P. 1
Exercícios Resolvidos - Vetores Alfredo Steinbruch, Paulo Winterle

Exercícios Resolvidos - Vetores Alfredo Steinbruch, Paulo Winterle

|Views: 6.609|Likes:
Publicado porGuilherme Vogt

More info:

Published by: Guilherme Vogt on Aug 13, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

03/28/2014

pdf

text

original

GUIDG.COM – PG.

1

27/7/2010 – ALGA-1: Exercícios Resolvidos - Vetores
* Do Livro de Geometria Analítica - Alfredo Steinbruch, Paulo Winterle. * Das Provas de Álgebra-1, UDESC-CCT.

Pg.92, exercício 38: j j j j j j j j j j j j j j j j j j j j j j j j Calcular o módulo dos vetores k + k e k@k, sabendo que | k | = 4, | k | = 3 e o ângulo entre k e k é de u v u v u v u v 60º. Solução:
j j j j j j j j j j j j O exercício pede | k + k | e | k@k | , e para isso devemos lembrar de três conceitos: u v u v I) Ângulo entre dois vetores: kk jj jj jj uA v fffffff ffffff ffffff ffffff cos θ = k k j j j j j j | u |A | v |

II) Fatoração, quadrado perfeito: k k2 k2 j j j j j j j j j kk k 2 jj j jj j jj j | u + v | = | u | + 2 uA v + | v | III) Lei dos co-senos: k k2 k2 j j j j j j j j j k2 j j j k k j j j j j j | u @ v | = | u | + | v | @ 2| u | A | v |cosθ Do primeiro conceito: kk jj jj jj jk jj jj j ufff 1f kfff Av Av ffff f ufff fff fff f ffff fff cos 60º = [ = 4A3 2 12 jj jj jj assim kAk = 6 u v

Do segundo encontramos | u + v |: k k2 k2 j j j j j j j j j kk k 2 jj j jj j jj j | u + v | = | u | + 2 uA v + | v | tirando a raiz quadrada dos dois lados:

k k j j j j j j

| u + v | = q| u | + 2 u A v + | v |

k k j j j j j j

wwwwwwwwwww wwwwwwwwww wwwwwwwwww wwwwwwwwww wwwwwwwwww wwwwwwwwww wwwwwwwwww wwwwwwwwww k2 j j j kk k 2 jj j jj j jj j

Outra coisa importante é quanto ao módulo: k j j j k j j j Se | u | = 4 e | v | = 3 , então elevando os dois lados ao quadrado temos:
| u | = 16 e | v | = 9
k2 j j j k2 j j j

Agora substituímoswwfórmula anterior: na wwwwwww ww wwwwwww ww wwwwwww ww wwwwww wwwwww wwww w w w w k k pwwwwww j j j j j j wwwwwww pw | u + v | = 16 + 2.6 + 9 = 37 Do terceiro encontramos | u @ v |: k k2 k2 j j j j j j j j j k2 j j j k k j j j j j j | u @ v | = | u | + | v | @ 2| u | A | v |cosθ aqui tambémtiramos a raiz quadrada dos dois lados:
wwwwwwwwwwwwwww wwwwwwwwwwwwwww wwwwwwwwwwwwwww wwwwwwwwwwwwwww wwwwwwwwwwwwww wwwwwwwwwwwwww wwwwwwwwwwwwww wwwwwwwwwwwwww k2 j j j k2 j j j k k j j j j j j wwwwwwwwww wwwwwwwwww wwwwwwwwww wwwwwwwwww wwwwwwwwww wwwwwwwww wwwwwwwww wwwwwwwww w w w w w 1f ww k k j j j j j j f ww f ww | u @ v | = s16 + 9 @ 2 A 3.4 A = p13 k k j j j j j j

| u @ v | = q| u | + | v | @ 2| u | A | v |cosθ

k k j j j j j j

2

Portanto | u + v | = p37 e | u @ v | = p13

k k j j j j j j

ww ww ww w w w w w

k k j j j j j j

ww ww ww w w w w w

GUIDG. | v | = 9 e | w | = 5 kk kk jj jj jj jj jj jj j 2 j k j j j j II) Quanto à propriedade comutativa: uA v = vA u Aplicando temos: jj jj jj j j jk jj j j j jj jk jj j j j 4 + 2 kAk + 2 kA j + 9 + 2 kA j + 5 = 0 u v u w v w kk jj jj k j jj j j jk jj j j kj j jj jk jj j j j 18 + 2 u A v + 2 u A w + 2 v A w = 0 b c jj j j j j jj jk jk jj jj jj j j j j j j 2 kAk + kA j + kA j = @ 18 u v u w v w j j j jj j j jj j jj jk jj j jj jj jj j j j j j j j j j j j jk k j k j k jj j j j j j j j j j j j j j j j j | k| + kAk + kA j + kAk + | k| + kA j + j Ak + j Ak + | j | = 0 u u v u w v u v v w w u w v w 2 2 2 Agora subtraindo 18 dos dois lados e fatorando: Dividimos a igualdade por 2 e temos a resposta: kk k j k j jj j j j j jj jk jk jj jj jj j j j j j j uA v + uA w + vA w = @ 9 .COM – PG. então se elevarmos ambos os lados ao quadrado não alteramos a u v w igualdade: b c k k j 2 j j j j j k j j j j j j u + v + w =0 2 desenvolvemos isso aplicando a propriedade distributiva: b cb c k k j k k j j j j j j j j j k j j k j j j j j j j j j j j j kk kk k j kk kk k j j k j k j j jj jj j j jj jj j j j j j j j j jj jj jk jj jj jk k j k j k k jj jj jj jj jj jj j j j j j j j j j j j j j j j j j j j j j j j j u+ v+ w A u+ v+ w =0 uA u + uA v + uA w + vA u + vA v + vA w + w A u + w A v + w A w = 0 Agora para o próximo passo precisamos simplificar e lembrar de alguns conceitos: kk k 2 jj j jj j jj j I) Quanto aos módulos www dosw vetores: www ww ww ww ww ww w u A u = | u | pois | u | = q u A u k j j j k2 j j j k j j j k2 j j j j j k j j j j k j j j kk jj jj jj | u | = 2. exercício 40. | k | = 2. 2 Livro: Pg. w w w w jj j j j j jj jk jk jj jj jj j j j j j j j j j j j k j j j j j j j j j j j j j k j j j w j w Determinar kAk + kA j + kA j . u v u w v w u v w u v w Solução: j j j j j k j j j j j j Partindo das informações k + k + j = 0 .92. | v | = 3 e | w | = p5 w w w w w w então: | u | = 4. sabendo que k + k + j = 0. | k | = 3 e | j | = p5 .

k k j j j j j j k j j j j j j u B v = w = yA t @ s A z . são números quaisquer. 4 – Agora multiplicamos x.t e subtraímos de s. s. xA s @ r A y ` a b c Com os próximos exercícios você poderá praticar. t. (sempre troca-se o sinal). y. b ` a c k j j j j A operação resultará em um vetor: j = a . @ b . r. z e k = r.z.COM – PG. t v Isso mesmo a componente b sempre terá sinal trocado! Supondo que temos dois vetores: k ` j j j x.t e subtraímos de r.z: 3 – Aqui multiplicamos x. mas o importante é entender! .GUIDG. Então o produto vetorial é feito assim: 1 – Montamos como se fosse um determinante: L M L k kM k j j j j j L M k k Li j kM j j j L j j j j j k j j j j M u B v =Lx y z M= w L M L M Lr s t M 2 – Depois multiplicamos y. @ xA t @ r A z . s. z.y: 5 – O que se tem em linha são essas multiplicações que darão as componentes do vetor. c w a a j ` j j u = x.s e subtraímos de r. y. multiplique o resultado por (-1). 3 Dica: Realizando produto vetorial rapidamente: Produto vetorial: Os cálculos são feitos mentalmente (ou com auxilio de calculadora cientifica). mas o que é importante são os sinais.

jj jj jj jj jj jj j j j k j j j j k j jj jj j j j k j jj jj jj j j j k j j j j jj jj j jj j jj j jj c) Calcule a área do paralelogramo definido pelos vetores k = 2 BC @ AC e k = AB + 2 CA u v Solução: a) O exercício não traz figuras. Ou seja uma das hipóteses abaixo tem de estar certa. com ângulo reto entre esses dois vetores (ver a figura). B(2. 4. @ 1 B 2 @ @ 2 B @ 3 ` j kM k M j j M j 4 @ 3 M= u M M 2 2M B c aC kM j j j j k j j j j j j Como queremos um vetor unitário. pffw ww ww ww ww ww ww ww ww ww ww ww ww ww ww w w ww w ww ww www ww ww ww ww w ww ww ww ww w v k = pww j j j 312 312 312 312 |u| vwwwwwwwwwwwwwwwwww wwwwwwwwwwwwwwwwwww wwwwwwwwwwwwwwwwwww wwwwwwwwwwwwwwwwwww wwwwwwwwwwwwwwwwww wwwwwwwwwwwwwwwwww wwwwwwwwwwwwwwwwww wwwwwwwwwwwwwwwwww u f g2 f g2 f g2 u k u f14ff j j j fffff fffff ffff ff fffff fffff f4fff ffff f f10ff fffff fffff ffff ff Se você não acredita faça a prova real: | v | = t pww + pww + pww = 1 www ww ww ww ww ww ww www ww ww ww ww ww ww www ww ww ww ww ww ww 312 312 312 u = 14. 1. @ 3 @ 2. BC > = 0 jj jj jj jj jj jj jj j j j j j j k k j j j jj jk jj jj jj jj jj jj j j j j j j k j j j jj jj jj jj jj jj jj jj j j j j j j k j j k AC A CB = 0 ou < AC .GUIDG. 4.1 B 2 @ @ 2 B 4 B` g a ` aC AB B AC = u = 14. 2 = @ 2 + 8 @ 6 = 0 a b) Existem vário vetores unitários perpendiculares. então fazemos o versor de k. jj jj b jj jj jj jj jj jj j j j j j j k j j k AB A AC = 1. 10 b c g k j j j 14. a) Mostre que o triângulo ABC é retângulo b) Calcule um vetor unitário perpendicular ao triângulo ABC. AC > = 0 AB A BC = 0 ou < AB . -1) e C(-1. O produto vetorial é o que precisamos pois ele nos da um vetor simultaneamente ortogonal (perpendicular) a dois vetores.COM – PG. pois: v v A AB = v A AC = v A AB + AC = 0 j j j Portanto uma das respostas é o versor k = v f g 14 fffff fffff f10ff fffff fffff fffff fffff f4fff fffff ffff ffff ffff f ff www . o versor k de um vetor k. 2) . é esse vetor k dividido pelo seu módulo | k | . Logo o triângulo é retângulo. L M Lk L jk jj L i jj jj L jj jj jj jj j j j j j j j j j k AB B AC =L 1 L L L@ 2 f jk jj jj jj jj jj jj jj j j j j j j j j j k k j AB B AC = 4 B 2 @ 2 B @ 3 . então você tem que imaginar! Para mostrar que o triângulo é retângulo: temos que verificar se o produto escalar entre dois vetores pertencentes a esse triangulo é nulo. 4 Prova: exercício 2 (2009/2) (1. ou seja de módulo um. 3. u j j j j j j j j j j j j Da definição. pfww . 4.ffffff f fffff fffff fffff 4. -1. pois quando o produto escalar é nulo. 4). veremos uma maneira de encontrar. ou seja: v u u u jk jj k b jj jj j jj jj j jj jj j j j j j j j j j j k T B` a ` U aC .0 pt cada) Sejam os pontos: A(1.ffff fffff fffff fffff 10ff fffff fffff fffff 14ff 4 ff 10ff j fff ffff ff j u f ffffff j ff ffff f f f f Então k = fff ffwww f= pfww . Temos que imaginar um vetor perpendicular ao triangulo ABC (figura). os vetores formam um ângulo reto (definindo um triangulo retângulo). Obs: o produto escalar é indicado de duas maneiras: jj jj jj jj jj jj jj jj j j j j j j k j j k jj jk jj jj jj jj jj jj j j j j j j k j j j jj jj jj jj jj jj jj j j j j j j j k j j k AB A AC = 0 ou < AB . www . 2. CB > = 0 cb c ` Das três hipóteses a única que confere é: Lê-se: vetor AB escalar vetor AC. 10 b c Lj www M ww ww ww ww ww ww k j ww M LuM e Lj = p312 b j j j j j j j j j j k j j j jc j j j j k k jk k jj k jk jj j jj j jj j jj jj j jj j jj j jj jj j jj j jj j jj jj j j j E k (além de unitário) também é perpendicular ao triângulo ABC. www ww ww ww ww ww ww ww ww ww ww ww ww ww ww ww ww ww ww ww ww ww p312 p312 p312 .

u . . v. qual a operação é feita antes? Solução: a) De acordo com o livro (pg.0 pt cada) j j j jj j j jk jj k j jj jj j j j j j j j a) Explique porque kBkA j = kAkB j u v w u v w b) Nos produtos acima. 76. v .11 à pg. k e j. desde que não se altere o sentido do circulo. k kj j jj j jk j jj j j j u B v A w e também também é indicada por: kk j jj j jj k jj j j j j u A v B w resultam em números reais cuja operação chama-se produto misto. então: k j j j j j j Realizando os cálculos: k = @ 4. 3. u. @ 4 B 0 @ 5 B @ 6 M L M wwwwwwww wwwwwwww wwwwwwww wwwwwwww wwwwwwww wwwwwwww wwwwwwww L M wwwwwwwww www c Lj k L M b www www www www www ww ww M 2 2 2 k j j j Lj j L M Lu BvM=L 42.GUIDG. 0. 30 M= q 42 + 12 + 30 = p2808 M Lj k M ww ww ww ww w w w w k j j j Lj j M Lu BvM= 6 p 78 uA a A u. v uA vB w = u . @ 6. @ @ 4 B @ 7 @ 5 B 8 . O livro diz: “Esta propriedade do produto misto é uma conseqüência da propriedade dos determinantes relativamente à circulação de linhas e à troca de duas linhas”. = unidades de área Prova: exercício 3 (2009/2) (1.a. w. você pode verificar dando valores para k . v Siga o sentido da flecha e compare para entender a resposta. u v w b) Sem duvida o produto vetorial. e b c k kj jk k j k k j jj jj j j j j j jk k j j k j j j jj j j j j j j j j j j j j j j j b c kk j k k j jj j j j j jj k j j k jj j j j j j j j j j j u Bv A w = w A u Bv = w . 5 c) O significado geométrico do módulo do produto vetorial é a área do paralelogramo. 79). @ 7 v b u = 2 BC @ AC v = AB + 2 CA jj jj jj jj jj jj jj jj j j j k j j j j k j jj jj jj jj j j j k j j j j k j k jj j jj j jj j jj b c c Logo: L M L M L k L k j kM jM jM j j L L M M Lj k L i M j kM M k j L j j L M Lj j L M L M L M Área paralelogramo =Lu BvM=L @ 4 @ 6 M L 8M L M L M L M L L 5 M 0 @7M L M d e B` B Lj k L ` M a ` a ` a a ` a ` aC ` a ` aC M k j j j Lj j L M M Lu BvM=L @ 6 B @ 7 @ 0 B 8 . w j j j jj j j jk jj k j jj jj j j j j j j j Então kBkA j = kAkB j u v w u v w devido propriedade cíclica: b c b c b c k k j j j j j j k j j j j k j k j j j j j j k j j j j j k k j j j j j j k j j j j j j j j u. u = w. independente da ordem dos vetores o j j k j j j j j j j j produto misto será sempre igual.COM – PG. De qualquer forma. 8 u j j j Realizando os cálculos: k = 5. 12. w = v.

2 2 Nota: você precisa conhecer bem a teoria de determinantes ou produto misto. .COM – PG. logo o volume do tetraedro é dado por: L j j j 1fbk k jcM f j j j fj j k j j j V tetraedro = L u . A interpretação geométrica do módulo produto misto é o volume do paralelepípedo. v . 1. k = m. 1. w M = 3 M 6L L M L M L M L L M 1 @ 4M M L M 1f 2 fL f L M L m @1 M L M =3 3M L M L 6L M L@ 3 M L 1 @2M L M OLdeterminante implica nessas multiplicações: E se não houver erros até aqui temos: L M 1f f f L @ 2mM = 3 1 6 L M M U V LD L ` a ` aC B` a ` a ` a ` aC M 1f b ` a ` a f f L 2B @ 1 B @ 2 + 1B3B @ 3 + m B1B @ 4 @ @ 4 B @ 1 B @ 3 + 3B1B2 + 1Bm B @ 2 M = 3 M M L 6L A equação modular implica que temos duas soluções: Ou: L1 @ 2mM = 18 1 @ 2m = F 18 Logo: m1 = 19f 17f ff ff f f ff ff f f ou m2 = @ 2 2 E a única forma de descobrir se os valores de m conferem. 6 Prova: exercício 4 (2009/2) (2. @ 4 .Equações Modulares: Cálculo A”. v .GUIDG. b c Solução: Obs: Tetraedro é mais conhecido como pirâmide. @ 1. @ 2 tenha volume 3. w M L M 6 L M L j j k 1fbk k jcM f j j j f j j j j j j Então de acordo com o enunciado: L u . ou seja somente 19f 17f ff ff f f ff ff f f quando m = ou m = @ o volume do tetraedro é 3. 3 e u v j j k j j j j w = @ 3. Dica: se você não sabe como resolver equações modulares consulte no site o arquivo: “CDI-1: Exercícios Resolvidos . Para sua comodidade já realizamos os cálculos e os dois valores conferem. é substituir no produto misto e efetuar as operações.0 pts) b c b c j j j j j j Calcule m de forma que o tetraedro determinado pelos vetores k = 2.

sabendo que seus vértices são A(-2.2). . @ fff. 4) . @ ff 61 61 61 f 6f ff ff ff c f g g . Solução: O exercício quer é o vetor * AH . @ 6.5 A @ 3. @ 6.4 =Lb J K @ 3.0 pts) Na figura abaixo. @ 6. é importante entender os dois.GUIDG. 7 Prova: exercício 5 (2009/2) (2. Podemos usar a projeção do vetor BA sobre o vetor BC .-2.4fM 3. 5) jk jj jj jj j j j j j BC = C-B = (-3. jj jj jj jj j j j j k BA = A-B = (-3.@ . mas não temos as coordenadas do ponto H.4.4 = b c 59f 177f 354f 236f ff ff f f fff fff fff fff ff ff fff fff ff ff ff ff @ 3. Determine o vetor AH . fff 61 61 61 49f 69f ff ff f ff f f = . jj jj jj jj j j j j k para obtermos * BH . @ 5 jj jk jj jk jj jj jj jj jj jj jj jj jj j j j j j j j j j j j j j k AH = AB + BH b 177f 354f 236f fff ff ff fff fff ff ff ff ff = 3. @ ff. @ 5.5. B(1. Então: jj jj jj jj j j j j k h jj jki jj jj jj jj jj jj j j j j j j j j k j j j j j j ffffff jk ffAffff jj ffffff jj ff BC f jj j BAffffk BC BH = projAjk BA = jj jj jj j j j j j j jj jj jj jj jj jj j j j j j j k k j j BC jj jj jj jj j j j j k jj jk jj jj jj j j j j BC A BC @fffffffffffffff6.5..COM – PG. -5. -6. tem-se o triângulo ABC retângulo em A. vemos que: b c AB = B @ A = 3.-1. Considere H o pé da altura relativa ao vértice jj jk jj jj jj j j j j A.4 A @ 3. Daqui pra frente mostraremos dois métodos para a resolução: jk jj jj jj j j j j j I ) O mais rápido: Analisando a figura. e uma das maneiras de resolver é utilizando a projeção de jj jj jj jj j j j j k jk jj jj jj j j j j j vetores. @ ffff c L ffffffffffffffffffff b ffffffffffffffffffff ffffffffffffffffff f f cb cMA @ 3. Depois disso sugerimos dois caminhos. @ 5 + @ fff. 61 61 61 61 f g Hb cb cI .-2) e C(-2.3) .4 = @ . @ 6.

4. c ` a 177f 354f 236f b fff fff fff fff ff ff fff fff ff ff ff ff @ . 4.4. como estamos procurando H. fazemos H = (x.GUIDG. BH = H @ B = x.@ .COM – PG. y. = x. z @ 1. @ 2 = x. @ 2 . @ fff. z) = @ fff. @ ff 61 61 61 . y. z 61 61 61 g c a b 177f 354f 236f ` fff fff fff fff ff ff fff fff ff ff ff ff . @ 1. Substituindo BH : f f . y. z @ 1. @ ff. + 1. @ 2 61 61 61 g g c jj jk jj jj jj j j j j 116f 110f 114f b fff ff ff fff fff ff ff ff ff E onde podemos fazer: AH = H @ A = @ fff.3 61 61 61 f g jj jj jj jj jj jj j j k 6ff 49f 69f ff ff ff ff f ff ff f Encontrando finalmente AH = ff. y. 8 jj jj jj jj j j j j k II ) Ou. @ fff. z) e então: jj jj jj jj j j j j k ` a b c . fff 61 61 61 f . fff @ @ 2. f g . y. @ 116f 110f 114f fff ff ff fff fff ff ff ff ff Assim H = (x.@ .

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->