P. 1
veias e arterias

veias e arterias

5.0

|Views: 1.191|Likes:

More info:

Published by: Jeovane Ferreira da Silva on Aug 15, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/27/2013

pdf

text

original

Artérias

Artérias são vasos sanguíneos que carregam sangue a partir dos ventrículos do coração para todas as partes do nosso corpo. Elas se contrastam com as veias, que carregam sangue em direção aos átrios do coração. O sistema circulatório é extremamente importante para a manutenção da vida. O seu funcionamento adequado é responsável por levar oxigênio e nutrientes para todas as células, assim como remover dióxido de carbono (CO2 ) e produtos metabólicos, manter o pH ótimo, e a mobilidade dos elementos, proteínas e células do sistema imune. As duas principais causas de morte em países desenvolvidos, o infarto do miocárdio e o ataque cardíaco, podem ser resultado direto de um sistema arterial que tenha sido lentamente e progressivamente comprometido pelos anos de deterioração (veja arteriosclerose).

Descrição
O sistema arterial é a porção de alta pressão do sistema circulatório. A pressão arterial varia entre a máxima pressão durante a contração cardíaca, chamada de pressão sistólica, e a mínima, ou pressão diastólica, entre as contrações, quando o coração descansa entre os ciclos. Essa variação de pressão nas artérias produz uma pulsação que é observável em qualquer artéria, e é um indicador da atividade cardíaca. A parede das artérias é espessa, formada de tecido muscular elástico. Artérias finas são chamadas de arteríolas. As veias são vasos que trazem o sangue para o coração.Internamentesão providas de valvas que impedem o refluxo do sangue.Como artérias,também se ramificam em vasos de menor calibre,as vênulas.Tem paredes mais finas que artérias,porém seu diâmetro interno é maior.

Anatomia
A camada mais externa é conhecida como túnica externa, antigamente conhecida como túnica adventícia, e é composta de tecido conjuntivo. A camada interna é a túnica média ou média, que é composta de células musculares lisas e tecido elástico. A camada mais interna, que está em contato direto com o fluxo sanguíneo, é a túnica íntima, normalmente chamada de íntima. Essa camada é composta principalmente de células endoteliais. A cavidade interna do vaso na qual o sangue flui é chamada de lúmen. As paredes das artérias, ao contrário das paredes das veias, têm alguma resistência, fazendo com que, mesmo quando não contiverem sangue, elas mantenham a sua forma tubular (ou seja, elas não colabam).

006 milimetros de diâmetro interno. Elas são os primeiros "esguichos ajustáveis" do sistema sanguíneo. Desta maneira. que é a mais calibrosa do corpo. as ramificações das artérias . As arteríolas suprem os capilares que por sua vez se transformam em vênulas. as hemácias têm de sofrer uma pequena deformação para poderem passar através dos capilares.008 milimetros de diâmetro externo. se ramifica em outras artérias. Artérias sistêmicas As artérias sistêmicas levam sangue para as arteríolas. elas vão reduzindo sucessivamente o seu diâmetro. Funções dos capilares Os capilares não têm musculatura lisa os envolvendo e apresentam um diâmetro menor do que o das células vermelhas do sangue (hemácias). e essas artérias por sua vez também se ramificam. Já que a aorta. que se refere à resistência coletiva de todas as arteríolas do corpo. ao passo que os capilares têm tipicamente 0. é o principal determinante da pressão sanguínea arterial em qualquer momento. e então para os capilares. onde os nutrientes e gases são trocados. O pequeno diâmetro dos capilares supre uma área relativamente larga para a troca de gases e nutrientes. até virar arteríolas. Capilares Embora não sejam considerados artérias verdadeiras. Ela recebe sangue diretamente do ventrículo esquerdo do coração através da valva aórtica. ajudam a regular a pressão sanguínea e levar sangue aos capilares. uma hemácia tem aproximadamente 0. . os capilares são o local onde ocorre a ação mais importante do sistema circulatório: as trocas de gases e nutrientes. O balanço entre a pressão de saída do coração e a resistência periférica total.Tipos de artérias Existem vários tipos de artérias no corpo: Artérias pulmonares As artérias pulmonares carregam sangue pobre em oxigênio (que recém retornou do corpo) para os pulmões. nas quais a primeira grande queda da pressão ocorre. Arteríolas As arteríolas. onde o dióxido de carbono é trocado por oxigênio. Artéria aorta A aorta é artéria raiz do sistema arterial. Arteríolas e pressão sanguínea As arteríolas têm a maior influência coletiva tanto no fluxo sanguíneo local quanto na pressão sanguínea geral.

O sangue pobre em oxigênio é recolhido pelas veias e levado até o átrio direito do coração. através da urina No intestino. onde é então bombeado para as artérias pulmonares e finalmente aos pulmões. Na circulação sistêmica o sangue oxigenado é bombeado para as artérias pelo ventrículo esquerdo até os músculos e órgãos do corpo. o dióxido de carbono (CO2) é trocado por oxigênio Nos tecidos o oxigênio. Os vasos que carregam sangue para fora do coração são conhecidos como artérias. completando o ciclo da circulação sanguínea. o dióxido de carbono. que transfere sangue para o ventrículo direito. A American Medical Association adicionou a flebologia à sua lista de especialidades médicas auto-designadas. os nutrientes e os produtos inúteis são trocados Nos rins. Na circulação pulmonar as veias pulmonares trazem o sangue oxigenado dos pulmões para o átrio esquerdo.O que os capilares fazem y y y y Nos pulmões. que desemboca no ventrículo esquerdo. os nutrientes são absorvidos e os resíduos não-aproveitáveis são liberados Veia No sistema circulatório. as substâncias que o organismo não pode aproveitar são lançadas para serem eliminadas do corpo. Função As veias servem para levar o oxigênio dos órgãos de volta ao coração. uma veia é um vaso sanguíneo que leva sangue em direção ao coração. entrando nas veias contendo restos celulares e dióxido de carbono. . que ajudam a manter extremamente baixa a pressão sanguínea do sistema venoso. O estudo das veias e doenças das veias é conhecido como flebologia e é uma disciplina que vem sendo desenvolvida através de uma variedade de cientistas de diferentes áreas. O retorno do sangue para o coração é auxiliado pela ação do bombeamento de músculos esqueléticos. onde seus nutrientes e gases são trocados nos capilares.

Longos períodos em pé podem resultar em acúmulo de sangue nas pernas. absorvendo uma grande quantidade do volume total de sangue. A cavidade interna na qual o sangue flui é chamada de luz. Quando não transportam sangue perdem a sua forma de cilindro (colabam).Anatomia A maioria das veias possuem válvulas unidirecionais chamadas de válvulas venosas para prevenir o contrafluxo causado pela gravidade. Nesses casos os músculos lisos envolvendo as veias se tornam frouxos e se preenchem com sangue. até o coração. Lista de veias importantes y y y y y y y Veia pulmonar Veia porta Veia cava superior Veia cava inferior Veia femoral Veia safena magna Veia do coração . As veias são envolvidas por músculos lisos que ajudam a manter o fluxo sanguíneo para o átrio direito. respectivamente Um sistema porta venoso é uma série de veias ou vênulas que se conectam diretamente a dois leitos capilares. Desmaios podem ser causados devido à uma falha no bombeamento músculoesquelético. embora apresentem três camadas. Elas também possuem uma fina camada externa de colágeno. que ajuda a manter a pressão sanguínea e evita o acúmulo de sangue. A veia cava superior e a veia cava inferior carregam sangue relativamente pobre em oxigênio das circulações sistêmicas superior e inferior. Choques neurogênicos e hipovolêmicos podem também causar desmaios. Este sistema é constituído de um músculo de esfíncter ou de duas ou três dobras membranosas. mantendo o sangue afastado do cérebro e provocando e causando perdas de consciência. Veias importantes e sistemas venosos As veias pulmonares carregam sangue relativamente oxigenado dos pulmões para o coração. Doenças comuns Doenças comuns das veias incluem veias variscosas (que são tratadas com lasers e ultrassom) e trombose venosa profunda. Exemplos de sistemas como esse incluem o veia porta hepática e o sistema porta hipofisário. As paredes das veias são menos resistentes e mais delgadas do que as das artérias. com pressão sanguínea muito baixa para levar o sangue para cima.

Veia pulmonar Origem: Wikipédia. . Ela drena o sangue que vem da cabeça e dos membros superiores. Este sistema fornece exclusividade de ligação entre a segunda porção do duodeno e o fígado que tem como função de transporte de substâncias e nutrientes absorvidos para ser metabolizado. Na anatomia humana. a enciclopédia livre. pesquisa Veia pulmonar Vasos pulm As veias pulmonares são veias que carregam sangue rico em oxigênio(sangue arterial) dos pulmões para o átrio esquerdo do coração. Ir para: navegação. É um dos principais componentes do sistema venoso porta hepático. pobre em oxigênio e rico gás carbônico. Por ela circula sangue venoso. que vêm do organismo e desaguam no átrio direito do coração. ou seja. Elas são as únicas veias da circulação pós-fetal do corpo humano que carregam sangue oxigenado (vermelho). o sistema porta hepático é o sistema de veias que compreende a veia porta hepática e suas tributárias. Veia porta hepática A veia porta hepática (às vezes chamada simplesmente de veia porta) é uma veia porta no corpo humano que drena sangue do sistema digestivo e de suas glândulas associadas. Veia cava superior A veia cava superior é uma das duas principais veias sistêmicas.

 Orige ikipé ia. a VC possui um óstio com uma válvula imperfeita. passa pelo forame da veia cava até chegar ao coração.No caminho entre a cavidade abdominal e a cavidad e torácica. Ela inicia no canal adutor (também conhecido como canal de Hunter) e é uma continuaç o daveia poplítea. tem um percurso intrato rácico de 2 a 3 cm. Vei femor l o corpo humano. onde muda de nome e se torna a veia ilíaca e terna. Depois que a veia cava atravessa sua abertura no centro tendíneo do diafragma. a vei femo l é um vaso sanguíneo que acompanha a artéria femoral. alguns ramos do nervo frênico direito e alguns vasos linfático (em seu trajeto até o fígado até os linfonodos frênicos médios e mediastinais) também atravessam o forame da veia cava no diafragma. Forma-se a nível da quinta vértebra lombar através da junção das veias ilíacas comuns.     Ir para: navegaç . No átrio. a vei que transporta o sangue venoso do abdómen e dos membros inferiores para o coração. a e cic pé ia livre § © ¨ £ Vei c   § ¦ ¥¤ ¢  ¡      i feri r  . antes de penetrar no átrio direito. a veia hepática direita. pes isa va i eri r é a principal veia Na anat ia humana. e termina na aurícula direita (português europeu) ou átrio direito (português brasileiro). Algumas vezes. Ela termina na margem inferior do ligamento inguinal.

Se une com a veia femoral na região do triângulo femoral. é a veia superficial grossa (subcutânea) da perna e da coxa. ela corre para a borda posterior do epicôndilo medial do fêmur. A veia safena magna então segue lateralmente até repousar na superfície anterior da virilha antes de entrar numa abertura na fáscia lata chamada de abertura da safena. No joelho. As veias coronárias recolhem o sangue transportado e distribuído pelo miocárdio pelas artérias coronárias e capilares sanguíneos. a veia safena é frequentemente usada em cirurgias cardiacas(ponte de safena) Designam-se de veias coronárias os vasos sanguíneos que levam o sangue do músculo cardíaco (miocárdio) de volta às cavidades do coração (neste caso. ela sobe pelo lado medial da perna.Veia sa ena magna A veia safena magna. KEA34K ! Veia coronária (veia do coração) . Depois de passar anteriormente ao maléolo medial (onde pode ser freqüentemente visualizada e palpada). Se origina de onde a veia dorsal do primeiro dedo do pé se une com o arco venoso dorsal do pé. em direcção ao átrio direito).

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->