FUNÇÃO ADMINISTRATIVA DA CONTABILIDADE Controlar o patrimônio. a.

Patrimônio – conjunto de bens, direitos e obrigações suscetíveis de avaliação econômica, vinculados a uma entidade ou pessoa física. b. Bem – tudo aquilo que satisfaz as necessidades humanas e pode ser avaliado econômicamente. 1. Classificação dos bens: 1.1 Bens tangíveis, corpóreos, concretos ou materiais – têm existência física, existem como coisa ou objeto. 1.2 Bens intangíveis, incorpóreos, abstratos ou imateriais – não possuem existência física, porém representam uma aplicação de capital indispensável aos objetivos da empresa, e cujo valor reside em direitos de propriedade que são legalmente que são legalmente conferidos aos seus possuidores. Exemplos de bens intangíveis: direitos sobre marcas, patentes, direitos autorais, ponto comercial, fundo de comércio, ações ou quotas do capital de outras empresas, etc. c. Direitos – valores de propriedade da entidade que se encontram em posse de terceiros. Exemplos: duplicatas a receber, clientes, contas a receber, dinheiro depositado no banco, aplicações financeiras, etc. d. Obrigações: são dívidas ou compromissos de qualquer espécie ou natureza assumidos perante terceiros, ou bens de terceiros que se encontram em nossa posse (uso). Exemplos: fornecedores, duplicatas a pagar, notas promissórias a pagar, impostos a recolher, contas a pagar, títulos a pagar, contribuições a recolher, etc. e. Composição Patrimonial: o patrimônio é dividido em três partes. 1ª Parte – ATIVO (A) - parte positiva, composta de bens e direitos. 2ª Parte – PASSIVO EXIGÍVEL (PE) - parte negativa, composta das obrigações com terceiros. 3ª Parte – PATRIMÔNIO LÍQUIDO (PL) ou SITUAÇÃO LÍQUIDA (SL) – parte diferencial entre o ativo e o passivo exigível. O patrimônio líquido representa as obrigações da entidade para com os sócios ou acionistas (proprietários) e indica a diferença entre o valor dos bens e direitos (ativo) e o valor das obrigações com terceiros (passivo exigível).

Essa parte diferencial (PL/SL) é que vai medir ou avaliar a situação ou condição da entidade sendo, portanto, considerado como PASSIVO NÃO EXIGÍVEL. f. Equação Fundamental do Patrimônio: PL/SL = A – PE Especificação da fórmula: PL = Patrimônio Líquido, SL = Situação Líquida, A = Ativo, PE = Passivo Exigível. g. Representação Gráfica do Patrimônio

PATRIMÔNIO ATIVO + Bens Exigível – Direitos TOTAL
h. Situações ou Estados Patrimoniais 1. Situação favorável: ocorre quando A > PE, determinando PL > 0. Assim, A = PE + PL. 2. Situação plena ou propriedade total dos ativos: ocorre quando A > PE e PE = 0, determinando PL > 0. Assim, A = PL. 3. Situação nula ou de equilíbrio aparente: ocorre quando A = PE, determinando PL = 0. Assim, A = PE. 4. Inexistência de ativos: ocorre quando PE > A e A = 0, determinando PL < 0. Assim, PE = (PL). 5. Situação desfavorável: ocorre quando A < PE, determinando PL < 0. FUNÇÃO ECONÔMICA DA CONTABILIDADE: apurar o resultado (rédito) Resultado Diferença entre o valor das Receitas e o valor das Despesas (D) O resultado pode ser: Positivo ou Lucro - quando o valor das receitas é superior ao das despesas; Negativo ou prejuízo – quando o valor das receitas é inferior ao das despesas; Nulo – quando o valor das receitas é igual ao valor das despesas. Receitas São entradas de elementos para o ativo da empresa, na forma de bens ou direitos que sempre provocam aumento da situação líquida. Despesas É gasto incorrido para, direta ou indiretamente, gerar receitas. As despesas podem diminuir o ativo

PASSIVO (-) Obrigações PL/SL TOTAL

ou aumentar o passivo, mas sempre provocam diminuições na situação líquida ou patrimônio líquido. FUNÇÃO ADMINISTRATIVA DA CONTABILIDADE Controlar o patrimônio. a. Patrimônio – conjunto de bens, direitos e obrigações suscetíveis de avaliação econômica, vinculados a uma entidade ou pessoa física. b. Bem – tudo aquilo que satisfaz as necessidades humanas e pode ser avaliado econômicamente. 1. Classificação dos bens: 1.1 Bens tangíveis, corpóreos, concretos ou materiais – têm existência física, existem como coisa ou objeto. 1.2 Bens intangíveis, incorpóreos, abstratos ou imateriais – não possuem existência física, porém representam uma aplicação de capital indispensável aos objetivos da empresa, e cujo valor reside em direitos de propriedade que são legalmente que são legalmente conferidos aos seus possuidores. Exemplos de bens intangíveis: direitos sobre marcas, patentes, direitos autorais, ponto comercial, fundo de comércio, ações ou quotas do capital de outras empresas, etc. c. Direitos – valores de propriedade da entidade que se encontram em posse de terceiros. Exemplos: duplicatas a receber, clientes, contas a receber, dinheiro depositado no banco, aplicações financeiras, etc. d. Obrigações: são dívidas ou compromissos de qualquer espécie ou natureza assumidos perante terceiros, ou bens de terceiros que se encontram em nossa posse (uso). Exemplos: fornecedores, duplicatas a pagar, notas promissórias a pagar, impostos a recolher, contas a pagar, títulos a pagar, contribuições a recolher, etc. e. Composição Patrimonial: o patrimônio é dividido em três partes. 1ª Parte – ATIVO (A) - parte positiva, composta de bens e direitos. 2ª Parte – PASSIVO EXIGÍVEL (PE) - parte negativa, composta das obrigações com terceiros. 3ª Parte – PATRIMÔNIO LÍQUIDO (PL) ou SITUAÇÃO LÍQUIDA (SL) – parte diferencial entre o ativo e o passivo exigível. O patrimônio líquido representa as obrigações da

Nulo – quando o valor das receitas é igual ao valor das despesas. A = PL. 5. Essa parte diferencial (PL/SL) é que vai medir ou avaliar a situação ou condição da entidade sendo. g.entidade para com os sócios ou acionistas (proprietários) e indica a diferença entre o valor dos bens e direitos (ativo) e o valor das obrigações com terceiros (passivo exigível). considerado como PASSIVO NÃO EXIGÍVEL. Representação Gráfica do Patrimônio PATRIMÔNIO ATIVO + Bens Exigível – Direitos TOTAL h. Situação nula ou de equilíbrio aparente: ocorre quando A = PE. Situação desfavorável: ocorre quando A < PE. Situação favorável: ocorre quando A > PE. A = PE. Situação plena ou propriedade total dos ativos: ocorre quando A > PE e PE = 0. determinando PL < 0. determinando PL = 0. Assim. PASSIVO (-) Obrigações PL/SL TOTAL . 3. determinando PL > 0. Inexistência de ativos: ocorre quando PE > A e A = 0. determinando PL < 0. FUNÇÃO ECONÔMICA DA CONTABILIDADE: apurar o resultado (rédito) Resultado Diferença entre o valor das Receitas e o valor das Despesas (D) O resultado pode ser: Positivo ou Lucro . determinando PL > 0.quando o valor das receitas é superior ao das despesas. na forma de bens ou direitos que sempre provocam aumento da situação líquida. f. A = PE + PL. Receitas São entradas de elementos para o ativo da empresa. SL = Situação Líquida. 4. A = Ativo. Assim. PE = Passivo Exigível. Assim. 2. portanto. Situações ou Estados Patrimoniais 1. PE = (PL). Negativo ou prejuízo – quando o valor das receitas é inferior ao das despesas. Assim. Equação Fundamental do Patrimônio: PL/SL = A – PE Especificação da fórmula: PL = Patrimônio Líquido.

o Balanço Patrimonial é constituído pelo Ativo.Despesas É gasto incorrido para. Raramente. mas sempre provocam diminuições na situação líquida ou patrimônio líquido. ATIVO CIRCULANTE O ativo circulante abrange valores realizáveis no exercício social subsequente. pode-se adotar a classificação das contas como circulante se forem realizáveis ou exigíveis no prazo de 1 (um) ano. é usado esta classificação mais extensa. direta ou indiretamente. porém. Na empresa cujo ciclo operacional tiver duração maior que o exercício social.404/76 (artigos 176 a 182 e artigo 187) e NBC T. pelo Passivo e pelo Patrimônio Líquido. ao realizar o encerramento do exercício de 31 de dezembro de 2006. a expressão Patrimônio Líquido deve ser substituída por Passivo a Descoberto. resultantes de eventos ocorridos que exigirão ativos para a sua liquidação.3. deverá classificar no Ativo Circulante todos os valores realizáveis até 31 de dezembro de 2007. numa determinada data. de forma que. O Ativo compreende os bens. As despesas podem diminuir o ativo ou aumentar o passivo. ATIVO NÃO CIRCULANTE . originados de eventos ocorridos. No balanço patrimonial. ESTRUTURA DO BALANÇO PATRIMONIAL Júlio César Zanluca . as contas deverão ser classificadas segundo os elementos do patrimônio que registrem e agrupadas de modo a facilitar o conhecimento e a análise da situação financeira da empresa. Conforme Lei 6. por exemplo. uma empresa cujo exercício social encerre em 31 de dezembro. O Patrimônio Líquido compreende os recursos próprios da Entidade. Quando o valor do Passivo for maior que o valor do Ativo. gerar receitas. Portanto. o resultado é denominado Passivo a Descoberto. como padrão. a classificação no circulante ou longo prazo terá por base o prazo deste ciclo. e seu valor é a diferença positiva entre o valor do Ativo e o valor do Passivo. Assim. os direitos e as demais aplicações de recursos controlados pela entidade.Contabilista e Coordenador do site Portal de Contabilidade Balanço Patrimonial é a demonstração contábil destinada a evidenciar. O Passivo compreende as origens de recursos representados pelas obrigações para com terceiros. a posição patrimonial e financeira da Entidade. capazes de gerar benefícios econômicos futuros. qualitativa e quantitativamente.

tenham sua realização certa ou provável após o término do exercício seguinte. O Ativo Não Circulante será composto dos seguintes subgrupos: Ativo Realizável a Longo Prazo Investimentos Imobilizado Intangível Ativo Realizável a Longo Prazo De uma forma geral.01. . Imobilizado O Ativo Imobilizado é formado pelo conjunto de bens e direitos necessários à manutenção das atividades da empresa. seja por interesses econômicos. Os direitos não derivados de vendas. caracterizados por apresentar-se na forma tangível (edifícios. etc. assim entendidas as importâncias aplicadas na aquisição de ações e outros títulos de participação societária. O imobilizado abrange. e adiantamentos ou empréstimos a sociedades coligadas ou controladas. todavia. os custos das benfeitorias realizadas em bens locados ou arrendados.638/2007. Intangível Os ativos intangíveis compreendem o leque de bens incorpóreos destinados à manutenção da companhia ou exercidos com essa finalidade. passa a contar apenas com bens corpóreos de uso permanente.2008. entre eles. destinados ao funcionamento normal da sociedade e do seu empreendimento. inclusive o fundo de comércio adquirido. Investimentos No subgrupo Investimentos do Ativo Não Circulante devem ser classificadas as participações societárias permanentes. As despesas apropriáveis após o exercício seguinte também são classificadas no Ativo Realizável a Longo Prazo. Trata-se de um desmembramento do ativo imobilizado. serão classificados no Ativo Realizável a Longo Prazo. a partir da vigência da Lei 11. a partir de 01.São incluídos neste grupo todos os bens de permanência duradoura. máquinas. normalmente. que. acionistas ou participantes no lucro da empresa. com a intenção de mantêlas em caráter permanente. significa realização num prazo superior a um ano a partir do próprio balanço. que não constituírem negócios usuais na exploração do objeto da empresa. que. também.). seja para se obter o controle societário. como fonte permanente de renda. ou seja. assim como os direitos exercidos com essa finalidade. o que. diretores. são classificáveis no Realizável a Longo Prazo contas da mesma natureza das do Ativo Circulante.

todavia.Relacionando-se. direitos. a concepção terá por base o prazo desse ciclo. No caso de o ciclo operacional da empresa ter duração maior que a do exercício social. não se pode identificar a verdadeira situação de uma pessoa ou empresa. Por exemplo. É necessário evidenciar as obrigações (dívidas) referentes aos bens e direitos. marcas e patentes. PATRIMÔNIO LÍQUIDO É a diferença entre o valor dos ativos e dos passivos. PASSIVO CIRCULANTE Neste grupo são escrituradas as obrigações da entidade. acesse o tópico BALANÇO PATRIMONIAL. no Guia Contábil On Line. os direitos de exploração de serviços públicos mediante concessão ou permissão do Poder Público. Para maiores detalhamentos. apenas bens e direitos. o conjunto de bens pertencentes a uma pessoa ou a uma empresa.AULA II 2 . se você disser que tem como patrimônio um apartamento e não fizer referência à dívida com o banco . a princípio. Ações em Tesouraria e Prejuízos Acumulados. Ajustes de Avaliação Patrimonial. Reservas de Lucros. PASSIVO NÃO CIRCULANTE Neste grupo são escrituradas as obrigações da entidade. quando se vencerem no exercício seguinte. Por isso. No caso de o ciclo operacional da empresa ter duração maior que a do exercício social.CONCEITO O termo patrimônio significa.PATRIMÔNIO 2. simplesmente.1 . Contabilidade | Publicações Contábeis | Exemplos | Dicas | Cursos | Temáticas | Normas Brasileiras Contabilidade | Glossário | Resoluções CFC | Guia Fiscal | Tributação | Simples Nacional | Modelos de Contratos | Balanço Patrimonial | Legislação Contábil | Programas | Revenda e Lucre | Normas Legais | Boletim Contábil | Boletim Trabalhista | Boletim Tributário | Guia Trabalhista | Guia Tributário | Publicações Jurídicas CONTABILIDADE .Como exemplos de intangíveis. em contabilidade esses valores a receber são denominados direitos a receber ou. quando se vencerem após o exercício seguinte. É constituído por Capital Social. Reservas de Capital. inclusive financiamentos para aquisição de direitos do ativo não-circulante. inclusive financiamentos para aquisição de direitos do ativo não-circulante. softwares e o fundo de comércio adquirido. Compõe-se também de valores a receber ( ou dinheiro a receber). a concepção terá por base o prazo desse ciclo.

quando se vendem mercadorias a outras empresas. portanto. denominam-se bens tangíveis: veículos. sua informação é incompleta e pouco esclarecedora. máquinas. por outro lado inclui as obrigações a serem pagas. Lojas Americanas) e as patentes de invenção. contas a receber etc. denominam-se bens intangíveis. Se eles têm forma física. ferramentas etc. construções. títulos a receber. Os bens incorpóreos. • 2.O direito a receber mais comum decorre das vendas a prazo.2 . isto é. estoques de mercadorias etc.Em Contabilidade.financiador ( em caso de ter sido adquirido através desse sistema de crédito ). dinheiro.BENS Entendem-se por bens as coisas úteis. a empresa vendedora emite uma duplica como . equipamentos.: Mesbla. imóveis. não constituídos de matérias.3 . móveis e utensílios (moveis de escritórios).DIREITOS Em Contabilidade entende-se por Direito ou Direito a Receber o poder de exigir alguma coisa. o pagamento não é efetuado no ato mas no futuro. árvores etc. São valores a receber. PATRIMÔNIO DE UMA PESSOA OU DE UMA EMPRESA Bens e Direitos (a Receber) Obrigações (a serem pagas) 2. Código Civil brasileiro distingue os bens em: • Bens imóveis: são aqueles vinculados ao solo. Normalmente são as marcas ( ex. são palpáveis. a palavra patrimônio tem sentido amplo: por um lado significa o conjunto de bens e direitos pertencentes a uma pessoa ou empresa. estoques de mercadorias. capazes de satisfazer as necessidades das pessoas e das empresas. Bens móveis: são aqueles que podem ser removidos por si próprios ou por outras pessoas: animais. que não podem ser retirados sem destruição ou danos: edifícios. ou seja.

Uma obrigação exigível bastante comum nas empresas é a compra de mercadorias a prazo (exatamente o contrário de duplicatas a receber): ao comprar a prazo. Outras obrigações: salários a pagar.Em caso de um empréstimo bancário.um documento comprobatório.PATRIMÔNIO LÍQUIDO O patrimônio por si só não mede a efetiva riqueza de uma empresa. exigidos: pagamento na data do vencimento. compromissos que serão reclamados. ações a receber etc. 2. encargos sociais a pagar etc. essa dívida é conhecida como fornecedores (ou duplicatas a pagar). 2. isto é.4 . Ela é denominada patrimônio líquido ou situação líquida.OBRIGAÇÕES São dívidas com outras pessoas. ou seja.5 . promissórias a receber. subtraem-se as obrigações. a parte que sobra do patrimônio para a pessoa ou empresa. Outros exemplos de direitos: aluguéis a receber. desse total. você fica devendo ao banco (empréstimo a pagar). financiamento. A empresa poderá estar a um passo da falência ou totalmente endividada. Se a dívida não for liquidada na data do vencimento. impostos a pagar. embora os números do seu patrimônio sejam elevados. o resultado é a riqueza líquida . Face o exposto acima chegamos a "equação fundamental do patrimônio líquido": PATRIMÔNIO LÍQUIDO = BENS + DIREITOS (-) OBRIGAÇÕES 3 . Em Contabilidade tais dívidas são denominadas obrigações exigíveis. por essa razão. o banco exigirá o pagamento. Na verdade é necessário conhecer a riqueza liquida da pessoa ou empresa: somam-se os bens e os direitos e.BALANÇO PATRIMONIAL (UMA INTRODUÇÃO) . a empresa fica devendo para o fornecedor da mercadoria. Esse direito denomina-se duplicatas a receber.

as dívidas que serão cobradas. duplicatas a receber. Balanço Patrimonial Ativo Bens   Passivo e Patrimônio Líquido ? estoque máquinas Direitos   títulos a receber duplicatas a receber  PASSIVO Significa as obrigações exigíveis da empresa. Passivo. ou . ou seja. Esta divisão é pura convenção. título a receber etc. Fazem parte do ativo: estoque. máquinas. recursos de terceiros. BP é dividido em duas colunas: a do lado esquerdo é denominado Ativo. prédio. O ideal seria denominar a segunda coluna Passivo e Patrimônio Líquido. proporcionam ganho para empresa. trazem benefícios. Balanço Patrimonial Ativo Passivo e Patrimônio Líquido  ATIVO É o conjunto de bens e direitos de propriedade da empresa.Balanço Patrimonial é um relatório gerado pela contabilidade onde nós identificamos a saúde financeira e econômica da empresa no fim do ano ou em qualquer data prefixada. São os itens "positivos" do patrimônio. dívidas com terceiros. Entretanto a Lei das SA apresenta apenas o termo passivo. a do lado direito. gado. É denominado também passivo exigível. reclamadas a partir da data do seu vencimento.

Essa quantia inicial concedida pelos proprietários denomina-se. fica devendo (obrigação) para seus proprietários. capital social . cobrar. que. Balanço Patrimonial Ativo Bens   Passivo e Patrimônio Líquido Passivo exigível   estoque máquinas Direitos Impostor a pagar Fornecedores Patrimônio Liquido ?   títulos a receber duplicatas a receber  PATRIMÔNIO LÍQUIDO Representa o total das aplicações dos proprietários na empresa. pessoa jurídica. devem vender sua participação no capital para outras pessoas. exigir de volta. concedem suas poupanças com o objetivo de proporcionar à empresa os meios necessários ao início do negócio. que poderá ser aumentado a qualquer momento. no . não podem exigir (para não extinguir a empresa) seu dinheiro de volta. Toda empresa necessita de uma quantia inicial de recursos (normalmente dinheiro) para efetuar suas primeiras aquisições. a empresa. seus primeiros pagamentos etc. O passivo exigível evidencia o endividamento da empresa. sem envolverem a empresa. Dessa forma. Pelo fato de os proprietários não terem direito de reclamar seu dinheiro aplicado na empresa. enquanto esta estiver em processo de continuidade.capital de terceiros. Por isso. o seu crescimento de forma desmedida pode levar a empresa à concordata ou até falência. contábilmente. enquanto a empresa estiver em funcionamento (continuidade). Se os proprietários quiserem retirar-se da sociedade. então. funcionários etc. Os proprietários. Fazem parte do passivo: fornecedores. por lei. o patrimônio é conhecido como obrigação não exigível ( que não se pode reclamar.

DIFERENCIAÇÃO ENTRE CAPITAL E PATRIMÔNIO De maneira geral o termo capital significa recursos. O valor inicial do capital nominal será modificado. esse capital será denominado capital subscrito (assinado. 4 . evidencia. Dessa forma. denota recursos (financeiros ou materiais) dos proprietários ( sócios ou acionistas) aplicados na empresa. 4. Em caso de os sócios (ou acionistas) se comprometerem a investir na empresa certa quantia. fornecendo dinheiro ou outros bens à empresa. a aplicação deve ser de R$ 2. por seu lado. No encerramento da empresa os recursos seriam devolvidos aos proprietários. portanto.mundo financeiro. O ativo. havendo origem de $ 2. Evidentemente. recursos que pertencem à própria empresa até a sua extinção. o patrimônio líquido é denominado de recurso próprio ou capital próprio.96 milhões. comprometido). por sua vez. em estoque.ORIGENS x APLICAÇÕES Todos os recursos que entram numa empresa passam pelo passivo e patrimônio líquido. Ao cumprirem o contrato firmado. Capital próprio. bancos. na verdade. os proprietários integralizam capital (realização do capital). cantabilmente. . ou seja. fornecedores. em máquinas.96 milhões . em imóveis etc. Os recursos (financeiros ou materiais) são originados dos proprietários (PL). identificam-se as origens de recursos. Capital a integralizar é. A empresa. significa recursos de outras pessoas (físicas ou jurídicas) aplicados na empresa. Capital de terceiros. é denominada capital ou capital nominal. portanto. governo.1 . fica bastante simples entender por que o Ativo será sempre igual ao Passivo + PL. financeiras etc. A importância que os proprietários investem inicialmente na empresa. todas as aplicações de recursos: aplicação no caixa. Através do passivo e do patrimônio líquido. que representam origens de recursos. portanto. só pode aplicar (ativo) aquilo que tem origem (passivo e PL). normalmente aumentado com o passar do tempo. a parte do capital comprometido (subscrito) ainda não realizada.

REPRESENTAÇÃO GRÁFICA DOS ESTADOS PATRIMONIAIS Sendo o Patrimônio Líquido (PL) a diferença algébrica entre o Ativo (A) e o Passivo (P).Balanço Patrimonial Ativo (aplicações) Aplicações P e PL (origens) De terceiros e próprio Se o total do Passivo + Patrimônio Líquido for R$ 10. pois a empresa não tem mais condições de sobrevivência. O lucro é sobra líquida à disposição dos proprietários da empresa que darão as várias destinações ao mesmo. O lucro é a remuneração ao capital investido na empresa pelos proprietários.000. portanto: A=P (inexistente riqueza própria) 3º) A<P⇒ PL<0. portanto: A+PL=P (existe passivo a descoberto) 4º) A>P e P=0⇒ PL>0. nem um centavo a menos. portanto: A=PL (inexiste dívidas) 5º) A<P e A=0⇒ PL<0. os elemento patrimoniais poderão assumir somente os seguintes valores: A ≥ 0 P ≥ 0 PL ≥ ou < 0 Com base na equação do Balanço (A-P =PL). portanto: PL=P (só existe dívidas) Os estados 3 e 5 raramente ocorrem. Nestas condições. qual o total do ativo? O total é de R$ 10. 5 . não tem sentido falarmos em Ativo ou Passivo negativos. . nem um centavo a mais.000. 4. portanto: A= P+PL (existe riqueza própria) 2º) A=P⇒ PL=0.2 . o Patrimônio poderá se apresentar nos seguintes estados: 1º) A>P⇒ PL>0. principalmente o último. em determinado momento. a principal origem de recurso para as empresa é o lucro obtido no negócio. só pode aplicar a quantia de R$ 10.PRINCIPAL ORIGEM DE RECURSOS Sem dúvida nenhuma.000.

000 PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO PATRIMÔNIO LÍQUIDO Capital TOTAL 4.200.00: GARRINCHA S/A. . denominada Garrincha S/A.000 4. .000 c) COMPRA DE MATERIAIS Para iniciar suas atividades mercantis.000 b) AQUISIÇÃO DE EDIFÍCIO A empresa adquiriu em 05/02/X1.800 1200 4.00: GARRINCHA S/A.BALANÇO PATRIMONIAL EM 05/02/X1 ATIVO Caixa Imóveis TOTAL 2. a cada acontecimento. com o capital subscrito e integralizado em dinheiro de $ 4.BALANÇO PATRIMONIAL EM 20/01/X1 ATIVO Caixa TOTAL 4.00 à prazo: GARRINCHA S/A. . um edifício de pela importância de $ 1. a) SUBSCRIÇÃO DO CAPITAL SOCIAL Diversas pessoas resolvem fundar uma sociedade anônima. representando.BALANÇO PATRIMONIAL EM 13/02/X1 ATIVO PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO .FORMAÇÃO DO PATRIMÔNIO E SUAS VARIAÇÕES Vamos acompanhar a formação do Patrimônio de uma empresa comercial prestadora de serviços e alguns exemplos de sua movimentação.000.000.000 PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO PATRIMÔNIO LÍQUIDO Capital TOTAL 4. mediante pagamento à vista. a empresa comprou no dia 13/02 materiais eletrônicos no valor de $ 2. a Situação Patrimonial respectiva.000 4.6 .000 4.

.000 6.BALANÇO PATRIMONIAL EM 20/02/X1 ATIVO Caixa Imóveis Materiais Veículos TOTAL 2.000 200 6.000 e) VENDA DE PARTE DO EDIFÍCIO Foi vendido em 28/02/X1um pavimento do edifício por $ 600.Caixa Imóveis Materiais 2.000 PASSIVO Contas a Pagar PATRIMÔNIO LÍQUIDO Capital 4. .600 1200 2.000 2.000 TOTAL d) COMPRA DE VEÍCULOS A empresa comprou em 20/02/X1 veículos para uso.000 2.600 600 PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO PASSIVO Contas a Pagar .BALANÇO PATRIMONIAL EM 28/02/X1 ATIVO Caixa Imóveis 2. representado por uma nota promissória emitida pelo comprador: GARRINCHA S/A.000 TOTAL 6.000 PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO PASSIVO Contas a Pagar PATRIMÔNIO LÍQUIDO Capital TOTAL 4.000 6.00.800 1200 2. pagando à vista $ 200: GARRINCHA S/A.

.000 4.300 correspondente à parte da dívida da aquisição de materiais eletrônicos: GARRINCHA S/A.700 TOTAL 4.700 PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO PASSIVO Contas a Pagar PATRIMÔNIO LÍQUIDO Capital 4.BALANÇO PATRIMONIAL EM 05/03X1 ATIVO Caixa Imóveis Materiais Veículos Títulos a Receber TOTAL 1.000 PATRIMÔNIO LÍQUIDO Capital 2.000 TOTAL 6.300 600 2.000 f) PAGAMENTO DE UMA OBRIGAÇÃO Em 05/03/X1 foi pago $ 1.BALANÇO PATRIMONIAL EM 10/03X1 ATIVO Caixa 1.000 200 600 4.Materiais Veículos Títulos a Receber TOTAL 2.000 700 g) RECEBIMENTO DE UM DIREITO Em 10/03/X1 foram recebidos $ 400. .000 200 600 6.700 PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO PASSIVO .00 referente ao pagamento parcial da venda do pavimento do edifício: GARRINCHA S/A.

Passivo = Patrimônio Líquido e Ativo = zero. c. 3) (AFTN/85) Assinale a alternativa que indica situação patrimonial inconcebível: a. c.000 TOTAL 4. Situação Líquida menor do que o Ativo. Situação Líquida igual ao Ativo. o patrimônio da empresa sofreu a seguinte alteração: a. Situação Líquida maior que o Ativo. . d. e. c. Bens Bens e obrigações Ativo e patrimônio líquido Ativo + passivo + patrimônio líquido Direitos + obrigações 2) As "Aplicações" de uma Empresa fazem parte: a. 5) (FTE-MG/93) A empresa Cascata comprou uma máquina por R$ 350. sendo uma entrada no ato da compra e quatro pagamentos mensais. b.000. c. d. e. Situação Líquida menor do que o Passivo Exigível.700 Contas a Pagar 700 PATRIMÔNIO LÍQUIDO Capital 4.700 EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO 1) O Patrimônio é representado por: a.000 e aumentou o Passivo em R$ 280. Do ativo Do passivo Do patrimônio líquido Das obrigações N. b.000 Veículos 200 Títulos a Receber 200 TOTAL 4. Passivo = zero e Ativo = Patrimônio Líquido. 4) (FTE-MG/93) A representação gráfica dos estados patrimoniais que indica a existência de "Passivo a Descoberto" é: a. d.000 em cinco prestações iguais. e. Após a contabilização da operação. b. b. Passivo < ou = zero e Ativo > Patrimônio Líquido. e. d. Passivo + Patrimônio Líquido = Ativo.A. Situação Líquida maior do que o Passivo Exigível. diminuiu o Ativo em R$ 70.D.Imóveis 600 Materiais 2. Passivo = Ativo + Patrimônio Líquido.

com. Pedro A. A constituição de uma sociedade se dá por meio de recursos fornecidos pelos sócios para a formação do patrimônio da pessoa jurídica.recursos próprios. 2 .000.recursos de terceiros. Silva Dúvidas: (xx67. Os resultados positivos apurados nas atividades empresariais também representam recursos .000 e aumentou o Passivo em R$ 350.000.000. c.b. as pessoas jurídicas podem contar com recursos provenientes de duas origens ou fontes: 1 .000 e aumentou o Passivo em R$ 280. são recursos próprios os originários dos aumentos de capital mediante o ingresso de novos recursos. d.000 e aumentou o Passivo em R$ 350.000 e aumentou o Passivo em R$ 280.br CAPÍTULO 4 ORIGENS E APLICAÇÕES DE RECURSOS 4. RESPOSTAS: 1)d 2)a 3)b 4)b 5)b Prof. aumentou o Ativo em R$ 350.000. aumentou o Ativo em R$ 350. que representa recursos próprios.9984 7154) ou profpedro@aplicms. Igualmente.1 ORIGENS DE RECURSOS No desempenho de suas atividades. aumentou o Ativo em R$ 280. aumentou o Ativo em R$ 280. Trata-se do capital social inicial. e.

tais como os rendimentos auferidos com aplicações financeiras. na forma de reservas e lucros acumulados. como parte do capital próprio. aluguéis de imóveis próprios. Portanto. salários a pagar. No decorrer de suas operações. uma vez que não correspondem a obrigações. a empresa utiliza recursos de terceiros. são recursos próprios os decorrentes de receitas. tributos e contribuições a pagar etc.próprios. aceite ou emissão de títulos de crédito representativos de dívidas. para reinvestimento na empresa. Parte dos lucros apurados pela pessoa jurídica é distribuída aos seus acionistas ou sócios. lucro na venda de mercadorias e serviços. lucros e ganhos obtidos pela sociedade em transações com terceiros. Os recursos próprios (capital próprio) são representados pelo patrimônio líquido: Patrimônio Líquido = Recursos Próprios Os recursos alheios (capital de terceiros) são representados pelo passivo exigível: Passivo Exigível = Recursos de Terceiros A soma dos recursos de terceiros com os recursos próprios forma o capital total à disposição: Capital Total à Disposição = Recursos de Terceiros + Recursos Próprios Capital Total à Disposição = Passivo Exigível + Patrimônio Líquido . sendo o valor restante retido. oriundos de empréstimos e financiamentos. A parcela não distribuída dos lucros permanece no patrimônio.

O capital total à disposição é denominado passivo total: Passivo Total = Passivo Exigível + Patrimônio Líquido A análise do patrimônio líquido e do passivo exigível nos permite identificar quais são as fontes ou origens de recursos que financiam as operações de uma empresa. por conseqüência. no que diz respeito à concessão de créditos e à realização destes. o capital total à disposição é igual a 1. em comparação com o montante do patrimônio líquido. Por outro lado. indica um elevado nível de endividamento e. 30% são recursos de terceiros. 24 transmite maior segurança para os credores. em relação ao capital alheio.000 Passivo Exigível = 300 Patrimônio Líquido = 700 Neste caso. Um passivo exigível de valor elevado.000 (300 do passivo exigível mais 700 do patrimônio líquido). Certa pessoa jurídica apresenta a seguinte estrutura patrimonial: Ativo = 1. O capital total à disposição é equivalente ao valor do ativo: Ativo = Passivo Exigível + Patrimônio Líquido Ativo = Capital de Terceiros + Capital Próprio Ativo = Capital Total à Disposição . um grau elevado de capital próprio. Deste total. maior probabilidade de insolvência futura (passivo a descoberto). 70% são recursos próprios.

2 APLICAÇÕES DE RECURSOS O ativo representa as aplicações ou usos dos recursos obtidos. contas a receber etc. consideremos que determinada pessoa jurídica recorra a um banco para obter um empréstimo.000 Empréstimo solicitado = 6.Ativo = 300 + 700 Ativo = 1. 4. Digamos que o cliente.000 Uma análise precipitada da situação do cliente poderia resultar na seguinte conclusão: é . Desta forma. Os recursos podem estar aplicados em estoques de mercadorias. O gerente da instituição financeira precisa avaliar a situação patrimonial da empresa e as garantias oferecidas por ela. a pessoa jurídica obtém capital próprio e capital de terceiros e os aplica nos bens e direitos que constituem o ativo.3 ANÁLISE DAS ORIGENS E APLICAÇÕES Para ilustrar o uso destes conceitos na análise da situação patrimonial. Já a análise do ativo torna possível saber de que maneira os recursos obtidos estão sendo utilizados. inicialmente. A análise do passivo exigível e do patrimônio líquido possibilita a identificação das origens ou fontes. disponibilidades financeiras. tivesse informado apenas o seguinte: Ativo total = 10.000 4. bens de uso.

seria adequado identificar as origens ou fontes dos recursos do cliente.perfeitamente possível o pagamento de uma dívida de 6.000: Ativo Total = 10. Vejamos mais um exemplo.000 e dívidas de 8.000.000.000 Quer dizer. Para a instituição financeira. talvez seja muito arriscado conceder crédito a alguém com um nível tão elevado de endividamento. do total de recursos à disposição. então o capital próprio representa os 70% restantes: A = PE + PL Aplicações = Recursos de Terceiros + Recursos Próprios 100% = 30% + 70% Se o capital de terceiros representa 30% do total de recursos e tem valor de 3.000 Patrimônio Líquido = 2.000 . Imaginemos que este demonstrasse ter capital próprio de 2. Para o gerente. o capital alheio tem valor de 3. as aplicações (o ativo total) representam 100% e correspondem a X: 30% . numa determinada sociedade. 80% são de terceiros.000 por quem tem um ativo de 10. qual é o total do ativo?25 Se o capital alheio é equivalente a 30% dos recursos à disposição.3.000 Passivo Exigível = 8. Sabendo-se que.000 e representa 30% do total de recursos à disposição.

Também é conhecido como capital social ou capital social subscrito.é a parte do capital social subscrito que os sócios já realizaram. Capital Nominal ou Capital Declarado . Subscrição . Capital Autorizado . Capital a Realizar .é a parte do capital social subscrito que os sócios ainda não realizaram.100% X = 10. em dinheiro.é o capital social fixado no estatuto ou contrato social.ato pelo qual os sócios assumem o compromisso de realizar determinado valor a título de capital social. É uma autorização prévia para novas subscrições de capital.4 TERMINOLOGIA CONTÁBIL As definições de algumas das expressões usuais em Contabilidade são apresentadas em seguida.000 X 4. dentro de certo limite.no caso das sociedades anônimas. Capital Social ou Capital Social Subscrito . Os sócios devem subscrever (assumir o compromisso de realizar) todas as ações ou cotas em que se divide o capital social. é um limite previsto no estatuto para novas subscrições de capital sem a necessidade de alteração estatutária. A subscrição pode ser relativa a compromisso de realização do capital social inicial ou a aumento do capital. Capital Realizado . ainda que seja realizada apenas uma parte do capital subscrito.é o capital social fixado no estatuto ou contrato social. .

Capital Imobilizado .26 Ativo Oculto . É o passivo exigível.Capital a Realizar. Capital Total à Disposição .outros bens ou créditos. o capital fixo é formado apenas pelo ativo imobilizado.é o ativo total menos o passivo exigível.o mesmo que recursos próprios. É calculado pela diferença entre o capital social subscrito e o capital social a realizar: Capital Realizado = Capital Subscrito . Ativo Líquido ou Capital Líquido . Capital Fixo .é a soma do capital próprio com o capital de terceiros. É representado pelo patrimônio líquido. são os bens de uso que têm valor relevante e vida útil superior a 1 ano. É equivalente ao patrimônio líquido. Para alguns autores.a expressão pode ser utilizada para indicar um elemento do ativo que não foi reconhecido contabilmente ou a subavaliação do ativo. No balanço patrimonial de uma empresa. corresponde à soma do passivo circulante (dívidas de curto prazo) com o passivo exigível a longo prazo (dívidas de longo prazo).é o ativo permanente. Capital Aplicado . O ativo oculto representa os bens de titularidade da empresa que não foram lançados em seus registros contábeis. Capital Próprio . .o mesmo que recursos de terceiros. quer dizer.é o ativo total.é o ativo permanente imobilizado. Capital de Terceiros ou Capital Alheio .

destinando-os à comercialização. é o ativo total menos as despesas antecipadas e diferidas.é o ativo imobilizado.são os ativos destinados a atividades não usuais da empresa que podem gerar .corresponde aos elementos do ativo que são aplicados nas atividades usuais da empresa. Bens de Venda . aplicações de liquidez imediata. depósitos bancários de livre movimentação. como. Alguns autores entendem que é o ativo permanente total. não são conversíveis em dinheiro. mensal etc. É o ativo total menos os investimentos temporários e permanentes.são os elementos do ativo que efetivamente representam moeda ou que nela podem ser convertidos. Pode ser anual. Ativo Fixo ou Bens Fixos . Ativo Operacional . uma vez que estas. adiantamentos. Normalmente.é a média aritmética do ativo num determinado período.são os bens que a empresa mantém em constante rotatividade no desempenho de suas atividades. dos produtos acabados e das mercadorias. Bens Numerários . em regra. empréstimos e demais ativos não usuais na exploração das atividades da sociedade. Ativo Médio ou Ativo Total Médio . dinheiro em tesouraria. cheques em cobrança. É o caso das matériasprimas. por exemplo. semestral. dos produtos em elaboração. Bens de Renda .Ativo Real .são as disponibilidades financeiras.

são as contas a receber. É o caso das duplicatas a receber por vendas a prazo de mercadorias. Créditos de Financiamento . Patrimônio Bruto . Corresponde ao passivo exigível. os adiantamentos concedidos e os valores a compensar decorrentes das operações estranhas às atividades da empresa. Passivo Fictício . do ICMS e IPI a recuperar. É o caso de empréstimos a diretores e adiantamentos a acionistas.renda. Passivo Não Exigível . Créditos de Funcionamento . os bens e direitos .são as contas a receber. dos adiantamentos a fornecedores de mercadorias. quando de fato não existiu o empréstimo. Passivo Real .27 Capital Circulante ou Capital de Giro . O passivo não exigível são os recursos do passivo total que não representam obrigações efetivas. os adiantamentos concedidos e os valores a compensar decorrentes das atividades normais da empresa.é o ativo circulante.é o patrimônio líquido. vale dizer. É o caso dos imóveis destinados à locação e das participações no capital de outras sociedades. representando as obrigações efetivas da sociedade. Exemplo: um valor registrado no passivo exigível como empréstimo bancário.é o passivo total menos o patrimônio líquido.a expressão é utilizada para indicar o valor registrado no passivo exigível que não corresponde efetivamente a uma obrigação.é o ativo total.

Se o passivo exigível de uma empresa é de 19. o valor do seu capital próprio será de a) 29.realizáveis a curto prazo.800 9. Índice do grupo | Página anterior | Próxima página | .PC).650 e o patrimônio líquido é de 9.é a diferença positiva entre o ativo circulante e o passivo circulante.500 b) c) d) zero 9. O capital próprio da empresa é representado pelo seu patrimônio líquido. QUESTÕES COMENTADAS 01. Capital Circulante Próprio ou Capital de Giro Próprio . Capital Circulante Líquido ou Capital de Giro Líquido .é a diferença entre o ativo circulante e o passivo circulante (CCL = AC .650 A alternativa correta é a letra d. que é de 9 Anotações e questões de provas de contabilidade Algumas anotações e/ou questões resolvidas de provas de concursos.850 e) 19.850.

00 na empresa.000.00 28.000.000. Conforme convenções.00. móveis) no valor de R$ 15.00 Capital social Lucros acumulados 500.00 1.000.000.00 20.00 Soma 8.000.00 em caixa e assumiu com terceiros obrigações de R$ 8.00 Empréstimos 7. O balanço simples da situação é dado na tabela acima.000.00 Contas a pagar 5.000.00 Outras contas a pagar 500.500.[obrigações] = [patrimônio líquido].00 6.00 6. obrigações com terceiros formam o passivo exigível e direitos dos sócios são o patrimônio líquido. no lado direito.00 Impostos 1.000.00 Patrimônio líquido 1. os itens de ativo são listados no lado esquerdo e os de passivo.00 Soma Exigível a longo prazo 500.00 .00 3. temos então a relação básica [ativo] = [passivo].500.000.000.00 Capital 28.00 Empréstimos 2.00 1.Balanço patrimonial em 31/12/2005: Ativo Realizável a curto prazo Disponível Aplicações financeiras Contas a receber Estoques Adiantamentos concedidos Despesas antecipadas Outros créditos Soma Realizável a longo prazo Aplicações Soma Permanente Passivo Exigível a curto prazo 1. Considerando o passivo total como o passivo exigível mais o patrimônio líquido.00 2. Bens e direitos formam os ativos da empresa.00 2.00. Ativo Caixa Móveis Mercadorias Soma Passivo 13.000.000. dispõe de R$ 13.000.000.00 Exemplo: os sócios investiram R$ 20.500.500.00 Fornecedores 3. Empresa ABC .000.00 1.000. a empresa adquiriu bens (mercadorias.500.000.00 Patrimônio líquido 10.000.Balanço patrimonial (Topo pág | Fim pág) Equação básica: [bens + direitos] .00 4.000.00 500.00 Debêntures Soma 1.000.000.

máquinas equipamentos. Conceitos de curto prazo e de longo prazo: Em contabilidade. Em geral. bancos e outras conversíveis a curto prazo como duplicatas a receber. Ativo permanente (ou ativo fixo): são bens usados como meios de produção das atividades da empresa.00 10.00 Diferido 500. Não se refere a um período. O balanço demonstra a situação da empresa em um determinado instante.000. como prédios.000. Esses conceitos são usados nos grupos de ativo e de passivo: Ativo circulante: são espécies de liqüidez imediata como caixa.Prédios e instalações 5.000. superior a um ano (ou "até o fim do exercício seguinte" e "após o fim do exercício seguinte"). de um balanço de uma empresa hipotética. instalações. Passivo exigível a curto prazo e Passivo exigível a longo prazo: ver definição anterior de curto e longo prazo. São normalmente de longa duração e raramente são convertidos em dinheiro. São agrupadas e classificadas em ordem decrescente de liqüidez no caso de ativo e em ordem decrescente de exigibilidade no caso de passivo.000.00 Soma Máquinas e equipamentos 5.500. as parcelas são agrupadas de acordo com critérios padronizados. A tabela acima dá um exemplo. Patrimônio líquido: compreende o total de recursos aplicados na .00 19. como certas aplicações financeiras.0 Total do ativo Total do passivo 0 8.00 Balanços práticos contêm mais informações que o exemplo simplificado anterior. ainda simples. A disposição das parcelas não é aleatória. Ativo realizável a longo prazo: são direitos que podem ser convertidos em dinheiro em períodos acima de um ano. curto prazo significa período até um ano e longo prazo.0 Soma 0 19.500. mercadorias.

Contas devedoras e credoras. Juros Ativos. Exemplos de contas de receitas: Aluguéis Ativos. Contas de resultados (Topo pág | Fim pág) São contas que refletem variações do patrimônio da empresa. de patrimônio líquido e de receita são de natureza credora. há lançamento do valor da compra em alguma conta de ativo (aumento de bens) e em alguma conta de passivo (aumento de obrigações). Podem ser de receitas ou de despesas. Juros Passivos. Exemplo: a empresa compra um veículo com pagamento em 30 dias. Descontos Concedidos. Material de Expediente. Prêmio de Seguros. Exemplos: dinheiro em caixa é dado pela conta Caixa. contas de ativo e de despesa são de natureza devedora e contas de passivo exigível. Descontos Obtidos. Salários. Exemplos de contas de despesas: Água e Esgotos. débito e crédito (Topo pág | Fim pág) Conforme convenções. A Contabilidade usa o método das partidas dobradas.empresa (capital) mais reservas e resultados em forma de lucro ou prejuízo. Café e Lanches. Contas (Topo pág | Fim pág) Contas contábeis são registros de operações que representam parcelas patrimoniais (bens. Aluguéis Passivos. Vendas de Mercadorias. dinheiro em bancos é dado pela conta Bancos. Material de Limpeza. etc. obrigações) ou resultados (receitas e despesas). Nessa operação. Luz e Telefone. Comissões Ativas. . valores de mercadorias em estoque é dado pela conta Mercadorias. direitos. Impostos. Receita de Serviços. isto é. cada operação é sempre registrada em duas contas. como se uma fosse contrapartida da outra. Fretes e Carretos. Despesas Bancárias.

Exemplo 01: formação de uma empresa com capital de R$ 30. Contas .00 na conta Banco.00 Exemplo 02: aquisição de um computador no valor de R$ 2.000.00 na conta Caixa e um débito de R$ 100.00 em dinheiro.000. Pode-se também dizer que.00 C .00 Equipamentos D 2.Tipo de conta Ativo Passivo exigível Patrimônio líquido Receita Despesa Débito ↑ ↓ ↓ ↓ ↑ Crédito ↓ ↑ ↑ ↑ ↓ O conceito de débito e crédito em contabilidade é diferente do conceito do dia-a-dia. deve-se debitá-la e.000. há um crédito de R$ 100.00 do caixa e o deposita no banco. Exemplo (para contas de ativo): se uma empresa tira R$ 100.000. para aumentar uma conta de natureza credora. cada tabela contém duas contas com os respectivos nomes na primeira linha.00 com pagamento à vista em dinheiro. deve-se creditá-la. para aumentar uma conta de natureza devedora.000.000. Contas de ativo (e de despesa) aumentam por débito e diminuem por crédito. Caixa D 30. Ver tabela acima. Contas de passivo (e de receita) diminuem por débito e aumentam por crédito.00 C D Capital social C 30. Caixa D C 2.Exemplos de lançamentos I (Topo pág | Fim pág) Neste tópico.

Contas a pagar D C 2.Aluguéis passivos 500.00 C Exemplo 04: pagamento em dinheiro do computador do exemplo anterior.Exemplos de lançamentos II (Topo pág | Fim pág) Neste tópico.00 com 10% à vista em dinheiro e o restante a prazo.00 Contas a pagar D 2. Caixa D C 2.000.00 Exemplo 01 (tabela acima): aquisição de uma mesa por R$ 300. Contas . as linhas das tabelas indicam os lançamentos a débito (D) ou a crédito (C) nas respectivas contas.00 25.000.00 à vista em dinheiro e de um automóvel por R$ 25. R$ 500.800.00 Equipamentos D 2.00 22.500.000.000.00 Outra forma (conta creditada depois de "a"): . com dinheiro do caixa.00 de aluguel da sala comercial.000.00 C 2.000. Conta Móveis e utensílios Veículos Caixa Contas a pagar D 300.Exemplo 03: alternativa para o exemplo anterior. Uma forma simplificada de representar o movimento das contas é D .00 C Contas .00 C .Exemplos de lançamentos III (Topo pág | Fim pág) 01) Uma empresa paga.Caixa 500. Aquisição do mesmo computador com pagamento a prazo.

Assinale a opção correta.000.Aluguéis passivos 500.00 02) A empresa paga uma obrigação com fornecedor de R$ 500. no encerramento do exercício de 2002. Receitas Financeiras 2.00 c) R$ 2.00 Contas redutoras ou retificadoras (Topo pág | Fim pág) São assim denominadas as contas de naturezas inversas aos grupos aos quais pertencem.00 a Caixa 500.000.000.000.Descontos Ativos 50.00. Despesas Financeiras 10.00 Lucro Operacional 70.800. Duplicatas descontadas. a) R$ 1. são de natureza credora se de ativo e devedora se de passivo.000. Algumas contas redutoras de patrimônio líquido: Capital a realizar.Caixa 450.200.00 C .00. obteve as seguintes informações.00 .400.00. Portanto.000. Prejuízos acumulados. em dinheiro. conforme segue (Valores em R$): Lucro Bruto 90.000.00. Provisão para Imposto de Renda e Contribuição Social sobre o Lucro Líquido 15.00 d) R$ 2.Fornecedores 500.00 com 10% de desconto.00 b) R$ 1. Depreciação acumulada. Dividendos antecipados. que contém o valor da Reserva Legal que deverá ser constituída.00.00 e) R$ 2. Algumas contas redutoras de ativo: Provisão para devedores duvidosos. Exemplo ref #actne (Topo pág | Fim pág) (fonte: prova Tribunal Regional Federal TRF 2003) A Companhia Tríplice.00 C . D .800.400. Participação dos empregados 7. Lucro Operacional 70. considerando que o saldo final da Reserva terá um percentual inferior ao limite legal.00.

00.00.00 2.00) 48.000.00 e) R$ 75. a) R$ 71.000.00 1. Ativo Imobilizado 20.000.000. Adiantamento de Clientes 2.000.000.00 c) R$ 73.00.00 Solução: Contas de ativo conforme tabela acima.00 b) R$ 72.00.000.000.000.00.Provisão para Imposto de Renda e Contribuição Social sobre o Lucro Líquido Participação dos empregados Soma Reserva legal (5%) (15.00 d) R$ 74.000.00 2.00 Solução: ver tabela acima.000. Reserva Legal 2.000.00.000. Assinale a opção correta.00.000.000.00.00. Duplicatas a Receber 30. Exemplo ref #aepln (Topo pág | Fim pág) (fonte: prova Tribunal Regional Federal TRF 2003) A empresa Primavera Ltda.00) 73.000.000.000.00 (2. conforme segue (Valores em R$): Adiantamento a Fornecedores 1.400.000.000.00.00. obteve as seguintes informações.000. Despesas Antecipadas 1.00 20.000. Contas a Pagar 40.000. Soma = 73.00) (7. Disponibilidades 1. Depreciação Acumulada 2. Resposta (d).000. Realizável a Longo Prazo 2.000. . Capital Social 29.000.000.000. no encerramento do exercício de 2002.00 Disponibilidades Duplicatas a Receber Adiantamento a Fornecedores Despesas Antecipadas Estoques Realizável a Longo Prazo Ativo Imobilizado Depreciação Acumulada Soma 1.00. Estoques 20.00 30.000.00 1.00 20.00. que corresponde ao valor do Ativo que estará presente no Balanço Patrimonial.000. Resposta (c).

000. com vencimento para 10.00.00. a Cia.000.00.00 (1.00.00 Solução: Ver tabela acima para as contas de ativo. Resposta (d). Aluguéis Ativos a Receber R$ 1. pagando.10.100. em 31.200.Exemplo ref #aaces (Topo pág | Fim pág) (fonte: AFRF 2002) Apresentamos as contas e saldos constantes do balancete de verificação da Cia.000. Clientes R$ 4.00 Reserva Legal R$ 1.700.000.00 1.200.00.500.600.100. Aluguéis Ativos a Vencer R$ 1.100. Em 01.00 2. .00) 10.600. Uma duplicata no valor de R$ 10.00.00. Capital Social R$ 12.01 foram descontadas duplicatas em banco. Cezamo. Adiantamento a Fornecedores R$ 2. cujo grupo Ativo tem o valor de a) R$ 18.000. Cezamo elaborou o Balanço Patrimonial.200.00 c) R$ 19.700.00.00 4. o cliente liquidou a dívida junto ao banco.000. Adiantamento a Diretores R$ 1. Caixa R$ 2.800.01.600.00 Adiantamento a Diretores Adiantamento a Fornecedores Aluguéis Ativos a Receber Caixa Clientes Depreciação Acumulada Móveis e Utensílios Soma 1. Prejuízos Acumulados R$ 1. Móveis e Utensílios R$ 10.01.01: Adiantamento de Clientes R$ 1.00 e) R$ 21.00.00 b) R$ 18.00 d) R$ 20.12.500.00.000.200. Com as contas listadas. não foi liquidada e o banco transferiu para cobrança simples.12.00.11. após conseguir um abatimento de 30% no valor da duplicata. Depreciação Acumulada R$ 1.000.000.00.00 20.00 Fornecedores R$ 5. no dia do vencimento.800. Exemplo ref #efdde (Topo pág | Fim pág) (fonte: AFRF 2002) Em 01.00 2.500.500.

070.00 na conta banco.000.00 Receber Movimento a Abatimentos a Juros Ativos 70.00 10.00 10.000.070.00 valor.000.000.00 Concedidos Descontadas Bancos c/ Movimento 7.00 7.00 10. há um crédito de 10.00 Concedidos 10.000.00.070.00 70.00 (e) Diversos a Diversos Duplicatas a Receber Juros Ativos a Abatimentos Obtidos a Bancos c/ Movimento Solução: Desde que o cliente não liquidou a duplicata em 10.00 7.11. 3.12.01.ainda.01.000.00 Descontadas Auferidos a Juros Ativos 70.00 10. um crédito de 10.00 10.12.00 7.070.070. Resposta (a).000.070.00 a Diversos Abatimentos a Bancos c/ 3.000. isto é.00 3. O registro contábil da operação realizada no dia 01.00 em Duplicatas a Receber e um de 70.00 (desconto obtido pelo cliente).070.070.000.070.070.00 10.00 (c) Diversos a Diversos (d) 10.00 10. juros de R$ 70.000.00 (pago pelo cliente mais juro).000.000.00 Auferidos Movimento a Duplicatas a Abatimentos 10.000.000.070.070. há um débito na conta banco de 7.00 3.00 10. o 10. .000.01 foi assim feito pelo emitente da duplicata: (a) (b) Diversos Diversos a Diversos a Diversos Abatimentos Duplicatas 3.00 em Juros Ativos.00 Juros Ativos a Duplicatas a a Bancos c/ 10.00 Em 01.070.000. Também um débito na conta Abatimentos Concedidos de 3.00 10.00 Duplicatas Descontadas Bancos c/ Movimento 7.00 banco cobra da empresa o seu 70.00 10.

000.000.00. duplicatas aceitas pelo mercado local. duplicatas emitidas pela Brastemp R$ 2. adiantamentos feitos a empregados.300. e o carro da firma foi comprado por R$ 8.000.900. No último período a empresa conseguiu ganhar R$ 4.800. móveis de uso.000.800.300.00.00 Brastemp Empréstimos no Banco do 4.000. o aluguel da loja está atrasado em R$ 1.000.00.00. títulos a receber de Manuel Batista.00 5. a relevação patrimonial dessa empresa apresenta: Dinheiro no valor de R$ 2.00. dividido em quatro quotas iguais.00. sendo dois quartos para José Rodrigues.000.300. Hoje. a empresa vai encontrar capital próprio no valor de: a) R$ 20. criaram uma empresa para comerciar chinelos e roupas. empréstimos no Banco do Brasil.00 Brasil 6.800.00 2. R$ 4.300.00. Os bens para vender estão avaliados em R$ 5.00 1. tempos atrás.500.00 Soma 200.100.000.00. no valor de R$ 5.300. R$ 5.800. no valor de R$ 200. Maria Helena Souza e Pedro Paulo Frota. realizou despesas de R$ 2.00 b) R$ 21.000.600. com capital inicial de 20 mil reais. na forma de Sociedade por Quotas de Responsabilidade Limitada. adiantamento feito a Pedro Paulo. completamente integralizado.00 Ativo Dinheiro (caixa) Títulos a receber de Manuel Batista Duplicatas aceitas pelo mercado local Móveis de uso Adiantamentos feitos a empregados Adiantamento feito a Pedro Paulo Passivo Duplicatas emitidas pela 2.00.100.00 ? .00.00 e) R$ 24. mas.00. no valor de R$ 1.000.00 c) R$ 23. R$ 6. para isto.500.00 Capital 1.00 Aluguel atrasado 5.Exemplo ref #jrmmh (Topo pág | Fim pág) (fonte: AFRF 2002) José Rodrigues Mendes. Ao elaborar a estrutura gráfica patrimonial com os valores acima devidamente classificados.00 d) R$ 22.00 9.00.000.00.

00 nessa conta representa uma aplicação de recursos. Solução: débito e crédito mencionados se referem ao banco e não à empresa.100. b) a empresa ainda tem depósitos no valor de R$ 2.0 0 Solução: ver tabela acima.400.00. Portanto.300.400. Portanto. resposta (a). no valor de R$ 23.200. e) a situação descrita é impossível de acontecer. relativo à conta corrente de sua empresa naquele banco e verifica que há um movimento a débito no valor de R$ 25. d) o saldo de R$ 2.00 .9.00 32.00 8.00.400.Bens para vender Veículo Soma 5.400.00. a referida conta será somada às contas do ativo. capital = 32.00 e a crédito.400. Resposta (c).00 = 23.300.00. o que resulta em um saldo devedor de R$ 2. Exemplo ref #veaoe (Topo pág | Fim pág) (fonte: ANEEL 2004) Você está analisando o extrato bancário emitido pelo Banco do Comércio S/A. As informações acima indicam que a) a empresa emitiu cheques dessa conta em valores superiores aos depósitos efetuados.100.600. c) no balanço patrimonial da empresa. Topo | Página anterior | Próxima página | Última revisão ou atualização: Dez/2006 .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful