Você está na página 1de 3

SORO E PLASMA

Vrias dosagens bioqumicas e imunolgicas podem ser realizadas no soro (obtido a partir de sangue sem anticoagulantes) ou no plasma (obtido de sangue com anticoagulantes). A nica diferena analtica entre soro e plasma que o primeiro no contm fibrinognio, o qual foi utilizado para a formao do cogulo (fibrina). Estas amostras podem ser refrigeradas por at 3 dias ou congeladas por vrios meses at a sua anlise, sem que haja prejuzo no resultado dos testes. Em bioqumica sangnea prefervel trabalhar com sangue heparinizado do que com sangue coagulado, pois facilita a manipulao e conservao, alm de diminuir o risco de hemlise. Atualmente, alguns testes podem ser realizados com plasma de sangue com o anticoagulante EDTA. No caso de utilizao do soro, necessrio aguardar um perodo de 30 a 180 minutos para a formao do cogulo e a completa obteno do soro. TCNICAS Para as anlises bioqumicas do sangue, quando se trata de anlise de soro, so utilizados tubos de ensaio de 5mL ou 10mL sem anticoagulante. Para obteno de plasma, os tubos de ensaio de 5mL ou 10 mL j devem conter o anticoagulante heparina. Antes da centrifugao, as amostras de sangue devem ser contrabalanadas com tubos preenchidos com gua para depois serem centrifugadas por 15 minutos a 2500 rpm em centrfuga clnica. O soro ou plasma das amostras separado com a ajuda de uma pipeta e colocado em microtubo tipo eppendorf identificado.