Você está na página 1de 1

LETRAS DE MO 4.1.

Uso Na dcada de 60, quando os desenhos de arquitetura passaram a ser feitos a lpis em papel "Albanene", foi introduzida nas normas de desenho dos escritrios de arquitetura do Rio de Janeiro, inicialmente pelo escritrio de Henrique Mindlin, um tipo de "letra de mo", que praticamente aposentou os normgrafos. Ela se difundiu por todos os demais e passou a ser chamada de "Letra de Arquiteto". O domnio dessa "letra" era um pr-requisito para o estudante de arquitetura que queria estagiar nos escritrios. composta por caracteres prprios, que apresentam pequenas inclinaes em elementos que os compem, determinando assim a sua personalidade. So utilizadas na transmisso das informaes contidas nos desenhos, sob forma de textos ou nmeros. Normalmente elas aparecem nos desenhos, entre "linhas guia", em trs dimenses: 2mm (dois milmetros) para locais onde o espao para a escrita seja bastante restrito; 3mm (trs milmetros) a mais utilizada; e 5mm para ttulos, designaes ou qualquer outro texto ou nmero que necessite de destaque. So representadas sempre em "caixa alta" (letras maisculas), como veremos abaixo. No "AUTOCAD", a fonte que possui caractersticas semelhantes a "CITYBLUEPRINT".