Você está na página 1de 170
ad MO ea Powe ee te Bret ose] GILLES DELEUZE A IMAGEM-TEMPO ‘CINEMA 2 Traducao Eloisa de Araujo Ribeiro Revisio filoséfiea Renato Janine Ribeiro editora brasiliense Copyright © by Les Btvions de aint, 1985 Thala orgina em frances: Lmage-temps Copysight © da traduedo brasileira: Eaitra Braslionse SA [Nenhuma parte desta publicagdo pode ser gravada, armazenada ‘em sistemas elettnicos, fotocopisda, reproduzida por meins mectinieos ‘ou outros quaisquer scm autorizagio prévia da editora ISBN: 85-11-22028.3 P edigzo, 1990 1* reimpresséo, 2005 Revisto téonica: André Parente Preparagio de originals: rene Hikisht Rovisio: Mawcio Bichara e Carmen Costa (Capa: Bitore Bonini A tradutora agradece a Foie Luiz Ribeiro ¢ a Roberto Machado pelo carinho © amizale com que ajudaram a resolver as dificuldades encontradas no decorer da traducio,¢ a genileza dos responsitveis pela Cinemateca do MAM/R/ que forneceram os titulos dos filmes ~em portugues e ma sua Versio original - citados ao longo do livro. Dados Internacionais de Catalogaco na Poblicagio (CIP) (CAmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) Deleuze, Gilles, 1925 - 1995 ‘A imagem-tempo / Gilles Deleuze; tadugdo Eloisa de Araujo Ribeiro; revisio filoséfica Renato Janine Ribeiro. - Sto Paulo = Brasiliense, 2005 - (Cinema2) ‘Titulo original: Limage-temps Bibliogratia, ISBN: 85.11-22028-3 1. Cinema - Filosofia |. Ribeiro, Renato Janine IL, Titulo IL. Série, 04-8029) CDD- 791.4301 Indices para catilogo sistemtico: 1. Cinema : Filosofia 791.4301 editora brasiliense s.a. Rua Airi, 22 - Tatuapé - CEP 0310-010 - Sao Paulo - SP Fone/Fax: (Oxx11) 6198-1488 E-mail: brasilienseedit@uolcom.br www.editorabrasiliense.com br livraria brasiliense s.a. Rua Emilia Marengo, 216 - Tatuapé - CEP 0336-000 - Sao Paulo - SP ie ok ato Sumario 1. Para além da imagem-movimento Como detinir 0 neo-realismo? * As situagdes dticas e sonoras, em ‘oposisao as situagdes sens6rio-motoras: Rossellini, De Sica," Op- signos e sonsignos: objetivismo-subjetivismo, real-imagindtio. * A nouvelle vague: Godard ¢ Rivette, * Os tactisignos (Bresson). .. ‘Oa, invencor das imagens dticas e sonoras puras, * A banalidade cotidiana. Espacas vazios ¢ naturezas miortas. * O tempo como forma imutavel i © intoleravele a vidéncia. " Dos clichés & imagem. © Pate além do movimento: nao apenas os opsignos e sonsignos, mas os cro- nosignos, os Tektosignos, os noosignos. * Exemplo de Anto- nioni. Fi 2. Recapitulagto das imagens e dos signos Cinema, semiologia e linguagem. * Objetos e imagens. Semidtica pura; Peirce, ¢ 0 sistema das imagens ¢ dos signos. * A. imagem-movimento, matéria sinalética e tragos de expresséo nao relativos i linguagem (0 mondlogo interior) A imayem-tempo e sua subordinacao & imagen-movinento. * A ‘montagem como representagdo indireta do tempo, * Asaberracées, de movimento. * A emancipagdo da imagem-tempo: sua apresen- taedo direta. * Diferenga relativa entre o classico e moderno. ‘ 3. Da lembranea aos sonhos (terceiro comentirio a Bergson) 0s dois reconthecimentos segundo Bergson. * Os circuitos da ima- gem ética e sonora, * Personagens de Rossellini... Da imagem 6ticae sonora a imagen-lembranca. * Flashback e ci cuits. * Os dois polos do flash-back: Camné, Mankiewicz, ° O tem- po que se bifurea, segundo Mankiewicz, * Insuficiéncia da imagem- lembranea 8 7 a ry ey 6