DIRETRIZES CURRICULARES DO MUNICÍPIO DE TERESINA

1- INTRODUÇÃO 

O marco traçado pelos vanços da tecnologi e o progresso das cieências, nestes século XXI, impôs um novo paradigma à sociedade, exigindo dinâmica no processo de informação e na produção do conhecimento. assim sendo, nos últimos anos, a influência do pensamento póspós-moderno aparece nas construções sociais e escolares.

responsabilizaresponsabilizase pelo estabelecimento de medidas e estratégias que respondam não só aos apelos desse paradigma emergente. os saberes internos.  . capaz de traduzir a pluralidade cultural.A educação neste contexto. as tendências e práticas sociais da realidade a que se destina. definindo sua função primordial de formação. mas sobretudo que defina com qualidade. políticas compatíveis com as exigências impostas pela sociedade.  A SEMEC coloca em evidência Diretrizes Curriculares comprometidas com os anseios do aluno.

Nº 9.394/96  PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS.Bases da Proposta Curricular de Teresina LEIS DE DIRETRIZES E BASES DA EDUCAÇÃO.  .

caracterização da Rede Municipal de Ensino .introdução .Estrutura das Diretrizes Curriculares de Teresina  PARTE I:  Fudamentos teóricos do Projeto Curricular .as Tendências Pedagógicas e suas bases epistemológicas .

teóricoobjetivos gerais. . conteúdos e habilidades. critérios de avaliação da aprendizagem. indicando para cada área de conhecimento uma estrutura comum: concepções teórico-metodológicas..  PARTE II: .Organização da escolaridade e do conhecimento .Referenciais Curriculares para o Ensino Fundamental.Avaliação da prática educativa.

tendo como àrea de abrangência o Ensino Primário.SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA Foi criada por meio da Lei Alunos da rede municipal de ensino ² arquivo SEMEC.079. de 28 de maio de 1966. Ginazial e o Científico. Cultura e Saúde Pública.2. nº 1.  Denominação inicial: Secretaria Municipal de Educação.  Objetivo inicial: Atender principalmente `a clientela escolar da zona rural.  .

 Implementação das Diretrizes Curriculares.PERÍODO DE 1986 A 1992:  Criação do Estatuto do Magistério.  .  Desenvolvimento dos Ciclos Básicos em todas as escolas de 1ª a 4ª série.  Primeira eleição para diretores das escolas.  Criação do Departamento de Controle de Dados e Estatísticas (DCDE).  Aquisição do prédio da SEMEC.  Realização do 1º Concurso Público para Professores.  Elaboração do regimento interno da SEMEC.

Criação do Projeto Escola Família ² PEF. Institucionalização dos Conselhos Escolares. Implantação da nova LDB ² nº 9.  . Regulamentação das eleições diretas para diretores e vicevice-diretores. Implementação da experiência com Avaliação Externa de desempenho escolar.394/96.       PERÍODO DE 1993 A 2000 Organização do ensino conforme Plano Decenal de Educação (Universalização do ensino através de capacitação de professores leigos. criação do Fundo Rotativo das Escolas da Rede Pública Municipal (1997). Implementação dos Conselhos Escolares.

 Elaboração do Plano Decenal de Educação para Teresina.PERÍODO DE 2001 A 2004  Criação do Conselho Municipal de Educação.  Desenvolvimento de uma Política de Formação Continuada.  Fortalecimento da Gestão Escolar  .  Incremento da Formação Docente inicial.  Fortalecimento e sistematização da avaliação externa de desempenho escolar.  Desenvolvimento da Política de Correção de Fluxo Escolar.

 . formação de professores através de cursos de formação continuada e especializações). fortalecimento da gestão.  Ampliação de programas para universalização do processo de alfabetização.  Acompanhamento sistematizado do processo ensinioensinio-aprendizagem através da Rede Vencer.PERÍODO A PARTIR DE 2005  Ênfase na inclusão social (atendimento à Educação Infantil. qualidade do ensino.

o currículo e o processo ensinoensinoaprendizagem são amparados pela dialética creditando na influência do meio e dos envolvidos no processo educativo. e.3.fundamentos das diretrizes curriculares  Concepção de aprendizagem: Concepção de educação pautada numa visão holística. oferecendo uma multiplicidade de resultados. consequentemente. o quanto elas podem afetá-los na afetáefetiva participação escolar  . pois leva em consideração tais variáveis no processo de formação do educando. na qual a escola.

que interage com o meio. participante ativo da sua comunidade. a sua inserção no mundo do trabalho. exercendo a sua função de cidadão de deveres e direitos para o engrandecimento de sua comunidade. Essas diretrizes visam: a formação do homem como um ser social. . sendo esperada. o desenvolvimento da responsabilidade social e a participação ativa no mundo globalizado. ainda.