P. 1
Neocolonialismo - desclonização da África - Guerra do Golfo - Líbano

Neocolonialismo - desclonização da África - Guerra do Golfo - Líbano

|Views: 99|Likes:
Publicado porpacola10
Quando estava fazendo esse resumão de vários assuntos, percebi que não está em total ordem de datas, mas como estava seguindo a ordem cronológica do livro que tinha, decidi não mudar isso;
Qualquer duvida que possa surgir por ventura durante a leitura deste resumo pode perguntar ;p


Ps. se tiver erros de digitação, me perdoe mas não estou acostumada com o novo teclado =P
Quando estava fazendo esse resumão de vários assuntos, percebi que não está em total ordem de datas, mas como estava seguindo a ordem cronológica do livro que tinha, decidi não mudar isso;
Qualquer duvida que possa surgir por ventura durante a leitura deste resumo pode perguntar ;p


Ps. se tiver erros de digitação, me perdoe mas não estou acostumada com o novo teclado =P

More info:

Categories:Types, Resumes & CVs
Published by: pacola10 on Sep 01, 2011
Direitos Autorais:Traditional Copyright: All rights reserved

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

02/20/2013

pdf

text

original

NEOCOLONIALISMO Quase todos os países asiáticos conquistam independência por: - guerra de libertação - concessão pacífica da metrópole INDEPENDÊNCIA DAS

COLÔNIAS > elites locais tinha parcerias com colonizadores europeus, com a derrota do colonialismo as elites enfraqueciam > abriam possibilidade para reformas progressistas;  Partidos de reformas progressistas = mais nacionalistas do que os socialistas;  Mesmo alcançando a independência, ainda matinha laços com a antiga metrópole; Ex: metrópole continua a controlar comércio e grandes empresas das ex-colônias, excolônia é dependente do investimentos, ajuda, tecnologia, mercado da antiga metrópole. NEOCOLONIALISMO

NÃO-ALINHADOS Conferência de Bangung [1955] – representantes dos países da África e da Ásia foram e falaram que se manteriam neutros em relação aos países capitalistas e socialistas [supremacias da guerra fria]. - Querem: lutas nacionais pela independência,o desenvolvimento econômico e a oposição ao colonialismo, ao neocolonialismo. - Cria-se uma clara visão de um terceiro mundo; DESCOLONIZAÇÃO DA ÁFRICA A independência da Argélia - subordinada ao colonialismo francês; crise econômica do pós-Segunda Guerra na França, que nas áreas coloniais foi muito mais grave. Manifestações lideradas por muçulmanos – sufocados pelos franceses;   Argélia = manifestações contra a enfraquecida França – criação da Frente Nacional de Libertação. - se organizava militarmente para derrotar o domínio francês. A independência do Congo (antigo Zaire) - se tornou possessão belga; Conferência de Bruxelas, a Bélgica concede a independência do Congo, que passa a constituir a República do Congo;    Grupos internacionais interessados nos minérios da região enviavam tropas mercenárias para separar Katanga do país; A guerrilha aumentava e, então, os EUA intensificaram a ajuda militar — que já vinha concedendo — ao governo de Tchombe. A independência da Nigéria   começou a dominar a metalúrgica do ferro; 1960 foi concedida a independência para o povo, que tinha educação européia;

descoberta do petróleo – desgraça – separar a parte do país onde encontrava petróleo [apoio dos estrangeiros também interessados] – GUERRA DE BIAFRA – nigerianos entram em conflito pela separação;  Guerra provocou uma das maiores fomes do século – depois reunificou e manteve as multinacionais do petróleo lá;  O FIM DO IMPÉRIO PORTUGUÊS NA ÁFRICA - REVOLUÇÃO DOS CRAVOS - derruba governo em Portugal – facilita independência das colônias da África; Angola – colônia mais ricas em recursos; MPLA[Movimento Popular pela Libertação da Angola] liderado por Agostinho Neto – guerra de guerrilhas contra força portuguesa;  OBJETIVO: ESQUECER DIFERENÇAS TRIBAIS E UNIR TODOS PELA INDEPENDÊNCIA; FNAL [Frente Nacional de Libertação de Angola] e Unita [União Nacional para a Independência Total de Angola] – MPLA sozinha ocupou e proclamou a independência;    Agostinho Neto quase marxista, grande potências impedem seu poder – FNLA + Unita + EUA + mercenários da África do Sul contra a MPLA – derrubar ele do poder MPLA pede ajuda a Cuba e derrota as forças da Unita e da FNLA; [depois teve mais uma guerra civil – e tem problemas com movimentos separatistas] Moçambique - Frente de Libertação de Moçambique, liderada por Eduardo Mondlane e Samora Machel [de ideias socialista]; - Samora Machel assumiu a direção do movimento, que passou a disputar, através da guerrilha, o controle do território.

ÁFRICA DO SUL colonizada por holandeses, depois ingleses – altos investimentos – tornou-se o país mais industrializado do continente;   Apartheid – diferenças sociais na Republica da África do Sul (RAS); quatro leis segreacionsitas determinaram que negros não tivessem direito de propriedade de terra nem voto;   país dividido em regiões chamadas bandustões [agricultura de subsistência – plantation] Nas reuniões da ONU – URSS e pedia sanções na RAS, mas Inglaterra e EUA iam contra; MOTIVO: Assegurar a soberania capitalista no local – vários países investiram capitais e instalaram multinacionais lá – medo de socialistas Angola e Moçambique.

INDEPENDÊNCIA DA ÍNDIA Luta do povo contra colonialismo inglês liderado por PARTIDO DO CONGRESSO [baseado em ideias nacionalistas e democráticas];   luta pela liberdade obteve forças com Mahatma Gandhi; - comanda protesto pacífico;

manifestações incontroláveis por meio de manifestações pacíficas e desobediência civil – metrópole tem de ceder – outro problema dentro do país: divisão religiosa [hinduístas x mulçumanos];  problemas religiosos levam a criação de dois Estados: União Indiana e o Paquistão [maioria mulçumana]; Entre Paquistão ocidental e Paquistão oriental tinha uma faixa livre – nomeada de Bangladesh;  Índia deu apoio ao novo estado – estoura a guerra entre ÍNDIA X PAQUISTÃO – Índia ‘ganha’ a guerra;   União Indiana entra no método de não-alinhamento – país continuava capitalista, mas faz acordos com URSS – Índia tem grande problemas de ter grandes diferenças sociais: tem tecnologia, universidades modernas, uma forte industria, mas também tem o outro lado que passa fome, vive as margens do rio, e não possui nada;

A GUERRA DO VIETNÃ Principais forças de resistência estavam no Vietnã – VIETMINH – união de grupos políticos liderados pelo Partido Comunista – burguesia + latifundiários = ajudava os colonizadores, e o “povão” + classe média = ajudava os comunistas por verem neles como os lideres da libertação;  durante a Segunda GM – 1940- Indochina ocupada por japoneses – VIETNIMH os combatem e ao final da Segunda GM achavam que eram livres [errado]    França manda tropas para restaurar o domínio colonial. Em 1954 os vietnamitas obtêm vitória na batalha – França se retira do país; Em Genebra entra em acordo que Laos e Kampuchea [nome de Camboja foi dado pelos franceses] seriam territórios independentes, e o Vietnã dividido m duas zonas de influência + eleições e reunificação para este: Vietnã do Sul [governo capitalista – EUA] e Vietnã do Norte [governo socialista – URSS]; EUA- medo dos comunistas assumirem o poder e tomassem os demais países ao redor – cancelam as eleições – Vietnã do Sul se torna uma ditadura; EUA joga mais bombas do que em toda a Segunda GM  Derrotas dos militares americanos e as pressões da opinião pública forçam os norteamericanos a se retirarem do conflito.  EGITO DE NASSER     fazia uma ditadura militar nacionalista; houve o início da reforma agrária e a estatização de algumas empresas – procurou industrializar o país; 1956 – nacionalizou o Canal de Suez e ameaçou impedir a livre navegação de navios israelenses; Episódio marcado como CRISE DE SUEZ – provocou uma guerra com Israel [tem o apoio de UK e França] → Israel ganha a guerra; Egito perde a guerra mas pela ONU recebe o direito de posse do Canal de Suez, com a condição de liberar a navegação para todos;

A GUERRA DO LÍBANO o Líbano era um grande centro financeiro – fazia parte da Síria e ficou independente da França em 1943;    o novo Estado surgiu por meio de um pacto com a comunidade cristã e os muçulmanos (árabes pobres) – controle político estava na mão dos ricos cristãos; na década de 70 vieram para o Líbano vários palestinos, por isso os muçulmanos se tornaram a maioria – queria direitos político-administrativos, e estoura guerra civil entre mulçumanos x cristãos [elite minoritária]; a guerra foi de mal a pior com a intervenção estrangeira [Síria e Israel], e no Líbano tinham 17 grupos políticos diferentes guerrilhando [muitos eram os próprios muçulmanos]; 

O FUNDAMENTALISMO ISLÂMICO Fundamentalista = radical e disposto à violência, pois o Alcorão não apenas a tolera, mas até mesmo a ordena. [seguir ao “pé da letra” o que o Alcorão diz];  Maomé[Mohammad] morre muçulmanos dividem: SUNITAS – poder político-religioso dividido entre os chefes islâmicos; XIITAS – entregar o poder para o neto de Maomé; Hoje os sunitas são a maioria no mundo árabe – são mais mente aberta ao ocidente; Os Xiitas são os fundamentalistas – que levam o Alcorão a sério;    1990 os fundamentalistas se tornaram a principal força opositora em alguns países, e em outro tem de serem derrubados para não chegarem ao poder [Argélia]; Irã – muito petróleo – Xá [rei] Reza tenta implantar a cultura norte-americana e ocidental na sociedade, como a vinda de multinacionais ele tenta impor como ditadura o modo de se vestir- a população reage apoiando os fundamentalistas – são a favor da independência local sem a interferência do imperialismo; - novo governo NACIONALISTA TRADICIONALISTA – pregavam a destruição de Israel e do povo judeu daquele país; visinho do Irã era Iraque [governado por Saddam Hussein] – disputa de regiões nas fronteiras força o Iraque e Irã a entrarem em guerra em 1980;   8 anos depois assinaram um tratado de paz;

O IRAQUE E A GUERRA DO GOLFO Em 1990 Saddam Hussein manda invadir o rico Kuwait – Motivo: petróleo; - alegava que o território pertencia ao Iraque mas foi tomado pelo imperialismo inglês;    Governos árabes tinham medo da influência de Hussen – abandonam ele; EUA + Síria + Arábia Saudita + URSS + apoio do Ocidente = massacraram o Iraque na GUERRA DO GOLFO;

EUA promove um bloqueio econômico para a região após a guerra, iraquianos passaram a acreditar que as catástrofes locais eram culpa dos EUA;   2001 – fundamentalistas islâmicos seguidores de Bin Laden fazem ataque suicidas contra Nova York – governo norte-americano responde com a invasão do Afeganistão e Iraque;

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->