`

Pré ± Socráticos : ³Por que e como as coisas existem? O que é o mundo? Qual a origem da natureza e quais as causas da sua transformação? O que é o ser?

` Heráclito

` Parmênides ` Demócrito ` Sofistas ` Sócrates ` Platão ` Aristóteles

` `

` ` `

As fontes e as formas do conhecimento. A distinção entre o conhecimento sensível e o conhecimento intelectual. O papel da linguagem no conhecimento. A diferença entre opnião saber. Os campos do conhecimento: Teorético, Prático e Técnico.

Distinção entre fé e razão. corpo e alma. Santo Agostinho ` .` ` Mudança de perspectiva dos gregos para os modernos : Cristianismo.

` ` Origem do erro: Prevenção e Precipitação Dúvida Metódica : Análise dos erros e avaliação das fontes de conhecimento. .

` As duas correntes principais na discussão da teoria do conhecimento são o Racionalismo e o Empirismo .

.

.

` Duas grandes concepções sobre a sensação e percepção fazem parte da tradição filosófica: ` A empirista e a intelectualista .

. a Filosofia alterou bastante essas duas tradições e as superou numa nova concepção do conhecimento sensível.` Em nosso século.

` A percepção possui as seguintes características: ` .É o conhecimento sensorial de configurações ou de totalidades organizadas e dotadas de sentido .

` É sempre uma experiência dotada de significado. o percebido é dotado de sentido e tem sentido em nossa história de vida. ` ` Entre outras características . isto é. A percepção é assim uma relação do sujeito com o mundo exterior.

a percepção é a única fonte de conhecimento.` Do ponto de vista das teorias do conhecimento. Nas teorias empiristas. há três concepções principais sobre o papel da percepção. ` 1. .

. Nas teorias racionalistas intelectualistas a percepção é considerada não muito confiável para o conhecimento.` 2. ` 3. a percepção é considerada originária e parte principal do conhecimento humano. Na teoria fenomenológica do conhecimento.

.

.

³Ó que saudades que eu tenho Da aurora da mina vida Da minha infância querida Que os anos não trazem mais´ Casemiro de Abreu .

A memória é a evocação do passado. É a capacidade humana para reter e guardar acontecimentos passados. Capacidade restrita aos humanos? .

A memória é a garantia de nossa própria identidade ³Você forma uma identidade a partir da vivência e experimentação´ .

EU O que fui O que sou .

Memória pessoal + Memória coletiva .

Os antigos e a memória .

Mnemosyne .

A deusa Mnemosyne podia imortalizar os mortais através de suas obras. Sendo assim incorporado na memória coletiva. .

Retórica: A arte de persuadir através do discurso A memória é indispensável no aprendizado desta arte. .

Princípo na lenda de Simônides de Ceos .

Clássica Memória Artificial Moderna .

Apenas biologia? ou Sentimento também? .

Aspectos objetivos + Aspectos subjetivos .

` ` ` ` ` ` Memória perceptiva Memória hábito Memória fluxo de duração pessoal Memória social Memória biológica Memória artificial .

Retenção de dados ` Reconhecimento de dados ` Reminiscência ` Capacidade de evocar o passado ` .

Afasia Aparaxia Aminésia .

. A memória é retenção.Memória é a forma primordial do homem se relacionar com o tempo. Imaginação é protenção.

.

` ` ` ` ` ` ³Que falta de imaginação!´ ³Por favor use sua imaginação!´ ³Cuidado! Ela tem muita imaginação!´ ³Não comece a imaginar coisas!´ ³Imagine se tivesse sido assim!´ ³Use a sua imaginação!´ .

mas poderia ter existido. ou que não existe. É que a imaginação apresenta a capacidade para elaborar mentalmente alguma coisa possível. . mas poderá vir a existir. Podem possuir falta ou excesso.` ` ` Essas frases possuem elementos positivos e negativos na imaginação. algo que não existiu.

a reprodução presente que faço de coisas ou situações .` ` ` A tradição filosófica sempre deu prioridade à imaginação reprodutora. A imagem seria. portanto. Os empiristas falam das imagens como reflexos mentais das percepções ou das impressões.

` ` ` ` Por isso costumava-se usar a palavra imaginação como sinônimo de percepção ou como um aspecto da percepção. Não confundimos percepção e imagem. Não confundimos perceber e imaginar. E somos capazes de distinguir nossa percepção e a imaginação de outra pessoa. .

Oferecem-nos um analogo das proprias coisas. esculturas. seja porque nos fazem imaginar coisas atraves de outras. . filmes. referimo-nos a coisas bastante diversas: quadros. seja porque estão no lugar das proprias coisas.` ` Quando falamos em imagens. fotografias. etc.

A imagem é diferente do percebido porque ela é um análogo do ausente. sua presentificação. . cada um deles possui uma única face e é essa que existe em imagem. tenho de uma só fez a rua-em-imagem ou o edifício-emimagem.` ` ` A imaginação é a capacidade da consciência para fazer surgir os objetos imaginários ou objetos-emimagem. Quando imagino uma rua ou um edifício.

` ` ` ` ` Imaginação reprodutora propriamente dita. Imaginação evocadora Imaginação irrealizadora Imaginação fabuladora Imaginação criadora .

` ` ` Do ponto de vista da teoria do conhecimento. . a imaginação possui duas faces: A de auxiliar precioso para o conhecimento da verdade. A de perigo imenso para o conhecimento verdadeiro.

mesmo que esta ainda esteja em andamento. Antecipadora: o cientista pode antever o significado completo de sua própria pesquisa. . A imaginação reprodutora se opõe à imaginação utópica. Ideologia: é um imaginário de explicações feitas e acabadas.` ` ` ` Negadora: graças a ela. o cientista pode negar ou recusar as teorias já existente. justificador do mundo tal como ele parece ser.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful