d são metais com propriedades intermediárias entre os elementos do bloco s e p, daí o nome de metais de transição. Nesse grupo de elementos, a disponibilidade do orbital d tem impacto significativo na aplicação desses metais, em diversas áreas, por exemplo, como catalisadores na indústria química. Estão presentes, também, em diversas reações delicadas que ocorrem nos organismos vivos, pela capacidade de formar íons com diferentes cargas como o ferro, presente na hemoglobina, e o cobre, nas proteínas responsáveis pelo transporte de elétrons. Em relação aos metais do bloco d, conclui-se que A) a maior parte desses metais forma íons com apenas um estado de oxidação. B) a perda de elétrons para formação de cátions ocorre, primeiramente, no subnível d. C) o sódio (Na), o potássio (K) e o argônio (Ar) são exemplos de elementos desse grupo. D) o subnível d se localiza no penúltimo nível de energia na configuração eletrônica.

Processo Seletivo – Unimontes

19

PROVA DE FILOSOFIA Questões numeradas de 49 a 52 QUESTÃO 49 “Ordem e Progresso. O brinco na orelha/ As frutas na fruteira/ No braço a pulseira/ O prato na prateleira/ O grilo na grama/ O travesseiro na cama/ Cada coisa em seu lugar/ É preciso colocar.” A ideologia estabelece, reforça e induz comportamentos. Podemos afirmar que A) a ideologia penetra setores insuspeitáveis como escolas, família, igreja, hospitais e o mundo do trabalho. B) a ideologia não penetra setores insuspeitáveis como escolas, família, igreja, hospitais e o mundo do trabalho. C) a ideologia não penetra setores insuspeitáveis como escolas, família, igreja, hospitais e o mundo do trabalho, pois estes são neutros no interior da sociedade. D) a ideologia não penetra setores insuspeitáveis como escolas, família, igreja, hospitais e o mundo do trabalho, pois estes são neutros e não influenciam politicamente a sociedade. QUESTÃO 50 Hesíodo relata, na Teogônia, como Gaia (Terra) gera, sozinha, por segregação, o Céu e o Mar. Na mitologia grega, os deuses são responsáveis por setores da vida humana. Cuidam dos afetos e de parte da natureza. O deus dos mares, na mitologia grega, é A) Júpiter. B) Poseidon. C) Zeus. D) Cupido. QUESTÃO 51 A concepção típica da crença no “milagre grego” recebeu críticas de historiadores de História da Filosofia. Há uma crítica a esse otimismo exagerado que supervaloriza o mundo grego. Entre os críticos, merece destaque o que se apresenta na alternativa A) Heráclito de Éfeso. B) Werner Jaeger. C) Aristóteles. D) Jean Pierre Vernant. QUESTÃO 52 A falácia é um tipo de raciocínio incorreto, embora tenha a aparência de correção. É conhecida também como sofisma ou paralogismo, e alguns estudiosos fazem a distinção entre eles, dando ao sofisma o sentido pejorativo, decorrente da intenção de enganar o interlocutor, enquanto, no paralogismo, não haveria essa intenção. É CORRETO afirmar que as falácias podem A) ser verdadeiras. B) ser formais e não formais. C) contribuir para elucidar a verdade. D) contribuir para elucidar um raciocínio correto.

Processo Seletivo – Unimontes

20

PROVA DE SOCIOLOGIA Questões numeradas de 53 a 56 QUESTÃO 53 A globalização está fundamentalmente mudando a natureza de nossas experiências cotidianas. Como as sociedades nas quais vivemos passam por profundas transformações, as instituições estabelecidas que outrora as sustentavam perderam seu lugar. Isso está forçando uma redefinição de aspectos íntimos e pessoais de nossas vidas, nossas interações com os outros e nossas relações com o trabalho. O modo como pensamos sobre nós mesmos e as nossas ligações com outras pessoas estão sendo profundamente alterados pela globalização. (Anthony Giddens, Sociologia) Com base nesse texto, julgue os itens a seguir: I - Nesse contexto de globalização, os valores e os estilos de vida predominantes nas comunidades tradicionais ainda fornecem diretrizes fixas para que todas as pessoas vivam suas vidas. II - Nas condições da globalização, as pessoas autoconstituem-se e constroem suas próprias identidades, vivendo ativamente um movimento rumo a um novo individualismo. III - Na globalização, as pequenas escolhas na vida cotidiana das pessoas vão se ajustando, respondendo e se combinando com as mudanças de ambiente ao redor delas. IV - Nesse contexto, novos padrões de identidades estão surgindo, pois as pessoas são forçadas a viver dentro de uma nova ordem global e, portanto, de um modo mais aberto e reflexivo. Estão CORRETOS os itens A) I, II e IV, apenas. B) I, II e III, apenas. C) I, III e IV, apenas. D) II, III e IV, apenas. QUESTÃO 54 Max Weber foi um dos primeiros, e mais severos, críticos de Karl Marx. A postura alternativa proposta por Weber diz que fatores não econômicos desempenharam um papel fundamental no desenvolvimento social moderno. Esse foi, inclusive, um tema tratado por Weber no famoso livro A Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo, quando discute o impacto dos valores religiosos associados ao puritanismo na criação de uma perspectiva capitalista. Portanto, os motivos do avanço dos modos ocidentais de vida através do mundo têm várias origens. Considerando as reflexões de Max Weber sobre a natureza das sociedades modernas, julgue os itens a seguir: I - A organização da vida social e econômica moderna se faz pelos princípios da eficiência, com base no conhecimento técnico. II - A expansão da burocracia é inevitável no desenvolvimento social moderno e a única maneira de garantir a organização eficaz de um grande número de pessoas. III - O impacto dos fatores puramente econômicos é central para o desenvolvimento social moderno, levando, consequentemente, à substituição do capitalismo pelo socialismo. IV - O impulso da ciência influenciou o desenvolvimento da tecnologia moderna e, portanto, o crescimento econômico. Estão CORRETOS os itens A) I, III e IV, apenas. B) I, II e IV, apenas. C) II, III e IV, apenas. D) I, II e III, apenas.

Processo Seletivo – Unimontes

21

QUESTÃO 55 Segundo Turner, a instituição família foi a primeira estrutura duradoura que, devido à sua importância, proporcionou a viabilidade da organização humana. Fundamento da família, o parentesco é a relação que une duas ou mais pessoas por vínculos de sangue (descendência/ascendência) ou sociais (sobretudo pelo casamento). Dessa forma, o parentesco é um sistema de regras inspiradas em valores e crenças e que possui significado especial para os membros de uma sociedade. Por isso, em muitas sociedades, quando e com quem se casar nem sempre foi uma questão de livre escolha. (Jonathan H. Turner, Sociologia – Conceitos e Aplicações) Analise as colunas correspondentes com os tipos de regras do parentesco e de casamento e seus respectivos significados. 1) Regra da exogamia ( ) Define que o lado das mulheres é o mais importante, 2) Regra da endogamia principalmente na transmissão da propriedade e 3) Regra da descendência patriarcal autoridade na família. 4) Regra da descendência matriarcal ( ) Define que o casamento deve ocorrer entre pessoas de fora da unidade familiar ou da comunidade como um todo. ( ) Define que o casamento deve ocorrer entre pessoas dentro de um outro grupo específico. ( ) Define que o lado masculino é o mais importante, principalmente na transmissão da propriedade e autoridade na família. A sequência CORRETA é A) 3, 1, 2, 4. B) 4, 2, 1, 3. C) 4, 1, 2, 3. D) 2, 3, 4, 1. QUESTÃO 56 Vivenciando as mudanças ocorridas na sociedade após as revoluções Francesa e Industrial, uma das grandes preocupações de Auguste Comte (1798-1857) era a crise de sua época, causada, segundo ele, pela desorganização social, moral e de ideias. A solução se encontraria na constituição de uma teoria apropriada – a Sociologia –, capaz de extinguir a anarquia científica vigente, origem do mal. Esse seria, precisamente, o momento em que se atingiria o estado positivo, o grau máximo de complexidade da ciência. Para isso, era indispensável aperfeiçoar os métodos de investigação das leis que regem os fenômenos sociais, ou seja, descobrir qual é a ordem contida na história humana. (QUINTANEIRO, Tânia; BARBOSA, Maria L. de O.; OLIVEIRA, Márcia G. M. de. Um toque de clássicos: Marx, Durkheim e Weber). Considerando as reflexões do autor sobre esse tema, julgue os itens a seguir: I - Comte postula que o desenvolvimento do espírito humano, isto é, a história das ideias humanas passa por três estados: teológico/fictício, metafísico/abstrato e científico/positivo. II - A chamada filosofia positiva, para Comte, é fundamentalmente um sistema geral do conhecimento humano que se antepõe à filosofia negativa e tem a pretensão de organizar, e não de destruir a sociedade. III - Para que fosse possível a reorganização social, seria necessário reconstruir sistematicamente as opiniões e os costumes da sociedade por meio da sistematização dos pensamentos humanos e, por isso, propõe uma Sociologia científica com objeto e método claramente definidos. Estão CORRETOS os itens A) I, II e III. B) I e III, apenas. C) I e II, apenas. D) II e III, apenas.

Processo Seletivo – Unimontes

22

PRODUÇÃO DE TEXTO Releia a seguinte passagem do texto A Flor no Asfalto: “Conheço essa estrada genocida (...) Duvido que se encontre um trecho rodoviário ou urbano mais assassino do que esse.” Na sua opinião, qual dos dois é genocida, assassino: a estrada ou o homem? Reflita sobre essa questão e responda a ela num texto dissertativo de 20 linhas. NÃO É NECESSÁRIO DAR TÍTULO A SEU TEXTO

O SEU TEXTO DEVE SER REDIGIDO NA FOLHA DE RESPOSTA DA REDAÇÃO

RASCUNHO

Processo Seletivo – Unimontes

23

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->