DOCUMENTOS EMPRESARIAIS

A CORRESPONDÊNCIA EMPRESARIAL MODERNA Cap. 9 ± Redação Empresarial, Miriam Gold

As mudanças mais importantes nos documentos empresariais relacionam-se ao estilo da linguagem e à disposição dos elementos:
Década de 60 Estilo: PROLIXO ± uso e abuso de vocabulário mais sofisticado, clichês, subterfúgios. Disposição dos elementos: DENTEADO ± com espaços na margem esquerda e na abertura dos parágrafos. 

Década de 90 Estilo: OBJETIVO ± apresentação das informações necessárias com clareza. Disposição dos elementos: BLOCO ± uma única margem vertical do lado esquerdo. 

. tanto na forma quanto no estilo. .A CARTA . vocativo e fecho.A carta moderna sofreu muita influência dos modelos americanos.Pontuação aberta é um recurso norteamericano que consiste em não se colocar nenhum sinal de pontuação em 3 elementos: data.

---------------------------------------- -------------------------------------------------------------------------.A CARTA Década de 60 Década de 90 ----------------------------------------------------------------------------------------------------------. --------------------------------- . -------------------------------------------------------------------------------------. --------------------------------------------------------------------.

Elaborado em meia folha de papel A4.    .MEMORANDO OU COMUNICAÇÃO INTERNA  SINTÉTICO Para comunicações mais rotineiras. já impresso.  EXTENSO Para esclarecimentos e informações mais detalhadas.

portanto.  As qualidades da carta comercial são as seguintes:  a) Boa apresentação: exige-se. A linguagem deve ser:  .  b) Clareza: a obscuridade do texto impede a comunicação imediata e dá azo a interpretações que podem levar a desentendimentos e. ordem. organização e limpeza. razão por que tem características próprias. mesmo.CARTAS COMERCIAIS: Como outros. a Carta comercial é um instrumento de comunicação que se restringe a determinada área: empresarial e/ou comercial. a prejuízos financeiros.

evitando-se preocupação com enfeites literários. Impessoal. 6. a saber. 2. com exata observância das normas gramaticais. inteligível à época presente. 3. . pois a carta comercial não é lugar adequado para manifestações subjetivas e sentimentais. própria. 5.a)       A linguagem deve ser: 1. objetiva. Correta. isto é. com o máximo de objetividade. Concisa. informando com economia de palavras. Atual. específica. Precisa. 4. Simples.

PARTES DA CARTA COMERCIAL ORIENTAÇÕES .

Explanação do assunto 4.Assinatura/Função .Fecho 5.Data 2.Invocação 3.ESTRUTURA DA CARTA COMERCIAL 1.

(2 espaços) O atraso na entrega da mercadoria solicitada ocorreu não por falha de nossos funcionários. São Paulo. Prezados Senhores: (3 espaços) 3. . Sas. (3 espaços) 5. Sas. os necessários esclarecimentos. na carta do dia 15 do mês em curso. (2 espaços) 4. 13 de junho de 2004. levamos ao conhecimento de V. Estamos tomando as devidas providências a fim de que as mercadorias sejam entregues rapidamente.EXEMPLO DE CARTA COMERCIAL PADRÃO 1. Pedimos desculpas pelo ocorrido e continuamos à disposição de V. mas por incúria da empresa entregadora. Com referência à sua reclamação. (5 espaços) 2. Paulo Garcia Gerente de Vendas.

usa-se a vírgula. deve-se prestar atenção ao seguinte: a tendência atual é se colocar o local à esquerda. não se abrevia o nome do lugar.com respeito à localidade. escreve-se São Paulo e não S. . Paulo. o cabeçalho já vem impresso e há casos em que simplesmente não aparece. b) Destinação ou endereçamento com: localidade . no alto. após o nome da cidade. Hoje.PARTES DA CARTA COMERCIAL       a) Cabeçalho ou timbre: com todos os elementos que identifiquem a firma.

segue-se ponto final.PARTES DA CARTA COMERCIAL      c) Data . deve-se escrever 1992 (e não 1. separam-se os numerais de uma data por hífen e não por barra. após a data. endereço. localidade. . Então. os numerais designativos de ano não são separados por ponto ou espaço. assim. importa lembrar: nome do mês com minúscula.com respeito à data. 30-11-91 (e não 30/11/91). destinatário: nome.992 ou 1992).

³Senhor Gerente:´.PARTES DA CARTA COMERCIAL  d) Iniciação: abrangendo vocativo (invocação). referência e início. Outras fórmulas: ³Prezado Amigo:´. ³Caro Cliente:´.  . é de praxe a expressão "Prezado(s) Senhor (Senhores)". seguida de dois-pontos. ³Senhor Diretor:´. ³Senhores:´ etc. Na invocação. com várias fórmulas possíveis.

. mas nada impede que o redator crie outras.. há uma série de fórmulas...." "Em atenção ao pedido." "Em cumprimento às determinações." "Com relação à carta do dia." ..PARTES DA CARTA COMERCIAL   Para o início propriamente dito... Como exemplos: "Em atenção ao anúncio publicado..." "Atendendo à solicitação da carta." ....." "Servimo-nos da presente para. "Solicitamos-lhes a fineza de:.." "Participamoslhes que.

PARTES DA CARTA COMERCIAL  Observações: Antes dos pronomes "lhe-lhes". a forma verbal não perde a desinência -s.". já gastas pelo uso.Antes do pronome "nos". -Procure-se evitar a forma "Pela presente" ou "Tem a presente.   .. . cai o -s final do verbo..

as. e outras.  . é variável. S. V. Vale lembrar que o verbo relacionado com os referidos pronomes de tratamento deve estar sempre na terceira pessoa. v..a. S. Sas. Exmo. Exa. ou a exposição do assunto obviamente. de acordo com o que se pretende. v. v.. Sr. É comum o uso de formas de tratamento abreviadas. como V. Sa. do singular ou do plural.. V. Ex.PARTES DA CARTA COMERCIAL  e) Corpo da carta.a.

Cordiais Saudações (Saudações cordiais). Evitem-se as fórmulas: ³Termino esta. com uma série de fórmulas já estabelecidas. como: Atenciosamente.é a parte que encerra a carta.PARTES DA CARTA COMERCIAL         f) Fecho da carta ..´ ³Sem mais.. Com elevado apreço. Antecipadamente somos agradecidos..´ . Saudações atenciosas (Atenciosas saudações). Cordialmente.. termino esta. Com elevada consideração (ou estima).

MODELO DE CARTA EMPRESARIAL .

Rio de Janeiro. Em relação à margem direita. Essa orientação é válida inclusive para o último parágrafo. J. Entretanto. conforme Instrução de 1982. Não deve haver nenhum elemento do lado direito.do Nascimento João do Nascimento . a tendência é manter o alinhamento. Flávio de Castro Padrão Datilográfico Prezado Senhor. clicando-se o ícone ³justificar". Atenciosamente. Esperando que as novas normas reflitam o espírito de modernidade da Empresa. começando-se com a data e só terminando com a assinatura. ela pode. As instruções que se seguem devem ser repassadas a todos os funcionários. costuma-se não usar o ponto depois da data. responsáveis pela manutenção da imagem de modernidade da Empresa. Sempre & Sempre Editora Ltda Dr. desejamos sucesso. 26 de janeiro de 2005. vocativo e fecho. A pontuação aberta é um recurso americano que consiste em não se colocar nenhum sinal de pontuação em três elementos: data. à exceção da padronização recomendada para o Ofício e para o Memorando das repartições públicas (hoje discutível). pode ser discriminado o setor ao qual a carta está sendo enviada. a menos que o envelope seja janelado. a partir dos anos 90. mas a vírgula é mantida após o vocativo e o fecho. Registre-se que a entrada de cada parágrafo já deixou de existir e a separação entre parágrafos é feita por uma linha em branco. A única margem aceita. é a da esquerda. com o uso do computador cada vez mais disseminado. No Brasil. cuja tendência é resumir-se em palavras como ³cordialmente´ ou "atenciosamente". Observe-se que não se usa mais colocar o endereço do destinatário no corpo da carta. Esta carta ilustra o preenchimento das novas correspondências das empresas. não estar alinhada. Porém.

só no envelope. . Toda carta deve vir assinada por alguém que possa ser identificado. A data vem à esquerda. Não se coloca o endereço na folha da carta. que vem com a sigla do departamento. junto com todo o resto do texto. Não se usa pronome senhorita. e fecha-se com o ponto final.Observações finais a) b) c) d) e) f) g) Não há o ano junto à numeração da carta. Não há abertura de parágrafos. O mês vem com inicial minúscula.

O motivo deve ser explicado. . oferecendo produtos especiais de sua empresa. solicitando cancelamento de encomenda.PRODUÇÃO DE TEXTO   1) Redigir uma carta (de acordo com as orientações apresentadas) para um fornecedor. OU 2) Redigir uma carta a um cliente.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful