Geometria molecular

Objetivo
Determinar os ângulos de ligação do átomo de carbono e como ele pode se ligar a outros átomos de carbono para formar cadeias e anéis.

Material

-

folhas de paPel sulfite ou cartolina

tesoura
cola

. régua . lápis

Procedimentos
abaixo. l" pegue uma folha de papel sulfite ou cartolina e, usando uma ré9ua, desenhe a figura

""w.Ï'
f-tt
cm

---{-11

cm

---ì

ftt
a, Recorte a figura e dobre-a nas linhas tracejadas.

cm---f-ll cm-ì

*. Cole as abas do poliedro. O sólido formado deverá ter o mesmo aspecto da figura ao lado. did" Faça pelo menos seis desses modelos. Depois procure dispô-Íos de modos ferentes, para que você visualize, por exemplo, cadeias carbônicas lineares e
cíclicas.

Pl
27

Analise e discuta
(cH4). Nesse caso, t. o tetraedro feito com papel ou cartolina pode representar a molécula de metano quatro átomos de hidrogênio? em que posições do tetraedro estariam o átomo de carbono e os hidrogênio e de ã. Desenhe a molécula de metano utilizando esferas para representar os átomos de carbono e traços para representar as ligações covalentes entre esses átomos.

*" Represente a molécula de metano, da questão 2, dentro de um tetraedro' se liga a quatro li4- A geometria tetraédrica é característica de estruturas em que um átomo central gantes. Faça uma cadeia com três dos modelos feitos neste experimento e desenhe em seu caderutilizando os no uma cadeia com três átomos de carbono e seus respectivos átomos de hidrogênio, (-) para representar as ligações símbolos (C para cada carbono e H para cada hidrogênio) e traços covalentes entre esses átomos.

Determinação da massa rnolar do gás bu tano
Objetivo
Determínar a massa molar do gás butano, fazendo uso da Lei dos Gases Perfeitos.

Material
Ísqueiro balança mangueira de borracha
água

proveta de 250 mL cuba de vidro

Devido à alta pressão no interior do isqueiro, podemos encontrar nele o butano nos estados

termômetro

l(uido

e gasoso.

Procedimentos
,. Com o auxílio de uma balança, determine a massa inicial do isqueiro (m,). Em seguida, conecte uma mangueira flexível na saída do isqueiro, certificando-se de que não há vazamentos nessa conexão. ã. Adícione água a uma proveta de 250 mL até a extremidade superior. Tampando essa extremidade, inverta a proveta e a submerja em uma cuba com água, de maneira que a proveta permaneça cheia de água e na posÍção vertical. 3. Em seguida, coloque no interior da proveta a extremidade livre da mangueira conectada ao gás, conforme indicado na figura abaixo. Determine a temperatura da água no sistema e, em seguÍda, inicie a injeção de gás, gue, ao atingir a proveta, vai provocar um deslocamento na coluna de água em seu interior.

O butano é

uma substância
inf lamável.

4. Faça a leitura do volume de gás coletado na proveta. Anote esse valor para os cálculos posteriores. 5" Pese novamente o isqueiro e anote o valor da massa (m.).

Analise e discuta
ï. Calcule a variação de massa do isqueiro. A que se deve essa diminuição na sua massa? ã. Como você determinou o volume do gás butano que saiu do isqueiro? Apresente o valor encontrado. 3. Qual foí a temperatura da água durante o experimento? 4. Considerando a pressão atmosférica igual a 1 atm e o valor da constante universal dos gases igual a 0,082 atm . L . K-l. mol-1, calcule a massa molar (M) do gás butano utilizando a equação de estado dos gases.
43

r
Reatividade dos compostos saturados e insaturados
0bjetivo
verificar d'iferenças de reatividade entre hidrocarbonetos saturados e insaturados.

Material
óleo de soja margarina fundída solução de amido 1o/o (m/V) 2 provetas de 20 mL 2 conta-gotas lugol (solução de iodo e iodeto de potássio) estante de madeira para tubos de ensaio pinça de madeira
\ota: embora o nome

2 tubos de ensaio

fita crepe caneta esferográfica
Íamparína

I

tripé tela de amiantox cuba de vidro ou qualquer recipiente que possa receber calor

I
!

permaneç a, a tela é feita de cerâmica e não de amianto

Procedimentos
Numere os tubos de ensaío: I e 2. lntroduza 5 mL de óleo de soja no tubo 1. Coloque 5 mL de margarÌna fundida no tubo 2. Adicione 5 gotas de solução de lugol em cada um dos tubos. Aqueça-os em banho-maria até o desaparecimento da coloração
a Sístema em aquecimento.

Após resfriarem os tubos, à temperatura ambiente, adicione em ambos 3 gotas de solução de amido. Observe e registre os resultados.
r::

provocada pela adÌção de lugol.

Após 2 minutos, coloque 2 gotas de lugol em cada tubo, agite e observe o resultado.

de pesquisa: Faculdade de ciências-Famacêuticas da unesp. Disponível em: <http://wwwfcfarunesp.brlaÌimentos/ :rimica./praticas_Ìipidios/adicao_iodo2.htm>. Acesso em: T a[o. 2009.

Analise e discuta
Óleos vegetais possuem cadeias carbônicas insaturadas, enquanto a margarina (gordura) possui cadeia carbônica saturada. De acordo com o fenômeno observado, que podemos o afirmar sobre a reatividade de alcanos e alcenos?

:

: A reação que ocorre na atividade experimentar

Explique qual foi a razão de se adicionar novamente aos tubos solução de lugol no item g dos procedimentos.

a

tem grande importância para a indústria e a sociedade. por meio dela, é possível verificar a adulteração no óleo e na gordura; medir a tendência à rancidez oxidativa (deterioração mediante processos de oxidação que levam à formação de subprodutos com sabor forte e desagradável), entre ou_ tros processos. No entanto, esse procedimento conhecido como índice
de iodo leva em conta a massa de iodo absorvida por 100 partes (em massa) de óleo ou gordura. sabendo gue, na atividade experimental,

foi medido o voÍume, e não a massa, calcule a massa de óleo utilizada, considerando o rótulo do produto mostrado na fotograÍia ao lado.
95

Acide z e reatividade do suco de limão
Objetivo
(v/v)' solução aquosa de etanol 50% Determinar o pH do suco de limão e de uma de limão' de aço interage com o ácido cítrico do suco Analisar como o Íerro presente na esponja
20 mL 2 tubos de ensaio de aproximadamente mL de 50 Proveta de 20 mL ou mL de suco de limão 5 de etanol É tnf- O. solução aquosa 5607e 1V/V) lojas de produtos para limpeza e supermercados para aquários esponja O. .çol .;'.ãntraOu em ioiàt que vendem produtos , papel indicador de pH (6 tiras) - podã-ser encontrado 2 PiPetas

Material

"*

Procedimentos
3"

e 5 mL de solução aquosuco de limão em um tubo de ensaio coloque aproxìmadamente 5 mL de papel indicador de pH' Anote o resuluma dessas soruções com auxíuo do -"

;X,iït;:"jïi llï3;. anote o que roi em cada um dos tubos. observe e -" irï,:[ïï;XïïJ;; chumaço de parha de aço
_.;:ì::Hï::ïïï:ï1ïï?',,rro
resistre os varores encontrados a cada intervaro de 5 minutos e
no caderno. s. Anote as eventuais alterações no sistema'

16)

nt?
BS
org brlonÌìney'> Acesso em 3' ago 200g Disponivel em: <http://qnesc'sbq
I

0 set. 2009

refri gerarúe. q'Limic\Nov\ na Escola' v'31' Fonte de pesquisa: A Química do

n

rte

da

Analise e discuta
l,Queconclusõespodemsertiradasarespeitodaacidezdasamostrasdeetanoledosucodelimão

I

ì
I

-.3tï:fi,:i::

iila)rna
t?

*=.:

- lïr:j.[l:::i"J#:*?.ïa H.(aq) ou HrO*(aq)' de pH do suco de limão? Justifique' s" O que aconteceu iot o' valores precipitado amarelo-esverdeado'
s. Equacion. u l...ção em que houve

oriciar é ácido-3-carboxi-3-hidro' morecurar cuH.o,, e sua nomencratura "carbosubstância considerando que o termo Escieva a fórmuru .rtrutuãr dessa xipentanodioico. (presente na esponja de aço) e os íons reação entre o rerro metárico

i:*?imura

torr.iao de um

rtg

Cravos coloridos
Objetivo
Observar a ação de corantes alimentícios e sua capacidade de tingir células de flores como rosa ou cravo brancos. Testar possibilidades de composição de cores ao misturar corantes de diferentes tonalidades.

Material

. .

recipiente largo ou copo de 500

corante artificial para alimentícios, de cores

fins variadas

mL

.

água

2 cravos brancos palitos de sorvete

Procedimentos
1"

Encha um copo com água e coloque dentro o corante. Com o auxílio de um palíto de sorvete, agite a solução até que ela se torne homogênea.

ã" Pegue um cravo branco, corte seu talo dentro da água, em sentido transversal, e deixe-o no copo, como no esguema ao lado.
3. Espere até que os cravos adquiram a tonalidade do corante que você

adicionou na água (aproximadamente 40 minutos). 4" Obtenha novas flores e repita os três procedimentos anteriores, utilizando a cada vez corantes de cores diferentes; em seguida, compare os resultados. 5" Experimente retirar um dos cravos já corados do respectivo copo e colocá-lo em outro copo com solução de corante de cor diferente. Observe a nova tonalidade que a flor irá adquirir.
...: ::. j:;,.
_:.:r .!:.i.1!

::t:

Para a realização do experimento: a) Só utilize corantes de uso culinário, como os indÌcados para bolos ou outros alimentos. b) A solução de corante deve ser concentrada.

c) Corte a haste da flor a um comprimento em que a flor fique próxima à borda do copo. d) Descarte todos os resíduos sólidos das demonstrações no lixo. As soluções devem ser despejadas no ralo da pia.

Analise e discuta
't"

A anilina (fenilamina) é usada como matéria-prima para a obtenção de corantes usados na indústria têxtil. Dê a fórmula estrutural da anilina e identifique sua função orgânica.
l l
L

ã" Um corante muito comum em produtos para

fins alimentares é a indigotina, de fórmula estrutural mostrada ao lado. Compare a molécula de indigotina com a da anilina e indique qual função orgânica aparece em ambas. 3. Explique a necessidade dos procedimentos adotados quanto à concentração e à manipulação da anilina, empregados durante a preparação da solução do corante. 4" No experimento realizado, analise com seus colegas como a flor se torna colorida.

i

Ì

153

Detecção da Presença de amido utilizando solução aguosa de iodo e iodeto de Potássio
Objetivo
utilizando iodo dissolvido em solução Detectar a presença de amido em diferentes alimentos, aquosa de iodeto de Potássio.

Material

. .

placa de Petri ou Pires

"
"

conta-gotas bolacha, macarrão e outros alimentos em que se deseje testar a Presença de amido solução aquosa de iodo/ iodeto de Potássio

Resultado Positivo da Presença de amido indicado Pela coloração azul do indicador (solução de iodeto de potássio).

Procedimentos

Adicione algumas gotas de solução aquosa ì. pegue uma bolacha e coloque-a em uma placa de Petri. a coloração adquirida pela amostra' de iodo/iodeto de potássio sobre a bolacha. verifique de alimentos e verifique os resultados' ã. Repita o procedimento com diferentes amostras e construa uma tabela com os :" Detecte a presença de amido em diferentes amostras de alimento

resultadosencontradosemcadaumdostestesrealizados.

Analise e discuta

potássio reage com o amido formando um complexo t" o iodo presente na solução de iodo/iodeto de qual é a coloração desse complexo' amido-iodo. com base no experimento, descreva Em caso afirmativo, esse método pode ser utilizado e. A boracha é um arimento que contém amido? de alimento? Justifique' para detectar a presença de amido em outras amostras pela deficiência na produção de insulina 3. A doença diabefes me//ifus do tipo I é caracterizada

-

hormônioresponsávelpelapermeabilidadedeglicoseaalgunstecidosdocorpo.Quandoumali(por exemplo' o amido)' esse portador de diabefes me//ifus ingere carboidratos em excesso mentoaumentademasiadamenteaconcentraçãodeglicosenosangue,provocandodiversos a presença de amido em diferentes alimentos' efeitos colaterais indesejáveis. Depois de verificar na dieta de um diabético? quais deles, na sua opinião, deveriam ter ingestão controlada

lntrodução às reações orgânicas
Objetivo
Obter uma solução de ácido etanoico a partir do vinho.

Material

.

"

. ' .

100 mL de vinho branco água oxigenada iO volumes (encontrada ern farmácias) batedeira panela pequena de alumínio indicador universal (para medir pH)

Procedimentos
Coloque 100 mL de vinho no copo de uma batedeira. Ë. Meça o pH do sistema e anote o resultado. 3. Bata por 15 minutos. Ã, Deixe o copo com o vinho aberto e em local claro. S" Adicione 10 gotas de água oxigenada'10 volumes. *. Analise o cheiro do material resultante depois de uma semana.
1.

?. Meça o pH do sistema e anote o resultado.

Medição de pH com papel indicador.

Analise e discuta
ocorreu no experimento. ã- eual é a substância orgânica presente no álcool comercial? Escreva sua fórmula estrutural. 3. eual é a substância orgânica presente no vinagre? Escreva sua fórmula estrutural. 4" Determine o pH inicial do sistema. S. Determine o pH final do sistema. 6. Justifique a variação de pH observada no experimento.
'!. Explique o que

I

Arco-íris de licopeno
Objetivo
Verificar a presença de licopeno no suco de tomate pela reação colorimétrica de adição de bromo.

Material
proveta de 250 mL proveta de 50 mL suco de tomate brometo de potássio colher (de café)
água sanitária solução aquosa de ácido clorídrico a 0,1 mol
a Tomates (So/anurn lycopersicum) contêm licopeno,
um antioxidante que promove a saúde da próstata e ajuda o sistema imunológico.

,

'

L-1

Procedimentos
Adicione 10 mL de solução de hipoclorito de sódio - NaC0O (água sanitária) - a uma ponta de colher (de café) de brometo de potássio (aproximadamente 2 g). ã. Adicione algumas gotas de solução a 0J mol . L-1 de ácido clorídrico. Agite para homogeneizar a solução resultante. A solução obtida deve apresentar cor levemente amarelada e constitui a água de bromo.
'â"

3. Coloque cerca de 200 mL de suco de tomate em uma proveta de 250 mL. d, Com o auxílio da proveta de 50 mL, adicione de 10 a 15 mL de água de bromo no topo do recipiente que contém o suco de tomate.
s" Agite a mistura lentamente, com um bastão de vidro. À medida que se coloca mais água de bromo,

novas cores aparecem, formando faixas em alturas diferentes na proveta.

Analise e discuta
t. O licopeno, cuja fórmula estrutural é apresentada a seguir, é um pigmento vermelho que dá coloração do tomate.
CH,

a

I
1

H,c. .'
,,C.-

a.r-a

iH

,..r(]f,',

É

H H lnHHH .CH, *lH -C--C -C--C -C-r:a,'C'r:C -C-- ^,-C.-:^,-C.-:^-C-a-r:a..C.-:a-C--C
I
I

CH.

CH.

!.,,C '' CHz ^,, H3C-C-

i'*

i

H

H

H

H

H

I

LLL

H

Jn,

ll CH.

lHl

1

CH.

I

I

proponha o que ocorre com o licopeno quando, em condições adequadas, ele reage com a água de bromo. X. Dê uma explicação para a mudança de cor observada na proveta. 3, Qual a quantidade de matéria de bromo necessária para bromar totalmente 1 mol de licopeno?

I
Escurecimento de frutas
Objetivo
Verificar a reação de oxirredução que ocorre nas frufas.

Material , 2 peras 2 maçãs

e

2 bananas
1

, .

. , liquidif icador

faca sem ponta comprimido efervescente contendo 2 garrafas de 1 L de água destilada jarra de 1 L ou mais 12 placas de petri (ou Pires)

g de vitamina

C

Procedimentos

jarra e adicione a ela um comprimido de vitamina c t. coloque 1 L de água destilada em uma (sem corpo de fundo)' efervescente. Espere até que se tenha uma solução homogênea Agora você pode utilizar a solução. ;t. Use a faca Para cortar ao meio uma pera, uma maçã e uma banana. Coloque cada uma das metades sobre uma Placa de Petri, com a face cortada (PolPa) virada para cima' Derrame um pouco da solução de vitamina C em uma das metades de cada f ruta, de modo que toda a superf ície cortada fique em contato com o líquido. Observe o que acontece. 3. Prepare dois homogenatos de pera, dois de maçã e dois de banana. Para isso, corte as frutas ao meio e triture cada metade r Corte as maçãs, as peras e as bananas conforme mostrado na fotografia Sepafadamente em Um liqUidif icador. Uma das metades de cada

acìma'

vitamina c já preparada' fruta seró triturada com água destilada, e a outra, com a solução de (ou pires) e observe. Despeje cada homogenato em uma placa de petri

Analise e discuta
de transcorrido aproximadamente l. euais as diferenças observadas nos aspectos das frutas depois 30 minutos? que elas apresentem o aspecto observado' *. ldentifique a reação gue ocorre nas frutas para 3, Qual o papel da vitamina C nesse experimento? oxidação entre os f rutos cortados ao meio e 4, como se explica a diferença na rapidez da reação de mais rapidamente? os batidos no liquidificador? Por que os batidos escurecem

Obtenção de álcool
Objetivo
Estudar a reação utilizada em indústrias Para obtenção de etanol.

Material

.

. 2 colheres (de chá) . 2 colheres (de soPa) . 6 copos de vidro
,' proveta de 200 mL

100 g de açúcar

' 100 g de farinha de trigo . fermento biológïco
" banho de gelo
Procedimentos
1.

a A cromolito-gravura Pasfeur descobre a tei da fermentação' Louis Pasteur que estudou o ptocãsso de fermeniação do vinho e da cerveja' Demonstrou a fermentação envolve organismos vivos (leveduras) e não requer oxigênìo' Descobriu que existem dois tipos de leveduras: uma que produz álcool e a outra. ácido láctico, que azeda o vinho.

prepare uma dispersão de fermento, colocando 30 g de fermento biológico e 120 mL de água em um copo. Misture bem até ficar uniforme. prepaZ" Numere cinco copos de vidro e em cada um deles coloque 20 mL da dispersão de fermento rada como no procedimento 1. 3. No copo número 1, adicione 2 colheres (de chá) rasas de farinha de trigo, misture bem com a dispersão de fermento, até homogenizar. Após 15, 30 e 40 minutos, agite suavemente a solução e anote suas observações. +. No copo 2, adicione 2 colheres (de chá) rasas de açúcar, misture bem com a dispersão de fermento, até homogenizar. Após 15, 30 e 40 minutos, agite suavemente a disperção e anote suas observações. s. Nos copos 3 e 4 adicione, em cada um, 2 colheres (de chá) rasas de açÚcar e 2 colheres (de chá) rasas de farinha de trigo; misture bem até ficar uniforme. lmediatamente a seguir, coloque o copo número 4 no banho de gelo. Após 15, 30 e 40 minutos, agite suavemente a dispersão nos copos 3 e 4 e anote suas observações. ,":. O copo 5 deverá conter apenas a disperção de fermento. Após 15, 30 e 40 minutos agite suavemente a dispersão e anote suas observações.

Analise e discuta

: Qual o indício de que tenha ocorrido fermentação
.. Equacione as reações que ocorrem nos copos 2,3

nos copos 1,2,3 e 4?
e 4'

,. Qual é a finalidade do fermento para a reação? , Qual é o produto orgânico da fermentação alcoólica?
,,, Foi observada alguma

diferença nas reações gue ocorreram nos copos 1,2e3? Por que o copo 4 foi colocado em banho de gelo? eual é a necessidade de se preparar um copo apenas com a dispersão de fermento?

. Cite algumas aplicações da fermentação na vida cotidiana.

ffi,
{

Determinação da concentração de ácido acético (etanoico) em uma amostra de vinagre
Obietivo
Determinar experimentalmente a concentração de ácido etanoico em uma amostra de vinagre.

Material

' suporte universal e garra , bureta . erlenmeyer de 300 mL
" proveta de 50 mL , pipeta de 5 mL - pera de borracha

' solução de fenolftaleína , 50 mL de solução a 0,2 mol/L . balança de prato com cursor ' álcool 96 oGL . garrafa PET de 1 L , espátula ou colher (de café) . copo pequeno
de NaOH (soda caústica)

r

. .

água destilada 5 mL de vinagre branco

Alguns alimentos são conservados em frascos contendo vinagre. O ácido acético presente no vinagre dìminui o pH da solução salina na conserva' dificultando a proliferação de alguns microrganìsmos que causam a decomposição do alimento'

Procedimentos
Parte A (realizada pelo professor) preparação da solução de NaOH 0,2 mol/L: margue, em uma garrafa PET, o volume correspondente B g de hidróxido de a 1 L. Adicione aproximadamente 0,5 L de água à garrafa vazia e acrescente para 1 L com água' sódio. Agite até dissolver o conteúdo. Depois, complete o volume uma ponta de espátula ou de colher (de café) preparafão da solução de fenolftaleína: coloque etanol até dissolvêde fenolftaleína (aproximadamente 2 g) em um copo pequeno. Acrescente -la completamente. A solução já preparada é encontrada em algumas lojas ou distribuidoras de
produtos químicos.

Parte B
1.

para Recolha 5 mL de vinagre com uma pipeta de 5 mL e transfira o líquido gotas de feum erlenmeyer de 3OO mL. Adicione 50 mL de água e algumas

l

nolftaleína. 0,2 mol/L' H. Encha a bureta até a marca de 50 mL com uma solução de NaOH Monte a aparelhagem para a titulação como no esquema ao lado. de NaOH caìr gota a S. Abra lentamente a torneira da bureta e deixe a solução gota na solução de vinagre. Verifique a cor da amostra e, quando o indicador utilizado. ifenolftaleína) adquirir a coloração rosa, anote o volume de solução

Analise e discuta
NaOH' ï. Escreva a reação de neutralização entre o ácido etanoico do vinagre e o conter o volume da solução *, construa uma tabela com os dados do experimento. Essa tabela deve para realizar a viragem do indicador de vinagre titulada e o volume da solução de NaoH necessária presente na (incolor para rosa). Com os dados da tabela, calcule a concentração de ácido etanoico

produto' Discuta, *" Compare o valor obtido experimentalmente com aquele indicado no rótulo do partir da discussão, A nos grupos de laboratório, as principais fontes de erro desse experimento. obtidos e o rótulo da embalagem, é possível classificar caso haja alguma discrepância entre os dados o rótulo do fabricante como incorreto? Comente'

porcentagem em massa de ácido acético no vinagre' s" Sendo a densidade do vínagre 1,01 g/mL, calcule a

sua amostra (g/L).

Produção de sabão artesanal
Objetivos
Estudar a reação de saponificação por meio da produção de sabão artesanal. Realizar o teste de dureza na solução de sabão e comparar as espumas formadas.

Material

. . .
"
"

"

béquer de 300 mL bastão de vidro

. papel de filtro
cuba de gelo ou recipiente com gelo proveta de 50 mL 23 mL de óleo vegetal 20 mL de etanoÍ (92,80 lNpM) 80 mL de solução de NaOH a 25o/o (m/V) (soda caústica) 150 mL de solução saturada de NaC0 (sal de cozinha) solução de ácido acéiico (vinagre) água gelada
!

funil

"

'

ess**ê*
Cuidado ao manusear os seguintes materiaís: sódio - NaOH (substância gue pode causar queimaduras na pele). No laboratório, utilize sempre equipamentos de segurança.

etanol (substância inÍlamável) e hidróxido de

'
"

' .

tripé lamparina a álcool recipiente para aquecímento em banho-maria papel indicador universal

Procedimentos
t. Meça 23 mL de óleo vegetaÍ na proveta de 50 mL e transfira o volume para um béquer de 300 mL. z. Adicione 20 mL de etanoÍe BO mL de NaOH 25010.
3.

Adicione lentamente ácido acético até alcançar uma mistura com pH entre 6 e 7. Use papel indicador para monitorar o pH da mistura.
o final da reação, e uma

4. Agueça lentamente a mistura em banho-maria, agitando constantemente com um bastão de vidro. 5. Após cerca de 20 minutos, o odor do álcool deverá desaparecer, indicando

massa pastosa será formada, contendo sabão, glicerol e excesso de NaoH. s. Use um banho de gelo para resfriar o béquer.

z' Adicione 150 mL de solução saturada de NaC0 para precipítar o sabão, agitando vigorosamente. Esse processo aumenta a densidade da solução aquosa e o sabão irá flu[uar.

a. Filtre e lave com 10 mL de água gelada.

Avalie e discuta
t. Defina grupos hidrofóbicos e hidrofílicos. 2. Explique como ocorre o processo de eliminação da "sujeira" (gordura). 3. Qual a finalidade de adicionar ácido durante a preparação do sabão? +. Por que nem sempre conseguimos fazer espuma quando lavamos as mãos com sabão, por exemplo?
367

ureia no crescinnento e desenvolvirnento de veqetais
Wso da
Õbjetivo
Verificar o uso da ureia - fonte de nitrogênio em fertilizantes químicos - para o crescimento e o desenvolvimento de plantas.

Matenial
4 béqueres de 100 mL proveta de i00 mL bastão de vidro colher (de café)
ureia agrícola sementes de alpisie areia e terra vegetal não adubada

r

Cultivo de mudas de tomate em estação espacial da Nasa.

Frocedimentos
um béquer de 100 mL, adicione uma colher (de café) de ureia agrícola e 100 mL de água de torneira. Agite a amostra com auxílio de um bastão de vidro, até obter uma solução o mais homogênea possível. â. Pegue três béqueres de l00 mL e numere-os ('1, 2 e 3). No primeiro béquer adicione areia e, no segundo e no terceiro, terra vegetal. Em cada um dos béqueres, enterre algumas sementes de alpiste e, em seguida, adicione aos béqueres i e 3 aproximadamente'10 mL da solução aquosa de ureia agrícola. Realize o procedimento de regar as sementes duas vezes por semana com água de torneira.
'ï. Em

Analise e discuta
't"

Construa uma tabela com os números dos béqueres e o tempo necessário para o florescimento das sementes de alpiste e preencha com os dados que forem observados.

\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\N
ã" Proponha uma explicação que

justifique os diferentes tempos de germinação das sementes

de alpiste.

*, &

verificar se todas as sementes germinaram? Caso isso não tenha ocorrido, proponha explicações para esse fato.
É possível

a, Quais são as condições do experimento que podem variar em cada uma de suas realizações? É importante controlar essas condições? Por quê? s. É possível criar as condições do nosso experimento em uma estação espacial, a fim de produzir vegetais para as refeições dos astronautas? Seria necessário levar da Terra ureia agrícola para o crescimento das plantas ou existe outra fonte de ureia disponível na nave espacial?

$

eola de caseína
Õbjetivo
Separar proteínas do leÌte e estudar a aplicação de uma delas, a caseína, como cola.

tutateniaÍ
3 béqueres de 200 mL
peneira provetas de 50 mL pedaço de pano de cerca de 30 cm bastão de vidro 2 frascos com tampa
1

x 30 cm

g de bicarbonato de sódio (NaHCO.)

125 mL de Ieite integral

*

limão

Procedimentos

Micrografia eletrônica de varredura de agregados de caseína. Principal proteha do leite, coagula sob o efeito de ácidos. Esta imagem mostra o início da coagulação, guando as moléculas de caseína começam a formar agregados. lmagem colorida artificialmente. Largura da imagem: 0,61 micrômetro.

l. Esprema o limão e coe o suco utilizando uma peneira. *. Adicione 30 mL de suco de limão a 125 mL de leite integral e agite bem. Coloque o pedaço de pano sobre o sequndo béquer e coe a mistura de caseína e soro obtida' ;, As porções de caseína retiradas (quase secas) podem ser colocadas sobre um pedaço de jornal, ou papel de f iltro, de modo a reduzir a umidade da massa obtida. *. Após a separação da caseína, cuja consistência deve ser semelhante à de um queijo cremoso, coloque-a em um béquer e adicione o bicarbonato de sódio. Utilize um bastão de vidro para misturar bem até obter uma massa homogênea. *. Acrescente'15 mL de água e agite até dissolver toda a massa. *. Utilize peguenos pedaços de madeira ou de papel para testar a sua cola. O resultado poderá ser
observado em algumas horas.
DisponÍr'eÌ em: <http://qnesc.sbq.org.brlonline/qnesc06/exper2.pdl>.
Acesso em:

Ì2

abr. 2010.

Analise e discuta
r. A caseína é bastante

solúvel em água por se apresentar na forma de um sal de cálcio. Sua é afetada pela adição de ácidos que alteram a sua estrutura terciória devido à solubilidade

redução de cargas na molécula e, conseguentemente, levam-na à precipitação. A redução de pH provoca a perda do cálcio, na forma de fosfato de cálcio, para o soro do leite. Qual é a função do bicarbonato de sódio no item 4 do procedimento? ;, O teor de caseína no leite é de apenas 3% em massa. Como você explicaria, então, o grande volume de caseína obtido após a sua precipitação? para colar rótulos de papel em "1. Algumas indústrias de bebidas utilizam colas à base de caseína garrafas de vidro. Se uma fábrica que fornece cola para um fabricante de sucos utiliza 500 kg de caseína por mês, admitindo que a densidade do leite seja de 1 kgl1, qual é o volume de leite necessário para obter essa quantidade da proteína? 409

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful