P. 1
Domesticao Dos Animais

Domesticao Dos Animais

|Views: 1.000|Likes:
Publicado porCamila Arrivabene

More info:

Published by: Camila Arrivabene on Aug 03, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/05/2013

pdf

text

original

DOMESTICAÇÃO DOS ANIMAIS

Yânez André Gomes Santana

DOMESTICAÇÃO DOS ANIMAIS Animal doméstico Do latim domus = casa “Todo animal que criado e reproduzido pelo homem. perpetua tais condições através de gerações por hereditariedade. 1990) . oferecendo utilidades e prestando serviços em mansidão” (TORRES.

DOMESTICAÇÃO DOS ANIMAIS Domesticação dos animais x Sobrevivência do homem ALIMENTAÇÃO: Necessidade de manter "reservas" alimentares para os períodos de escassez. principalmente na época das glaciações. SOBREVIVÊNCIA AMBIENTAL: Necessidade de agasalhos para proteção. posteriormente. APROVEITAMENTO DA FORÇA MOTRIZ: Inicialmente os animais foram utilizados para transporte de cargas ou para remover objetos pesados e. . para tração e como montaria. INSPIRAÇÃO RELIGIOSA: A companhia de animais junto ao homem pode ter decorrido de fatores religiosos ou até mesmo por lazer.

zebuínos. Ex: cavalo. Processos INTERMEDIÁRIOS: Quando animais que mais facilmente teriam permitido a aproximação do homem eram aprisionados. encontrando alimento e proteção. aprisionamento e castigos corporais. amansamento e domesticação dos animais domésticos atuais.DOMESTICAÇÃO DOS ANIMAIS Hipóteses para ao surgimento dos primeiros animais domésticos Processo PACÍFICO: O instinto de sociabilidade propiciou a convivência com o homem. na Idade dos Metais. Processo VIOLENTO: Aprisionamento. Ex: cão e suíno. Ex: bovinos. fome. caprinos. força. ovinos. . bubalinos e aves. através da violência.

o peru. caprinos. que se encontram em processo de domesticação.000 anos aC). o dromedário. PRIMÁRIA: Neolítico. a cobaia.DOMESTICAÇÃO DOS ANIMAIS Fases históricas da domesticação REMOTA: Fim do Paleolítico Superior (15. para produção de peles. Foram domesticados vários animais. ou mesmo de alimentos. como o avestruz. a lhama e a alpaca. o capote. ATUAL: Animais recentemente domesticados. os galináceos. O homem deve ter começado a domesticar o lobo. SECUNDÁRIA: Final dos tempos históricos. asininos. a abelha. A domesticação do cão prosseguiu e há 10. o camelo. o coelho. como o suíno. TORRES (1990) .000 anos aC foram domesticados ovinos. zebuínos. assim como grande número de animais criados para fins científicos. eqüinos e gato.

Ovinos.Estado de simbiose entre o animal doméstico e o homem.Fase inferior. Ex: O elefante quando aprisionado novo apresenta-se manso a idade adulta. O homem mantém o animal aprisionado sem obter lucro ou serviço. Fase em que o animal está muito próximo à domesticidade. . MANSIDÃO. Ex: Animais de parques ou zoológicos. Bovinos. eventualmente utilizando-o para o abate. Ex: Cães. etc. Suínos. DOMESTICIDADE . podendo prestar serviços. DOMAÇÃO OU AMANSAMENTO .DOMESTICAÇÃO DOS ANIMAIS Fases do processo de domesticação CATIVEIRO .Ocorre convivência pacífica entre o animal e o homem. Caprinos.

.DOMESTICAÇÃO DOS ANIMAIS Espécie Domestico: é preciso ter a capacidade de viver em cativeiro. ter mansidão hereditária naturalmente. Búfalo. Faisão. Ex: Coelho. Capote. no entanto apresentam facilidade de voltarem à vida selvagem. prestando utilidade ao homem Espécies semi-domésticas Espécies que atingem a DOMESTICIDADE.

Pavão. Gato. Peru. Ovino. Capote. Camelo e Dromedário.Zebuíno. Alpaca e Coelho. GRUPO 2. GRUPO 3. Caprino. Bicho-da-seda. GRUPO 4. Taurino.Búfalo. Ganso. Rena. Pombo. Pato. Faisão. Avestruz.Abelha e Carpa. Galinha. Marreco.Cão. Asinino. Cobaia e Lhama. Cisne. . Suíno.DOMESTICAÇÃO DOS ANIMAIS Animais domésticos quanto ao grau de domesticidade GRUPO 1. Eqüino.

DOMESTICAÇÃO DOS ANIMAIS Atributos dos animais domésticos SOCIABILIDADE: É a conduta associativa que leva os animais à vida em grupos. MANSIDÃO HEREDITÁRIA: Animais individualmente mansos são semi-domésticos. . A mansidão é o regulador do grau de domesticidade das espécies e principal característica que distingue animais selvagens de domésticos. pode ser citado o gato. FACILIDADE DE ADAPTAÇÃO AMBIENTAL: Animais de origem polifilética geralmente apresentam melhor adaptação que os de origem monofilética. quando mantidos em cativeiro. Exceção a esta peculiaridade. Os animais domésticos devem transmitir a característica de domesticidade. FUNÇÕES ESPECIALIZADAS: A domesticação é um processo que implica no aproveitamento dos produtos e trabalhos dos animais em função do homem. FECUNDIDADE EM CATIVEIRO: A fecundidade nem sempre se consegue nos animais amansados.

DOMESTICAÇÃO DOS ANIMAIS O processo de domesticação predispõe os animais a modificações nos caracteres morfológicos e fisiológicos Princípio da diferenciação dos caracteres “Quanto mais o animal se afasta do ambiente de origem e quanto mais aperfeiçoados os métodos zootécnicos de exploração maior a diferenciação dos caracteres morfológicos e fisiológicos" .

a seleção artificial é responsável pela conservação dos atributos modificados durante a variação espontânea Modificações sofridas pelos animais domesticados De natureza INDIRETA (clima.DOMESTICAÇÃO DOS ANIMAIS Os animais selvagens sofrem seleção natural. enquanto os domésticos são submetidos à seleção artificial Os animais selvagens estão sujeitos à variação espontânea. . enquanto. com modificação de atributos. ambiente artificial e seleção artificial) De natureza DIRETA (variações espontâneas e misturas de espécies e raças).

enquanto os animais domésticos a apresentam variada. QUALIDADE DOS PÊLOS: Geralmente são grosseiros nos animais selvagens. às vezes com características próprias. com conseqüências sobre suas funções fisiológicas. ou mesmo apresentar fenômenos de mimetismo. mais finos e sedosos. mal distribuídos e. em geral. às vezes. distribuídos uniformemente sobre o corpo. COLORAÇÃO DA PELAGEM: Os animais selvagens apresentam pelagem uniforme. mais concentrados em torno da cintura escapular. discreta. formando lã. . parda. Nos animais domésticos são. como nos ovinos e em algumas raças de caprinos e coelhos. podendo mudar com a estação do ano. curta.DOMESTICAÇÃO DOS ANIMAIS Modificações decorrentes do processo de domesticação MORFOLÓGICAS: Atingem a estrutura do organismo dos animais.

Nos domésticos apresentam forma.DOMESTICAÇÃO DOS ANIMAIS Modificações decorrentes do processo de domesticação PORTE E DIMENSÕES CORPORAIS: Os selvagens apresentam porte uniforme. ORELHAS: Nos selvagens geralmente pequenas e móveis (função auditiva aguçada. finos e com saliências articulares mal distintas. ÓRGÃOS DE DEFESA: Os cornos. enquanto nos domésticos é desenvolvido e muitas vezes exagerado. espessos. PANÍCULO ADIPOSO: Nos selvagens para suprir necessidades nos períodos críticos. ocorrendo muitas vezes maior desenvolvimento da cintura escapular. garras e dentes dos animais domésticos sofreram redução ou desapareceram. Os animais domésticos apresentam porte variado com a raça e inclusive dentro das raças. ESQUELETO ÓSSEO: Os animais domésticos apresentam ossos mais curtos. como nas nádegas e na cauda de algumas raças de ovinos. em decorrência da seleção artificial. . dimensão e posição variadas.

exceto o dromedário e algumas raças eqüinas e de cães. . A galinha poedeira produz 200 a 300 ovos/ano. VÔO: As aves domésticas perderam parcial ou totalmente esta capacidade. enquanto os domésticos são mais férteis e geralmente com ciclo estral contínuo. VELOCIDADE DE LOCOMOÇÃO: Desenvolvida nos selvagens para defesa. FERTILIDADE: Nos animais selvagens ocorre cio estacional. Nos domésticos. A produção animal depende de maior intensidade fisiológica. é reduzida. PROLIFICIDADE: Os animais domésticos são mais prolíficos. inclusive anestro.DOMESTICAÇÃO DOS ANIMAIS Modificações decorrentes do processo de domesticação FISIOLÓGICAS: Modificações mais notáveis. enquanto a galinha selvagem duas posturas de 15 ovos/ano.

que chegam a apresentar altos índices de conversão alimentar. notadamente nas galinhas de alta produtividade. apresentam constituição débil. Vem desaparecendo em algumas espécies domésticas. sobretudo nos para corte.DOMESTICAÇÃO DOS ANIMAIS Modificações decorrentes do processo de domesticação LACTAÇÃO: Nos mamíferos selvagens restringe-se às necessidades das crias. tendo sido aumentada nos domésticos. . enquanto os animais domésticos. VELOCIDADE DE CRESCIMENTO: É muito lenta nos animais selvagens. tanto em quantidade diária quanto em período de lactação. CONSTITUIÇÃO ORGÂNICA: Os animais selvagens apresentam constituição rústica. utilizando o calor e a umidade corporal. CHOCO: Característica própria das aves para incubar os ovos. em geral. e rápida nos animais domésticos.

o que deve decorrer da ausência de predadores. por necessidade de proteção. a interação homem/animal é constante.DOMESTICAÇÃO DOS ANIMAIS Modificações decorrentes do processo de domesticação ETOLÓGICAS: Referem-se ao comportamento individual e social dos animais. INSTINTO DE DEFESA: Nos animais selvagens é bastante aguçado. RELACIONAMENTO COM O HOMEM: Nos animais domésticos. Dentre os domésticos. podendo ser admitida dependência de espécies altamente produtivas. O marreco é monógamo quando selvagem e quando doméstico é polígamo (1 macho/3 a 4 fêmeas). Nos animais domésticos. nem sempre ocorre hierarquia social. há algumas espécies ou raças incapazes de sobreviver em ambiente natural. tratos e direcionamento da criação. A visão e o olfato são muito evoluídos e adaptados. em virtude da intensa observação. . COMPORTAMENTO SEXUAL: Os animais selvagens são na maioria monógamos.

homens e formas geométricas. um conjunto de pedras desafia o tempo e os pesquisadores. . nos quais foram desenhados em baixo-relevo animais. A Pedra do Ingá. precisamente definidas. São as Itacoatiaras do Ingá. tem 24 metros de comprimento por 3 de altura. Cercados de mistérios.VISITE AS ITACOATIARAS DO INGÁ . os ideogramas de Ingá têm idade avaliada em 10 mil anos. grandes rochas que serviam como painéis. vizinha a Campina Grande.PB Na cidade de Ingá.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->