P. 1
Bomba Carneiro

Bomba Carneiro

|Views: 130|Likes:
Publicado porrenatosartre

More info:

Published by: renatosartre on Aug 22, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

03/17/2012

pdf

text

original

Bomba carneiro Publicado em 20 abr 2006 por Itamar Vieira Importante: Nós não vendemos esse equipamento e nem

de outros fabricantes. Este artigo é apenas para orientar quem quer construir sua própria bomba carneiro. A bomba carneiro, também conhecida por bomba aríete e carneiro hidráulico, é uma bomba dágua simples de ser construída e com a grande vantagem de não requerer nenhuma fonte de energia externa para funcionar. Ela funciona com a própria pressão da coluna dágua que ela usa para bombear a água para um ponto mais alto do terreno.

Já existem diversas experiências sobre este assunto e que geraram diversas maneiras diferentes de construí-la e com materiais e caraterísticas diferentes mas o princípio de funcionamento de todas é o mesmo. Com base no conhecimento do seu princípio de funcionamento você também poderá inventar o seu próprio jeito de construir uma.

O uso da bomba carneiro está estreitamente ligado ao modo de funcionamento e esquema de instalação para que ela funcione corretamente. Observe a desenho abaixo para ter uma idéia de como ela pode ser usada para bombear água.

É bom saber de antemão que parte da água que passa pela bomba carneiro não é bombeada para o reservatório mais elevado, variando essa quantidade conforme o modelo. Parte da água após fazer o seu papel de empurrar o aríete, é descartada pela válvula de impulsão e volta ao seu curso natural no riacho. Como construir e instalar

Para quem deseja construir sua própria bomba carneiro, como a foto ao lado, publicamos aqui um trabalho já tornado público, muito bem documentado e de fácil compreensão realizado pelo Professor Geraldo Lúcio Tiago Filho do CERPCH – Centro Nacional de Referência em Pequenos Aproveitamentos Hidroenergeticos da UNIFEI de Itajubá/MG. O modelo de bomba carneiro apresentado no projeto carneiro.zip (569 Kb no formato PDF) (foto ao lado) funciona corretamente e suas principais vantagens são a sua fácil construção por usar peças encontradas em lojas que vendem produtos hidráulicos. Demonstra os cálculos de dimensionamento da bomba em função da altura do reservatório e comprimento do tubo de alimentação dágua, bem como da altura do reservatório de destino e comprimento do cano de recalque. Faça bom proveito! Algumas considerações importantes: Ler com bastante atenção o manual e procurar compreender todos os detalhes de funcionamento e de montagem da bomba carneiro.

Conferir as peças que compraram com as indicadas no manual. Pode-se fazer uma bomba carneiro de mil formas diferentes, mas…. nesse caso, a do manual, só funciona da maneira descrita.

Dúvidas mais frequentes Cooperação do amigo Jorge Timmermann que construiu uma e dá algumas dicas
1. Conversão de uma válvula de “retenção de poço” para uma “válvula de

impulsão” A válvula de retenção de poço, na sua origem, cumpre a função de evitar que a água saia do cano, quando a bomba deixa de impelir água, e entre ar no sistema fazendo que a bomba hidráulica falhe por trabalhar com ar (figura 1). O crivo é a peça inferior, que aparece cheia de buracos, e é um filtro para que não entrem galhos e folhas na bomba

O trabalho com o parafuso, porcas e mola é inverter o seu funcionamento para que o fluxo de água seja permanente até ser interrompido pela pressão/atrito que exerce a própria vazão, sobre a mola, no aumento de fluxo de água. Quer dizer: - Cada vez que acontecer o fecho da válvula (sendo vencida a resistência mecânica da mola pelo atrito do fluxo de água vazando pela válvula) haverá um efeito de “golpe de ariete” (aumento brusco da pressão interna do sistema, por acumulação/compressão das moléculas de água) que fará que parte da água (aprox. 1/5) saia pela outra válvula de retenção vertical que é descrita no projeto. - Logo, estabilizado o sistema e sem fluxo hidráulico, a mola exercerá a sua função abrindo o passo da água e recomeça o ciclo anterior (figura 2). - Então, o parafuso estará fixado/rosqueado ao crivo por sua parte inferior/posterior (não a válvula ou a peça de oclusão). O parafuso regula a pressão da mola com o seu ajuste, a mola se encontra entre a porca do extremo do parafuso e a válvula.

Álbum de fotos com os detalhes da explicação acima:

2. Sobre as porcas e os parafusos da bomba

Os parafusos costumam se denominar pelo seu comprimento e diâmetro. Isto pode ser expressado em polegadas ou em milímetros. Um parafuso de 5/16 quer dizer que será de um diâmetro de 5/16 avos de polegada o que é aproximadamente 8 mm. Para fixar o parafuso no crivo é necessário um macho para fazer rosca, do mesmo passo e diâmetro que o parafuso, é o furo deverá ser feito com uma broca menor que o diâmetro do parafuso para poder fazer a rosca no bronze, este será de 7,25 – 7,50 mm. Primeiro prove o menor diâmetro, se fica muito duro e difícil de rosquear aumente um pouco….. Cuidado!!!!!! Que não espane a rosca!!!!. O parafuso pode ser mexido de fora da válvula, ajustando ou afrouxando ele, para variar a resistência da mola…. e assim regular o carneiro na melhor performance.

Golpe de aríete
(Carneiro

hidráulico - Didático)
Prof. Luiz Ferraz Netto leobarretos@uol.com.br

Apresentação A bomba “carneiro”, ou carneiro hidráulico é um dispositivo automático elevador de água. Seu princípio de funcionamento é simples. Um fluxo de água atravessa o corpo do mecanismo, quando a velocidade desse fluxo atinge um valor adequado, uma válvula o interrompe abruptamente. A energia cinética da água toda (não só a do corpo da bomba, como também aquela da canalização) determina no corpo da bomba um violento golpe. Esse golpe é suficiente para empurrar uma certa quantidade de água a uma boa altura, sendo recolhida numa caixa d’água. A bomba carneiro transforma energia cinética da água em energia potencial. Seu rendimento hidráulico é pequeno. A montagem didática a seguir põe em destaque esse “golpe de aríete” devido à brusca Interrupção do movimento da água e a sua conseqüente elevação. Nota: Em pesquisa sobre o carneiro hidráulico encontrei um excelente artigo -- Carneiro Hidráulico Resgate Secular -- que o Prof. Luiz Roberto Toledo apresenta nas páginas do Globo Rural (outubro de 1997), descrevendo o trabalho do Prof. Luiz Antonio Lima e do pós-graduando (à época) Antonio Carlos Barreto, da Universidade de Lavras - MG. Tentei por várias vezes entrar em contato com Luiz Roberto Toledo (através da Revista), sem sucesso, infelizmente. Esse artigo eu reproduzo (três páginas da Revista Globo Rural de Outubro de 97) depois desse meu modesto trabalho didático sobre o tema. Material e Montagem

(a) Cortar a garrafa PET de refrigerante na posição indicada. Veja item (a) do projeto 56- Turbina à reação, nessa Sala. (b) Amarre 3 fios de linha de pesca no gargalo da garrafa. Passe suas extremidades livres pelos orifícios simétricos feitos na borda recém-cortada da garrafa e a seguir una-os em um só fio de pesca. Fixe o sistema a um suporte. Na boca da garrafa adapte uma rolha de borracha com 1 furo.

(c) Pelo orifício da rolha passe um dos ramos de um cotovelo de vidro. Adapte um tubo de vidro em forma de T (junção T) a esse cotovelo, mediante um tubinho de látex. Um tubo de vidro de extremidade afilada (tipo conta-gotas reto) é preso (mediante látex) a perna central do T. Outro pedaço de tubo de látex é encaixado na extremidade livre do T.

(d) Adapte o conjunto (c) na boca da garrafa e, apertando com os dedos o tubinho de látex livre, encha a garrafa com água. Quando cheia, solte o tubinho de látex permitindo o escoamento de água. Aperte rapidamente esse tubinho, para Interromper bruscamente a saída de água e fazer surgir o golpe de aríete. Repare na elevação da água na perna central do T. Na bomba carneiro real, esse estrangulamento é feito automaticamente. Veja, você aproveitou-se da própria energia da água para fazer subir água! Um projeto didático completo A montagem abaixo ilustra um projeto didático completo para descrever e operar o Carneiro Hidráulico; uma excelente sugestão para Feira de Ciências.

As válvulas de entrega e de desperdício são feitas com esfera de aço (rolamentos) vedando compartimento cônico.

Na válvula de desperdício o vértice do cone está 'para cima', na saída de água [ /O\ ] e a esfera repousa sobre uma tela logo abaixo (quando a pressão diminui --- pela velocidade de escoamento --- a esfera é sugada e fecha essa saída). Na válvula de entrega o cone está com o vértice 'para baixo' [ \O/ ] e a esfera está vedando a entrada de água na garrafa de compressão. Quando a válvula de desperdício se fecha, a onda de compressão levanta a esfera da válvula de entrega, permitindo a entrada de água na garrafa de compressão. Quando a pressão do ar na garrafa se iguala à pressão da água na válvula de entrega, a esfera desce e veda a comunicação. Na fase seguinte é a pressão do ar dentro da garrafa que, superando a pressão da coluna de água no tubo de saída, permite a passagem de água da garrafa para o reservatório superior. Um modo de ilustrar como o ar comprimido na garrafa 'empurra' a água de seu interior para o reservatório pode ser evidenciado pela seguinte montagem didática (meu protótipo foi feito com duas garrafas PET de 2 litros; as próprias tampas foram furadas para permitirem as passagens dos tubos plásticos):

De início a água do béquer enche o funil; a pressão exercida por essa coluna de água vence a pressão do ar no interior da garrafa B e desce; o nível de água na garrafa B aumenta e comprime o ar da garrafa B; a pressão desse ar comprimido transfere-se para a garrafa A, forçando a água de A transferir-se para a garrafa B via funil --- e o processo continua 'por conta própria'. Uma festa! Você reconheceu que montagem é essa? Não! Ora, .... é a fonte de Heron! Apenas o prato que recolhe a água (no modelo tradicional) foi 'trocado' pelo funil e o tubo que 'esguicha' a água para cima transformou-se no tubinho que joga água no funil (veja Fontes de Heron, e compare!). Sobre a montagem de um real Carneiro Hidráulico, reproduzo abaixo um excelente artigo.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->